Home > Banco de Questões > Literatura > Obras >Boca Do Inferno, Ana Miranda

Boca Do Inferno, Ana Miranda

Lista de 02 exercícios de Literatura com gabarito sobre o tema Boca Do Inferno, Ana Miranda com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Boca Do Inferno, Ana Miranda.


01. (Unimontes) Leia os trechos destacados da obra Boca do Inferno, de Ana Miranda:

“Ah, aquela desgraçada cidade, notável desventura de um povo néscio e sandeu. Gregório de Matos foi

informado sobre a morte do alcaide. Sofria ao ver os maus modos de obrar da governança, mas reconhecia

que não apenas aos governantes, mas a toda a cidade, o demo se expunha. Não era difícil assinalar os vícios

em que alguns moradores se depravavam. Pegou sua pena e começou a anotar” (p. 33).

“– Acho que acabou para sempre tua carreira na Relação Eclesiástica, disse Gonçalo Ravasco, rindo.

– Isso ainda veremos. Tratarei de mandar algumas adulações ao arcebispo. Dos meus versos será templo frequente, onde glórias lhe cante de contino, declarou Gregório de Matos fazendo pantominas.

– Quanta lacônica eloquência!

– Esta é uma grande virtude. Quae fuerant vitia mores sunt. Sim, sim, creio que há vícios que se tornam virtudes. Tudo depende de quando, como e por que se faz a coisa.

– Para ti tudo são vícios, e por isso vives atormentado com medo do inferno.

– Mas tudo hoje são vícios. E vícios hoje são virtudes” (p. 123-124)”

“A CIDADE DA BAHIA cresceu, modificou-se. Mas haveria de ser sempre um cenário de prazer e pecado, que encantava a todos os que viviam ou a visitavam, fossem seres humanos, anjos ou demônios. Não deixaria de ser, nunca, a cidade onde viveu o Boca do Inferno” (p. 331).

Com base na leitura dos trechos e de outros episódios da obra, todas as afirmativas são corretas, EXCETO

  1. A linguagem do personagem Gregório de Matos é marcada pelo exercício da sátira e torneios de linguagem próprios às produções estéticas barrocas.
  2. Trata-se de uma narrativa metaficcional por trazer, nos mecanismos de sua composição, o entrelaçamento do discurso historiográfico e literário.
  3. A obra descreve uma sociedade fragmentada, pendida entre a norma e o caos, dando vazão a vários episódios de conflito entre os personagens.
  4. A obra faz coincidir sujeito histórico e personagem ficcional através do recurso à biografia.

02. (UEMG) Leia atentamente o trecho a seguir, extraído da obra “Boca do Inferno”, de Ana Miranda.

Da janela, Gregório de Matos acompanhou com os olhos a passagem do governador entre pessoas de diversos mundos e reinos distintos. Reinóis, que chamavam de maganos, fugidos de seus pais ou degredados de seus reinos por terem cometido crimes, pobres que não tinham o que comer em sua terra, ambiciosos, aventureiros, ingênuos, desonestos, desesperançados, saltavam sem cessar no cais da colônia. Alguns chegavam em extrema miséria (...) e pouco tempo depois retornavam ricos, com casas alugadas, dinheiro e navios. Mesmo os que não tinham eira nem beira, nem engenho, nem amiga, vestiam seda, punham polvilhos (...) Eram esses os cristãos que vinham, na maior parte, e esses os que caminhavam por ali, tirando o chapéu e curvando-se à passagem do governador. De noite, aqueles mesmos freqüentadores de missas andavam em direção aos calundus e feitiços (...)

Baseando-se no fragmento citado e no seu conhecimento sobre aspectos significativos dessa obra, SÓ NÃO É pertinente o comentário de que

  1. a cena descrita é filtrada pelo olhar de Gregório de Matos, que assume em todo o romance a função de narrador onisciente.
  2. o fragmento aponta para aspectos da dualidade própria do ‘espírito barroco’, quando se refere ao comportamento dos cristãos.
  3. o texto denuncia aspectos da exploração da colônia, ao focalizar fatos e comportamentos que fogem aos princípios da moralidade e dos bons costumes.
  4. o fragmento apresenta toques de ironia, ao mostrar atitudes e procedimentos em que se contrastam essências e aparências.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp