Home > Banco de Questões > Biologia > Taxonomia >Taxonomia: Nomenclatura

Taxonomia: Nomenclatura

Lista de 10 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Taxonomia: Nomenclatura com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Taxonomia: Nomenclatura.



01. (UPE) Observe a tabela abaixo com a classificação de cinco espécies.

A espécie é a unidade básica de classificação dos seres vivos. Por outro lado, o gênero reúne espécies muito parecidas. Os gêneros formam famílias, e estas, as ordens, que, por sua vez, são reunidas numa classe. Classes semelhantes constituem filos ou divisões, e estes, reinos.

Assinale a alternativa que indica a correlação CORRETA com as lacunas existentes na tabela.

  1. (1) Cordado (2) Zea mays (3) Lactobacillales (4) Fungi (5) Sarcomastigophora
  2. (1) Artrópode (2) Phaseolus vulgaris (3) Agaricales (4) Monera (5) Chlorophyta
  3. (1) Cordado (2) Ananas comosus (3) Hymenoptera (4) Protista (5) Euglenophyta
  4. (1) Artrópode (2) Musa sapientum (3) Passeriformes (4) Algae (5) Sarcomastigophora
  5. (1) Equinodermo (2) Cocos nucifera (3) Testudinata (4) Protista (5) Euglenophyta

02. (ETEC) Os cientistas entendem que a Ciência é universal e deve ser difundida sem imposições de fronteiras, por isso os resultados das pesquisas científicas são divulgados em congressos e publicados em revistas especializadas.

Como consequência dessa livre troca de informações, o botânico sueco Carl von Linné (Lineu), em 1735, por meio de seu livro Systema Naturae, apresentou um detalhado sistema de classificação dos seres vivos, que serviu de base para a organização dos atuais sistemas nos quais existem sete grupos principais de classificação.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência hierárquica correta dos grupos de classificação:

  1. espécie, gênero, família, ordem, filo, classe, reino
  2. espécie, gênero, família, ordem, classe, filo, reino.
  3. espécie, gênero, ordem, família, classe, filo, reino.
  4. espécie, ordem, família, gênero, filo, classe, reino.
  5. espécie, ordem, gênero, família, classe, filo, reino.

03. (UEA - SIS) Leia o texto para responder à questão.

Brachycephalus leopardus, Brachycephalus pernix, Brachycephalus boticario, Brachycephalus fuscolineatus, Brachycephalus verrucosus, Brachycephalus aurogutattus, Brachycephalus olivaceus, Brachycephalus quirirensis e Brachycephalus mariaeterezae são os nomes científicos de sapos do sul do Brasil, recém-classificados pelos biólogos. Esses animais podem ter menos de 1 cm e se originaram a partir de um ancestral comum. Como vivem separados, em topos de montanhas e em áreas muito reduzidas, as populações desses sapos acabaram se tornando diferentes.

(Folha de S.Paulo, 17.09.2015. Adaptado.)

Todos os sapos citados no texto pertencem

  1. à mesma espécie e a nove gêneros diferentes.
  2. ao mesmo gênero e a nove espécies diferentes.
  3. à mesma família e a nove classes diferentes.
  4. à mesma ordem e a filos diferentes.
  5. ao mesmo reino e a domínios diferentes.

04. (UECE) Classificar é uma tendência própria de nossa espécie para facilitar a compreensão das diferenças e semelhanças existentes no mundo vivo. Assim, a classificação biológica acompanha a história de nossa espécie desde os tempos mais remotos. Para nomear-se um ser vivo é necessário que se observe algumas regras universais. Com relação à nomenclatura dos seres vivos, é correto afirmar-se que

  1. o nome de uma espécie é único e formado por dois nomes: o primeiro representa a ordem a que pertence a espécie e o segundo constitui o epíteto específico.
  2. qualquer nome científico deve ser escrito em latim, composto pelo gênero, expresso com letra inicial maiúscula, e por um segundo termo que determina a espécie, escrito sempre com letra inicial minúscula.
  3. em determinadas situações é permitido usar o grego para denominar uma espécie, desde que o prenome venha expresso com inicial minúscula e o nome da espécie seja escrito com letra maiúscula.
  4. espécies diferentes devem necessariamente apresentar gêneros diferentes em seus nomes científicos.

05. (UFRGS) Em relação à classificação dos seres vivos, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo.

( ) Plantas que pertencem ao mesmo gênero pertencem também à mesma espécie.

( ) Categorias taxonômicas são utilizadas em sistemas de classificação de animais.

( ) Organismos classificados dentro da mesma classe têm maior semelhança entre si do que os classificados dentro da mesma família.

( ) Zea mays, na nomenclatura biológica, é o nome genérico do milho.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. F – F – V – F.
  2. V – V – F – V.
  3. F – V – F – F.
  4. V – V – F – F.
  5. F – F – V – V.

06. (UECE) Ao longo da história, muitos sistemas para a classificação dos seres vivos foram propostos, mas até hoje essa questão continua controversa e muitos organismos ainda não se encontram colocados nos grupos mais adequados. O sistema atual de classificação utiliza o Sistema Binomial de Nomenclatura, proposto por Lineu e, segundo essa proposta, o cão doméstico (Canis familiaris), o lobo (Canis lupus) e o coiote (Canis latrans) pertencem a uma mesma categoria taxonômica. Esses animais fazem parte de um(a) mesmo(a)

  1. gênero.
  2. espécie.
  3. raça.
  4. família.

07. (UFPR) O conhecimento da biodiversidade é fundamental para sua conservação e para o uso sustentável. No entanto, a biodiversidade sobre a Terra é tão grande que, para estudá-la, faz-se necessário inicialmente nomeá-la. Os seres vivos não podem ser discutidos ou ratados de maneira científica sem que sejam denominados e descritos previamente. Os nomes científicos dão um significado universal de comunicação, uma linguagem essencial do conhecimento da biodiversidade, servindo também como um banco de dados único de informação. É inerente ao ser humano a necessidade de organização dos objetos em grupos, simplificando a informação a fim de facilitar seu entendimento. Nesse contexto se insere a classificação biológica.

Considere as afirmativas a seguir, correlacionadas com o texto acima:

1. As categorias taxonômicas são, em ordem hierárquica: Reino, Filo, Família, Ordem, Classe, Gênero e Espécie.

2. Os seres vivos estão distribuídos nos seguintes reinos: Monera, Protista, Fungi, Metaphyta (Plantae) e Metazoa (Animália).

3. A partir do texto, deduz-se que as regras de nomenclatura garantem uma única linguagem universal da informação biológica.

4. O processo de identificação de um ser vivo consiste em estabelecer uma correlação de identidade entre o exemplar objeto da identificação e aquele que já foi classificado, definindo assim seu nome científico.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
  2. Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
  3. Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.
  4. Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
  5. Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.

08. (UEFS) O filo dos artrópodes possui membros com nomes bastante curiosos, como a mariposa Neopalpa donaldtrumpi, que tem uma espécie de topete que lembra Donald Trump, e a aranha Heteropoda davidbowie, que homenageia o artista morto em 2016. A aranha Spintharus berniesandersi recebeu o nome de Bernie Sanders, que foi pré-candidato à presidência dos Estados Unidos. Outros famosos foram homenageados: Spintharus barackobamai, Spintharus michelleobamaae, Spintharus davidbowiei e Spintharus leonardodicaprioi. Em 2012, uma samambaia foi nomeada Gaga germanotta, por causa de Lady Gaga.

(www.folha.uol.com.br, 26.09.2017. Adaptado.)

Os critérios adotados pela biologia evolutiva para nomear e classificar as espécies sugerem que existe maior proximidade evolutiva

  1. entre S. davidbowiei e H. davidbowie do que entre S. davidbowiei e S. barackobamai.
  2. entre G. germanotta e N. donaldtrumpi do que entre H. davidbowie e S. michelleobamaae.
  3. entre S. davidbowiei e S. leonardodicaprioi do que entre H. davidbowie e S. davidbowiei.
  4. entre N. donaldtrumpi e H. davidbowie do que entre S. davidbowiei e S. leonardodicaprioi.
  5. entre G. germanotta e H. davidbowie do que entre N. donaldtrumpi e S. leonardodicaprioi.

09. (UEL) As primeiras tentativas de classificar os organismos com base em suas similaridades estruturais começaram na Grécia Antiga e lançaram as bases da Sistemática atual.

Sobre a classificação biológica e as categorias taxonômicas, assinale a alternativa correta.

  1. Entre os estudiosos da classificação natural, Aristóteles sugeriu que o nome científico de todo animal deveria ser composto de duas palavras.
  2. Uma característica derivada, compartilhada por dois ou mais táxons e por seu ancestral comum mais recente, é denominada plesiomorfia.
  3. Dois organismos classificados como pertencentes à categoria taxonômica de ordem pertencem também à mesma classe.
  4. O primeiro a desenvolver um método de classificação das espécies baseado na ancestralidade evolutiva foi o naturalista sueco Carl Linné.
  5. Anisocerus scopifer e Onychocerus scopifer são duas espécies que pertencem à mesma categoria taxonômica de gênero.

10. (PUC-PR) Pesquisadores descobrem novas espécies de aracnídeos no Brasil

Pesquisadores brasileiros apresentaram duas novas espécies de aracnídeos pertencentes à ordem Schizomida, descobertas em cavernas úmidas em regiões áridas do Ceará e do Rio Grande do Norte. Em artigo publicado na revista PLoS One no dia 22 de maio, o biólogo Adalberto J. Santos, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e seus colegas descreveram Rowlandius ubajara (Ceará) e Rowlandius potiguar (Rio Grande do Norte) como “aracnídeos de coloração marrom-avermelhada”. Ambos estavam em cavernas profundas de calcário onde não há luz. Eles vivem em meio às fezes de morcegos, colonizadas por pequenos insetos, como os das ordens dos colêmbolos e dos tisanuros, que provavelmente são o alimento dos aracnídeos. “As principais diferenças entre essas duas novas espécies são o formato do flagelo [rabicho] do macho e detalhes dos órgãos genitais internos da fêmea, que precisam ser dissecadas e examinadas no microscópio”, explica o professor da UFMG. “Algo interessante sobre o R. potiguar é o fato de existirem dois ‘tipos’ de machos”, diz. Uns, observa o pesquisador, têm pedipalpos [apêndices ao lado da boca] longos, enquanto outros apresentam pedipalpos curtos, parecidos com as fêmeas. Os animais são chamados de pelos próprios pesquisadores que fizeram a descoberta de “micro escorpião-vinagre” ou “escorpião-vinagre de flagelo curto”. O nome vem de glândulas que produzem uma secreção rica em ácido acético (daí o “vinagre” do nome popular), que é lançada contra possíveis agressores.

Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/06/07/pesquisadoresdescobrem-novas-especies-de-aracnideos-no-brasil/. Acesso em: 01 set. 2013.

Sobre a descoberta dessas novas espécies e seus hábitos, é CORRETO afirmar:

  1. Rowlandius ubajara e Rowlandius potiguar referese ao nome científico, composto pelo gênero que inicia com maiúsculo e o epíteto específico minúsculo, essas duas espécies pertencem à mesma família.
  2. Ambos estavam em cavernas profundas de calcário onde não há luz. O fato de esses insetos viverem em ambiente sem luz fez com que eles não desenvolvessem olhos.
  3. Essas novas espécies apresentam pedipalpos, característica típica de aracnídeos, bem como a presença de um par de antenas e oito patas.
  4. A nomenclatura científica identifica os novos animais como: “micro escorpião-vinagre” ou “escorpião-vinagre de flagelo curto”, por ser trinominal, trata-se de subespécies.
  5. As novas espécies de aracnídeos estão incluídas no filo dos artrópodes na classe dos insetos.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.