Home > Banco de Questões > Sociologia > Cultura e Sociedade >Segregação Urbana

Segregação Urbana

Lista de 10 exercícios de Sociologia com gabarito sobre o tema Segregação Urbana com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema aqui.



01. (PUC-RS)

Considere as afirmativas referentes às favelas no Brasil.

I. A existência das favelas está relacionada diretamente com o desequilíbrio entre baixa oferta de imóveis para compra e alta demanda de mercado.

II. A ocupação desordenada das favelas degrada o meio físico e causa problemas ambientais.

III. O aumento das favelas está associado ao ingresso, nas últimas décadas, de latino-americanos e asiáticos, que entram ilegalmente no país.

IV. O êxodo rural e os baixos salários pagos nas áreas urbanas explicam o aumento dasfavelas.

As afirmativas corretas são, apenas,

  1. I e II.
  2. I e III.
  3. I e IV.
  4. II e IV.
  5. II, III e IV

02. (UNICAMP) Os moradores do condomínio fechado e os moradores da favela compartilham áreas comuns de lazer, fato que expressa o enfraquecimento dos conflitos entre as diferentes classes sociais na metrópole

Considerando a imagem, assinale a alternativa correta.

  1. A organização do espaço geográfico nas metrópoles brasileiras caracteriza-se, na atualidade, pela tendência à homogeneização das formas de habitar, em função da existência de políticas urbanas e sociais exitosas.
  2. Os moradores do condomínio fechado e os moradores da favela compartilham áreas comuns de lazer, fato que expressa o enfraquecimento dos conflitos entre as diferentes classes sociais na metrópole.
  3. A concentração da riqueza permite a uma pequena parcela da sociedade viver em condomínios fechados de alto padrão, que, fortificados por aparatos de segurança, aprofundam a fragmentação do espaço urbano.
  4. A favela é um espaço monofuncional, exclusivamente residencial, desprovido de serviços urbanos básicos como energia elétrica, água, saneamento, limpeza e, portanto, equilibradamente coeso à malha urbana.

03. (FMC) Analise o texto sobre o processo de favelização:

Nos anos 1960, quando a América Latina estava debatendo como lidar com os assentamentos informais, as favelas, o urbanista britânico John Turner definiu que “favela não é problema, é solução”. Naquela ocasião, no Brasil, em especial no Rio de Janeiro, as remoções forçadas eram a metodologia vigente. De lá pra cá, as favelas cresceram descontroladamente no Rio. Fracassaram retumbantemente as iniciativas do governo local para lidar com a favelização. Nítida é a aliança das milícias com a expansão imobiliária informal da Zona Oeste. Os bairros informais, dos trabalhadores e suas famílias, são os lugares onde se perpetua a ausência da República, a ponto de já termos um estado paralelo, armado, rico e violento. A democracia está se fraturando também. Tanto devemos urbanizar favelas, como monitorar e controlar, encerrando o ciclo de geração de mais favelização.

FAJARDO, W. Favela, lugar dos esquecidos. O Globo, Rio, 13 out. 2018, p. 14. Adaptado.

No texto, a favelização é abordada criticamente como um processo

  1. gerador de regimes democráticos.
  2. garantidor de valores republicanos.
  3. promotor de especulação imobiliária.
  4. indicador de segregação socioespacial.
  5. identificador de países latino-americanos.

04. (Enem 2011) Subindo morros, margeando córregos ou penduradas em palafitas, as favelas fazem parte da paisagem de um terço dos municípios do país, abrigando mais de 10 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

MARTINS, A. R. A favela como um espaço da cidade. Disponível em: http://www.revistaescola.abril.com.br. Acesso em: 31 jul. 2010.

A situação das favelas no país reporta a graves problemas de desordenamento territorial. Nesse sentido, uma característica comum a esses espaços tem sido

  1. o planejamento para a implantação de infraestruturas urbanas necessárias para atender as necessidades básicas dos moradores.
  2. a organização de associações de moradores interessadas na melhoria do espaço urbano e financiadas pelo poder público.
  3. a presença de ações referentes à educação ambiental com consequente preservação dos espaços naturais circundantes.
  4. a ocupação de áreas de risco suscetíveis a enchentes ou desmoronamentos com consequentes perdas materiais e humanas.
  5. o isolamento socioeconômico dos moradores ocupantes desses espaços com a resultante multiplicação de políticas que tentam reverter esse quadro.

05. (UNESP) As áreas de riscos são geralmente ocupadas pela população mais pobre que constrói suas casas, muitas vezes, sem investimentos em técnicas e tecnologias apropriadas. Nesse tipo de dinâmica de uso e ocupação do solo urbano, ocorre o aparecimento das favelas, principalmente nas médias e grandes cidades. Esse fato demonstra que

  1. a periferia das cidades é o local de preferência dos pobres, pois lá eles encontram a verdadeira sociabilidade.
  2. a concentração da população pobre nessas áreas justifica-se pela facilidade de acesso e pela centralização de bens e serviços públicos.
  3. esse tipo de ocupação ocorre nas metrópoles de São Paulo e Rio de Janeiro em razão do esgotamento das áreas urbanas adequadas às construções.
  4. a pobreza urbana é a principal causa dos graves impactos ambientais em razão da forma predadora de apropriação do espaço urbano.
  5. as favelas construídas em áreas de riscos nas cidades evidenciam as contradições socioespaciais e a exclusão social sofrida por parte da população

06. (UFAC) A intensa e acelerada urbanização brasileira resultou em sérios problemas sociais urbanos, dentre os quais, podemos destacar:

  1. Falta de infraestrutura, limitações das liberdades individuais e altas condições de vida nos centros urbanos.
  2. Aumento do número de favelas e cortiços, falta de infraestrutura e todas as formas de violência.
  3. Conflitos e violência urbana, luta pela posse da terra e acentuado êxodo rural.
  4. Acentuado êxodo rural, mudanças no destino das correntes migratórias e aumento no número de favelas e cortiços.
  5. Luta pela posse da terra, falta de infraestrutura e altas condições de vida nos centros urbanos.

07. (FAMECA-SP) Leia o texto para responder à questão. Apesar de planejada, Brasília teve crescimento desordenado, levando à quadruplicação da população, com forte impacto ambiental, especialmente nas regiões periféricas, onde foram confinados os moradores pobres.

REVISTA SCIENTIFIC AMERICAN BRASIL, Ano I, nº 2.

O texto contém conceitos geográficos que revelam algumas características da capital brasileira. São elas:

  1. urbanização, segregação espacial e favelização.
  2. inchaço da mancha urbana, desertificação e periferização.
  3. conurbação, microclima e urbanização.
  4. industrialização, inversão térmica e periferização.
  5. urbanização, efeito estufa e favelização.

08. (FURG) Nas grandes cidades brasileiras, a falta de moradia e o aumento do desemprego estão diretamente relacionados com a existência de que tipos de habitação?

  1. Favelas e condomínios.
  2. Favelas e cortiços.
  3. Mansões e vilas.
  4. Vilas e bairros.
  5. Lugarejos e condomínios.

09. (UFJF-MG) A segunda metade do século XX foi caracterizada, no Brasil, pelo acelerado processo de urbanização. Considerando esse processo, é INCORRETO afirmar que a urbanização intensa contribuiu, no país, para:

  1. a formação de megalópoles em regiões de forte concentração industrial, como Belo Horizonte e Curitiba.
  2. a transferência de grande contingente populacional do campo para as cidades, processo esse denominado êxodo rural.
  3. o agravamento dos problemas ambientais típicos das grandes aglomerações, tais como as ilhas de calor urbano e os elevados índices de poluição do ar.
  4. o desenvolvimento da conurbação, sobretudo nas regiões metropolitanas que abrigam grande número de população.

10. (UFSM-RS) Observe o mapa. A respeito da presença das favelas no território brasileiro, é INCORRETO afirmar:

THERRY, H; MELLO, N.A. Atlas do Brasil: Disparidades e dinâmicas do território. São Paulo: Edusp, 2005. p. 193.

A respeito da presença das favelas no território brasileiro, é INCORRETO afirmar:

  1. O fenômeno está presente em todo o território nacional, mesmo em regiões de densidades populacionais reduzidas.
  2. A maior densidade encontra-se nas capitais dos estados da região Sudeste, porém, são, contraditoriamente, inexistentes nas cidades do interior.
  3. Apesar da distribuição irregular pelo território, a região concentrada (Sudeste e Sul) é a mais representativa do fenômeno, tanto em número quanto em densidade.
  4. Em sua origem povoadas por pobres, muitas favelas apresentaram melhoria em infraestrutura, abrigando pessoas de classe média.
  5. No Rio Grande do Sul, embora dispersa, a maior densidade de domicílios em favelas encontra-se na Região Metropolitana e na denominada Metade Sul do Estado.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp