Home > Banco de Questões > História > Idade Moderna

Absolutismo Inglês

Lista de 07 exercícios de História com gabarito sobre o tema Absolutismo Inglês com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: História Geral.





01. (PUC-RS) Responda à questão com base nas afirmativas sobre a formação do Estado Moderno na Inglaterra.

I. O fracasso da Reforma Protestante no século XVI atrasou o processo de centralização político-administrativa na Inglaterra, poia a Igreja preservou seu poder econômico no país ao longo do período, apoiando o poder privado da alta natureza.

II. A burguesia e os chamados cavaleiros apoiavam a política centralizadora dos Tudor no século XVI, pois eram grupos sociais particularmente favorecidos pela estabilidade política.

III. O período elizabethano, que se iniciou em 1558, marcou a consolidação do absolutismo monárquico na Inglaterra, com a supressão legal do Parlamento e a imposição da teoria sobre a origem divina do poder real.

Pela análise das afirmativas, conclui-se que:

  1. apenas a I está correta.
  2. apenas a II está correta.
  3. apenas a I e a III estão corretas.
  4. Apenas a II e a III estão corretas.
  5. A I, a II e a III estão corretas.

02. (UECE) A Revolução de 1688, na Inglaterra, representou:

  1. a diminuição do poder exercido pelo Parlamento.
  2. a extinção do poder aristocrático com a adoção do voto popular.
  3. o restabelecimento do poder dos reis católicos, durante várias décadas.
  4. a derrota do absolutismo, tornando o Parlamento soberano político da nação.
  5. a consolidação do poder soberano, que podia suspender a execução das leis, em caso de guerra.

03. (Unifesp) Nos reinados de Henrique VIII e de Elisabeth I, ao longo do século XVI, o Parlamento inglês "aprovava 'pilhas de estatutos', que controlavam muitos aspectos da vida econômica, da defesa nacional, níveis estáveis de salários e preços, padrões de qualidade dos produtos industriais, apoio aos indigentes e punição aos preguiçosos, e outros desejáveis objetivos sociais".

(Lawrence Stone, 1972.)

Essas "pilhas de estatutos", ou leis, revelam a

  1. inferioridade da monarquia inglesa sobre as europeias no que diz respeito à intervenção do Estado na economia.
  2. continuidade existente entre as concepções medievais e as modernas com relação às políticas sociais.
  3. prova de que o Parlamento inglês, já nessa época, havia conquistado sua condição de um poder independente.
  4. especificidade da monarquia inglesa, a única a se preocupar com o bem-estar e o aumento da população.
  5. característica comum às monarquias absolutistas e à qual os historiadores deram o nome de mercantilismo.

04. (MACK) O período em que Oliver Cromwell dirigiu a Inglaterra, decretando, entre outros, o Ato de Navegação que consolidou a marinha inglesa em detrimento de holandesa, ficou conhecido como:

  1. Monarquia Absolutista
  2. Monarquia Constitucional
  3. República Puritana
  4. Restauração Stuart
  5. Revolução Gloriosa

05. (VUNESP) O “Ato de Navegação” de 1651 teve importância e conseqüências consideráveis na história da Inglaterra porque:

  1. favoreceu a Holanda, que obtinha grandes lucros com o comércio inglês;
  2. Oliver Cromwell dissolveu o Parlamento e se tornou ditador;
  3. contribuiu para aumentar o poder e favorecer a supremacia marítima inglesa no mundo;
  4. considerava o trabalho como verdadeira fonte de riqueza nacional;
  5. abolia todas as práticas protecionistas.

06. (UPE) A morte de Carlos I, rei da Inglaterra, em 1649, conforme demonstra a imagem ao lado, teve como principal(ais) significado(s) sociopolítico(s) a(o)

  1. crise e o declínio do absolutismo.
  2. implementação da República inglesa.
  3. restabelecimento das relações feudais.
  4. irrupção de movimentos liberais pró-presidencialismo.
  5. estabelecimento da guerra civil e o fim do Reino Unido.

07. (PUC-RS) O Parlamento Inglês, ao promulgar o chamado Ato de Supremacia (Act of Supremacy), em 1534, subordinou as leis da Igreja à soberania jurídica das leis civis, concedendo ao Rei Henrique VIII o poder de “único chefe supremo da Igreja”. O resultado do Ato de Supremacia foi/foram:

  1. a difusão do protestantismo calvinista, principalmente pela Escócia.
  2. o início do expansionismo inglês, constituindo as bases do seu império colonial.
  3. a centralização de poder, que esteve na base da reforma anglicana.
  4. a implantação do catolicismo, que gerou repressão tanto dos reformistas quanto do parlamento inglês.
  5. os conflitos entre o Rei e o Parlamento, pois o primeiro buscava restaurar antigos direitos feudais retirados da Magna Carta de 1215.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp