Home > Banco de Questões > Biologia > Simulados

Ecologia V

Lista de 15 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Ecologia com questões de Vestibulares.



01. (URCA) Leia com atenção o texto abaixo e indique a alternativa correta: “É banhada pela Bacia do rio Paraguai. Sua paisagem natural lembra aspectos da Amazônia,do cerrado e até da caatinga. Planície aluvional, onde nos períodos de chuvas, parte fica inundada. Ambientalmente registra poluição dos rios provocada, também, pelos garimpos de ouro e pelo uso de agrotóxico na agricultura. A destruição da fauna tem sido destaque pela caça intensiva de lontras e ariranhas”. O texto se refere à:

  1. Floresta Amazônica.
  2. Mata Atlântica.
  3. Bacia do Uruguai.
  4. Pantanal Matogrossense.
  5. Bacia do São Francisco.

02. (PUC-PR) Observe a imagem a seguir.

Essa sequência representa uma cadeia alimentar. Sobre ela, é possível afirmar que

  1. o lagarto é um consumidor primário.
  2. o gafanhoto ocupa o primeiro nível trófico.
  3. a cobra ocupa o terceiro nível trófico.
  4. o milho representa um decompositor.
  5. a quantidade de energia disponível para a cobra é menor.

03. (UFRN) O pulgão é um inseto que vive grudado às plantas sugando a seiva, líquido rico em açúcar. Quando suga esse nutriente, o excesso de glicose é eliminado e se acumula na superfície dos pulgões. Por sua vez, para obter o açúcar, as formigas lambem os pulgões, deixando-os limpos. Além disso, elas protegem os pulgões de seus predadores e cuidam de seus filhotes. A relação ecológica estabelecida entre

  1. as formigas e os pulgões é de protocooperação.
  2. as formigas e as plantas é de inquilinismo.
  3. os pulgões e as formigas é de parasitismo.
  4. os pulgões e as plantas é de predação.

04. (PUC-PR) Leia o texto a seguir.

A concentração de poluentes no ambiente, em especial nos meses de inverno, afeta o organismo ocasionando aumento da coagulação do sangue, trombose, aumento na propensão a arritmias cardíacas, vasoconstricção aguda das artérias e reações inflamatórias. O monóxido de carbono, um dos principais poluentes emitidos pelos automóveis, altera o endotélio (camada de revestimento interno) das artérias e afeta o coração. “Já é possível associar a liberação dessa e de outras substâncias, como o óxido de nitrogênio e o dióxido de enxofre, provocada pelos automóveis, com o aumento dos casos de hipertensão arterial registrados no país”, afirma Abrão Cury, cardiologista do Hospital do Coração (HCor). Ainda segundo o cardiologista, a doença já afeta de 30% a 35% da população brasileira e é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de derrames e infartos do miocárdio.

Fonte: http://www.mulher.com.br/bem-estar (adaptado). Acesso em 15/06/2017.

O fenômeno climático retratado na reportagem denomina-se

  1. chuva ácida.
  2. ilhas de calor.
  3. albedo.
  4. inversão térmica.
  5. efeito estufa.

05. (PUC-PR) A Campanha da Fraternidade 2017 tem como tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o cartaz da CF 2017 mostra o mapa do Brasil em imagens características de cada região do país, evi-denciando a beleza natural do país, onde podem ser identificados os seis biomas brasileiros.

Relacione os biomas abaixo com suas características:

I. Cerrado

II. Mata atlântica

III. Pantanal

IV. Caatinga

() Com aproximadamente 20 000 espécies, é uma importante reserva de biodiversidade por suas es-pécies endêmicas e em extinção. Regula o fluxo dos mananciais hídricos, assegura a fertilidade do solo, suas paisagens oferecem belezas cênicas, controla o equilíbrio climático e protege escarpas e encostas das serras, além de preservar um patrimônio histórico e cultural imenso.

() Vegetação com mecanismo de proteção contra a perda de água com a redução das folhas. Chuvas irregulares e temperaturas elevadas. Solo pedregoso e raso não armazenando água, e apresentando áreas de desertificação.

() É reconhecido como a savana mais rica do mundo, com solo pobre em nutriente mas rico em alu-mínio, e com água em lençóis freáticos profundos. Vegetação com raízes que podem atingir 15m. Bioma rico em espécies.

() Apresenta duas estações bem definidas: a chuvosa e a seca. No período das chuvas a água enche lagoas e banhados, e na seca a água fica restrita aos leitos dos rios. O dano maior a este ambiente é causado por garimpo, caçadores, pescadores e turismo descontrolado.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo

  1. II, IV, I, III.
  2. III, II, I, IV.
  3. II, III, I, IV.
  4. I, IV, II, III.
  5. IV, II, III, I.

06. (UEL) Leia o texto a seguir.

O lançamento sem tratamento prévio de efluentes, de origem doméstica ou industrial, em uma grande variedade de ambientes aquáticos, pode levar mananciais de água doce a apresentarem alto grau de poluição ou até mesmo a sua morte, constituindo fator de preocupação.

(Adaptado de: BARRETO, L.E. et al. Eutrofização em rios brasileiros. Enciclopédia Biosfera. v.9, n 16, 2013, p. 2165–2179.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre eutrofização ou eutroficação, considere as afirmativas a seguir.

I. Quanto maior a quantidade de nitrogênio e fósforo no rio ou na lagoa, menor será o consumo de oxigênio pelos microrganismos existentes no ambiente; isso ocorre porque tanto os minerais quanto os microrganismos concorrem pelo oxigênio dissolvido na água.

II. O nitrogênio e o fósforo são nutrientes de grande importância para os mais diferentes tipos de cadeias alimentares aquáticas e terrestres, porém, quando em baixas concentrações e associados às más condições de luminosidade, provocam nos rios e lagos um fenômeno chamado de eutrofização.

III. Como consequência da eutrofização, a água pode apresentar as seguintes alterações: sabor, odor, cor, redução do oxigênio dissolvido, crescimento excessivo de plantas aquáticas, mortandade de peixes e de outras espécies aquáticas, além do comprometimento das condições mínimas para o lazer.

IV. Um dos problemas da aceleração do processo de eutrofização é o aumento da probabilidade de proliferação de cianobactérias, as quais por serem potencialmente tóxicas podem alterar a qualidade das águas, comprometendo o abastecimento público.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente as afirmativas I e II são corretas.
  2. Somente as afirmativas I e IV são corretas.
  3. Somente as afirmativas III e IV são corretas.
  4. Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
  5. Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

07. (UERJ) Esponjas e mexilhões podem ser considerados bioindicadores, uma vez que a análise de seus tecidos revela a concentração de poluentes na água.

Isso ocorre pois, no meio aquático, esses animais são caracterizados, em sua maioria, como:

  1. filtradores
  2. raspadores
  3. predadores
  4. decompositores

08. (UDESC) Todos os seres vivos relacionam-se uns com outros, tanto entre indivíduos da mesma espécie (relações intraespecíficas), quanto de espécies distintas (relações interespecíficas). Essas relações podem ser harmônicas, quando não há prejuízo para nenhum dos indivíduos envolvidos; ou desarmônicas, quando pelo menos um deles é prejudicado.

São relações desarmônicas:

  1. inquilinismo, parasitismo, competição e predação.
  2. mutualismo, amensalismo, parasitismo e predação.
  3. amensalismo, parasitismo, competição e predação.
  4. comensalismo, inquilinismo, competição e predação.
  5. amensalismo, parasitismo, competição e sociedade.

09. (UNESC) Energia solar é um termo que se refere à energia proveniente da luz e do calor do Sol. Pode ser utilizada pelo homem por meio de diferentes tecnologias como forma de aquecimento, porém é naturalmente utilizada nas cadeias alimentares sendo...

  1. Mantida nas cadeias alimentares, mas não mantém a pirâmide de massa.
  2. Introduzida pela fotossíntese e transferida ao longo das cadeias alimentares.
  3. Mantida na cadeia trófica e transferida de forma bidirecional.
  4. Introduzida ao longo dos níveis tróficos mantendo-se invariável.
  5. Transferida de um nível trófico para outro aumentando entre os níveis.

10. (FGV-SP) Atualmente, a prática da compostagem doméstica com a utilização de minhocas vem se expandindo, tanto por maior conscientização, como também por campanhas promovidas por organizações governamentais e não governamentais.

A técnica é bastante simples, e depende, basicamente, do depósito de restos alimentares vegetais em caixas contendo as minhocas, que os consomem.

Um dos benefícios ecológicos da compostagem doméstica relaciona-se diretamente com a

  1. reciclagem de resíduos sólidos, que minimiza a exploração de recursos minerais.
  2. redução da quantidade de resíduos alimentares cujo destino são os aterros sanitários.
  3. destinação de resíduos tóxicos que não podem ser descartados no lixo comum.
  4. reprodução de minhocas para recuperação de áreas degradadas pela ação antrópica.
  5. produção e utilização de biogás, gerado na decomposição, como combustível.

11. (FATEC) A análise dos padrões genéticos e ecológicos de diversas espécies foi fundamental para a emergência de um novo campo de pesquisa no final do século XX: a Sociobiologia, segundo a qual a predominância do trabalho coletivo sobre o individual é uma das condições para a existência de sociedades complexas, como as encontradas entre os Hymenoptera (formigas, abelhas), os Isoptera (cupins) e os Homo sapiens. Entretanto, algumas espécies perderam evolutivamente a capacidade de trabalhar coletivamente.

A predominância do trabalho individual sobre o coletivo nas espécies que perderam a capacidade de trabalhar coletivamente é, necessariamente, explicada por alterações nas relações ecológicas do tipo

  1. intraespecífica desarmônica.
  2. intraespecífica harmônica.
  3. interespecífica neutra.
  4. interespecífica harmônica.
  5. interespecífica desarmônica.

12. (UDESC) Todos os seres vivos relacionam-se uns com outros, tanto entre indivíduos da mesma espécie (relações intraespecíficas), quanto de espécies distintas (relações interespecíficas). Essas relações podem ser harmônicas, quando não há prejuízo para nenhum dos indivíduos envolvidos; ou desarmônicas, quando pelo menos um deles é prejudicado.

São relações desarmônicas:

  1. inquilinismo, parasitismo, competição e predação.
  2. mutualismo, amensalismo, parasitismo e predação.
  3. amensalismo, parasitismo, competição e predação.
  4. comensalismo, inquilinismo, competição e predação.
  5. amensalismo, parasitismo, competição e sociedade.

13. (EBMSP) A interação simbiótica é a essência da vida em um planeta apinhado. Nosso cerne, simbiogeneticamente composto, é muito mais antigo que a recente inovação que denominamos ser humano. Nossa forte impressão de diferença em relação a todas as outras formas de vida, nossa ideia de que somos uma espécie superior são delírios de grandeza.

MARGULIS, Lynn. O planeta simbiótico: Uma nova perspectiva da evolução. Rio de Janeiro: Rocco, 2001, p.95.

As relações de simbiose – hoje, amplamente aceitas pela ciência – que retratam as interações históricas entre seres vivos e que favoreceram o estabelecimento de novos tipos orgânicos mais ajustados às condições impostas pelo ambiente, podem ser exemplificadas na presença de determinadas estruturas celulares, como

  1. as mitocôndrias e a carioteca.
  2. os ribossomos e as verminoses.
  3. o retículo endoplasmático e os cloroplastos.
  4. os cloroplastos e as mitocôndrias.
  5. os centríolos e os cromossomos.

14. (UDESC) “Os fungos – sejam eles cogumelos ou não – são formados de um emaranhado de pequenos filamentos conhecidos como micélio. O solo está cheio desta rede de micélios, que ajuda a ‘conectar’ diferentes plantas no mesmo solo. Muitos cientistas estudam a forma como as plantas usam essa rede de micélios para trocar nutrientes e até mesmo para ‘se comunicar’.”

Fonte BBC: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/11/141128_vert_earth_internet_natural_dg.

Assinale a alternativa correta em relação à informação acima.

  1. A relação de simbiose está de acordo com a teoria de Charles Darwin, na qual prevalece a competição por recursos entre espécies.
  2. Esta pesquisa sobre a rede de micélio não é relevante, pois as plantas são organismos isolados e não podem estar conectadas entre si, necessitando apenas de sol para realizar a fotossíntese.
  3. Os fungos são seres eucariontes, pluricelulares e heterotróficos, não necessitam de associações com outras espécies para sobreviver, e, por isso, a comunicação entre as plantas por intermédio dos micélios dos fungos não é possível.
  4. A relação entre plantas e fungos é do tipo comensalismo, relação ecológica intraerespecífica na qual duas espécies de animais se encontram associadas com benefício para uma delas, mas sem prejuízo para a outra.
  5. Na relação de simbiose entre as plantas e os fungos, que são conhecidos como micorrizas, as plantas recebem água e nutrientes essenciais desses fungos e, nesta relação, as plantas fornecem carboidratos para o desenvolvimento dos fungos.

15. (UFMS) “Parte expressiva da liberação de carbono na atmosfera fica bem longe da fumaça liberada por usinas ou carros. Um novo estudo do Chatham House, o Real Instituto de Relações Internacionais do Reino Unido, indica que cerca de 15% dos poluentes que levam ao aquecimento global são provenientes da pecuária”.

O GLOBO. Disponível em: https://oglobo.globo.com/sociedade/sustentabilidade/pecuaria-responsavel-por-15-dos-gases-do-efeitoestufa-18122744

O gás emitido por esse setor da economia que tem maior impacto no efeito estufa é o:

  1. CO
  2. CH4
  3. NH3
  4. CO2
  5. N2O

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.