Home > Banco de Questões > História > Simulados

Idade Contemporânea V

Lista de 15 exercícios de História com gabarito sobre o tema Idade Contemporânea com questões de Vestibulares.



01. (UFAM PSC) Sete meses após o término da Primeira Guerra Mundial, em 19 de junho de 1919, foi celebrado o Tratado de Versalhes. Com esse tratado, as potências vencedoras do grande conflito (Estados Unidos, Império Britânico, França, Itália) consideraram a Alemanha culpada pela guerra, impondo-lhe vários mecanismos de reparações econômicas pelos danos causados, bem como limitando-lhe a ação política e sua estrutura militar. Com a ratificação das cláusulas do Tratado de Versalhes por seus representantes, a Alemanha assegurava que iria cumpri-lo.

Quanto às determinações do Tratado de Versalhes a serem cumpridas pela Alemanha, assinale a alternativa que NÃO se encontrava em suas cláusulas:

  1. Devolução da região da Alsácia-Lorena à França.
  2. Proibição de restaurar a Monarquia, sob a dinastia de Hohenzollern.
  3. Proibição ao Exército alemão de ultrapassar o efetivo de 100 mil soldados.
  4. Proibição às forças militares alemãs de possuírem artilharia pesada e aviação de guerra.
  5. A Polônia teria acesso ao mar por uma faixa de terra dentro do território alemão, cujo término era o porto livre de Dantzig.

02. (UEFS) O “coração” econômico da época, Veneza, tem cada vez mais dificuldades em assegurar a competitividade de seus produtos. Em 1504, os navios venezianos já quase não encontram pimenta em Alexandria. As especiarias desta proveniência se revelam muito mais caras do que as que são encaminhadas da Índia portuguesa: a pimenta embarcada pelos portugueses em Calicute é quarenta vezes menos onerosa do que a que transita por Alexandria.

(Jacques Attali. 1492, 1991. Adaptado.)

O historiador descreve um processo de mudança comercial que é resultado da

  1. vinculação marítima direta do mercado europeu com as regiões fornecedoras de produtos orientais.
  2. sofisticação dos hábitos de consumo das sociedades europeias com o crescimento das cidades.
  3. exploração pela burguesia europeia dos novos produtos comestíveis encontrados na América.
  4. divisão de territórios na Ásia e na África pelos Estados europeus emergentes banhados pelo oceano Atlântico.
  5. falta de integração e de comunicação dos centros econô- micos no interior do continente europa

03. (UFAM PSC) Em 1937, o Partido Nacionalista (Kuomintang) e o Partido Comunista Chinês (PCC) se aliaram para deter o avanço imperialista japonês na China. Mas, com a rendição do Japão aos Aliados, em 1945, reiniciou-se a guerra civil chinesa. Chiang Kai-shek (do Kuomintang), mesmo com a ajuda dos norteamericanos, não conseguiu deter as ofensivas de Mao Tsé-tung (do PCC), que veio a proclamar a República Popular da China, em 1949.

Assinale a alternativa CORRETA:

  1. Com Mao Tsé-tung no poder, Chiang Kai-shek refugiou-se com seus seguidores nacionalistas na ilha de Formosa.
  2. Chiang Kai-shek foi executado e seus seguidores se refugiaram em Taiwan, onde criaram a China Nacionalista.
  3. Com o PCC no poder, Chiang Kai-shek e seus seguidores nacionalistas foram exilados na Manchúria, norte da China.
  4. Mao Tsé-tung lançou imediatamente a Grande Revolução Cultural Proletária para “apagar” os feitos da Dinastia Manchu, no poder desde o século XVII.
  5. Com a morte de Mao Tsé-tung, Deng Xiaoping, membro do Kuomintang, assumiu o poder chinês em 1978.

04. (UCPEL) Um dos principais fundamentos da organização jurídica e da relação entre Estado e sociedade nos países ocidentais é a noção de contratualismo. Segundo essa concepção, o Estado se legitima através da representação do coletivo dos integrantes de uma determinada sociedade.

Sobre as diferentes funções e limitações do Estado pode-se afirmar de forma correta que:

  1. a noção de contratualismo foi uma inovação construída no século XVIII pelos iluministas, desafiando a teoria do poder divino dos reis que serviu de base para pensadores absolutistas como Thomas Hobbes.
  2. o movimento anarquista, marcante no século XIX, criticava o contratualismo por entender o Estado não como fruto da representação social, mas como instrumento de opressão e de legitimação da desigualdade social, o que o levou a criticar também o marxismo e a ditadura do proletariado.
  3. Jean Jacques-Rousseau, notório pensador iluminista, baseou a importância do contratualismo e da relação do Estado com a sociedade na maldade natural do ser humano, teoria advinda do seu cristianismo e do pecado original influindo sobre os atos humanos.
  4. os iluministas, ao defenderem as limitações à atuação do Estado no século XVIII, acabaram por influenciar diversos documentos como a Bill of Rights inglesa e a Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão na França.
  5. a noção do Estado a serviço dos indivíduos foi reforçada no período entre-guerras (1918-1939), quando os regimes totalitários se estruturaram a partir das demandas dos vários setores das sociedades nos quais estavam inseridos.

05. (UFAM PSC) Entre 1948 e 1973, o Estado de Israel enfrentou Estados árabes em quatro conflitos bélicos, que ficaram conhecidos como Guerras Árabe-Israelenses. O terceiro conflito, conhecido também pelo nome de Guerra dos Seis Dias (5-10 de junho de 1967), foi causado pela interdição egípcia aos navios israelenses no golfo de Akaba. Nos seis dias de combates aéreos e terrestres, o Exército israelense enfrentou e venceu, além das forças militares egípcias, os exércitos de outros dois países árabes, que haviam firmado aliança com o Egito.

Assinale a alternativa CORRETA quanto aos respectivos Estados árabes que, além do Egito, foram derrotados por Israel na Guerra dos Seis Dias:

  1. Iraque e Irã.
  2. Iraque e Qatar.
  3. Jordânia e Síria.
  4. Jordânia e Iraque.
  5. Iraque e Arábia Saudita.

06. (UEMA) A propaganda foi um dos pilares da ascensão do regime nazi-fascista. Confiada ao Ministro Joseph Goebbels, foi cuidadosamente planejada. A imagem a seguir faz referência ao documentário encomendado por Hitler à cineasta Leni Riefenstahl acerca do Congresso Nacional Socialista Alemão de 1934.

Considerando as informações contidas na capa do documentário, pode-se concluir que uma das características do projeto nazifascista é a seguinte:

  1. Manutenção das estruturas políticas da Alemanha do pós-guerra para marcar o equilíbrio e a sintonia entre os poderes.
  2. Utilização de símbolos para resgatar o esplendor da Alemanha nas primeiras décadas do século XX.
  3. Grandes manifestações de massas para fortalecer o caráter democrático do projeto.
  4. Mobilização das massas por meio de paradas, desfiles monumentais e discursos inflamados para conquistar o apoio ao projeto.
  5. Equilíbrio de poder entre o grupo que compunha a cúpula nazista para fazer com que as decisões fossem coletivamente tomadas.

07. (Mackenzie)

Pierre A. Renoir, artista francês, ao realizar seu trabalho, Baile no Moulin de la Galete, em 1876, registrou a alegria, otimismo e a intensa movimentação em Paris, no final do século XIX: a Belle Époque. Esse período, marcado por um intenso progresso científico e tecnológico que, de forma acelerada, apontava para um período de prosperidade e paz.

Todavia, sob a aparente tranquilidade e segurança desse cenário, desenrolavam-se inúmeros fatores de insatisfação, que acabaram por levar à Grande Guerra de 1914. A respeito dos precedentes que levaram ao conf lito mundial, é incorreto afirmar que

  1. a Alemanha, para combater a concorrência comercial, adotou uma política de expansão pelo uso da força militar, fechando-se perante qualquer solução diplomática, provocando inúmeros atritos com os demais países, que só foram solucionados por meio da guerra.
  2. apesar de persistirem antigas rugas, entre Inglaterra e França, os mesmos se aliaram, junto com a Rússia, em 1907, formando a Tríplice Entente, com o objetivo de combater os interesses imperialistas alemães, sobre os mercados chineses e africanos.
  3. mesmo apresentando um cenário tranquilo, várias nações europeias se dedicaram em fortalecer o exército, marinha, e adotar o serviço militar obrigatório. Esse período, de corrida armamentista e ausência de guerras, ficou conhecido como Paz Armada (1870-1914).
  4. os países europeus tinham necessidade de expandirem seus mercados consumidores e, na disputa pelos mesmos, fizeram surgir diversas zonas de tensão, além de despertarem o sentimento cívico e patriótico, nas regiões sob o domínio estrangeiro.
  5. o atentado de Sarajevo acabou se tornando o estopim para o início da guerra, não tanto pela gravidade do fato em si, mas, sobretudo, devido à série de acordos e alianças, que foram estabelecidos entre vários países, que se comprometiam a se auxiliarem mutuamente.

08. (UERJ)

foxmovies.com adorocinema.com

As imagens acima reproduzem a capa de um livreto de 1823 e o cartaz de um filme de 2015 que contam a história de Hugh Glass, caçador e guia que se tornou referência no contexto da conquista do Oeste norte-americano, no século XIX, tendo enfrentado diversos perigos, incluindo o ataque de um urso.

A narrativa dos feitos de Hugh Glass insere-se em uma concepção nacionalista que promove a valorização do seguinte aspecto

  1. ideal civilizatório
  2. progresso material
  3. miscigenação étnica
  4. ação preservacionista

09. (Mackenzie)

“O novo racismo é também racismo de reação: dos brancos deserdados e não ricos contra os negros ainda mais deserdados e paupérrimos. Pobres contra pobres, mas em nome da raça, nunca da classe.” Nadia Urbinati, em artigo publicado no jornal La Repubblica, 14-08-2017.

A fotografia acima, tirada em 12/08/2017, publicada em vários jornais no mundo todo, retrata a marcha de extrema direita, que ocorreu na cidade de Charlottesville, EUA, contra negros, imigrantes, gays e judeus. A respeito desse conflito, que aponta para os problemas sociais contemporâneos, enfrentados pelos EUA, está correto afirmar.

I. Os ressentimentos raciais atuais possuem raízes que datam desde o fim da Guerra de Secessão. Derrotados e arrasados economicamente, os sulistas recusavam-se a aceitar a liberdade dos negros, assim como sua integração na sociedade. Surgem, nessa época, associações de terrorismo racista, como a Ku Klux Klan.

II. Para a reconstrução dos EUA, após a guerra civil, e para acelerar seu desenvolvimento industrial, a libertação dos escravos era fundamental. Entretanto o movimento trabalhista norte-americano sempre foi marcado pelo racismo, dando chances de trabalho, primeiramente, ao americano branco; depois, ao imigrante europeu e, por último, ao negro norte-americano.

III. Apesar da extrema direita ter apoiado sua candidatura e, políticos, pertencentes ao all-righ, ocuparem altos cargos governamentais, o presidente Donald Trump fez severas críticas ao episódio e, publicamente, se posicionou radicalmente contra esses extremistas.

Assinale a assertiva correta.

  1. I está correta, apenas.
  2. II está correta, apenas.
  3. III está correta, apenas.
  4. I e II estão corretas, apenas.
  5. II e III estão corretas, apenas.

10. (ACAFE) No ano de 2017 lembra-se os 500 anos da Reforma Protestante. A publicação das 95 teses de Martinho Lutero iniciou um confronto entre Roma e o monge agostiniano.

Considere a Reforma Protestante e seus desdobramentos, ocorrida na Europa, e analise as afirmações a seguir.

I A ética Calvinista glorificava o trabalho e o lucro e classificava a riqueza como uma graça divina.

II Para reforçar o catolicismo na Inglaterra e, com o apoio do Papa Clemente, Henrique

VII fundou a Ordem Anglicana.

III Em sua doutrina, Lutero manteve o celibato e a liturgia em latim.

IV Excomungado pela Igreja Católica, Lutero recebeu a proteção da nobreza alemã.

Todas as afirmações corretas estão em:

  1. I - II - III
  2. II - III - IV
  3. I - IV
  4. II - III

11. (Mackenzie)

A charge acima ironiza a política externa norte-americana, durante o governo de Theodore Roosevelt (1901-1909), a diplomacia do Big Stick (“grande porrete”). Mesmo após o fim do seu mandato, essa política continuou a ser praticada pelos presidentes que o sucederam, como atesta o período histórico, conhecido como Guerra das Bananas (1898-1934).

Dentre as assertivas abaixo, que apontam e analisam fatos históricos relacionados à essa política diplomática, assinale a INCORRETA.

  1. Durante o governo de Roosevelt, entrou em vigor a Emenda Platt, um dispositivo legal adicionado à constituição de Cuba, após sua independência, permitindo aos Estados Unidos intervirem no país, caso seus interesses fossem ameaçados.
  2. A ideologia do Big Stick levou à expansão da marinha de guerra norte-americana, presente na maior parte desses conflitos, a fim de garantir, por meio da intervenção militar e ocupação de países, a defesa dos interesses estadunidenses.
  3. Os Estados Unidos, inconformados com a independência do Panamá, perante a Colômbia, invadem e ocupam o país, a fim de garantir que as obras para a construção do Canal, ligando o Atlântico ao Pacífico, fossem concluídas, permanecendo no país, até 1999.
  4. Diversos países foram afetados por essa política, tais como: Cuba, Panamá, Haiti, Nicarágua, México, Honduras, República Dominicana - além do território de Porto Rico - anexado durante a Guerra Hispano Americana, de 1898.
  5. As intervenções militares estavam conectadas à preservação dos interesses comerciais estadunidenses na região, principalmente, da United Fruit Company, que tinha investimentos significativos em diversos países da região, em plantações de produtos tropicais.

12. (UECE) Atente ao seguinte excerto: “O crime [...] consistiu em herdar as piores feições do sistema doméstico num contexto em que inexistiam as compensações do lar: ‘ele sistematizou o trabalho das crianças pobres e desocupadas, explorando-o com uma brutalidade tenaz...’ [...] Na fábrica a máquina ditava as condições, a disciplina, a velocidade e a regularidade da jornada de trabalho, tornando-as equivalentes para o mais delicado e o mais forte”.

Edward P. Thompson. A Formação da Classe Operária Inglesa. Vol. II: A maldição de Adão. Rio de Janeiro, Paz e Terra. 1987. p. 207.

Considerando os processos de transformação ocorridos na sociedade ocidental, é correto afirmar que esse trecho da obra do historiador inglês Edward P. Thompson se refere à

  1. Revolução Gloriosa, ocorrida na Inglaterra entre 1688 e 1689, que garantiu o fim do absolutismo na Inglaterra e possibilitou o desenvolvimento social e econômico daquele país.
  2. Revolução Industrial, que, principiando no séculoXVIII, estabeleceu novas formas de organização do trabalho na sociedade capitalista.
  3. Revolução Francesa, que no final do século XVIII criou um novo modelo social e econômico para o mundo ocidental.
  4. Revolução Haitiana, que teve início em 1791 e marcou a independência do país caribenho do domínio francês, mas colocou-o sob o controle do capital industrial inglês.

13. (UCPEL) A divisão das Coreias vem desde o fim da Segunda Guerra Mundial e é, hoje, um dos principais focos de tensão da geopolítica mundial.

Com relação às seguintes afirmativas, marque V para verdadeiro e F para falso.

( ) Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o território da Coreia – então sob a influência do Japão, derrotado ao lado dos países do Eixo – foi dividido a partir da influência dos Estados Unidos, ao Sul, e da URSS e China, ao norte.

( ) Em 1950, eclodiu, então, a Guerra das Coreias (1950-1953), quando as tropas sul-coreanas atacaram o norte de surpresa, invadindo e ocupando a capital Seul.

( ) A China interviu na Guerra das Coreias, ajudando diretamente a Coreia do Sul. Em 27 de julho de 1953, foi assinado um armistício na cidade de Panmujon, divisa entre os dois países, em que foi acordado o cessar-fogo e ficou estabelecida a divisão das Coreias nos limites do paralelo 38º N.

( ) Desde que Kim Jong-un, assumiu o poder a Coreia do Norte avançou significativamente em seu programa de desenvolvimento nuclear e de mísseis. O país realizou um teste nuclear em 2013 e outros dois em 2016, provocando grande apreensão da comunidade internacional. Em julho de 2017, lançou com sucesso um míssil balístico intercontinental Hwasong-14.

A alternativa correta é

  1. F, F, V e F.
  2. F, V, F e V.
  3. V, F, V e F.
  4. V, F, F e V.
  5. V, F, V e V

14. (UEG) Leia o texto a seguir.

Antes de partir, o príncipe-regente recomendara que o exército francês fosse recebido em boa paz. Parecia uma veleidade qualquer tentativa de oposição às forças de Napoleão, cujo imenso poder triunfava por toda a Europa. O exército atravessou o país sem encontrar nenhuma resistência, nem organizada, nem popular.

SARAIVA, José Hermano. História concisa de Portugal. Lisboa: Publicações Europa-América, 1996. p. 267.

O maior desafio ao citado “triunfo de Napoleão por toda Europa” foi a forte resistência mantida pela Inglaterra, que envolveu Portugal no conflito ao

  1. exigir que os portugueses não aderissem ao Bloqueio Continental imposto pela França.
  2. exilar Napoleão na ilha de Santa Helena, então possessão portuguesa no Atlântico.
  3. encorajar jovens portugueses a se alistarem nas tropas de resistência a Napoleão.
  4. sugerir o nome do príncipe-regente português para negociar a paz com a França.
  5. naufragar um navio mercante de bandeira francesa na costa portuguesa.

15. (UFN) Em 1517, o papa Leão X autorizou uma venda de indulgências, ou seja, o perdão dos pecados mortais e a garantia do lugar ao lado de Deus. Essa era uma prática comum no século XVI, contra a qual o monge alemão, Martim Lutero, liderou uma reforma que ficou conhecida como Reforma Protestante. A esse respeito, considere:

I. Lutero, no primeiro momento, não desejava romper com a Igreja; propunha, inicialmente, uma reforma interna na doutrina.

II. Uma das propostas de Lutero estabelecia que todo o cristão poderia ser pastor desde que estudasse as escrituras.

III. A reforma contou com o apoio de diversos senhores feudais do Sacro Império, interessados nas propriedades da Igreja Católica.

Está(ão) correta(s)

  1. apenas I.
  2. apenas III.
  3. apenas I e II.
  4. apenas II e III.
  5. I, II e III.


.