Home > Banco de Questões > História > Idade Contempôranea

Movimento Hippie Contracultura

Lista de 06 exercícios de História com gabarito sobre o tema Movimento Hippie Contracultura com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: História Geral.





01. (Enem 2009) O ano de 1968 ficou conhecido pela efervescência social, tal como se pode comprovar pelo seguinte trecho, retirado de texto sobre propostas preliminares para uma revolução cultural: “É preciso discutir em todos os lugares e com todos. O dever de ser responsável e pensar politicamente diz respeito a todos, não é privilégio de uma minoria de iniciados. Não devemos nos surpreender com o caos das ideias, pois essa é a condição para a emergência de novas ideias. Os pais do regime devem compreender que autonomia não é uma palavra vã; ela supõe a partilha do poder, ou seja, a mudança de sua natureza. Que ninguém tente rotular o movimento atual; ele não tem etiquetas e não precisa delas”.

Journal de la comune étudiante. Textes et documents. Paris: Seuil, 1969 (adaptado)

Os movimentos sociais, que marcaram o ano de 1968,

  1. foram manifestações desprovidas de conotação política, que tinham o objetivo de questionar a rigidez dos padrões de comportamento social fundados em valores tradicionais da moral religiosa.
  2. restringiram-se às sociedades de países desenvolvidos, onde a industrialização avançada, a penetração dos meios de comunicação de massa e a alienação cultural que deles resultava eram mais evidentes.
  3. resultaram no fortalecimento do conservadorismo político, social e religioso que prevaleceu nos países ocidentais durante as décadas de 70 e 80.
  4. tiveram baixa repercussão no plano político, apesar de seus fortes desdobramentos nos planos social e cultural, expressos na mudança de costumes e na contracultura.
  5. inspiraram futuras mobilizações, como o pacifismo, o ambientalismo, a promoção da equidade de gêneros e a defesa dos direitos das minorias.

02. (Unespar) Na década de 1960, os jovens nos EUA e na Europa Ocidental se envolveram em mobilizações e em um conjunto de contestações que ficou conhecido como contracultura. No que se refere à contracultura é INCORRETO afirmar que:

  1. Nos Estados Unidos estudantes e intelectuais passaram a incorporar reivindicações de grupos considerados marginalizados, como os negros, os homossexuais e as mulheres, na busca por seus direitos;
  2. O engajamento de grande quantidade de jovens no movimento hippie, que recusavam a sociedade industrial, massificante e de consumo, e defendiam uma sociedade igualitária, pacífica e naturalista;
  3. Na música, destacava-se Elvis Presley como símbolo de atitude desafiadora dos costumes e, no cinema, ganhava destaque James Dean interpretando personagens insatisfeitos com o modelo de sociedade. Presley e Dean juntos expressavam não só um novo estilo de vida, mas o conflito de gerações que ganhava expressão política e cultural;
  4. Um dos maiores atos simbólicos da década de 1960 foi aproximação entre diversas Igrejas em favor da paz e do fim dos conflitos religiosos que assolavam a Europa e oprimiam os jovens estudantes e trabalhadores. O ato marcou o aparecimento de importantes lideranças dessa geração, como Martin Luther King;
  5. Na Europa, um movimento de rebeldia que teve destaque foi o de Maio de 1968, na França, marcado inicialmente por paralisações estudantis que ocuparam as Universidades em protestos contra o governo.

03. (Mackenzie)

O festival é a base de um processo sociocultural que se desenrola por anos nessa sociedade de maneira conflituosa e se materializa ou tem seu desfecho metaforicamente na presença de um público ávido por mudanças estruturais

“O festival é a base de um processo sociocultural que se desenrola por anos nessa sociedade de maneira conflituosa e se materializa ou tem seu desfecho metaforicamente na presença de um público ávido por mudanças estruturais(...) O rock’n roll adquire um grau de legitimidade que acaba por catalisar os ideais da contracultura, por meio de uma mensagem musical engajada e contestatória”.

Emiliano Rivello

A foto da performance de Jimi Hendrick, diante do público jovem presente no Festival de Woodstock, em agosto de 1969, se tornou em ícone, para retratar a cultura da época. Sobre o contexto histórico e político dos Estados Unidos que deflagrou esse movimento de contracultura é pertinente afirmar que

  1. Por meio do som e das letras do rock, dos trajes coloridos e andróginos dos hippies, os jovens contestavam os valores tradicionais da sociedade e política norte americana, passando a adotar uma postura favorável às ideias socialistas.
  2. O foco desse festival era celebrar e reafirmar a cultura hippie, celebrar a paz e o amor, por meio da música, e protestar contra a convocação de jovens para lutar na Guerra da Coreia.
  3. Nesse momento, a sociedade norte-americana se defrontava com a luta contra a segregação social e racial. Nos palcos de Woodstock os líderes do Movimento Black Power tiveram a chance de discursarem publicamente contra o racismo.
  4. Líderes do movimento feminista norte-americano subiram ao palco, durante a apresentação da cantora Janis Joplin, para protestar contra os valores tradicionais da sociedade e o preconceito, ainda existente, contra a mulher.
  5. O festival aconteceu no auge da ambiência da Guerra Fria, em plena Guerra do Vietnã, sendo esse conflito um dos principais alvos de contestação do movimento de contracultura, em que o rock”n roll, assumiu a forma de protesto.

04. (UFV) Em 1969, centenas de milhares de pessoas se reuniram em uma fazenda no interior do Estado de Nova York (EUA), no Festival de Woodstock, entre as quais Jimmy Hendrix, Joan Baez, Ravi Shankar e The Who.

Este festival foi considerado um marco do movimento conhecido como contracultura. Sobre este movimento, é CORRETO afirmar que:

  1. condena o cultivo de produtos transgênicos.
  2. questiona valores centrais instituídos na cultura ocidental.
  3. defende o rock da influência exercida pela música erudita.
  4. valoriza as manifestações da cultura nacional.
  5. apóia a intervenção armada nos países do Terceiro Mundo.

05. (UEMA) Contracultura é caracterizada como um movimento de ideário libertário, profundamente crítico ao sistema capitalista (consumismo), aos meios de comunicação de massa (sobretudo a televisão) e aos valores morais e estéticos impostos pela cultura dominante. Pautado sob os pilares da valorização da natureza, da vida comunitária, da luta pela paz (contrário às guerras e todos os tipos de repressão), do respeito às minorias, do anticonsumismo e das práticas religiosas orientais (especialmente o budismo), tendo, portanto, teor social, artístico, filosófico e cultural com pretensão de mudar o comportamento e os valores vigentes.

Disponível em: www. revistacontemporaneos.com.br

Os movimentos que representam a contracultura são

  1. Punk e Vem Pra Rua.
  2. Hippie e Tropicalismo.
  3. Ku klux klan e Anarquista.
  4. Beatniks e Movimento Brasil Livre.
  5. Black Bloc e Marcha da Família com Deus pela Liberdade.

06. (Unioeste) Na década de 1960, surgiu nos Estados Unidos e Europa um movimento conhecido como contracultura. A respeito deste movimento, assinale a alternativa correta.

  1. A Contracultura representou a reação da juventude de classe média contra o estilo de vida baseado no consumismo e no individualismo.
  2. No Estados Unidos a contracultura reforçou o estilo de vida americano (america way of life) para resistir às influências do socialismo cubano.
  3. Manifestamente imperialista o movimento de contracultura apoiou a participação dos Estados Unidos na guerra contra o Vietnã.
  4. A contracultura ficou restrita aos Estados Unidos por se tratar de um movimento de caráter nacionalista.
  5. Uma das principais características do movimento de contracultura foi a defesa da padronização de comportamentos e da massificação da cultura.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp



.