Home > Banco de Questões > Biologia > Genética >Parkinson

Parkinson

Lista de 10 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Parkinson com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Parkinson.



01. (C.U. Tiradentes-AL) O Parkinson — distúrbio neurodegenerativo que prejudica as células cerebrais e causa problemas de movimento — pode ter origem no apêndice, de acordo com um estudo publicado, no periódico Science Translational Medicine. De acordo com os pesquisadores, o órgão — que muitas pessoas consideram “desnecessário” — é um importante reservatório da proteína alfa-sinucleína, que está intimamente ligada ao início e à progressão da doença. A pesquisa ainda descobriu que a remoção do apêndice está associada a uma redução de cerca de 20% na probabilidade de desenvolvimento da doença.

(O PARKINSON..., 2018).

Esse órgão, citado no texto, apresenta algumas características, entre elas, pode ser destacada que

  1. é uma pequena bolsa ligada à região inicial do intestino grosso.
  2. se trata de um órgão essencial para o corpo, pois viabiliza o início da absorção de água e sais minerais.
  3. inviabiliza o desenvolvimento de bactérias por ser uma estrutura de fundo cego.
  4. é um local de proliferação de bactérias, exclusivamente nocivas ao ser humano.
  5. é altamente desenvolvida em humanos que se alimentam apenas de vegetais.

02. (UNEMAT) O pesquisador brasileiro mais reconhecido internacionalmente é, provavelmente, o neurocientista Miguel Nicolelis. Ele desenvolveu, entre outras pesquisas, formas de comunicação entre o cérebro e máquinas (como os computadores); além de possíveis tratamentos para o Mal de Parkinson.

Assinale a alternativa correta.

  1. Os primeiros animais com sistema nervoso foram os anelídeos.
  2. O cérebro capta sinais vindos do órgãos dos sentidos e retorna comandos aos músculos através de substâncias chamadas hormônios.
  3. A tecnologia de interação cérebro-máquina só é possível porque neurônios transmitem impulsos elétricos de forma semelhante a um fio.
  4. Os neurônios não se reproduzem porque, assim como as hemáceas, não possuem núcleo.
  5. Por ser uma doença genética recessiva, o Parkinson só pode se desenvolver em filhos de um pai homozigoto dominante e uma mãe heterozigota.

03. (EMESCAM) Com maior prevalência a partir dos 65 anos de idade, quando o envelhecimento dos neurônios tornase mais acentuado, a Doença de Parkinson ocorre em consequência de uma deficiência na produção de dopamina cerebral, substância que participa da transmissão de impulsos nervosos, produzida pelos neurônios da região do cérebro chamada “substância negra”, responsável principalmente pelo controle dos movimentos do corpo, humor, emoções, cognição, sono e memória. No tratamento da Doença de Parkinson, são empregados fármacos que permitem a reposição da dopamina.

Disponível em: https://www.h9j.com.br/pt/sobre-nos/blog/doenca-de-parkinson-afeta-mais-de-200- mil-brasileiros. Acesso em: 15 fev. 2021.

A reposição da dopamina na Doença de Parkinson é importante porque essa substância atua como:

  1. Neurotransmissor na comunicação entre as células nervosas.
  2. Hormônio na ativação dos músculos relacionados ao movimento do corpo.
  3. Neurotransmissor na queda energética relacionada ao sono.
  4. Hormônio no impulso nervoso que ativa os neurônios de memória.

04. (FCMSC-SP) O gráfico ilustra o aumento da incidência da doença de Parkinson entre homens no período de 1976 a 2005.

Considerando esse aumento linear, e que ele se mantenha até os dias atuais, espera-se que a incidência dessa doença em 2018, para cada 100000 homens, seja próxima de

  1. 31,8.
  2. 33,5.
  3. 36,0.
  4. 34,7.
  5. 30,7.

05. (ACAFE) Antibiótico doxiciclina pode ser esperança no tratamento do Parkinson

Um estudo publicado na revista Scientific Reports, do grupo Nature, sugere que o medicamento antibiótico doxiciclina – usado há mais de meio século contra infecções bacterianas – pode ser indicado em doses mais baixas para o tratamento da doença de Parkinson. Segundo os autores, a substância reduz a toxicidade de uma proteína conhecida como α-sinucleína, que, em certas condições, forma agregados que recobrem e lesam as células do sistema nervoso central.

Fonte: Secretaria de Estado da Educação - Estado do Paraná, 01/03/2017.

Disponível em: http://www.biologia.seed.pr.gov.br

Considerando as informações do texto e os conhecimentos relacionados ao tema é correto afirmar, exceto:

  1. Os antibióticos são medicamentos utilizados no combate às infecções bacterianas como: herpes simples, meningite e sífilis.
  2. As bactérias apresentam três mecanismos de transferência de genes que aumentam a diversidade genética: transformação, transdução e conjugação. A transformação bacteriana se dá pela absorção de fragmentos de DNA que estão dispersos no ambiente, provenientes de bactérias mortas e decompostas.
  3. As bactérias têm sido usadas pela engenharia genética, como por exemplo, na síntese de proteínas humanas como a insulina e o hormônio de crescimento.
  4. Certas infecções hospitalares podem ser de difícil combate por meio de antibióticos comumente utilizados. Esse feito deve-se à seleção de linhagens de bactérias resistentes aos antibióticos

06. (EMESCAM) A doença ou mal de Parkinson caracteriza-se por tremores incontroláveis da cabeça e dos membros superiores, lentidão dos movimentos e sérias dificuldades de locomoção. Esses sinais, mais comumente, têm início a partir dos 60 anos de idade e são devidos a uma diminuição da produção de um neurotransmissor pelos neurônios da substância negra localizada no cérebro.

Esse neurotransmissor é a

  1. serotonina.
  2. noradrenalina.
  3. acetilcolina.
  4. dopamina.
  5. histamina.

07. (ACAFE) Veneno que cura.

Estudos brasileiros identificam moléculas da peçonha de vespas capazes de frear o avanço da doença de Parkinson e inibir convulsões da epilepsia. Substâncias mostraram resultados promissores em testes com camundongos sem gerar efeitos colaterais significativos.

Fonte:Ciência Hoje, 01/09/2014 Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br/

Sobre o tema, analise as afirmações a seguir.

I Os peptídeos fazem parte da classe de moléculas que estão presentes nas peçonhas. Estes são componentes orgânicos que agem como antígenos.

II As proteínas são compostos inorgânicos, possuindo função estrutural, hormonal, imunológica e enzimática.

III A diferença principal entre vacina e soro, é que a vacina é um tipo de imunização passiva, en quanto o soro é imunização ativa.

lV O mal de Parkinson é uma doença do sistema nervoso central que provoca tremores e dificuldades para caminhar e se movimentar. Desenvolve-se mais frequentemente depois dos 50 anos de idade.

V A epilepsia pode apresentar causas variadas, tais como: lesão no cérebro decorrente de uma forte pancada na cabeça, uma infecção, neurocisticercose e abuso de drogas. Acontecimentos antes ou durante o parto também podem ser causadores dessa alteração no funcionamento do cérebro. Porém, muitas vezes, não é possível conhecer as causas que deram origem à epilepsia.

Todas as afirmações corretas estão em:

  1. III - V
  2. IV - V
  3. II - III - IV
  4. I - IV - V

Um grupo de biólogos e neurocientistas paulistas pode ter descoberto um dos motivos por trás do fracasso das antigas terapias celulares contra o Parkinson e talvez compreendido porque as versões mais modernas e refinadas desse tipo de tratamento experimental, hoje baseadas no emprego das chamadas células-tronco, continuam a dar resultados inconsistentes. Os transplantes que têm sido testados nos estudos pré-clínicos, em animais de laboratório, podem conter uma quantidade significativa de fibroblastos, um tipo de célula da pele extremamente parecido com algumas células-tronco, mas que têm propriedades totalmente diferentes.

Ainda sem cura, o Parkinson atualmente é controlado com o auxílio de medicamentos, como a levodopa, que podem ser convertidos pelo cérebro em dopamina. Em casos mais graves há ainda uma segunda alternativa: implantar eletrodos no cérebro de pacientes que não respondem bem ao tratamento ou apresentam muitos efeitos colaterais em decorrência do uso dos remédios. Ligado a um pequeno gerador implantado debaixo da pele, os eletrodos tentam melhorar a comunicação entre os neurônios. A delicada cirurgia para a colocação dos eletrodos é conhecida como estimulação profunda do cérebro (deep brain stimulation, ou simplesmente DBS). Com exceção dessas duas abordagens, todos os demais procedimentos contra a doença ainda se encontram no estágio de testes, sem aprovação dos órgãos médicos.

(Pesquisa FAPESP. ed. Impressa 183, Maio/2011)

08. (PUCCamp) Considerando as características das células-tronco e dos fibroblastos, conclui-se que elas são diferentes, pois os fibroblastos são células

  1. somáticas e as células-tronco, não.
  2. diferenciadas e as células-tronco, indiferenciadas.
  3. haploides e as células-tronco, não.
  4. menos diferenciadas que as células-tronco.
  5. heterozigóticas e as células-tronco, homozigóticas.

09. (PUCCamp) O Mal de Parkinson (ou Doença de Parkinson) é uma doença degenerativa em que neurônios de uma certa região do cérebro morrem. O texto menciona experimentos que investigam uma possível terapia, envolvendo o uso de células-tronco, para tratar essa doença. Sobre os neurônios e o uso das células-tronco contra o Mal de Parkinson, é correto afirmar que os neurônios são

  1. células que não se reproduzem e o uso de célulastronco se justifica porque essas são células que, assim como os neurônios, são capazes de transmitir sinais elétricos mesmo quando ainda estão imaturas.
  2. capazes de duplicar-se por mitose, como as outras células do corpo. As células-tronco teriam a função de transportar esses neurônios para os locais onde são mais necessitados.
  3. repostos continuamente pelo corpo, mas as célulastronco são necessárias para produzir o tecido de pele que os reveste e promover o seu melhor funcionamento.
  4. um tipo de célula que dificilmente se regenera e portanto sua morte não é reposta adequadamente pelo organismo, com raras exceções. O uso de células-tronco se justifica porque, em certas condições, elas poderiam formar novos neurônios.
  5. capazes de duplicar-se, mas as células-tronco são necessárias para formar os vasos sanguíneos que irrigarão a zona do cérebro que foi danificada.

10. (PUCCamp) A dopamina é um tipo de neurotransmissor, uma classe de substâncias que tem participação importante no sistema nervoso. Sobre os neurotransmissores, como a dopamina, é correto afirmar que são substâncias

  1. que funcionam como os hormônios, ou seja, são liberadas na corrente sanguínea e chegam às células-alvo.
  2. sintéticas utilizadas em remédios psicoativos, como estimulantes ou antidepressivos, que agem sobre os neurônios.
  3. liberadas na sinapse e que promovem a comunicação entre as células do sistema nervoso.
  4. liberadas nos vasos linfáticos e que são espalhadas por todas as partes do corpo, incluindo o sistema nervoso.
  5. carregadas pelo sangue, mas que têm atuação exclusiva no cérebro e seus neurônios.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp