Home > Banco de Questões > Biologia > Microbiologia >

Vírus

Lista de 19 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Vírus com questões de Vestibulares.



01. (Unifesp) Uma mulher com idade entre 25 e 35 anos foi contaminada pelo vírus HIV depois de receber transfusão de sangue (...). A contaminação da mulher pode ter ocorrido em razão da chamada “janela imunológica”. (Folha de S.Paulo, 06.08.2005)

Janela imunológica é o nome dado ao período compreendido entre a infecção do organismo e o início da formação de anticorpos contra o agente infeccioso. Considerando tais informações e o que se conhece sobre a infecção por HIV, podemos afirmar corretamente que

  1. essa fatalidade poderia ter sido evitada se o sangue do doador tivesse passado, antes, por testes sorológicos para a detecção de HIV.
  2. a ação do HIV no organismo é justamente destruir o sistema imune. Por isso, são feitos testes para detecção do vírus e não de anticorpos.
  3. a mulher já estava com o sistema imune fragilizado, o que facilitou ainda mais a entrada e a instalação de agentes infecciosos, aqui, no caso, do HIV.
  4. o doador era portador do HIV e os testes não detectaram a infecção. Ter feito o teste recentemente não garante total segurança, devendo-se, portanto, evitar a exposição a situações de risco.
  5. transfusões de sangue hoje são um dos principais meios de transmissão do HIV. Isso demonstra a necessidade de campanhas para alertar doadores e receptores de sangue sobre os cuidados a serem tomados.

02. (ENEM 2009) O gráfico a seguir ilustra, de maneira hipotética, o número de casos, ao longo de 20 anos, de uma doença infecciosa e transmissível (linha cheia), própria de uma região tropical específica, transmitida por meio da picada de inseto. A variação na densidade populacional do inseto transmissor, na região considerada, é ilustrada (linha pontilhada). Durante o período apresentado não foram registrados casos dessa doença em outras regiões.

Sabendo que as informações se referem a um caso típico de endemia, com um surto epidêmico a cada quatro anos, percebe-se que no terceiro ciclo houve um aumento do número de casos registrados da doença. Após esse surto foi realizada uma intervenção que controlou essa endemia devido

  1. à população ter se tornado autoimune.
  2. à introdução de predadores do agente transmissor.
  3. à instalação de proteção mecânica nas residências, como telas nas aberturas.
  4. ao desenvolvimento de agentes químicos para erradicação do agente transmissor.
  5. ao desenvolvimento de vacina que ainda não era disponível na época do primeiro surto.

3. (UFPI) Objetivando promover a reprodução de um certo vírus fitopatogênico (vírus que causa patologias em plantas), um estudante o incubou em meio de cultura que continha fonte de carbono e nitrogênio. O estudante obteve sucesso na reprodução do vírus?

  1. Não, pois o meio de cultura não inclui vitaminas e minerais, necessários para o metabolismo do vírus
  2. Sim, pois com uma fonte de carbono o vírus poderá sintetizar os demais componentes necessários para formar sua cápsula protéica.
  3. Sim, pois o meio de cultura inclui todos os nutrientes requeridos pelo metabolismo do vírus.
  4. Sim, pois com uma fonte de nitrogênio o vírus poderá sintetizar os demais componentes para formar sua cápsula protéica.
  5. Não, pois os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, sem metabolismo próprio e o meio de cultura não inclui células vivas.

04. (FUVEST)

I. Os seres vivos são constituídos por uma ou mais células.
II. Os seres vivos têm material genético interpretado por um código universal.
III. Quando considerados como populações, os seres vivos se modificam ao longo do tempo.

Admitindo que possuir todas essas características seja requisito obrigatório para ser classificado como “ser vivo”, é correto afirmar que:

  1. os vírus e as bactérias são seres vivos, porque ambos preenchem os requisitos I, II e III.
  2. os vírus e as bactérias não são seres vivos, porque ambos não preenchem o requisito I.
  3. os vírus não são seres vivos, porque preenchem os requisitos II e III, mas não o requisito I
  4. os vírus não são seres vivos, porque preenchem o requisito III, mas não os requisitos I e II
  5. os vírus não são seres vivos, porque não preenchem os requisitos I, II e III.

05. UFPB

O esquema, a seguir, mostra a organização de um vírus causador de doença em seres humanos.

Sobre o vírus esquematizado, são feitas as seguintes aflrmativas:

I. Tratase de um retrovírus.
II. Possui duas moléculas de RNA.
III. Pode representar o vírus da gripe.

Está(ão) correta(s):

  1. I, II e III
  2. Apenas I e II
  3. Apenas I e III
  4. Apenas II e III
  5. Apenas I

06. (Unirio-RJ) A representação a seguir sintetiza o chamado dogma central da Biologia celular:

Esse fluxo unidirecional de informações torna-se exceção nos retrovírus, como o da Aids, pois esses vírus:

  1. têm a capacidade de sintetizar um peptídeo diretamente a partir do ADN.
  2. possuem transcriptase reversa que, a partir do ARN-m, orienta a tradução.
  3. têm a capacidade de sintetizar ARN-m a partir do ADN viral.
  4. possuem transcriptase reversa que, a partir do peptídeo, orienta a síntese do ARN-m.
  5. têm a capacidade de sintetizar ADN a partir de ARN.

07. (Ufscar-SP) Determinado medicamento tem o seguinte modo de ação: suas moléculas interagem com uma determinada proteína, desestabilizando-a e impedindo-a de exercer sua função como mediadora da síntese de uma molécula de DNA, a partir de um molde de RNA. Esse medicamento:

  1. é um fungicida.
  2. é um antibiótico com ação sobre alguns tipos de bactérias.
  3. impede a reprodução de alguns tipos de vírus.
  4. impede a reprodução de alguns tipos de protozoários.
  5. inviabiliza a mitose.

08. (Uerj) Pandemias graves de gripe por vírus influenza repetem-se, no mundo, a determinados intervalos de tempo, causando milhões de mortes. Cientistas da OMS alertam para o fato de que a gripe aviária, surgida no Sudeste Asiático, pode provocar uma nova pandemia. O controle do alastramento desse vírus é problemático, não só devido às facilidades de transporte no mundo, mas, também, porque as vacinas produzidas para combatê-lo podem perder a sua eficácia com o tempo. Essa perda de eficácia está associada à seguinte característica dos vírus influenza:

  1. sofrer alterações em seu genoma com certa frequência.
  2. inibir com eficiência a produção de anticorpos pelo hospedeiro.
  3. destruir um grande número de células responsáveis pela imunidade.
  4. possuir cápsula protetora contra a maioria das defesas do hospedeiro.

09. (ENEM – 2001) A partir do primeiro semestre de 2000, a ocorrência de casos humanos de febre amarela silvestre extrapolou as áreas endêmicas, com registro de casos em São Paulo e na Bahia, onde os últimos casos tinham ocorrido em 1948 e 1953. Para controlar a febre amarela silvestre e prevenir o risco de uma reurbanização da doença, foram propostas as seguintes ações:

1- Exterminar os animais que servem de reservatório do vírus causador da doença
2- Combater a proliferação do mosquito transmissor
3- Intensificar a vacinação nas áreas onde a febre amarela é endêmica e em suas regiões limítrofes

É efetiva e possível de ser implementada uma estratégia envolvendo:

  1. A ação 2 apenas
  2. As ações 1 e 2, apenas.
  3. As ações 1 e 3, apenas.
  4. As ações 2 e 3, apenas.
  5. Todas estão corretas

10. (Ufscar- SP) "Nesta cidade, vacinação antirrábica. Não deixe de levar seus cães e gatos".

A Vigilância Sanitária promove, ao longo do ano, campanha para a vacinação antirrábica de cães e gatos. Nessas campanhas, as pessoas não são vacinadas porque:

  1. com os animais vacinados, é menor a probabilidade dos humanos contraírem a doença.
  2. a raiva só ocorre em humanos quando contraída através da mordida de morcegos.
  3. ainda não existe uma vacina específica para os humanos.
  4. a raiva é uma doença exclusiva de cães e gatos.
  5. já foram imunizadas com a vacina tríplice tomada quando crianças.

11. (Vunesp) ) Em relação à Aids, temos as afirmativas seguintes:

I. A doença é causada por vírus.
II. O contágio se dá, principalmente, por transfusão de sangue contaminado, contato sexual com portadores e uso em comum de agulha por viciados em drogas.
III. A convivência com a pessoa doente, em casa, no trabalho, na escola, na rua, excluídas as condições mencionadas em II, não oferece perigo de transmissão da doença.
IV. A doença atua sobre o sistema imune, diminuindo a resistência do organismo.

Considerando os conhecimentos atuais, assinale a alternativa:

  1. se apenas II, III e IV são corretas.
  2. se apenas II e III são corretas.
  3. se apenas I, II e IV são corretas.
  4. se apenas I, III e IV são corretas.
  5. se I, II, III e IV são corretas.

12. (Cefet-PR) No jornal Gazeta do Povo do dia 26 de março de 2004, foi publicada a seguinte notícia:

“Sobe para 543 o número de mortos em conseqüência da epidemia de dengue na Indonésia desde o início do ano. O Ministério da Saúde espera que a epidemia possa ser controlada em maio, após alcançar seu período de maior intensidade que é março e abril. Na Indonésia, a dengue acompanha a estação de chuvas e ressurge a cada ano. Mas, desta vez, a epidemia foi particularmente intensa, afetando o dobro de pessoas em relação ao ano passado”.

Sobre essa notícia é correto afirmar que:

  1. poderia ser feita a vacinação como prevenção, já que se observou uma epidemia no ano anterior.
  2. o principal meio de prevenção é acabar com o vetor (Aedes aegypti).
  3. a característica meteorológica citada na reportagem não tem relação com a doença.
  4. o isolamento dos pacientes poderia ter evitado o contágio direto entre a população, diminuindo o número de casos.
  5. a falta de higiene pessoal em conseqüência das dificuldades financeiras desse país é um dos motivos para esse quadro alarmante.

13. (Enem 2001) A partir do primeiro semestre de 2000, a ocorrência de casos humanos de febre amarela silvestre extrapolou as áreas endêmicas, com registro de casos em São Paulo e na Bahia, onde os últimos casos tinham ocorrido em 1953 e 1948. Para controlar a febre amarela silvestre e prevenir o risco de uma reurbanização da doença, foram propostas as seguintes ações:

I. Exterminar os animais que servem de reservatório do vírus causador da doença.
II. Combater a proliferação do mosquito transmissor.
III. Intensificar a vacinação nas áreas onde a febre é endêmica e em suas regiões limítrofes.

É efetiva e possível de ser implementada uma estratégia envolvendo a(s) ação(ões):

  1. II, apenas.
  2. I e II, apenas.
  3. I e III, apenas.
  4. II e III, apenas.
  5. I, II e III.

14. (Enem 2002) Uma nova preocupação atinge os profissionais que trabalham na prevenção da Aids no Brasil. Tem-se observado um aumento crescente, principalmente entre os jovens, de novos casos de Aids, questionando-se, inclusive, se a prevenção vem sendo ou não relaxada. Essa temática vem sendo abordada pela mídia:

“Medicamentos já não fazem efeito em 20% dos infectados pelo vírus HIV. Análises revelam que um quinto das pessoas recém-infectadas não haviam sido submetidas a nenhum tratamento e, mesmo assim, não responderam às duas principais drogas anti-Aids. Dos pacientes estudados, 50% apresentavam o vírus FB, uma combinação dos dois subtipos mais prevalentes no país, F e B". (Adaptado do: Jornal do Brasil, 02/10/2001.)

Dadas as afirmações acima, considerando o enfoque da prevenção, e devido ao aumento de casos da doença em adolescentes, afirma-se que:

I. O sucesso inicial dos coquetéis anti-HIV talvez tenha levado a população a se descuidar e não utilizar medidas de proteção, pois se criou a idéia de que estes remédios sempre funcionam.
II. Os vários tipos de vírus estão tão resistentes que não há nenhum tipo de tratamento eficaz e nem mesmo qualquer medida de prevenção adequada.
III. Os vírus estão cada vez mais resistentes e, para evitar sua disseminação, os infectados também devem usar camisinhas e não apenas administrar coquetéis.

Está correto o que se afirma em:

  1. I, apenas.
  2. II, apenas.
  3. I e III, apenas.
  4. II e III, apenas.
  5. I, II e III.

15. (Uerj) Pandemias graves de gripe por vírus influenza repetem-se, no mundo, a determinados intervalos de tempo, causando milhões de mortes. Cientistas da OMS alertam para o fato de que a gripe aviária, surgida no Sudeste Asiático, pode provocar uma nova pandemia. O controle do alastramento desse vírus é problemático, não só devido às facilidades de transporte no mundo, mas, também, porque as vacinas produzidas para combatê-lo podem perder a sua eficácia com o tempo. Essa perda de eficácia está associada à seguinte característica dos vírus influenza:

  1. sofrer alterações em seu genoma com certa frequência.
  2. inibir com eficiência a produção de anticorpos pelo
  3. spedeiro.
  4. destruir um grande número de células responsáveis pela imunidade.
  5. possuir cápsula protetora contra a maioria das defesas do hospedeiro

16. (UFRGS-RS) O influenza A foi responsável por algumas pandemias no século XX, tais como a gripe espanhola em 1918 e a gripe asiática em 1957. No ano passado, ocorreu uma nova pandemia, a da gripe A.

Considere as afirmações a seguir sobre a gripe A.

I. Um importante sintoma é a inflamação severa dos pulmões, que pode levar à insuficiência respiratória.

II. O tratamento é feito com antibióticos.

III. É causada por bactérias, podendo ser prevenida por vacinação.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

17. (PUC-RJ) A dengue continua sendo um problema de saúde pública para o estado do Rio de Janeiro. Assim, conhecendo-se o causador da dengue e seu vetor, podemos usar como medidas profiláticas a:

  1. vacinação em massa da população contra a bactéria causadora dessa doença.
  2. exterminação de ratos vetores do vírus causador dessa doença.
  3. eliminação dos insetos vetores da bactéria causadora dessa doença.
  4. eliminação dos insetos vetores do vírus causador dessa doença.
  5. distribuição de antibióticos contra a bactéria causadora dessa doença

18. (Mack-SP) O ser humano tem travado batalhas constantes contra os vírus. A mais recente é contra o vírus H1N1, que causa a “gripe suína”

A respeito dos vírus, assinale a alternativa correta.

  1. São todos endoparasitas celulares.
  2. Os antibióticos só são eficazes contra alguns tipos.
  3. Todos eles possuem o DNA e o RNA como material genético.
  4. Atualmente existem vacinas contra todos os tipos.
  5. Alguns deles possuem reprodução sexuada.

19. (UFC-CE) A Aids é uma doença infecciosa que afeta o sistema imunológico e cujo agente etiológico é o vírus HIV.

1Assinale a alternativa que apresenta duas formas de trans missão do vírus da Aids.

  1. Inalação de ar contaminado; uso de seringas não esterilizadas.
  2. Transfusão de sangue contaminado; ingestão de água contaminada.
  3. Picada de inseto; contaminação do bebê por meio da amamentação.
  4. Contato sexual sem o uso de preservativo; uso de talheres e copos contaminados.
  5. Contaminação do feto, pela mãe, por meio da placenta; contato sexual sem o uso de preservativo.
.