Home > Banco de Questões > Biologia > Histologia >

Tecido Sanguíneo e Linfático

Lista de 15 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Tecido Sanguíneo e Linfático com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Histologia.





01. (UECE) Considerando as células do sangue, associe corretamente os tipos celulares com suas respectivas características, numerando a Coluna II de acordo com a Coluna I.

Coluna I

1. Hemácias

2. Neutrófilos

3. Plaquetas

4. Linfócitos

Coluna II

( ) Estruturas anucleadas, com grande quantidade de hemoglobina, que transportam o oxigênio.

( ) Células, com núcleo esférico, que participam dos processos de defesa produzindo e regulando a produção de anticorpos.

( ) Granulócitos que desempenham papel crucial na defesa do organismo fagocitando e digerindo microrganismos.

( ) Estruturas anucleadas que participam dos processos de coagulação sanguínea.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

  1. 2, 1, 4, 3.
  2. 1, 4, 2, 3.
  3. 4, 3, 2, 1.
  4. 3, 2, 1, 4.

02. (Mackenzie) A respeito do sangue, considere as seguintes afirmações:

I. As células desse tecido são produzidas a partir de células tronco adultas presentes na medula óssea.

II. Somente os glóbulos brancos são células sanguíneas nucleadas.

III. A quantidade insuficiente de glóbulos vermelhos é conhecida como anemia.

IV. A produção insuficiente de plaquetas tem como consequência a dificuldade de defesa.

São corretas as afirmativas.

  1. I e III, apenas.
  2. II, III e IV, apenas.
  3. I, II, III e IV.
  4. II e III, apenas.
  5. I, II e III, apenas.

03. (UEA - SIS) Uma mulher realizou um hemograma a pedido do seu médico e o resultado está registrado na tabela a seguir.

Diante do resultado, o médico consegue inferir que a paciente se apresenta

Diante do resultado, o médico consegue inferir que a paciente se apresenta

  1. saudável, pois os valores apresentados estão dentro da normalidade.
  2. anêmica, pois o número de plaquetas está próximo ao valor mínimo de referência.
  3. com um quadro infeccioso, pois o número de glóbulos brancos está acima do valor máximo de referência.
  4. com alguma hemorragia, pois o número de plaquetas está próximo ao valor máximo de referência.
  5. com baixa defesa imunológi

04. (UFTM) Pesquisa da Unicamp revelou que, no período de 2000 a 2007, crianças e adolescentes de 10 a 19 anos apresentaram um aumento de 44% na taxa de colesterol total e de 50% na taxa de triglicérides.

(Folha de S.Paulo, 16.10.2008. Adaptado.)

Esses dados indicam que pessoas nessa faixa etária, se mantiverem valores elevados dessas substâncias na fase adulta, podem

  1. ter os vasos sanguíneos obstruídos e isso pode provocar problemas cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais.
  2. ter os vasos sanguíneos dilatados e isso pode desencadear diabetes insípida e tireoidites.
  3. desenvolver problemas respiratórios e intolerância alimentar a gordura e proteínas da carne.
  4. ter o número de células sanguíneas circulantes reduzido, devido à falta de espaço no interior dos vasos.
  5. ter uma hepatomegalia, devido ao elevado catabolismo dessas substâncias nas células do fígado.

05. (UEMA) Analise a seguinte situação:

O perito criminal, ao tratar uma cena de crime, procura por vestígios que possam auxiliar na sua elucidação. Um dos testes utilizados corresponde à aplicação do luminol que, ao entrar em contato com o ferro, presente em amostras biológicas, sofre uma reação de oxidação e “ilumina”, literalmente, o local, ficando uma cor azul fluorescente, possibilitando a identificação de evidências.

O teste citado revela a presença da seguinte amostra biológica:

  1. saliva
  2. cabelo
  3. sangue
  4. sêmen
  5. urina

06. (UEA) A figura ilustra um processo de coagulação sanguínea, no qual uma rede de fibrina envolve eritrócitos.

Tal processo ocorre, por exemplo, em capilares rompidos e depende da atuação

  1. da vitamina K, responsável pela síntese da proteína fibrinogênio.
  2. dos íons cálcio que interagem com enzimas específicas.
  3. da hemoglobina presente no interior dos eritrócitos.
  4. de globulinas, produzidas pelos leucócitos.
  5. da albumina plasmática, responsável pela formação da fibrina.

07. (UFVJM) A anemia falciforme é uma doença originada de um tipo de mutação gênica, de herança homozigótica, que altera a função protéica gerando moléculas defeituosas de hemoglobina. As hemácias apresentam um aspecto de foice e perdem a mobilidade e flexibilidade e são mais rígidas. Por esse motivo têm dificuldade para passar pelos vasos sanguíneos não realizando o transporte de oxigênio de maneira eficiente para os tecidos. Indivíduos que apresentam essa doença têm como sintoma mais comum o cansaço, porém, nos casos mais graves as hemácias podem se romper levando-o à morte.

Esse tipo de anemia induz cansaço porque

  1. os tecidos perdem a mobilidade e flexibilidade.
  2. os tecidos não recebem quantidades suficientes de O2.
  3. o tecido sanguíneo apresenta menor quantidade de hemoglobina.
  4. os tecidos não recebem nutrientes suficientes para sua manutenção.

08. (UERJ) Os capilares são os vasos sanguíneos que permitem, por difusão, as trocas de substâncias, como nutrientes, excretas e gases, entre o sangue e as células. Essa troca de substâncias é favorecida pela seguinte característica dos capilares:

  1. camada tecidual única
  2. presença de válvulas móveis
  3. túnica muscular desenvolvida
  4. capacidade de contração intensa

09. (CESGRANRIO) Uma mulher de 50 anos vai realizar uma cirurgia para a colocação de uma prótese no fêmur. Os médicos realizam exames de sangue para a determinação do chamado risco cirúrgico. Nos exames de sangue dessa paciente, observou-se que o número de plaquetas estava muito abaixo do normal. Tendo em vista isso, os médicos optaram por não operar a paciente.

A decisão dos médicos foi tomada, porque as plaquetas são fragmentos de células fundamentais para o(a)

  1. transporte de oxigênio
  2. produção de insulina
  3. coagulação sanguínea
  4. produção de anticorpos
  5. fagocitose de micro-organismos

10. (UCS) A coagulação sanguínea é extremamente importante para a contenção de um sangramento no momento de uma lesão na parede de um vaso sanguíneo. Trata-se de um processo complexo que envolve algumas reações químicas catalisadas por diferentes enzimas.

Considerando todo o processo de coagulação sanguínea, assinale a alternativa correta.

  1. Os íons Ca++ e a vitamina A são indispensáveis ao processo de contenção de um sangramento, por isso devem estar presentes na alimentação (ou serem fornecidos via complementos).
  2. Os leucócitos liberam a enzima tromboplastina, que catalisa a reação de conversão da protrombina em trombina.
  3. O fibrinogênio é uma proteína presente na circulação sanguínea, o qual, sob o efeito da trombina junto dos íons Ca++ é convertido em fibrina.
  4. A hemofilia é um doença hereditária relacionada ao processo de coagulação, em que o acometido possui uma alta coagulabilidade, levando a sérios riscos de formação de coágulos intravasculares.
  5. O coágulo, depois de ser formado e ter estancado o sangramento, deve ser desfeito pela ação da enzima protrombina, que reestabelece o fluxo normal de sangue no vaso sanguíneo.

11. (UFRR) Corresponde ao grupo de substâncias conhecidas como quinona e tem função importante na coagulação do sangue, sua falta pode dificultar o estancamento de hemorragias.

  1. Vitamina E.
  2. Vitamina K.
  3. Vitamina B12.
  4. Vitamina A
  5. Vitamina C.

12. (UECE) Atente ao que se afirma a seguir sobre células do tecido sanguíneo:

I. Neutrófilos são leucócitos agranulosos que têm função de defesa e atuam na fagocitose de micro-organismos invasores e partículas estranhas.

II. Basófilos são leucócitos granulosos relacionados à liberação de heparina e de histamina; também são relacionados a diversos tipos de alergia.

III. Monócitos são células efêmeras na corrente sanguínea, pois migram para tecidos específicos, como por exemplo, baço e pulmões, onde se transformam em macrófagos.

  1. I, II e III.
  2. II e III apenas.
  3. I e III apenas.
  4. I e II apenas.

13. (UEFS) Com relação a um segundo processo de infecção do corpo humano pelo mesmo agente agressor, pode-se esperar que

  1. o organismo já possua linfócitos T e B diferenciados que respondam com maior eficiência ao agente agressor.
  2. ocorra perda da capacidade de reconhecimento do agente invasor por parte do organismo pré-imunizado, devido a uma sobrecarga de ativação imunitária.
  3. seja necessário um novo processo de apresentação de antígenos por macrófagos para que a resposta imunitária seja desencadeada.
  4. a liberação de toxinas dos micro-organismos invasores dificulte o seu reconhecimento pelas células fagocitárias, favorecendo, assim, a sua reprodução e disseminação.
  5. a resposta imunitária seja muito mais lenta, por esse agente agressor não mais possuir potencial infectivo para causar danos ao possível hospedeiro.

14. (UECE) Todas as células do sangue são originadas na medula óssea vermelha a partir das células indiferenciadas, mas ao final do processo de diferenciação celular, assumem formas e funções especializadas. Dentre as células sanguíneas listadas abaixo, as que possuem a função de defesa, de coagulação e de transporte de oxigênio, respectivamente, são:

  1. trombócitos, neutrófilos, hemácias.
  2. plaquetas, eritrócitos, leucócitos.
  3. leucócitos, trombócitos, eritrócitos.
  4. eosinófilos, leucócitos, hemácias.

15. (PUC-Rio) Algumas doenças são consideradas como autoimunes porque as pessoas que as possuem

  1. não são capazes de produzir anticorpos.
  2. têm alergia a medicamentos estranhos.
  3. produzem anticorpos contra as próprias partes de seu corpo.
  4. não podem receber transfusão sanguínea de nenhum doador.
  5. produzem poucos glóbulos brancos e vermelhos.


.