Home > Banco de Questões > História > Idade Moderna

Iluminismo

Lista de 15 exercícios de História com gabarito sobre o tema Iluminismo com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: História Geral.





01. (Espcex) Observe as ideias de três pensadores da Idade Moderna.

- Adam Smith (escocês), em sua obra A riqueza das nações, afirmava que a única fonte de riqueza era o trabalho, e não a terra.

- A ideia central da doutrina de Karl Marx (alemão) é que a “história das sociedades humanas é a história da luta de classes”.

- Thomas Malthus (inglês), em sua obra Ensaio sobre o princípio da população, escreveu que a natureza impõe limites ao progresso material, já que a população cresce em progressão geométrica, enquanto a produção de alimentos aumenta em progressão aritmética.

Pode-se afirmar que

  1. os três pensadores defendem o liberalismo clássico.
  2. as três ideias propõem a ditadura do proletariado.
  3. Adam Smith propõe o liberalismo clássico, Thomas Malthus e Karl Marx, o socialismo utópico.
  4. Thomas Malthus e Adam Smith defendem o pensamento liberal clássico e Karl Marx foi um dos autores do socialismo científico.
  5. Karl Marx e Adam Smith são considerados anarquistas, e Thomas Malthus, socialista utópico.

02. (IFCE) A Europa Ocidental vivenciou, entre os séculos XVI e XVIII, inúmeras transformações culturais. É(são) uma dessas transformações:

  1. o Movimento Reformista do Século XVI foi caracterizado por uma unificação de pensamento e práticas nos diversos países nos quais se difundiu.
  2. o Pensamento Científico, nos Séculos XVII e XVIII, fundamenta-se na Crítica, no Empirismo e no Naturalismo.
  3. os Tribunais da Santa Inquisição foram extintos entre 1545 e 1563, graças à Contrarreforma Religiosa, que alterou os dogmas católicos a partir de um enfoque humanista.
  4. as ideias liberais econômicas, na metade do século XVIII, criticavam o Sistema Colonial e defendiam a Manutenção dos Monopólios que eram o principal gerador de riqueza da sociedade.
  5. o Movimento Iluminista, no século XVIII, baseava-se no racionalismo e criticava os fundamentos do poder da igreja que apoiava os princípios do poder monárquico absoluto.

03. (Upf) “A revolução francesa consigna-se desta maneira um lugar excepcional da história do mundo contemporâneo. Revolução burguesa clássica, ela constitui, para a abolição do regime senhorial e da feudalidade, o ponto de partida da sociedade capitalista e da democracia liberal na história da França”.

SOBOUL, Albert. A revolução francesa. São Paulo: DIFEL, 1985, p. 122.

A grande Revolução Francesa, como outras revoluções burguesas do século XVIII, refletiu as ideias dos filósofos iluministas. Dentre as características a seguir relacionadas, assinale a alternativa que apresenta a base do Iluminismo.

  1. A defesa da doutrina de que a soberania do Estado absolutista garantiria os direitos individuais e eliminaria os resquícios feudais ainda existentes.
  2. A proposição da criação de monopólios estatais e a manutenção da balança de comércio favorável, para assegurar o direito de propriedade.
  3. A crítica ao mercantilismo, à limitação ao direito à propriedade privada, ao absolutismo e à desigualdade de direitos e deveres entre os indivíduos.
  4. A crença na prática do entesouramento como meio adequado para eliminar as desigualdades sociais e garantir as liberdades individuais.
  5. A defesa da igualdade de direitos e liberdades individuais, proporcionada pela influência da Igreja Católica sobre a sociedade, por intermédio da educação.

04. (Upe) As ideias liberais refizeram reflexões e anunciaram novas perspectivas sociais. Um dos seus pensadores mais famosos, Locke, defendia o(a)

  1. fim da propriedade privada e da escravidão, com a queda da sociedade colonial e o fim do mercantilismo.
  2. consolidação da monarquia constitucional, destacando a universalidade do conhecimento e as possibilidades de massificação da cultura.
  3. pensamento de Descartes e o fim do idealismo, ressaltando o valor de democracia e da igualdade social na Europa do século XVII.
  4. liberdade natural dos humanos, afirmando a necessidade da propriedade privada e combatendo o absolutismo.
  5. crescimento do capitalismo, sem afetar a força política da nobreza e dos poderes dos monarcas absolutistas da época.

05. (Fuvest) "Um comerciante está acostumado a empregar o seu dinheiro principalmente em projetos lucrativos, ao passo que um simples cavalheiro rural costuma empregar o seu em despesas. Um frequentemente vê seu dinheiro afastar-se e voltar às suas mãos com lucro; o outro, quando se separa do dinheiro, raramente espera vê-lo de novo. Esses hábitos diferentes afetam naturalmente os seus temperamentos e disposições em toda espécie de atividade. O comerciante é, em geral, um empreendedor audacioso; o cavalheiro rural, um tímido em seus empreendimentos...".

(Adam Smith, A RIQUEZA DAS NAÇÕES, Livro III, capítulo 4)

Neste pequeno trecho, Adam Smith

  1. contrapõe lucro a renda, pois geram racionalidades e modos de vida distintos.
  2. mostra as vantagens do capitalismo comercial em face da estagnação medieval.
  3. defende a lucratividade do comércio contra os baixos rendimentos do campo.
  4. critica a preocupação dos comerciantes com seus lucros e dos cavalheiros com a ostentação de riquezas.
  5. expõe as causas da estagnação da agricultura no final do século XVIII.

06. (Mackenzie) Assinale a alternativa em que aparecem as principais ideias de Jean Jacques Rousseau em sua obra O CONTRATO SOCIAL.

  1. Cada homem é inimigo do outro, está em guerra com o próximo e por esta razão cria o Estado para sua própria defesa e proteção.
  2. O Estado é uma realidade em si e é necessário conservá-lo, reforçá-lo e eventualmente reformá-lo, reconhecendo uma única finalidade: sua prosperidade e grandeza.
  3. O governante deve dar um bom exemplo para que os súditos o sigam. Através da educação e de rituais, os homens de capacidade aprenderiam e transmitiriam os valores do passado.
  4. Que as classes dirigentes tremam ante a ideia de uma revolução! Os trabalhadores devem proclamar abertamente que seu objetivo é a derrubada violenta da ordem social tradicional.
  5. A única esperança de garantir os direitos de cada indivíduo é a organização da sociedade civil, cedendo todos os direitos à comunidade, para que seja politicamente justo o que a maioria decidir.

07. (Uece) Identifique, nas sentenças a seguir citadas, aquela que expressa o pensamento de Montesquieu:

  1. "É uma verdade eterna: qualquer pessoa que tenha o poder, tende a abusar dele. Para que não haja abuso, é preciso organizar as coisas de maneira que o poder seja contido pelo poder".
  2. "(...) é preciso (...) encontrar uma forma de associação que defenda e proteja a pessoa e os bens de cada associação, de qualquer força comum, e pela qual, cada um, não obedeça senão a si mesmo, ficando assim tão livre quanto antes."
  3. "O Estado está obrigado a proporcionar trabalho ao cidadão capaz, e ajuda e proteção aos incapacitados. Não se pode obter tais resultados a não ser por um Poder Democrático."
  4. "A única maneira de erigir-se um poder, capaz de defendê-los contra a invasão e danos infligidos, uns contra os outros (...) consiste em conferir todo o poder e força a um só homem."
  5. “O homem é o único animal racional, porém, o único que comete absurdos”.

08. (Unesp) Encontrar uma forma de associação que defenda e proteja a pessoa e os bens de cada associado com toda a força comum, e pela qual cada um, unindo-se a todos, só obedece contudo a si mesmo, permanecendo assim tão livre quanto antes. Esse, o problema fundamental cuja solução o contrato social oferece.

[...]

Cada um de nós põe em comum sua pessoa e todo o seu poder sob a direção suprema da vontade geral, e recebemos, enquanto corpo, cada membro como parte indivisível do todo.

(Jean-Jacques Rousseau. Do contrato social, 1983.)

O texto apresenta características

  1. iluministas e defende a liberdade e a igualdade social plenas entre todos os membros de uma sociedade.
  2. socialistas e propõe a prevalência dos interesses coletivos sobre os interesses individuais.
  3. iluministas e defende a liberdade individual e a necessidade de uma convenção entre os membros de uma sociedade.
  4. socialistas e propõe a criação de mecanismos de união e defesa de todos os trabalhadores.
  5. iluministas e defende o estabelecimento de um poder rigidamente concentrado nas mãos do Estado.

09. (EsPCEx) Em 1781, o general inglês Cornwallis rendeu-se aos revoltosos norte-americanos, na batalha de Yorktown, dando início às negociações que levaram a Inglaterra a reconhecer os Estados Unidos da América como nação livre. Na formação desse novo estado pode-se destacar

  1. um poder central forte e nenhuma autonomia política e administrativa aos estados membros.
  2. a adoção do sistema parlamentarista.
  3. a participação política dos indígenas e negros.
  4. um poder central muito fraco e estados membros com muita autonomia política e administrativa.
  5. a formação de um estado com base em ideias oriundas do Iluminismo.

10. (UECE) No ano de 1472, o filósofo italiano Marsílio Ficino, em uma carta, apresenta sua opinião sobre a imprensa: segundo ele, esta invenção resulta de uma característica própria de uma época de ouro.

Trata-se de uma época em que as antigas artes liberais se uniram a uma invenção que caracteriza a fase

  1. contemporânea da história.
  2. industrial da história.
  3. moderna da história.
  4. clássica da história.

11. (UNIMONTES) Analise as afirmativas a seguir acerca de Galileu Galilei (Pisa, 15/2/1564 – Florença, 8/1/1642), físico, matemático, astrônomo e filósofo italiano:

I - Galileu argumentou, frente à Inquisição, que seu estudo, publicado na forma de divulgação científica e escrito em italiano, limitava seus leitores apenas aos matemáticos.

II - Galileu argumentou que o homem podia ter expectativas de compreensão do funcionamento do Universo e atingi-las através da observação do mundo real.

III - Galileu argumentou que a Bíblia não pretendia se manifestar quanto a teorias científicas e que era normal assumir, nos casos em que ela conflitava com o senso comum, uma linguagem alegórica.

IV - Galileu argumentou, em sua obra Diálogo sobre os dois sistemas principais do Universo, que o equívoco da teoria de Copérnico repousava em sua tentativa de suprimir a onipotência de Deus.

Está(ão) CORRETA(S) a(s) afirmativa(s):

  1. I, apenas.
  2. II e III, apenas.
  3. III e IV, apenas.
  4. I e IV, apenas.

12. (UECE) Atente para o seguinte trecho de um artigo de jornal: “Segundo o coordenador do Setor de Ciências Naturais e Sociais da Unesco no Brasil, Fabio Eon, os direitos humanos estão sendo alvo de uma onda conservadora que trata a expressão como algo politizado. — ‘Existe hoje uma tendência a enxergar direitos humanos como algo ideológico, o que é um equívoco. Os direitos humanos não são algo da esquerda ou da direita. São de todos, independentemente de onde você nasceu ou da sua classe social. É importante enfatizar isso para frear essa onda conservadora’ — ressalta Eon, que sugere um remédio para o problema: — ‘Precisamos promover uma cultura de direitos humanos’”.

Disponível em: O Globo. https://oglobo.globo.com/sociedade/os-direitos-humanosnao-sao-da-esquerda-ou-da-direita-sao-de-todos-23088573.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi aprovada pela Assembleia Geral da ONU em 1948. Já a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão foi aprovada durante a primeira fase da Revolução Francesa, pela Assembleia Nacional Constituinte.

No que diz respeito à Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, é correto afirmar que

  1. apesar de ser um documento revolucionário moderno, tem suas premissas filosóficas no pensamento político de Aristóteles.
  2. é de inspiração hobbesiana, tendo seus primórdios nos inícios do Estado moderno.
  3. é de inspiração iluminista e liberal, sob influência de grandes pensadores do século XVIII, tais como Locke e Rousseau.
  4. é de inspiração marxista, no influxo dos grandes movimentos grevistas e reivindicatórios que aconteceram na França durante o século XIX.

13. (EsPCEx) Assim como os fenômenos físicos – diziam os iluministas -, as relações entre os indivíduos são regidas pelas leis da natureza. Os pensadores iluministas podem ser divididos em dois grupos: os filósofos e os economistas.

Respectivamente, são representantes desses dois grupos:

  1. Voltaire e Adam Smith.
  2. Diderot e Montesquieu.
  3. Piaget e François Quesnay.
  4. Vincent de Gournay e Voltaire.
  5. François Quesnay e Sartre.

14. (FATEC) Sobre o Iluminismo, movimento filosófico surgido na Europa entre o final do século XVII e início do século XVIII, é correto afirmar que

  1. valorizava a razão como o único meio confiável de alcançar o conhecimento, opondo-se às explicações religiosas para os fenômenos naturais, sociais e políticos.
  2. buscava revitalizar a fé no cristianismo, enfraquecida pela hegemonia do pensamento científico, que florescera nos últimos séculos do período medieval.
  3. pregava a importância dos sentimentos em detrimento da razão e da religião, caracterizando a legitimidade do Romantismo como expressão humana.
  4. defendia a retomada de ideias e valores característicos da Antiguidade Clássica, como o politeísmo, a estratificação social e a vida urbana.
  5. procurava fortalecer os movimentos sociais das minorias à luz de descobertas científicas que afirmavam a inexistência das raças humanas.

15. (UFSM) "É verdade que nas democracias o povo parece fazer o que quer; mas liberdade política não consiste nisso. [...] A liberdade é o direito de fazer tudo o que as leis permitem; e se um cidadão pudesse fazer o que elas proíbem, ele não teria mais liberdade, porque os outros também teriam esse poder”.

Fonte: MONTESQUIEU. O espírito das leis. In: WEFFORT, Francisco (Org.). Os clássicos da política. São Paulo: Ática, 1989.

O trecho do francês Montesquieu, um dos expoentes do movimento iluminista, relaciona-se a princípios norteadores de uma sociedade

  1. organizada de maneira aristocrática, na qual não existe respeito às normas jurídicas.
  2. orientada por relações políticas pautadas por normas jurídicas, as quais definem, delimitam e garantem as liberdades civis.
  3. socialista, cujo objetivo maior é atingir a liberdade a partir da igualdade jurídica e social.
  4. anômica, na qual a ausência de regras é desejo universal.
  5. orientada pela defesa da primazia da propriedade privada e da total liberdade do cidadão perante o Estado.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp



.