Home > Banco de Questões > História > Simulados

Pré-História II

Lista de 15 exercícios de História com gabarito sobre o tema Pré-História com questões de Vestibulares.



01. (UPE) O pesquisador Michael Richards examinou isótopos de carbono (13C) e nitrogênio (15N) em ossos de neandertais de 29 mil anos na Croácia. As proporções relativas desses isótopos na parte proteica do osso humano, conhecida como colágeno, refletem diretamente a quantidade de proteína da dieta desses indivíduos. Assim, pela comparação isotópica das “assinaturas” nos ossos dos neandertais com a de outros animais vivendo no mesmo ambiente, o autor pôde determinar se a massa proteica obtida pelos neandertais era proveniente de vegetais ou animais.

(WONG, Kat. Caçadores Neandertais. Scientific American, abril, 2000, p. 33. )

O texto acima se refere a uma detalhada pesquisa sobre os hábitos dos antigos neandertais, que tinham como uma de suas principais características

  1. a alta aptidão para caça.
  2. a insipiência da técnica do fogo.
  3. a inadaptação a ambientes frios.
  4. a baixa habilidade para atividades predatórias.
  5. um maior distanciamento da espécie homo sapiens.

02. (ETEC) Ao longo da existência humana, povos que não fazem uso da escrita também têm deixado registros de sua trajetória. As pinturas rupestres, por exemplo, comunicam-nos com a Pré-História.

Observe essa pintura rupestre pré-histórica encontrada na Serra da Capivara (Piauí).

Analisando a pintura apresentada, é correto afirmar que ela retrata uma sociedade

  1. agrícola, com a utilização de carros de bois para o arado.
  2. caçadora, com a utilização de vários instrumentos para a caça.
  3. urbana, como se vê na representação de monumentos megalíticos.
  4. guerreira, pois a imagem retrata um conflito com o uso de armas de fogo.
  5. religiosa, pois cultuava os deuses da natureza em rituais com fogueiras.

03. (UECE) Em várias grutas pré-históricas, ricamente decoradas, foram encontradas pinturas retratando cenas de caça, ou animais como o cavalo e o bisão. Assim é a arte rupestre comumente feita sobre a pedra que pode também ser encontrada em incisões em ossos e madeira. As pinturas e as incisões rupestres surgiram no período

  1. Glacial.
  2. Paleolítico.
  3. Mesolítico.
  4. Neolítico.

04. (UNEMAT) No período pré-histórico, a agricultura foi uma notável ferramenta na relação de domínio do homem sobre a natureza, sendo, inclusive, responsável diretapela transformação do nomadismo para o sedentarismo.

O fragmento permite identificar que o acontecimento relatado ocorreu no período:

  1. Paleolítico, quando ocorreu a primeira revolução agrícola.
  2. Mesolítico, quando ocorreu a primeira revolução agrícola.
  3. Neolítico, também conhecido por revolução agrícola.
  4. Mesolítico, marcando o domínio do homem sobre a natureza.
  5. Neolítico, período em que os homens passaram a ser nômades.

05. (UECE) A forma mais importante de escrita do Oriente Médio antigo, usada em diferentes sistemas, considerada o primeiro sistema de escrita completa existente no mundo, surgiu

  1. no Egito e recebeu o nome de hieróglifo.
  2. na Ásia Oriental e recebeu o nome de hànzi.
  3. na Suméria e recebeu o nome de cuneiforme.
  4. no vale do Indo e recebeu o nome de sânscrito.

06. (UFRR) “Em sua longa história evolutiva, o ser humano adaptou-se a diferentes meios e assim garantiu e ampliou sua subsistência, desenvolveu o raciocínio e foi capaz de produzir recursos naturais para aperfeiçoar seu estilo de vida. A maior parte dessas conquistas ocorreu em um período denominado Pré-história”

(BRAICK, P. R; MOTA, M. B. História: das cavernas ao terceiro milênio Volume 1. São Paulo: Editora Moderna, 2010, p. 33).

Sobre esse período assinale a alternativa INCORRETA.

  1. no Paleolítico, os seres humanos não conheciam o fogo e não utilizavam qualquer instrumento de pedra.
  2. no Neolítico, foram desenvolvidos instrumentos de pedra mais duráveis e eficientes, além da domesticação de animais.
  3. no Paleolíticos, os humanos viviam em cavernas ou em abrigos sobre as rochas.
  4. no Neolíticos, os grupos humanos formaram aldeias e praticavam a agricultura.
  5. na Pré-história, alguns grupos humanos fizeram pinturas rupestres representando cenas de seu cotidiano.

07. (UECE) Analise as seguintes afirmações a respeito do homem de Neandertal — Homo sapiens neanderthalensis.

I. Representa uma forma humana que viveu há aproximadamente 100.000 anos e foi extinta há cerca de 35.000 anos.

II. Pertencia ao maior grupo de antropoides que, apesar de terem cérebros menos volumosos, eram caçadores e coletores.

III. Utilizava o fogo, construía cabanas e utensílios de pedra, e sabia fazer roupas a partir das peles de animais mortos.

IV. Pertencia à mesma espécie do homem de CroMagnon, e enquadrava-se perfeitamente na forma hominídea.

É correto o que se afirma apenas em

  1. I, II e IV.
  2. II, III e IV.
  3. III e IV.
  4. I e III.

08. (FUVEST) Há cerca de 2000 anos, os sítios superficiais e sem cerâmica dos caçadores antigos foram substituídos por conjuntos que evidenciam uma forte mudança na tecnologia e nos hábitos. Ao mesmo tempo que aparecem a cerâmica chamada itararé (no Paraná) ou taquara (no Rio Grande do Sul) e o consumo de vegetais cultivados, encontram-se novas estruturas de habitações. André Prous. O Brasil antes dos brasileiros.

A pré-história do nosso país. Rio de Janeiro: Zahar, 2007, p. 49. Adaptado.

O texto associa o desenvolvimento da agricultura com o da cerâmica entre os habitantes do atual território do Brasil, há 2000 anos. Isso se deve ao fato de que a agricultura

  1. favoreceu a ampliação das trocas comerciais com povos andinos, que dominavam as técnicas de produção de cerâmica e as transmitiram aos povos guarani.
  2. possibilitou que os povos que a praticavam se tornassem sedentários e pudessem armazenar alimentos, criando a necessidade de fabricação de recipientes para guardá-los.
  3. proliferou, sobretudo, entre os povos dos sambaquis, que conciliaram a produção de objetos de cerâmica com a utilização de conchas e ossos na elaboração de armas e ferramentas.
  4. difundiu-se, originalmente, na ilha de Fernando de Noronha, região de caça e coleta restritas, o que forçava as populações locais a desenvolver o cultivo de alimentos.
  5. era praticada, prioritariamente, por grupos que viviam nas áreas litorâneas e que estavam, portanto, mais sujeitos a influências culturais de povos residentes fora da América.

09. (UEA) O diagrama ilustra uma das teorias sobre a evolução e distribuição dos hominídeos nos últimos dois milhões de anos.

A análise da figura em conjunto com a teoria moderna da evolução permite afirmar que

  1. a espécie Homo erectus originou diretamente os demais hominídeos, a partir de mutações genéticas espontâneas e bem sucedidas, selecionadas naturalmente.
  2. a espécie Homo ergaster, por meio de uma evolução direcionada pela utilização frequente das mãos e do cérebro, originou todas a linhagens dos hominídeos.
  3. os hominídeos tiveram sua origem nos continentes africano e asiático, em função de uma adaptação mais bem sucedida ocorrida a cerca de dois milhões de anos.
  4. a espécie Homo sapiens originou-se de forma simultânea em todos os continentes, por um processo evolutivo denominado irradiação adaptativa.
  5. Homo neanderthalensis e Homo sapiens conviveram durante milhares de anos, porém os primeiros foram extintos, enquanto nossa espécie se adaptou a vários ambientes.

10. (UFU) Em livros didáticos, é muito comum observarem-se representações artísticas de eras geológicas, com caracterizações do ambiente de um dado período, para melhor compreensão da evolução da vida na Terra.

Observe, a seguir, as descrições de algumas dessas representações artísticas.

I Uma planície com gimnospermas, riachos com peixes e inúmeros dinossauros.

II Um terreno montanhoso com muitas angiospermas, aves no céu e mamíferos, como a preguiça e o tatu gigantes.

III Diversas montanhas rochosas, mares e lagos com abundância de invertebrados, e planícies sem vegetação terrestre.

Os períodos representados são, respectivamente,

  1. I – Terciário; II – Cambriano; III – Terciário.
  2. I – Terciário; II – Terciário; III – Jurássico.
  3. I – Jurássico; II – Terciário; III – Cambriano.
  4. I – Jurássico; II – Jurássico; III – Terciário.

11. (UEA) O longo passado da África Negra é pouco conhecido, como ocorre com todos os povos que desconheceram a escrita e cuja história chega até nós por meio da tradição oral, das pesquisas arqueológicas ou de testemunhos ocasionais. Um fato emerge, entretanto, deste passado confuso: o tráfico negreiro que, dirigido para o continente americano, ganhou proporções diabólicas a partir do século XVI. Há muitos documentos sobre o tráfico negreiro, tanto nos arquivos europeus quanto nos arquivos do Novo Mundo.

(Fernand Braudel. Gramática das civilizações, 1987. Adaptado.)

O historiador refere-se a dois períodos da história da África Negra, que, de acordo com as classificações tradicionais dos estudos históricos, podem ser divididos em

  1. feudal e capitalista.
  2. antiguidade e medievalismo.
  3. paleolítico e neolítico.
  4. pré-história e história.
  5. nômade e dinástico.

12. (PUC-SP) “O Brasil é uma criação recente. Antes da chegada dos europeus (...) essas terras imensas que formam nosso país tiveram sua própria história, construída ao longo de muitos séculos, de muitos milhares de anos. Uma história que a Arqueologia começou a desvendar apenas nos últimos anos.”

Norberto Luiz Guarinello. Os primeiros habitantes do Brasil.

A arqueologia pré-histórica no Brasil. São Paulo: Atual, 2009(15.ª edição), p. 6

O texto acima afirma que

  1. o Brasil existe há milênios, embora só tenham surgido civilizações evoluídas em seu território após a chegada dos europeus.
  2. a história do que hoje chamamos Brasil começou muito antes da chegada dos europeus e conta com a contribuição de muitos povos que aqui viveram.
  3. as terras que pertencem atualmente ao Brasil são excessivamente grandes, o que torna impossível estudar sua história ao longo dos tempos.
  4. a Arqueologia se dedicou, nos últimos anos, a pesquisar o passado colonial brasileiro e seu vínculo com a Europa.
  5. os povos indígenas que ocupavam o Brasil antes da chegada dos europeus, foram dizimados pelos conquistadores portugueses.

13. (UFSM) No período Neolítico, os caçadores e coletores já haviam adquirido razoável experiência cultural a fim de identificar animais para a caça e plantas para usos diversos. Nesse tempo, por volta de 10.000 a. C., além de caçar e coletar frutos e sementes, nossos antepassados passaram a ter condição de interferir ainda mais na natureza, domesticando animais e cultivando plantas. Pelos registros existentes, isso teria acontecido primeiramente nas regiões atualmente chamadas de China, América Central, Peru e Oriente Próximo.

Essa transformação nas formas de vida no planeta é chamada de revolução

  1. ecológica, por ser o primeiro momento de contato entre os seres humanos e a natureza.
  2. urbana, por haver permitido a fixação e a sedentarização dos humanos.
  3. suméria, por ter sido realizada pelos sumérios antes de qualquer outro povo.
  4. agrícola, por ter permitido maior domínio sobre a natureza e surgimento das aldeias.
  5. iluminista, por ter se difundido rapidamente em todo o mundo como uma luz.

14. (UECE) Considera-se a Pré-História o período de maior duração na História. Corresponde ao surgimento do ser humano no planeta Terra e se estende até a criação da escrita, aproximadamente 4000 a.C. A longa duração dessa fase fez com que se convencionasse dividila em períodos distintos: o Paleolítico, o Mesolítico, o Neolítico e a Idade dos Metais. Sobre o Período Neolítico, é correto afirmar-se que é

  1. conhecido como Idade da Pedra Polida e marcado pelo desenvolvimento da agricultura e pela domesticação de animais.
  2. conhecido como Idade da Pedra Lascada e caracterizado pela larga produção de artefatos em madeira, osso ou pedra lascada.
  3. caracterizado pelo avanço de uma indústria lítica e pelo gradual desaparecimento de artefatos feitos com ossos.
  4. considerado a fase de transição da Pré- História para a História, pois nesse período desenvolveu-se a técnica da fundição.

15. (UPE) O período mais longo considerado a mais antiga Era da Pré-história é chamado de Paleolítico. Ele iniciou-se há pelo menos 2,5 milhões de anos, como atestam os instrumentos simples de pedra encontrados no sítio de Hadar, Etiópia, e se estendeu até 10 000 anos aproximadamente. O modo de produção de sua população hominídea pode ser descrito como o de carniceiros, caçadores, coletores e pescadores.

(GUGLIELMO, Antonio Roberto. A Pré-História: Uma abordagem ecológica. São Paulo: Brasiliense, 1999. p. 35. Adaptado)

Sobre o período descrito no texto, assinale a alternativa CORRETA.

  1. Não havia a domesticação de plantas ou animais, com exceção dos cães e, talvez, cavalos, que surgiram só mais para o fim do período.
  2. Os grupos humanos se organizavam socialmente em tribos, dado o recente processo de sedentarização.
  3. A economia não se limitava às atividades predatórias, considerando uma larga experiência com a agricultura.
  4. O Homo sapiens sapiens não pertence a esse período, tendo surgido só no Neolítico.
  5. Os instrumentos de pedra confeccionados pelos hominídeos desse período já passavam por um processo manual de polimento.


.