Home > Banco de Questões > Biologia > Simulados

Biotecnologia e Genética IV

Lista de 15 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Biotecnologia e Genética com questões de Vestibulares.



01. (UECE) Os cromossomos sexuais não são completamente homólogos, portanto deve-se esperar que os padrões de herança relacionados ao sexo sejam diferentes daqueles dos cromossomos autossômicos. Em relação à herança de genes localizados nos cromossomos sexuais, é correto afirmar que

  1. na herança ligada ao cromossomo X, os genes estão localizados em uma região homóloga ao cromossomo Y.
  2. na herança limitada ao sexo, os genes expressam-se em ambos os sexos, porém de forma diferente, de acordo com o sexo do portador.
  3. a herança holândrica é determinada por genes que ocorrem no cromossomo Y, fora da região homóloga ao cromossomo X.
  4. a expressão dos genes autossômicos, na herança influenciada pelo sexo, é determinada pela presença ou ausência de hormônios sexuais.

02. (UPE) Leia o texto a seguir:

Em 1997, os biólogos Keith Campbell e Ian Wilmut apresentaram ao mundo a ovelha Dolly. Com ela nasceu uma revolução científica e social; vinte anos se passaram, e a clonagem ainda suscita opiniões conflitantes. O grande impacto de Dolly foi a descoberta de que uma célula somática diferenciada poderia ser reprogramada ao estágio inicial e voltar a ser totipotente. O processo não é fácil. Dolly só nasceu após 276 tentativas, que fracassaram. Além disso, dos embriões obtidos, 90% não alcançaram nem o estágio de blastocisto.

Em teoria, uma clonagem humana reprodutiva é possível, no entanto suas implicações éticas suscitaram seu banimento pela maioria dos cientistas. Em contrapartida, a clonagem terapêutica, que se utiliza da mesma técnica de transferência nuclear de uma célula adulta para um óvulo enucleado, objetiva formar tecidos e órgãos para transplantes e, por esse motivo, é menos conhecida e discutida.

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/02/21/ciencia/1487674345_626879.html> (Adaptado)

Sobre isso, é CORRETO afirmar que

  1. apesar de o DNA ser igual em todas as células de um indivíduo, os genes, nas células somáticas diferenciadas, se expressam de forma distinta para cada tecido. É espantoso ver uma célula adulta ser transformada em célula embrionária, capaz de se desenvolver e dar lugar às outras células do corpo do organismo clonado.
  2. em mamíferos logo após a fecundação, a célula resultante da fusão dos gametas começa a se dividir e, pelo menos até a fase de 16 células pluripotentes, cada uma delas é capaz de se desenvolver em um ser clonado completo, cada qual com um DNA distinto.
  3. indivíduos com doenças genéticas podem utilizar a clonagem terapêutica para melhorar seu quadro clínico; no entanto, o núcleo das hemácias para formar as células-tronco embrionárias só poderá ser do paciente, objetivando evitar a rejeição de um transplante, uma vez que o DNA doado por outra pessoa é incompatível.
  4. na fase de blastocisto, o embrião humano encontra-se implantado na cavidade uterina. As células externas do blastocisto, chamadas células-tronco embrionárias totipotentes, vão originar as centenas de tecidos com todos os genes ativos que irão compor o organismo clonado.
  5. no caso de uma clonagem humana reprodutiva, seria possível descartar o núcleo de uma célula germinativa, inseri-lo no citoplasma de um espermatozoide e, então, colocá-lo em um óvulo para posterior implantação do embrião.

03. (UECE) O albinismo é caracterizado pela ausência de pigmentos na pele e estruturas epidérmicas, em função da incapacidade de produção da melanina. O gene alelo recessivo não produz a forma ativa da enzima que catalisa a síntese da melanina. Considerando-se o fato de um homem e uma mulher possuírem pigmentação da pele normal, sendo ele filho de um pai normal homozigoto e uma mãe albina, e ela filha de um pai albino e uma mãe normal homozigoto, é correto afirmar que a probabilidade de esse casal ter uma filha albina é de

  1. 1/8.
  2. 1/2.
  3. 1/6.
  4. 1/4.

04. (UFU) O daltonismo é um distúrbio moderado ligado ao cromossomo X que se caracteriza pela cegueira para as cores verde e vermelha.

Considerando-se o cruzamento de uma mulher carreadora do alelo para o daltonismo ao se casar com um homem de visão normal, as chances de as filhas desse casal serem carreadoras é de

  1. 50%.
  2. 25%.
  3. 100%.
  4. 0%.

05. (UECE) No que diz respeito a grupos sanguíneos, é correto afirmar que pessoas do grupo sanguíneo

  1. O possuem aglutinogênios O nas hemácias e aglutininas anti-A e anti-B no plasma.
  2. A possuem aglutinogênios A nas hemácias e aglutininas anti-B e anti-AB no plasma.
  3. AB, que não têm aglutinogênios nas hemácias, são consideradas receptoras universais.
  4. B possuem aglutinogênios nas hemácias e aglutininas anti-A no plasma.

06. (UFRGS) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto abaixo, na ordem em que aparecem.

Pessoas que pertencem ao grupo sanguíneo A têm na membrana plasmática das suas hemácias ........ e no plasma sanguíneo ........ . As que pertencem ao grupo sanguíneo O não apresentam ........ na membrana plasmática das hemácias.

  1. aglutinina anti-B – aglutinina anti-A e anti-B – aglutinogênio
  2. aglutinogênio A – aglutinina anti-B – aglutinogênio
  3. aglutinogênio B – aglutinogênio A e B – aglutinina anti-A e anti-B
  4. aglutinina anti-A – aglutinogênio B – aglutinina anti-A e anti-B
  5. aglutinina anti-A e anti-B – aglutinogênio A – aglutinina anti-B

07. (UNESP) As figuras representam células de duas espécies animais, 1 e 2. Na célula da espécie 1, dois genes, que determinam duas diferentes características, estão presentes no mesmo cromossomo. Na célula da espécie 2, esses dois genes estão presentes em cromossomos diferentes.

Tendo por base a formação de gametas nessas espécies, e sem que se considere a permutação (crossing-over), constata-se a Primeira Lei de Mendel

  1. tanto na espécie 1 quanto na espécie 2, mas a Segunda Lei de Mendel se constata apenas na espécie 1.
  2. apenas na espécie 1, enquanto a Segunda Lei de Mendel se constata apenas na espécie 2.
  3. apenas na espécie 2, enquanto a Segunda Lei de Mendel se constata apenas na espécie 1.
  4. apenas na espécie 2, enquanto a Segunda Lei de Mendel se constata tanto na espécie 1 quanto na espécie 2.
  5. tanto na espécie 1 quanto na espécie 2, mas a Segunda Lei de Mendel se constata apenas na espécie 2.

08. (UDESC) Diferentemente dos répteis em que a possibilidade de nascer macho ou fêmea é dependente da temperatura, nos mamíferos e nas aves a probabilidade do nascimento de um macho ou de uma fêmea é estatisticamente igual.

A probabilidade de um casal de mamíferos ter em uma ninhada seis filhotes com o mesmo sexo é

  1. 1,56%
  2. 12,5%
  3. 31,5%
  4. 6,25 %
  5. 3,12%

09. (UENP) O daltonismo é uma característica genética ligada ao cromossomo X. Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o que pode ser afirmado sobre os pais de uma mulher que apresenta essa característica

  1. O pai é hemizigótico, a mãe é heterozigótica e ambos são daltônicos.
  2. O pai é hemizigótico, a mãe é heterozigótica dominante e ambos são daltônicos.
  3. O pai é hemizigótico, a mãe é homozigótica recessiva e ambos são daltônicos.
  4. O pai é hemizigótico, a mãe é homozigótica dominante e ambos são daltônicos.
  5. O pai é hemizigótico, a mãe é homozigótica dominante e ambos não são daltônicos.

10. (UEG) Na atualidade, diversas técnicas têm sido utilizadas para favorecer a propagação de determinadas espécies vegetais, dentre elas as de espécies nativas dos diferentes biomas brasileiros. Uma destas técnicas é a cultura de tecidos, que apresenta grande aplicação na agricultura e oferece diferentes soluções originais para o programa de melhoramento vegetal em função de ser uma ferramenta com

  1. possíveis usos para realização de limpeza clonal em patógenos mutacionais e estáveis associados a algumas espécies de comercialização como abacaxi, citrus e morango.
  2. utilização nas quebras de dormência de frutos e túberculos de determinadas espécies nativas em função da manutenção da variabilidade genética e somática.
  3. potencial de produção de embriões maduros com agravos mutacionais em processos de enxertias em mudas contendo vírus.
  4. potencial de uso na multiplicação de material genético para a troca e a avaliação de germonoplasma à produção de mudas livres de vírus.
  5. expressiva capacidade de favorecer a retirada da variabilidade genética pela variação somaclonal para multiplicação de células hospedeiras e mutagênicas.

11. (PUC-SP) A distrofia muscular de Duchenne é uma doença que provoca degeneração muscular progressiva, geralmente culminando na morte ao início da segunda década de vida. O heredograma a seguir ilustra uma família em que se observam alguns casos de afetados por essa doença.

A análise do heredograma permite deduzir que a herança mais provável da distrofia muscular é

  1. autossômica dominante.
  2. dominante ligada ao X.
  3. recessiva ligada ao X.
  4. restrita ao Y.

12. (UEA) Beatriz e Pedro são pais de Renata e Felipe. Todos eles apresentam visão normal com relação ao daltonismo ligado ao sexo. Sabe-se, porém, que o pai de Beatriz é daltônico.

Com base nessas informações, é correto afirmar que a probabilidade

  1. de Felipe ser portador do alelo para o daltonismo é 1/2.
  2. de Beatriz ser portadora do alelo para o daltonismo é 1/2.
  3. de Renata ser portadora do alelo para o daltonismo é 1/4.
  4. de Beatriz e Pedro gerarem uma menina daltônica é 1/2.
  5. de Beatriz e Pedro gerarem um menino daltônico é 1/4.

13. (UEFS) Genes zigóticos são expressos durante o desenvolvimento embrionário. Em moscas Drosophila melanogaster existe um gene zigótico que é letal em homozigose recessiva. Um cruzamento entre moscas heterozigotas para o gene zigótico letal gerou 120 moscas adultas. Dentre essas 120 moscas adultas, o número esperado de moscas heterozigotas é

  1. 30.
  2. 40.
  3. 60.
  4. 80.
  5. 120.

14. (UFAM PSC) Assinale a alternativa que melhor descreve o termo “Fenótipo”:

  1. É o conjunto de características que é transmitido aos seus descendentes por meio de alelos recessivos.
  2. São as características decorrentes da ação de genes expressos e que podem sofrer alterações pela ação do meio.
  3. Trata-se de características do indivíduo decorrentes apenas da ação do meio.
  4. Trata-se do conjunto cromossômico que uma espécie apresenta, de modo que o fenótipo de um ser humano pode apresentar alterações cromossômicas como a síndrome de Down.
  5. É o conjunto de genes em dominância e que dão as características morfológicas e fisiológicas de um organismo.

15. (UEFS) Em tomateiros, os genes a e c encontram-se ligados. O cruzamento entre um tomateiro de genótipo AaCc e outro de genótipo aaCC originou plantas adultas em proporção genotípica de 43% AaCC, 43% aaCc, 7% AaCc e 7% aaCC.

A distância entre os genes a e c nos cromossomos do tomateiro é

  1. 7 UR.
  2. 14 UR.
  3. 43 UR.
  4. 50 UR.
  5. 86 UR.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.