Home > Banco de Questões > História > Simulados

Idade Média I

Lista de 15 exercícios de História com gabarito sobre o tema Idade Média com questões de Vestibulares.



01. (ACAFE) O período medieval europeu caracterizou-se pelo predomínio do sistema feudal, especialmente na Europa centroocidental. Sua formação remonta as transformações ocorridas no final do Império Romano Ocidental.

Dentro deste contexto, são características associadas ao feudalismo europeu as afirmações abaixo, exceto a alternativa:

  1. As relações de suserania e vassalagem estavam ligadas ao teocentrismo medieval e serviam unicamente para formar o cavaleiro, protetor da cristandade.
  2. O servo constituiu-se na mão-de-obra principal nas relações feudais de produtividade. Achava-se ligado à terra e a um senhor feudal.
  3. A Igreja Cristã tornou-se uma grande instituição. Exercia o domínio ideológico e cultural da sociedade feudal, caracterizado pelo teocentrismo.
  4. A sociedade era estamental, sem mobilidade social. Os servos, vinculados à terra, não tinham possibilidade de ascender socialmente.

02. (UFRGS) Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, a respeito da história do cristianismo entre os séculos IV e XV.

( ) O predomínio da Igreja cristã no Ocidente ocorre a partir da conversão do imperador Constantino em 312, e da imediata proibição imposta a outras religiões consideradas pagãs.

( ) A difusão ideológica do cristianismo ocorreu também graças a obras dos chamados pais da Igreja, como o africano Agostinho, bispo de Hipona e autor de Cidade de Deus.

( ) A gradual intervenção no estabelecimento de normas a respeito do matrimônio e do modelo familiar contribuiu para o processo de controle social por parte da Igreja.

( ) A Ordem de Cristo, criada em Portugal no século XIV, foi uma ordem de caráter religioso e militar instituída como prevenção contra a expansão territorial francesa, realizada pelos cavaleiros templários em nome de Filipe IV.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. V – F – F – F.
  2. V – V – F – F.
  3. F – F – V – V.
  4. F – V – V – F.
  5. F – V – V – V.

03. (UECE) As principais características do Feudalismo são as relações de dependência e fidelidade.

A doação do feudo se concretizava com um juramento por meio do qual o nobre se comprometia a

  1. proteger e auxiliar militarmente o outro.
  2. respeitar e amar o seu vassalo.
  3. pagar o direito de usufruto.
  4. proporcionar isenção no pagamento de tributos.

04. (UFPR) Para muitos pesquisadores, é correto assinalar que durante a Idade Média foram os árabes, não os cristãos, os herdeiros e sucessores da ciência helênica, uma herança que fez com que toda a extensão dos seus domínios, da Espanha ao Afeganistão, o mundo muçulmano, fosse cenário de uma atividade intelectual intensa, não só em filosofia, mas também em matemática, astronomia e medicina. Nem sempre conhecida ou traduzida no Ocidente, essa produção está preservada em uma grande quantidade de manuscritos.

(BISSIO, Beatriz. O mundo falava árabe. A civilização árabe-islâmica clássica através da obra de Ibn Khaldun e Ibn Battuta. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012, p. 36.)

Com base no texto acima e nos conhecimentos sobre o mundo muçulmano na Idade Média, assinale a alternativa correta.

  1. Foi justamente em função do seu caráter religioso fragmentado que o mundo muçulmano e a sua civilização distinguiramse mais vigorosamente do Ocidente cristão, fortemente homogêneo. A existência, no seio do Império Muçulmano, de numerosas tendências religiosas teve consequências consideráveis na produção de manuscritos.
  2. Apesar da sua hegemonia nas ciências durante o período medieval, a civilização muçulmana era, afinal, um simples conjunto díspar de empréstimos culturais, o qual não conseguia refletir o novo universalismo e a nova ordem social que se instaurou com o surgimento do Islã.
  3. Durante esse período, cidades como Córdoba, Bagdá e Alexandria, entre outras, se tornaram centros de intercâmbio de conhecimentos. Tratava-se de um circuito cosmopolita do qual a Europa, periférica e tragada por diversas crises religiosas, não participou.
  4. A Idade Média foi um período caraterizado pelo domínio efetivo, militar e político, dos países muçulmanos sobre os países cristãos. Um domínio caracterizado, entre outras coisas, pela presença hegemônica da língua árabe nos espaços comerciais, políticos e acadêmicos da Europa.
  5. Existe consenso entre a maioria dos historiadores que estudam o período de que a emergência do horizonte renascentista deve muito ao trabalho dos sábios e acadêmicos muçulmanos, conhecidos pelo mundo cristão, sobretudo, através da Península Ibérica.

05. (UFPR) Leia o trecho abaixo, retirado de uma carta escrita entre 830 e 840 pelo aristocrata franco Eginhardo, em favor de camponeses:

Ao nosso mui querido amigo, o glorioso conde Hatton, Eginhardo, saudação eterna do Senhor. Um dos vossos servos, de nome Huno, veio à igreja dos santos mártires Marcelino e Pedro pedir mercê* pela falta que cometeu contraindo casamento sem o vosso consentimento [...]. Vimos, pois, solicitar a vossa bondade para que em nosso favor useis de indulgência em relação a este homem, se julgais que a sua falta pode ser perdoada. Desejo-vos boa saúde com a graça do Senhor.

(Cartas de Eginhardo. Tradução de Ricardo da Costa. Extratos de documentos medievais sobre o campesinato (sécs. V-XV). Disponível em: <https://www.ricardocosta.com/extratos-de-documentos-medievais-sobre-o-campesinato-secs-v-xv#footnoteref19_nuc8key>. Acesso em 11 de agosto de 2018.)

*pedir mercê = pedir intercessão

No extrato acima, encontramos elementos da vida social e econômica do período medieval europeu (Alta Idade Média). Esse documento insere-se em qual sistema social, político e econômico predominante nesse contexto?

  1. Feudalismo, caracterizado pela ruralização da economia, pela relação senhorial entre nobres e servos e pela atuação social e política da Igreja Católica.
  2. Mercantilismo, caracterizado pela urbanização da economia, pela relação senhorial entre nobres e camponeses e pela atuação social e política da Igreja Protestante.
  3. Socialismo, caracterizado pela ruralização da economia, pela relação remunerada entre nobres e servos e pela atuação cultural e política da Igreja Cristã.
  4. Mercantilismo, caracterizado pela urbanização da economia, pela relação campesina entre nobres e vassalos e pela atuação social e política da Igreja Ortodoxa.
  5. Feudalismo, caracterizado pela urbanização da economia, pela relação agrária entre o clero e os servos e pela atuação social e cultural da Igreja Cristã.

06. (UECE) Escreva V ou F conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma a seguir sobre a epidemia que ficou conhecida como “peste negra” que, em sua fase crítica entre 1348 e 1350, causou a morte de pelo menos um terço da população do continente europeu.

( ) Foram proibidos os encontros públicos; as pessoas acometidas pela doença deviam permanecer em suas casas e, em alguns casos, eram expulsas da cidade.

( ) Os funerais públicos foram proibidos; os corpos dos mortos deixaram de ser sepultados nos arredores ou dentro das igrejas e passaram a ser enterrados fora dos muros da cidade.

( ) Vinagre, água de rosas e cravo-da-índia, dentre outros recursos com substâncias aromáticas, eram utilizados como remédios para conter a peste negra.

( ) Médicos, padres e tabeliões, cujo dever profissional deveria ser zelar pelos aspectos sanitários, espirituais e jurídicos, foram proibidos de visitar ou assistir os moribundos.

Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:

  1. F, V, F, V.
  2. V, F, V, F.
  3. V, V, V, F.
  4. F, F, F, V.

07. (UERR) “A casa de Deus, que se crê uma, está pois dividida em três: alguns rezam, outros combatem e outros trabalham. Essas três partes que coexistem não suportam ser separadas; os serviços prestados por uma são a condição das obras das outras duas”.

ADALBERÓN, Bispo de Laon. Canto ao rei Roberto. Século X. In: PEDRERO-SÁNCHEZ. História da Idade Média: textos e textemunhas. São Paulo: Unesp, 2000. p. 91.

Escolha a alternativa que melhor representa as classes sociais típicas do Feudalismo descritas no texto dentre as alternativas a seguir:

  1. suseranos, vassalos e servos.
  2. patrícios, clientes e plebeus.
  3. sacerdotes, faraó e felás.
  4. igreja, burguesia e proletariado.
  5. clero, nobreza e servos.

08. (UEFS) O modo de produção feudal que emergiu na Europa ocidental na Idade Média foi dominado pela terra. A propriedade agrária era controlada por uma classe de senhores feudais, a quem os camponeses prestavam serviços e faziam pagamentos em espécie.

(Perry Anderson. Passagens da Antiguidade ao feudalismo, 2016. Adaptado.)

O excerto contém informações históricas essenciais sobre o feudalismo, tais como

  1. as produções artísticas e os fundamentos culturais.
  2. as bases econômicas e as relações sociais.
  3. as guerras de dominação e a formação dos reinos bárbaros.
  4. as crenças religiosas e o poder eclesiástico.
  5. as atividades comerciais monetarizadas e o crescimento urbano.

09. (UFPR) Considere o fragmento abaixo:

Durante a Idade Média, a figura feminina revestiu-se dos piores atributos imagináveis. Para os teólogos, além de infantil e inconstante, a mulher era mãe de todo pecado: Thomas Murner chamava-a de “Diabo doméstico”, enquanto Tomás de Aquino reservava-lhe a pecha de “macho deficiente”. Essas características levaram-na a ser o elo fraco das sociedades cristãs, a janela pela qual Satã adentrava territórios sacramentados. Sendo fraca de vontade e caráter, a mulher ficava à mercê das tentações demoníacas, tornando-se facilmente discípula e amante do Diabo.

(SOUZA, Aníbal. Missionários e Feiticeiros. História: Questões e Debates, Curitiba, v. 13. jul./dez., 1996. p. 118.)

Em relação ao imaginário na Idade Média, é correto afirmar que vigorava uma forte influência:

  1. cristã protestante e alto poder do clero, com grande perseguição contra os considerados heréticos.
  2. cristã protestante e alto poder do clero, além de pouca mobilidade social e grande perseguição contra os considerados vassalos.
  3. católica e alto poder do clero, além de pouca mobilidade social e grande perseguição contra os considerados heréticos.
  4. católica e alto poder dos nobres, além de grande mobilidade social e perseguição contra protestantes, considerados heréticos.
  5. católica e alto poder do clero, além de grande mobilidade social e perseguição contra os considerados vassalos.

10. (UFU) Observe a imagem.

Essa pintura retrata um dos fatores que contribuíram para a derrocada do sistema feudal na Europa Medieval.

Sobre o contexto abordado, é correto afirmar que a rápida disseminação da peste negra decorreu em grande parte em função

  1. da circulação de mercadorias na Europa totalmente urbanizada.
  2. do reforço do sistema servil, que debilitou ainda mais os camponeses.
  3. da crença na ira divina, que dificultava a cura pela medicina.
  4. do baixo nível nutricional e das precárias condições sanitárias dos indivíduos.

11. (UEA) O programa de Suger é claro: a catedral devia se tornar uma espécie de imenso livro de pedra, no qual não somente a riqueza dos ouros e das gemas provocasse no fiel sentimentos de devoção, e a cascata de luz das paredes abertas sugerisse a efusiva presença da potência divina, mas também as esculturas das portadas, os relevos dos capitéis, as imagens dos vitrais comunicassem aos fiéis os mistérios da fé, a ordem dos fenômenos naturais, a hierarquia das artes e das profissões, os acontecimentos da história pátria.

(Umberto Eco. Apocalípticos e integrados, 2005.)

Atribui-se ao abade francês Suger, do século XII, a criação da igreja gótica. Considerando-se o conteúdo do excerto e conhecimentos sobre a história da Idade Média Ocidental, é correto afirmar que

  1. as artes eclesiásticas eram esteticamente imperfeitas e desprovidas de conteúdos simbólicos voltados para a edificação moral dos cristãos.
  2. a iconografia cristã abrangia um vasto domínio religioso e social, exprimindo as diversas funções exercidas pela Igreja.
  3. o cristianismo medieval era rude e ascético, porque expressava a simplicidade da existência das primeiras comunidades cristãs.
  4. a Igreja, ligada aos senhores feudais e à realeza, adotou um comportamento elitista, desvinculado da maioria dos cristãos.
  5. os clérigos regulares e seculares abandonaram a preocupação com o pecado e a salvação das almas, procurando usufruir das riquezas materiais.

12. (UECE) A historiografia recente não aceita mais uma ideia negativa sobre a Idade Média, porque considera essa ideia um juízo de valor do humanismo renascentista que pretendia ligar-se diretamente ao pensamento clássico da antiguidade greco-romana.

Atente ao que se diz a seguir em relação à Idade Média, e assinale com V o que for verdadeiro e com F o que for falso.

( ) Nesse período foram extintas algumas línguas e literaturas.

( ) Ocorreu aumento demográfico causado por maior produtividade.

( ) Houve dinamismo social impulsionado pelos comerciantes e artesãos.

( ) Foram criadas as primeira universidades.

Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:

  1. F, V, V, V.
  2. V, F, V, F.
  3. V, V, F, F.
  4. F, F, F, V.

13. (UEL) Como parte do acervo do Museu do Louvre, as obras Estátua Equestre e Espada Joiosa expressam o período de Carlos Magno, na alta Idade Média europeia (séculos VIII-IX).

Sobre as características da dinastia carolíngia, assinale a alternativa correta.

  1. Carlos Magno criou a Escola Palatina reunindo estudiosos de várias áreas e de diferentes regiões da Europa.
  2. Sob o domínio dos carolíngios ocorreu uma separação entre o poder temporal e o poder espiritual.
  3. O poder central do rei carolíngio se fortaleceu perante o enfraquecimento do poder local dos senhores feudais.
  4. O Tribunal do Santo Ofício regulava de forma hegemônica os conflitos entre os senhores feudais carolíngios.
  5. Carlos Magno manteve um período de paz permanente em seus domínios territoriais.

14. (UECE) Leia atentamente o seguinte excerto: “Escrita no ambiente da Congregação Romana do Santo Oficio, a Instructio fazia eco às recentes polêmicas de origem tanto católica quanto protestante, bem como à atitude mais do que moderada adotada, nos casos de feitiçaria, pela Inquisição espanhola”.

GINZBURG, C. Os andarilhos do bem: feitiçaria e cultos agrários nos séculos XVI e XVII. Trad. Jônatas Batista Neto. São Paulo: Companhia das Letras, 2010, p.173.

Atente às seguintes afirmações sobre a Inquisição espanhola:

I. Foi criada por Fernando II de Aragão e Isabel de Castela em 1478 para manter a ortodoxia católica.

II. A Inquisição espanhola não teve precedentes similares na Europa desde o século XII d.C.

III. A abolição da Inquisição espanhola foi aprovada em 1812, mas passou a vigorar definitivamente a partir de 1834, no reinado de Isabel II.

É correto o que se afirma em

  1. I, II e III.
  2. I e II apenas.
  3. II e III apenas.
  4. I e III apenas.

15. (UERR) O período entre o século V e o século XV, na Europa Ocidental, ficou conhecido como Idade Média.

Sobre essa época culturalmente rica e complexa, assinale a única alternativa verdadeira.

  1. O Império Carolíngio, com uma forte economia urbana, uso intensivo da moeda e governo rigidamente centralizado, assinalou a fase final da era medieval, conhecido como Baixa Idade Média.
  2. A Crise do Século XIV, a Peste Negra e a Guerra dos Cem Anos evidenciaram as contradições do crescimento demográfico e econômico sob o feudalismo, nos séculos precedentes.
  3. As Cruzadas resultaram em uma vitória fácil e duradoura dos cristãos sobre os muçulmanos no Mediterrâneo oriental, pois a cristandade medieval mostrou-se mais tolerante, mais avançada tecnicamente e economicamente que o Islã.
  4. Ao longo de toda a Idade Média, não houve contestação às doutrinas oficiais da Igreja Católica Apostólica Romana, verificando-se uma grande homogeneidade em todo o mundo cristão.
  5. A parte inicial da Idade Média, denominada Alta Idade Média, foi uma era de disseminação de novas técnicas pelo continente europeu, como os moinhos de vento, a rotação trienal de culturas no campo, o uso de adubo e da charrua, aumentando muito a produtividade agrícola.


.