Home > Banco de Questões > História do Brasil > Brasil República >

Era Vargas 1930-1945

Lista de 08 exercícios de História do Brasil com gabarito sobre o tema Era Vargas 1930-1945 com questões para o Mackenzie e outros Vestibulares.



1. (Mackenzie) O governo instalado com a Revolução de 1930 distinguiu-se do Estado Oligárquico por promover:

  1. o modelo liberal defendido pelo Partido Democrático, porta-voz da classe média paulista.
  2. uma economia exclusivamente agro-exportadora e a descentralização das decisões econômicofinanceiras.
  3. as reformas preconizadas pelos Tenentes, sobretudo a partir de 1932.
  4. a industrialização, tendo como suporte o aparelho do Estado, as forças armadas e a aliança entre burguesia e setores do operariado.
  5. o declínio do projeto de industrialização, devido aos conflitos entre capital e trabalho não mediados pelo governo.

2. (Mackenzie) No dia 10 de novembro de 1937, tropas da polícia militar cercaram o Congresso e impediram a entrada dos congressistas. À noite, Getúlio anunciou nova fase política e a entrada em vigor de uma Carta Constitucional.
Boris Fausto

O texto refere-se a um período da História Republicana cujas características foram:

  1. República das Oligarquias, baseada no clientelismo político e hegemonia cafeeira.
  2. Período Populista, marcado pela manipulação do Estado das massas urbanas e suas reivindicações.
  3. Estado Novo, fase autoritária sustentada pela aliança entre burocracia civil e militar, burguesia industrial, interessadas na industrialização do país sem abalos sociais.
  4. Nova República, orientada pela Constituição Cidadã, porém abalada pela dívida externa e inflação.
  5. Período da ditadura militar, caracterizado pela abertura ao capital estrangeiro e endividamento externo.

3. (Mackenzie) Inconformado com a dissolução de seu partido, inspirado nas idéias fascistas, liderado por Belmiro Valverde e Severo Fournier, na madrugada de 11 de maio de 1938, atacou o Palácio Guanabara sitiando o Presidente Vargas. Tratava-se de um grupo:

  1. comunista.
  2. aliancista.
  3. integralista.
  4. queremista.
  5. tenentista.

4. (Mackenzie) O nacionalismo econômico, forte intervencionismo estatal, paternalismo nas relações de trabalho e desenvolvimento da indústria de base foram traços acentuados do governo:

  1. de Juscelino Kubitschek.
  2. da Nova República.
  3. de Getúlio Vargas.
  4. militar pós 1964.
  5. da República Velha.

5. (Mackenzie) Dentre as causas que levaram ao fim do Estado Novo, instituído por Getúlio Vargas, destacam-se:

  1. o atentado da Rua Toneleiros contra o líder de oposição, Carlos Lacerda, que levou Vargas ao suicídio.
  2. a insatisfação popular contra Getúlio Vargas, expressa no movimento queremista, e a privatização da Petrobrás.
  3. a formação da Aliança Liberal e o Golpe Militar promovido pelo General Góes Monteiro.
  4. a aliança entre U.D.N. e militares contra o queremismo e o golpe militar que levou Vargas à renúncia.
  5. a recusa de Getúlio Vargas em sancionar a Lei Antitruste, aprovada pelo Congresso e o Golpe dos Tenentes.

6. (Mackenzie) Dentre os fatores que levaram ao enfraquecimento e à queda do Estado Novo em 1945, apontamos:

  1. a forte oposição ao modelo econômico desenvolvimentista praticado pelo governo.
  2. as bem-sucedidas revoltas integralista e comunista contra Vargas.
  3. a neutralidade da política externa brasileira durante a Segunda Guerra Mundial.
  4. a vitória dos aliados contra o nazi-fascismo e o crescimento da oposição interna contra a ditadura.
  5. o fracasso do "queremismo", que tentava lançar Vargas como candidato, mas sofria séria rejeição popular.

7. (Mackenzie) A Consolidação das Leis do Trabalho (C.L.T.), criada durante o Estado Novo por Getúlio Vargas, objetivava principalmente:

  1. garantir aos trabalhadores o descanso semanal remunerado, a existência de sindicatos e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (F.G.T.S.).
  2. impor o controle estatal sobre os sindicatos e garantir, através das leis trabalhistas, a imagem de Vargas como o "pai dos pobres".
  3. contrapor-se à "Carta do Trabalho", de autoria fascista, que regia as relações capital-trabalho no Brasil.
  4. garantir o salário-mínimo, a independência sindical, o seguro desemprego e a conciliação entre capital e trabalho.
  5. apresentar Vargas como o grande protetor dos trabalhadores, instituindo o seguro-desemprego, o F.G.T.S. e regulamentando a jornada de trabalho.

8. (Mackenzie/2004) Getúlio Vargas pôde, em 1937, inaugurar um novo governo, conhecido como Estado Novo. Sobre esse período, é correto afirmar que:

  1. era caracterizado pelo exercício da democracia e das liberdades civis, em repúdio às ideias comunistas que ameaçavam a nação, dada a intenção desses grupos revolucionários de chegar ao poder por meio de um golpe.
  2. diante da ameaça comunista, o Parlamento, as Assembleias Estaduais, assim como as Câmaras Municipais, passaram a legislar e a intervir em diversos assuntos da política nacional.
  3. ocorreu a imposição de uma Constituição autoritária, influenciada pelas doutrinas fascistas que vigoravam em algumas nações europeias, o que representou o início de um período de ditadura.
  4. dentro do novo regime, graças à subordinação das corporações sindicais ao Estado, que passou a controlar a ação dos trabalhadores, houve a conquista de direitos trabalhistas, resultado da boa vontade das elites empresariais.
  5. a conjuntura econômica internacional contribuiu para a consolidação do Estado Novo, que, diante da crise que ainda persistia no setor cafeeiro, aumentou o seu papel interventor, buscando solucionar o problema das exportações nacionais.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



Voltar ao topo
.