Home > Banco de Questões > História > Idade Antiga >Hebreus

Hebreus

Lista de 15 exercícios de História com gabarito sobre o tema Hebreus com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Hebreus.




1. (UFPE) Entre os povos do oriente médio, os hebreus foram os que mais influenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez que o cristianismo é considerado como uma continuação das tradições religiosas hebraicas.

partir do texto anterior, assinale a alternativa incorreta:

  1. Originários da Arábia, os hebreus constituíram dois reinos: o de Judá e o de Israel na Palestina.
  2. As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Essa unidade se firmou primeiro em torno de juízes e, depois, em volta dos reis.
  3. Os profetas surgiram na Palestina por volta dos séculos VIII e VII a.C., quando ocorreu uma onda de protestos dos trabalhadores contra os comerciantes.
  4. A religião hebraica passou por diversas fases, evoluindo do politeísmo ao monoteísmo difundido pelos profetas.
  5. Os hebreus organizaram-se social e economicamente com base na propriedade da terra, o que deu início à Diáspora.

2. (UFMS) Sobre a Bíblia e a história dos hebreus, é correto afirmar que:

  1. a Bíblia é, ao mesmo tempo, o livro cujas traduções estão mais espalhadas pelo mundo e, segundo alguns historiadores, um dos menos lidos de todos os best-sellers. Além de ser um livro sagrado, ela também é uma importante fonte de pesquisa para o conhecimento da história dos hebreus.
  2. o povo hebreu, do qual a Bíblia é originária, desde seus primórdios manifestou total desprezo pelas suas tradições escritas. Isso significa que, para eles, a tradição oral teve mais importância na transmissão de conhecimentos e costumes, enfim, para a manutenção de sua identidade.
  3. a Bíblia, composta pelo Antigo e pelo Novo Testamento, é considerada integralmente um livro sagrado para cristãos, judeus e mulçumanos.
  4. na Bíblia, a história dos hebreus começa em Gênesis, quando Moisés, um dos patriarcas, recebeu a ordem de deixar a sua terra natal para ir rumo à terra que Deus lhe mostrou para nela se estabelecer.
  5. embora a Bíblia seja considerada um livro sagrado, ela não deve ser vista como um documento que possa ser estudado por historiadores, pois religião e ciência são diferentes esferas do conhecimento.

3. (SANTA CASA) período do Cativeiro da Babilônia (586 - 539 a. C.) foi importante na evolução da religião hebraica, pois, graças ao contato com os neobabilônios, os judeus:

  1. passaram a conceber Jeová como identificado com seus problemas sociais;
  2. ficaram imbuídos de concepções animistas, adorando as forças da Natureza;
  3. adoraram a idéia do fatalismo e do caráter transcendental de Deus;
  4. abandonaram práticas ligadas à magia, como por exemplo, a necromancia;
  5. conceberam Jeová em termos antropomórficos, inclusive com qualidades próprias dos homens.

4. (UFC) Os hebreus desenvolveram sua civilização no primeiro milênio antes de Cristo. A respeito dela podemos afirmar, corretamente que:

  1. a importância da história da civilização hebraica se expressa, especialmente, através da formação de um Estado centralizado.
  2. a civilização hebraica apresenta traços específicos que decorrem do seu distanciamento frente às demais culturas do Oriente Próximo.
  3. a importância do estudo dos hebreus se justifica pelo monoteísmo ético que surge e se desenvolve entre eles, constituindo-se um ponto de partida para o cristianismo e o islamismo.
  4. os antigos hebreus têm como livro sagrado o Novo Testamento, que compreende vários outros livros, dentre os quais está o Gênesis, que trata da Criação.
  5. a antecedência da civilização hebraica à sumeriana explica a presença de mitos semelhantes nas duas culturas.

05. (UTFPR) Os hebreus se constituíram inicialmente em um pequeno grupo de pastores nômades, organizados em clãs, chefiados por um patriarca. Conduzidos por Abraão, deixaram a cidade de Ur, na Mesopotâmia, e se fixaram na Palestina ("Canaã", a Terra Prometida), por volta de 2000 a.C. Todavia, entre os povos da Antiguidade Oriental, os hebreus foram um dos que mais influenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez que o cristianismo é considerado uma continuação das tradições religiosas hebraicas.

Sobre esse povo, assinale a alternativa INCORRETA.

  1. As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Esta unidade se firmou primeiro em torno de juízes e, depois, em volta dos reis.
  2. A religião foi uma das bases da cultura hebraica e sua principal característica sempre foi a crença em vários deuses, entre os quais o principal era Jeová que, segundo a tradição, morava no monte Sinai junto a outros deuses e semi-deuses.
  3. Durante o domínio romano na Palestina, o nacionalismo dos hebreus foi sufocado pelos imperadores romanos e o auge da repressão aconteceu com a destruição do templo de Jerusalém, quando os hebreus, então, dispersaram-se por várias regiões do mundo. Esse episódio ficou conhecido como Diáspora.
  4. A Palestina era uma pequena faixa de terra que se estendia pelo vale do rio Jordão. Limitava-se ao norte com a Fenícia, ao sul, com as terras de Judá, a leste, com o deserto da Arábia e, a oeste, com o mar Mediterrâneo.
  5. Os hebreus eram um povo de origem semita, assim como os árabes.

06. (UFPI) Entre as principais características da Civilização Hebraica, merecem destaque especial:

  1. A religião politeísta em que as figuras mitológicas de Abraão, Isaac e Jacó formavam uma tríade divina.
  2. A criação de uma federação de cidades autônomas e independentes (cidades estado) controladas por uma elite mercantil.
  3. A criação de um alfabeto (aramaico) que seria incorporado e aperfeiçoado pelos egípcios, tornando-se conhecido como escrita hieroglífica.
  4. As práticas religiosas caracterizadas pela crença na existência de um único Deus (monoteísmo) e no messianismo, pois acreditavam na vinda de um messias libertador do povo hebreu.
  5. As inovações tecnológicas desenvolvidas na agricultura, possibilitando grande crescimento da produtividade agrícola na região palestina.

07. (UFRN) Entre os hebreus da Antiguidade, os profetas eram considerados mensageiros de Deus, lembrando ao povo as demandas da justiça e da Lei dadas por Javé. Isaías, um dos profetas dessa época, em nome de Javé proclamou:

Ai dos que decretam leis injustas; dos que escrevem leis de opressão, para negarem justiça aos pobres, para arrebatarem o direito aos aflitos do meu povo, a fim de despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! (Isaías 10:1-2)

Ai dos que ajuntam casa a casa, reúnem campo a campo, até que não haja mais lugar, e ficam como únicos moradores no meio da terra! (Isaías 5:8)

Esses pronunciamentos do profeta Isaías estão ligados a uma época da história hebraica em que ocorreu:

  1. a saída dos hebreus do Egito, sob o comando de Moisés, e o estabelecimento em Canaã, conquistando as terras dos povos que ali habitavam.
  2. a imigração para o Egito, quando os hebreus receberam terras férteis no delta do rio Nilo, por influência de José, que exercia ali o cargo de governador.
  3. a formação de uma aristocracia, que enriquecera com o comércio e com a apropriação das terras dos camponeses endividados.
  4. a conquista de Jerusalém por Nabucodonosor, quando os judeus foram despojados de suas terras e deportados para a Babilônia.
  5. o domínio persa, como Ciro, o Grande, que massacrou milhares de camponeses hebreus.

08. (UFRR) Historicamente, situa-se o surgimento do Estado e da escrita entre as primeiras civilizações surgidas no oriente. Apesar de possuírem culturas muito distintas e terem contribuído com diferentes legados, podemos afirmar que um traço comum entre a religião de Egípcios, Mesopotâmios, Hebreus e Persas era:

  1. o culto de diversos deuses com representações antropozoomórficas (meio homem, meio animal);
  2. o exercício de enorme influência sobre a organização política e dos Estados, caracterizados como teocracias;
  3. a construção de prédios grandiosos em forma de pirâmide, que serviam ao mesmo tempo como templos para o culto dos fiéis e tumbas para os reis.
  4. a crença em um único deus, conceituada como monoteísmo;
  5. a mumificação para garantia de vida após a morte;

09. (UFMS) Ao contrário dos gregos, os hebreus não especularam sobre as origens das coisas e o funcionamento da natureza; sabiam que Deus era o criador de tudo. Para os hebreus a existência de Deus fundamentava–se na convicção religiosa e não na investigação científica; na revelação e não na razão. Foram os gregos e não os hebreus que criaram o pensamento racional […] Os hebreus também não especularam sobre a natureza de Deus. Sabiam apenas que Ele era bom e que fazia exigências éticas ao seu povo. Diferentemente dos deuses do Oriente. Javé não era atraído pela luxúria ou impelido para o mal, mas era “clemente e misericordioso” […] Em contraste com os deuses pagãos, que eram indiferentes aos seres humanos, Javé estava atento às necessidades do homem. Ao afirmar que Deus era uno, soberano, transcendente e bom, os hebreus realizaram uma revolução religiosa que os separou para sempre da visão de mundo dos outros povos do Oriente Próximo.

(PERRY, Marvin – Civilização Ocidental. Uma História Concisa. SP: Martins Fontes, 1999, p. 97).

Com base no texto acima e nos seus conhecimentos sobre o assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

  1. Hebreus e Gregos distinguiam-se no aspecto religioso unicamente no que dizia respeito ao fato de serem os gregos politeístas e os hebreus não.
  2. O monoteísmo tornou-se força central na vida dos hebreus e representou uma cisão com o pensamento mítico do Oriente Próximo.
  3. Diferentemente das demais Civilizações Orientais antigas, os hebreus cultuavam um único Deus, que para eles estava preocupado com os homens, considerados suas criaturas.
  4. A religião dos hebreus foi organizada com base na razão e no conhecimento científico.
  5. Ao contrário das religiões das demais Civilizações Orientais antigas, os hebreus organizaram uma religião baseada na crença da existência de uma hierarquia entre os deuses, sendo Javé o mais poderoso.

10. (UNCISAL) O texto abaixo se refere a uma das civilizações antigas, a hebraica. Sobre ela, é correto afirmar:

A partir de sua prática religiosa caracterizada pela crença em um único deus, formou-se o judaísmo, religião em torno do qual construíram sua história.

(Adaptado de: Pedro Santiago. Por dentro da História)

  1. os hebreus foram os responsáveis pelo fortalecimento do monoteísmo.
  2. a Bíblia hebraica narra a história de todas as civilizações antigas.
  3. a história do povo hebreu pode ser encontrada tanto no Alcorão, quanto na Bíblia e na Torá.
  4. assim como os hebreus, os fenícios também foram povos monoteístas e em conjunto impulsionaram o comércio daqueles tempos.
  5. hebreus e persas eram povos vizinhos e não conseguiram constituir vastos domínios ou impérios. Sobressaíram-se apenas em questões religiosas.

11. (FURG–RS) O povo hebreu, que se desenvolveu às margens do rio Jordão, vivenciou no seu processo histórico as seguintes experiências:

I – religião politeísta, a descentralização política, o retorno do Egito (êxodo) no século IX a.C.;

II – religião politeísta com a predominância do deus Javé, a descentralização política, o êxodo da Palestina;

III – religião monoteísta, cujo deus era Zoroastro, a centralização política no reinado de Salomão, o cativeiro da Babilônia;

IV – religião monoteísta, o cisma que dividiu as tribos em Israel e Judá, a centralização política, a conquista e destruição empreendida pelos assírios.

Quais afirmativas estão corretas?

  1. Apenas IV.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas I.
  5. Apenas II e IV.

12. (UFRN) Entre os hebreus da Antigüidade, os profetas eram considerados mensageiros de Deus, lembrando ao povo as demandas da justiça e da Lei dadas por Javé. Isaías, um dos profetas dessa época, em nome de Javé proclamou:

Ai dos que decretam leis injustas; dos que escrevem leis de opressão, para negarem justiça aos pobres, para arrebatarem o direito aos aflitos do meu povo, a fim de despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! (Isaías 10:1-2) Ai dos que ajuntam casa a casa, reúnem campo a campo, até que não haja mais lugar, e ficam como únicos moradores no meio da terra! (Isaías 5:8)

Esses pronunciamentos do profeta Isaías estão ligados a uma época da história hebraica em que ocorre:

  1. a saída dos hebreus do Egito, sob o comando de Moisés, e o estabelecimento em Canaã, conquistando as terras dos povos que ali habitavam.
  2. a imigração para o Egito, quando os hebreus receberam terras férteis no delta do rio Nilo, por influência de José, que exercia ali o cargo de governador.
  3. a conquista de Jerusalém por Nabucodonosor, quando os judeus foram despojados de suas terras e deportados para a Babilônia.
  4. a formação de uma aristocracia, que enriquecera com o comércio e com a apropriação das terras dos camponeses endividados.

13. (IFG) Algumas “reformas religiosas”, como as do rei Ezequias e do rei Josias, buscaram afirmar substancialmente a ideia de um “deus nacional”. Ao rei Ezequias, em torno do ano 700 a. C., foi atribuída uma reforma religiosa, na qual foi suprimido o culto a Neustã, uma divindade mágico-terapêutica cultuada no santuário central, simbolizada na forma de uma serpente de bronze. Em sequência a essa iniciativa, e no contexto de graves convulsões e crises sociais acirradas pelo cerco do exército assírio às cidades mais importantes do Reino de Judá, foi realizada a sistematização de um conjunto de leis, usualmente reconhecido como “código da aliança” (Êxodo, 20,22-23, 19). Este código, que deve ser datado para o final do século VIII ou início do século VII a. C, estrutura diversas leis, em forma concêntrica, em torno de um eixo teológico que é a negação do culto a outros deuses e a afirmação da exigência somente de Yahveh.

REIMER, Haroldo. Monoteísmo e Identidade. Disponível em: . Acesso em: 24 mai. 2012.

O texto apresenta considerações em relação à formação do monoteísmo entre os hebreus. A partir da leitura do texto, é correto afirmar que o mesmo:

  1. Realiza uma leitura religiosa e não política de parte da história do povo hebreu.
  2. Enfatiza a ideia da existência de um povo sagrado, presente no cristianismo.
  3. Estabelece relações entre a religiosidade e a história do povo hebreu.
  4. Nega a existência do deus Yahveh.
  5. Oferece uma leitura fundamentalista do chamado Antigo Testamento.

14. (UPE) Entre os povos que se destacaram na Antigüidade Oriental, os hebreus são considerados os únicos que sobreviveram ao desmoronamento de milenares impérios da história da humanidade.

Sobre a sociedade hebraica na época antiga, é incorreto afirmar que:

  1. Havia escravidão, porém o escravo poderia alcançar sua liberdade, caso o patrão, castigando-o, inutilizasse seu olho ou the arrancasse um dente.
  2. Durante o govemo de Salomão, o reino conheceu seu apogeu, transformando-se numa das grandes monarquias orientais, empreendendo, inclusive, a construção do Templo de Jerusalém.
  3. É no Antigo Testamento que se encontra sua história, especialmente a fase da escravidão no Egito, narrada pelos livros dos Números e do Deuteronômio.
  4. Houve a presença de mulheres como dirigentes militares na época dos Juízes, cuja autoridade era fundamentada na ideologia religiosa.
  5. Durante muitos séculos, utilizou a lingua hebraica, mas a substituiu pelo aramaico, lingua semita do ramo ocidental, tomada oficialmente na época do dominio persa.

15. (UEL-PR) A Páscoa, na cultura do povo hebreu, está relacionada com

  1. a conquista de Canaã, a Terra Prometida, após o cativeiro dos hebreus na Babilônia.
  2. a unificação do reino de Israel, após o conturbado período gerado pelo Cisma das 12 tribos hebraicas.
  3. o êxodo, inicialmente liderado por Moisés, após a permanência de mais de 400 anos dos hebreus no Egito.
  4. a sucessão de Davi, como rei dos hebreus, após a conquista de Jerusalém aos cananeus.
  5. a resistência oposta pelos judeus, após a anexação da Judéia por Roma.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp