Home > Banco de Questões > História > Idade Contempôranea

Apartheid na África do Sul

Lista de 10 exercícios de História com gabarito sobre o tema Apartheid na África do Sul com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: História Geral.





01. (PUC-PR) O Apartheid foi um regime político que segregou grande parte da população sul-africana, baseado no princípio da cor da pele. Esse regime terminou no início da década de 1990, por meio de:

  1. Uma guerra civil que irrompeu liderada por Nelson Mandela e que ameaçou a estabilidade política e econômica do país.
  2. Estados Unidos e Grã-Bretanha ameaçaram invadir a África do Sul, se o poder não fosse entregue também aos cidadãos não brancos da África do Sul.
  3. Uma grave crise econômica abateu-se sobre a África do Sul, em decorrência de uma prolongada greve geral promovida pelos trabalhadores negros, que se recusaram a trabalhar nas empresas e minas sul-africanas, até que a cidadania plena lhes fosse concedida.
  4. Um plebiscito, no qual a população branca da África do Sul decidiu abolir o regime e permitir que a população sul-africana não branca também participasse da vida política de seu país. Essa ação foi motivada por fortes pressões internacionais que ameaçavam a estabilidade da economia sul-africana.
  5. Uma coligação militar formada por vários países africanos, incluindo Nigéria, Tanzânia, Quênia, Angola e Moçambique, ameaçou cortar ligações econômicas com a África do Sul, caso a cidadania plena não fosse concedida a toda população.

02.(UNESP-SP) Soweto viu a Copa do Mundo. Em um Mundial questionado por seu impacto social apenas limitado e por excluir grande parte da população africana dos benefícios, os 4 milhões de moradores da cidade nas proximidades de Johannesburgo só souberam um dia antes que a seleção brasileira faria seu único treino aberto em Soweto.

(O Estado de S.Paulo, 04.06.2010. Adaptado.)

Considere as afirmações seguintes.

I. Soweto está localizado na região metropolitana de Johanesburgo e foi a maior township da África do Sul.

II. As townships nasceram durante o período do apartheid, devido à separação espacial entre negros e brancos.

III. Dentre os Prêmios Nobel da Paz, estão Nelson Mandela e o Arcebispo Desmond Tutu, que viveram em Soweto.

IV. Berço da luta contra o apartheid, durante o regime racista, Soweto conseguiu resolver seus problemas sociais, integrando-se totalmente ao restante da capital.

Estão corretas apenas as afirmações

  1. I, III e IV.
  2. III e IV.
  3. I, II e III.
  4. I e II.
  5. II, III e IV.

03. (FGV) De 1948 a 1991, vigorou na África do Sul o regime denominado apartheid. A esse respeito é correto afirmar:

  1. Trata-se de uma política de segregação racial que excluía os negros da participação política, mas lhes reservava o livre direito à propriedade da terra.
  2. Trata-se de uma política de segregação racial que previa uma lenta incorporação da população negra às atividades políticas do país.
  3. Trata-se de uma política de segregação racial que excluía negros e asiáticos da participação política e restringia até mesmo a sua circulação pelo país.
  4. Trata-se de uma política de integração racial baseada na perspectiva ideológica da mestiçagem cultural entre as diversas etnias negras.
  5. Trata-se de uma política de segregação racial que propunha a eliminação gradual da minoria negra, como forma de garantir a dominação branca.

04. (UFAM) A luta contra o apartheid na África do Sul foi um esforço coletivo, protagonizada por ampla e anônima maioria negra do país, orientada por vários dirigentes negros, apoiada por alguns líderes brancos e acompanhada pela indignação internacional. Contudo foi um único homem, recluso na prisão por quase três décadas, quem simbolizou a causa contra o regime segregacionista: Nelson Mandela ou, carinhosamente, Madiba para seus conterrâneos. Falecido em 5 de dezembro de 2013, aos 95 anos, há tempos ele lutava contra doenças recorrentes do período em que permaneceu preso por conta de sua luta pela abolição do apartheid. Prêmio Nobel da Paz em 1993, o homem considerado o herói do século XX deixou um legado de luta incomparável, tanto que ao anunciar sua morte, o atual presidente da África do Sul, emocionado, disse: “Ele descansou e agora está em paz. Nossa nação perdeu seu maior filho. Nosso povo perdeu seu pai.” No discurso proferido quando assumiu a presidência (1994), Mandela mais uma vez reforça o seu comprometimento na busca de “construir uma sociedade na qual todos os sul-africanos, brancos e negros fossem capazes de caminhar com a cabeça erguida sem medo em seus corações [...], uma nação arco-íris, em paz consigo mesma e com o mundo.”

Consoante aos seus conhecimentos sobre o tema exposto, você pode depreender que:

I. As primeiras manifestações contra o apartheid foram organizadas tanto pelo Congresso Nacional Africano (CNA), partido político fundado em 1912 para defender tanto o direito dos negros, quanto dos homens brancos de mentalidade liberal.

II. Já como membro ativo do CNA, após o Massacre de Sharpeville em 1961, Mandela passou a defender que o apartheid não deveria ser mais combatido com a não violência, mas por outros meios, como a sabotagem.

III. Em 1976 o Massacre de Soweto, com mais de 500 mortos, recorda ao mundo a brutalidade do regime racista sul-africano.

IV. Libertado após 27 anos de cárcere, Mandela negocia o fim do apartheid com o presidente Frederik De Klerc em 1993, sendo eleito o primeiro presidente negro da África do Sul no ano seguinte.

V. Tanto a insanidade do apartheid como a crucial capacidade de luta e atitude conciliadora de Nelson Mandela em muito contribuiu para o mundo repensar o racismo e a segregação.

Assinale a alternativa correta:

  1. Somente as afirmativas I e II estão erradas.
  2. Somente as afirmativas II e III estão erradas.
  3. Somente as afirmativas III e IV estão erradas.
  4. Todas as afirmativas estão erradas.
  5. Todas as afirmativas estão corretas.

05. (UNESP) No início dos anos 1990, o presidente Frederik de Klerk declarou oficialmente o fim do apartheid na África do Sul. Esta política racista

  1. prevaleceu durante toda a história independente do país e assegurou o convívio harmonioso de brancos e negros sul-africanos.
  2. foi implantada após o final da Segunda Guerra Mundial e prolongou o domínio britânico sobre o país por mais cinquenta anos.
  3. vigorou por mais de quarenta anos e foi um dos instrumentos da minoria branca sul-africana para se impor à maioria negra.
  4. foi encerrada apesar do amplo apoio internacional e revelou a dificuldade dos africanos de solidificarem suas instituições políticas.
  5. determinou o prevalecimento socioeconômico de uma elite mestiça e aprofundou as relações inter-raciais no país.

06. (UFU) O apartheid talvez seja um dos mais conhecidos mecanismos de violência e de desrespeito aos Direitos Humanos. As alternativas abaixo abordam tanto a história do apartheid na África do Sul quanto remetem ao contexto das lutas em torno dos Direitos Humanos no Brasil e no mundo.

Sobre esses temas, marque a alternativa correta.

  1. O regime do Apartheid, constituído na África do Sul até início da década de 1990, estabeleceu uma política de desenvolvimento com separação das raças e contou com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas), sob protestos da Inglaterra, que defendia seus interesses comerciais.
  2. O termo “apartheid social” tem sido utilizado para além do conflito racial sul-africano e remete às desigualdades de classes sociais – poucos muito ricos e maioria da população muito pobre. Tal uso pode ser atribuído à realidade vivenciada ainda hoje no Brasil.
  3. A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi uma forma encontrada, no pós-Primeira Guerra Mundial, para solucionar os conflitos entre nações de culturas diferenciadas, visando garantir os direitos dos indivíduos migrantes, que deixaram seus países em busca de trabalho.
  4. Embora tenha sido proclamada como Universal, a Declaração dos Direitos Humanos não incluiu os abusos e desrespeitos praticados contra mulheres de países Latino-Americanos, motivo pelo qual os militares brasileiros que praticaram torturas em mulheres subversivas foram anistiados.

07. (CUSC 2019) O regime do apartheid, vigente na África do Sul entre as décadas de 1940 e 1990,

  1. derivou das guerras entre colonizadores britânicos e holandeses da África do Sul e terminou devido às pressões conjuntas dos Estados Unidos e da União Soviética.
  2. contava com o apoio do Congresso Nacional Africano e, entre outras interdições, impedia que os negros viajassem para o exterior.
  3. estabelecia o racismo como doutrina de Estado e, entre outras interdições, proibia a participação política dos negros e os casamentos inter-raciais.
  4. foi estabelecido no início do domínio britânico sobre a África do Sul e terminou graças ao boicote internacional às exportações sul-africanas de ouro e diamantes.
  5. impunha o catolicismo como religião única e obrigatória e, entre outras interdições, vetava os cultos e rituais das etnias negras.

08. (UnirG) Em 2018, o líder sul-africano Nelson Mandela completaria cem anos, e o regime oficial do Apartheid completaria sessenta.

Acerca desse regime nefasto, que levou Mandela a permanecer por 27 anos na prisão, assinale a alternativa correta:

  1. O regime do Apartheid era uma política estatal assistencialista, próxima ao modelo do Bolsa-Família, que, ao distribuir renda ao povo negro, aumentou a vadiagem, o vício e a corrupção na África;
  2. O regime do Apartheid era um elaborado sistema jurídico que instituía limites à habitação, ao emprego e à educação, especialmente de negros e negras;
  3. O regime do Apartheid visava principalmente “apartar” o povo pobre e doente da classe rica, em sua maioria branca, que investiu na África do Sul e tornou-a um dos países mais ricos do continente;
  4. O regime do Apartheid foi instituído durante a colonização britânica, para que os negros, dominados, não se revoltassem. Ele foi extinto quando a independência da África do Sul foi consolidada.

09. (UNIFESP-SP) Nelson Mandela, ex-presidente da República da África do Sul (1994-2000), ganhou o prêmio Nobel da Paz, em conjunto com Frederik de Klerk, em 1993, e hoje é nome de rua em Paris, Rio de Janeiro, Dacar e em Dar Es-Salam; é nome de praça em Salvador, Haia, Glasgow e em Valência; é nome de escola em Bangalore, Berlim, Birmingham e em Baton Rouge.

Essa extraordinária popularidade de Nelson Mandela deve–se, sobretudo,

  1. aos vinte anos que passou injustamente encarcerado pelo regime racista então vigente na África do Sul.
  2. à sua campanha incansável em favor dos milhões de africanos vitimados pela Aids e deixados sem assistência.
  3. ao fim, negociado e sem revanchismo, do regime do apartheid e ao seu desprendimento com relação ao poder.
  4. à sua luta contra o imperialismo e em favor da independência de todos os países do continente africano.
  5. ao seu êxito em implantar na África do Sul um programa educacional que eliminou o analfabetismo do país.

10. (UCS) Da hora em que você acorda até o momento de voltar para a cama, seu cotidiano se compõe de uma série de atitudes e comportamentos que parecem naturais. Porém, não é bem assim. Muito do seu jeito de ser e agir no dia a dia é resultado de uma série de aprendizados que moldaram a evolução humana desde que nosso primeiro antepassado resolveu descer da segurança de uma árvore e se arriscar na savana africana. Muito do que somos foi delineado pelas ideias e esforços de outros homens e mulheres ao longo da História.

“A única arma para melhorar o Planeta é a Educação com ética. Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da pele, por sua origem, ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar”.

O pensamento acima foi manifestado por Nelson Mandela, uma das maiores personalidades políticas do século XX, falecido em 5 de dezembro de 2013. Nascido na África do Sul, um dos maiores produtores mundiais de metais preciosos, Mandela foi líder do movimento contra o Apartheid. Condenado em 1964 à prisão perpétua, foi libertado em 1990, depois de grande pressão internacional. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em dezembro de 1993, pela sua luta contra o regime de segregação racial e, em 1994, foi eleito o primeiro presidente negro daquele país. Seu governo foi marcado pela forte tentativa de unificação da sociedade, dividida entre brancos e negros, e pela ausência de revanchismo dos negros sobre a elite branca que sempre os oprimiu e que manteve Mandela preso por 27 anos.

Partindo das informações apresentadas, é correto afirmar que

  1. o território Sul-africano destaca-se como um dos principais produtores mundiais de petróleo, uma vez que contém parte do deserto do Saara e faz limite com a Região do Oriente Médio.
  2. o Apartheid foi uma política oficial de segregação racial dos governos Sul-africanos. Nela, os negros eram impedidos de participar da vida política do país e eram obrigados a viver em zonas residenciais específicas.
  3. a África do Sul foi uma região dominada por colonizadores de origem francesa e norte-americana, tornando-se oficialmente independente após a 1ª Guerra Mundial, no contexto do processo de descolonização da África e da Ásia, com importante participação de Mahatma Gandhi.
  4. o rosto de Nelson Mandela foi exaustivamente reproduzido em intervenções artísticas da Pop Art, onde os ídolos cultuados pela sociedade no século XX são imagens despersonalizadas e sem consistência.
  5. a extração de ouro é uma das principais atividades econômicas da África do Sul. Supondo que durante o período em que Mandela esteve preso tenha sido extraído 64 m3 , isso teria permitido construir um cubo de ouro maciço com 6 m de aresta.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp



.