Home > Banco de Questões > Biologia > Microbiologia >

Varíola

Lista de 05 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Varíola com questões de Vestibulares.





01. (CESUPA) Graças às vacinas, doenças graves e altamente contagiosas podem ser evitadas, tendo algumas já sido erradicadas, como é o caso da varíola. Entretanto, os movimentos antivacina vêm crescendo no mundo todo, inclusive no Brasil, que sempre foi exemplo internacional. Segundo dados do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI/MS), nos últimos dois anos a meta de ter 95% da população-alvo vacinada não foi alcançada.

Cientificamente, o mecanismo de ação das vacinas consiste, basicamente, em introduzir no organismo do indivíduo:

  1. uma pequena quantidade de vírus ou bactérias, que provocarão uma forma branda da doença, induzindo o organismo à produção de anticorpos específicos.
  2. o plasma do sangue de pessoas contaminadas com a doença para induzir a produção de antígenos e anticorpos pelo organismo.
  3. vírus ou bactérias mortos ou atenuados, mas ainda capazes de ativar o mecanismo de defesa do organismo levando à produção de anticorpos.
  4. anticorpos produzidos a partir da inoculação dos vírus ou bactérias patogênicos no organismo de animais de laboratório, como macacos e camundongos.

02. (UEG) Desde que o inglês Edward Jenner descobriu a primeira vacina em 1796, injetando soro de varíola bovina em um menino de oito anos, teve início uma nova era na Medicina, visto que esse pesquisador conseguiu reunir evidências para as suas experiências com vacinação antes que os organismos causadores das doenças e o mecanismo de infecção fossem conhecidos pela Ciência.

LOPES, Sônia. Bio: volume 1. São Paulo: Saraiva, 2006. p. 422-423.

Com base na leitura do trecho citado, pode-se inferir que

  1. quando uma pessoa foi vacinada, ela já apresenta antígenos e anticorpos para determinada doença em seu organismo, visto que a produção de antígenos tem efeito duradouro.
  2. as vacinas e os soros servem como um primeiro contato do organismo com os antígenos e anticorpos de uma pessoa, uma vez que esse contato estimula o organismo a produzir antígenos específicos.
  3. o uso da vacina é mais eficiente para reduzir o número de doentes durante uma epidemia, porque é constituída de anticorpos, ao contrário do soro, que possui antígenos.
  4. atualmente, as vacinas vão desde as tradicionais, feitas com o agente causador da doença na forma atenuada, até as feitas só com proteínas presentes nos micro-organismos patogênicos e que desencadeiam a resposta imunológica da pessoa infectada.

03. (Enem 2013) Milhares de pessoas estavam morrendo de varíola humana no final do século XVIII. Em 1796, o médico Edward Jenner (1749-1823) inoculou em um menino de 8 anos o pus extraído de feridas de vacas contaminadas com o vírus da varíola bovina, que causa uma doença branda em humanos. O garoto contraiu uma infecção benigna e, dez dias depois, estava recuperado. Meses depois, Jenner inoculou, no mesmo menino, o pus varioloso humano, que causava muitas mortes. O menino não adoeceu.

Disponível em: www.bbc.co.uk. Acesso em: 5 dez. 2012 (adaptado).

Considerando o resultado do experimento, qual a contribuição desse médico para a saúde humana?

  1. A prevenção de diversas doenças infectocontagiosas em todo o mundo.
  2. A compreensão de que vírus podem se multiplicar em matéria orgânica.
  3. O tratamento para muitas enfermidades que acometem milhões de pessoas.
  4. O estabelecimento da ética na utilização de crianças em modelos experimentais.
  5. A explicação de que alguns vírus de animais podem ser transmitidos para os humanos.

04. (UEFS) Remédios são uma adição relativamente recente ao arsenal antiviral dos seres humanos. Antes, mutações específicas no genoma humano eram selecionadas pelas proteções que elas ofereciam. Algumas pessoas têm resistência ao vírus HIV, por exemplo, embora pareça que isso seja mais por conta de mutações históricas que ajudaram a proteger contra outras doenças, como varíola ou disenteria. Nós vamos algum dia evoluir e vencer os vírus? A erradicação da varíola poderia nos dar esperanças. Ela, porém, era uma presa fácil. Se a varíola passasse por mutações na mesma velocidade que a gripe ou o vírus do HIV, seria improvável que cientistas fossem capazes de desenvolver uma vacina tão efetiva contra ela.

Também tornamos muito mais fácil para os patógenos nos infectarem, pois vivemos em locais com alta densidade populacional e temos tendência a viajar. (ROBERTS, 2012. p. 28-32).

Os conceitos biológicos expressos no texto podem ser corretamente explicados em

  1. O vírus da varíola é mais estável do que o HIV porque tem o RNA como material genético, enquanto o HIV é um adenovírus.
  2. O desenvolvimento de uma vacina implica a sensibilização do organismo por anticorpos de atuação pouco específica.
  3. A associação homem-vírus ao longo da história da humanidade configura a ocorrência de coevolução.
  4. As mutações constituem alterações no DNA dirigidas para proteger o ser humano contra patógenos.
  5. O genoma humano deve ser entendido como o conjunto de genes específicos na codificação de proteínas.

05. (UEFS) As epidemias de varíola matavam de 20% a 40% das pessoas que desenvolviam a doença, e quem sobrevivia ficava terrivelmente desfigurado ou mesmo cego. Durante os séculos XVII e XVIII, um terço de toda a população de Londres apresentava horríveis cicatrizes de varíola, e dois terços dos cegos tinham perdido a visão por causa da varíola.

Em 1980, porém, esse flagelo havia desaparecido para sempre. O número de pessoas infectadas por varíola gradualmente declinou ao longo de um período de dois séculos, depois que Edward Jenner introduziu a vacinação, uma das dez supremas descobertas da medicina ocidental. (FRIEDMAN; FRIEDLAND, 2000, p. 103).

Considerando-se a importância que a varíola teve ao longo da história da humanidade e a capacidade desenvolvida pelo homem para erradicá-la, é correto afirmar:

  1. Ao longo dos séculos, a espécie humana desenvolveu uma resistência imunológica, que garantiu a erradicação da varíola no final do século XX.
  2. As condições precárias de saneamento básico, nas quais vivia a humanidade no passado, favorecia o desenvolvimento das populações de ratos, que serviam de agentes transmissores do flagelo da varíola.
  3. Edward Jenner foi o responsável pelo programa das Nações Unidas, que permitiu, através de uma intensa campanha de vacinação, erradicar a varíola na espécie humana.
  4. A inoculação no indivíduo do próprio antígeno atenuado responsável pela varíola é capaz de gerar uma imunidade ativa com produção de anticorpos e principalmente da criação de uma memória imunológica.
  5. A vacinação é responsável por ativar a capacidade do organismo de produzir anticorpos contra a bactéria causadora da varíola.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp