Home > Banco de Questões > História > Idade Moderna

Colonização da América Inglesa

Lista de 10 exercícios de História com gabarito sobre o tema Colonização da América Inglesa com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: História Geral.





01. (Cesgranrio-RJ) Durante o século XVII, grupos puritanos ingleses perseguidos por suas ideias políticas (antiabsolutistas) e por suas crenças religiosas (protestantes calvinistas) abandonaram a Inglaterra, fixando-se na costa leste da América do Norte, onde fundaram as primeiras colônias. A colonização inglesa nessa região foi facilitada:

  1. pela propagação das ideias iluministas, que preconizavam a proteção e o respeito aos direitos naturais dos governados.
  2. pelo desejo de liberdade dos puritanos em relação à opressão metropolitana.
  3. pelo abandono dessa região por parte da Espanha, que então atuava no eixo México-Peru
  4. pela possibilidade de explorar grandes propriedades agrárias com produção destinada ao mercado europeu.
  5. pelas consciências políticas dos colonos americanos, desde logo treinados nas lutas coloniais.

02. (FGV-SP) A conquista colonial inglesa resultou no estabelecimento de três áreas com características diversas na América do Norte. Com relação às chamadas “colônias do sul” é correto afirmar que:

  1. baseava-se, sobretudo, na economia familiar e desenvolveu uma ampla rede de relações comerciais com as novas colônias do Norte e com o Caribe.
  2. baseava-se numa forma de servidão temporária que submetia os colonos pobres a um conjunto de obrigações em relação aos grandes proprietários de terras.
  3. baseava-se numa economia escravista voltada principalmente para o mercado externo de produtos, como o tabaco e o algodão.
  4. consolidou-se como o primeiro grande polo industrial da América com a transferência de diversos produtores de tecidos vindos da região de Manchester.
  5. caracterizou-se pelo emprego de mão de obra assalariada e pela presença da grande propriedade agrícola monocultora;

03. (PUC-RJ) A fundação da Virgínia e da Nova Inglaterra, no início do século XVII, fez a Inglaterra adentrar a disputa colonial no Novo Mundo. Nos vastos domínios dos impérios ibéricos nas Américas, foram produzidas sociedades muito diversas e complexas – por exemplo, as do V.R. da Nova Espanha, as da região caribenha e as do V.R. do Peru. Entretanto, também nas colônias britânicas, desde a sua formação, fortes diferenças acabaram forjando sociedades bem diversas. Essa diversidade foi expressão de vários fatores, entre eles estão

I – O fato de os propósitos das Companhias de Comércio de Londres e de Plymouth terem sido radicalmente distintos, tal como as populações que transportaram para a América.

II – O predomínio dos interesses mercantis e escravistas nas colônias da Virgínia, ao sul, contrastando com as motivações de ordem mais religiosa e política dos puritanos que orientaram a ocupação das colônias ao norte.

III – A dificuldade de a Igreja Anglicana fazer valer a sua autoridade e administração nas colônias do norte, berço da intolerância religiosa, loci de separatistas religiosos – dos congregacionistas, presbiterianos, batistas e anabatistas etc.

IV – A decisão prévia do Rei James I de oferecer colônias particulares a donatários ou proprietários – como William Penn e Lord Baltimore – na região das Colônias do Meio.

Assinale a alternativa CORRETA:

  1. I e II estão corretas.
  2. III e IV estão corretas.
  3. II e IV estão corretas.
  4. II e III estão corretas.
  5. I e IV estão corretas

04. (PUC-RJ) “Para o progresso do armamento marítimo e da navegação, que sob a boa providência e proteção divina interessam tanto à prosperidade, à segurança e ao poderio deste reino [...], nenhuma mercadoria será importada ou exportada dos países, ilhas, plantações ou territórios pertencentes à Sua Majestade, ou em possessão de Sua Majestade, na Ásia, América e África, noutros navios senão nos que [...] pertencem a súditos ingleses [...] e que são comandados por um capitão inglês e tripulados por uma equipagem com três quartos de ingleses [...], nenhum estrangeiro [...] poderá exercer o ofício de mercador ou corretor num dos lugares supracitados, sob pena de confisco de todos os seus bens e mercadorias [...]”.

Segundo Ato de Navegação de 1660. In: Pierre Deyon. O mercantilismo. São Paulo: Perspectiva, 1973, p. 94-95.

Por meio do Ato de Navegação de 1660, o governo inglês:

  1. estabelecia que todas as mercadorias comercializadas por qualquer país europeu fossem transportadas por navios ingleses.
  2. monopolizava seu próprio comércio e impulsionava a indústria naval inglesa, aumentando ainda mais a presença da Inglaterra nos mares do mundo.
  3. enfrentava a poderosa França retirando-lhe a posição privilegiada de intermediária comercial em nível mundial.
  4. desenvolvia a sua marinha, incentivava a indústria, expandia o Império, abrindo novos mercados internacionais ao seu excedente agrícola.
  5. protegia os produtos ingleses, matérias-primas e manufaturados, que deveriam ter sua saída dificultada, de modo a gerar acúmulo de metais preciosos no Reino inglês.

05. (UEL) Durante a colonização, subjugados os nativos, os europeus montaram estruturas de dominação e exploração nas Américas Hispânica, Portuguesa e Inglesa, que em muitos aspectos apresentavam diferenças entre si. Sobre o tema, é correto afirmar

  1. Nas Colônias Inglesas do Norte estabeleceu-se uma economia fundada em três pilares: a monocultura, a grande propriedade rural e a mão de obra escrava.
  2. A dominação inglesa, embora tenha elementos semelhantes aos da dominação portuguesa (a "plantation" de algodão no sul), possibilitou que famílias imigrassem em massa para a América em face dos problemas políticos e religiosos na metrópole.
  3. A Inglaterra utilizou os princípios do liberalismo político e econômico para governar as Treze Colônias americanas.
  4. A dominação espanhola implantou-se a partir de grandes unidades agrícolas de exportação.
  5. A colonização portuguesa teve como base pequenas unidades de produção diversificadas.

06. (Espcex) Durante a colonização inglesa na América, as colônias do norte tiveram uma flexibilização política ao monopólio, pois, durante algum tempo, permitiram o comércio entre as colônias e com as Antilhas francesas e espanholas, além de a metrópole não reprimir o contrabando. Tal fato sucedeu-se devido a estas colônias

  1. terem como características o trabalho livre e a grande propriedade.
  2. estarem localizadas em área de clima temperado, que não favorecia o cultivo da cana-de-açúcar, tabaco e algodão, por isto não produziam produtos tropicais que interessavam à Inglaterra.
  3. terem sido formadas por pessoas da nobreza parasitária, que desejavam manter o “status quo”.
  4. serem de origem holandesa, colônia fundada por Giovanni Caboto, italiano radicado em Amsterdã.
  5. estarem numa posição geográfica próxima às Antilhas; além disso, a Inglaterra encontrava-se em guerra com a França e por isso sofriam com a escassez de mão de obra especializada.

07. (Fuvest) "O puritanismo era uma teoria política quase tanto quanto uma doutrina religiosa. Por isso, mal tinham desembarcado naquela costa inóspita, (...) o primeiro cuidado dos imigrantes (puritanos) foi o de se organizar em sociedade".

Esta passagem de A DEMOCRACIA NA AMÉRICA, de A. de Tocqueville, diz respeito a tentativa:

  1. malograda dos puritanos franceses de fundarem no Brasil uma nova sociedade, a chamada França Antártida.
  2. malograda dos puritanos franceses de fundarem uma nova sociedade no Canadá.
  3. bem-sucedida dos puritanos ingleses de fundarem uma nova sociedade no Sul dos Estados Unidos.
  4. bem-sucedida dos puritanos ingleses de fundarem uma nova sociedade no Norte dos Estados Unidos, na chamada Nova Inglaterra.
  5. bem-sucedida dos puritanos ingleses, responsáveis pela criação de todas as colônias inglesas na América.

08. (PUC-PR) O mapa mostra as Treze colônias inglesas na América do Norte, normalmente divididas entre norte, de Massachusetts até a Pensilvânia, e sul, a partir de Maryland até a Geórgia. Colonização de iniciativa particular no século XVI, as Treze colônias inglesas mantinham grandes diferenças entre si, sendo as principais entre o norte e o sul.

Dentre elas, podemos citar

  1. o norte foi caracterizado por receber um grande fluxo de imigrantes ingleses, estimulados pelos cercamentos e pelas perseguições religiosas sofridas na Inglaterra, vieram para colônia e montaram grandes fazendas de açúcar, tabaco e algodão, voltadas à exportação para a Europa.
  2. o sul abrigou colônias de povoamento, onde a pequena propriedade para subsistência e o trabalho livre foram predominantes.
  3. a coroa inglesa se manteve presente nas Treze colônias, cobrando impostos e fundando a Companhia Geral do Comércio, órgão cuja competência era fiscalizar e manter o monopólio inglês sobre os produtos exportados pela colônia.
  4. as colônias ao norte foram conhecidas pela exploração de matéria-prima que abastecia as manufaturas inglesas, contudo, a partir das revoltas de escravos e o início do trabalho assalariado, o valor das transações aumenta muito, tornando inviável para a Inglaterra continuar ligada às colônias.
  5. as colônias do sul eram voltadas à exploração, possuíam um sistema de produção baseado no plantation, portanto, com trabalho escravo, monocultura e exportação.

09. (UFRGS) Considere as afirmações abaixo, sobre os processos de colonização e as estruturas sociais das Américas nos séculos XVII e XVIII.

I - Nas colônias inglesas e francesas do Caribe, a unidade de produção predominante foi a pequena propriedade agrícola, em que trabalhavam camponeses livres, de origem majoritariamente europeia.

II - Nas colônias da Nova Inglaterra, predominaram as plantations monocultoras e exportadoras, em que a forma de trabalho principal era a mão de obra escravizada.

III- Na Nova França, atual Quebec, os colonizadores estabeleceram um sistema senhorial baseado no feudalismo francês, o que gerou uma grande concentração de terras e uma baixa atração de imigrantes para esses territórios.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas I e II.
  5. I, II e III.

10. (IFSudMinas) Leia as afirmativas abaixo sobre as especificidades da colonização inglesa na América do Norte:

I. Conhecidas como Nova Inglaterra, algumas das 13 colônias inglesas da América do Norte foram criadas por iniciativa de particulares, muitos dos quais eram refugiados políticos e religiosos.

II. Nas colônias do sul, predominaram a pequena e média propriedade, com trabalho livre assalariado, familiar e também o de servidão por dívidas (indentured servant), em que camponeses ingleses tinham suas despesas de viagem para a América custeadas em troca da prestação de serviços em terras de proprietários já estabelecidos na colônia.

III. Em virtude dos problemas internos vivenciados na Inglaterra do século XVII, notadamente os conflitos entre o parlamento e a monarquia e o interesse da burguesia mercantil inglesa no comércio oriental levaram a metrópole a negligenciar a relação com suas colônias americanas.

IV. O chamado “Comércio Triangular” foi uma expressão utilizada para designar um conjunto de relações comerciais estabelecidas entre algumas das 13 colônias inglesas da América do Norte com a região das Antilhas e com a África.

Estão CORRETAS as afirmativas:

  1. I, II e III
  2. II, III e IV
  3. I, III e IV
  4. I e II
  5. I, II, III e IV

Oi, aqui é o criado do Projeto Agatha. Você pode responder a uma pesquisa rápida? Ela vai ajudar no meu Projeto de Iniciação Científica da faculdade (IFNMG). É só clicar nessa barrinha.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp



.