Home > Geografia >

Geografia Ambiental II

Simulado de 20 questões sobre Geografia Ambiental com gabarito para a Fatec, Fuvest, Unesp, Unicamp e Univesp com questões de Vestibulares.



01. (FATEC) Durante o século XX, a temperatura global da superfície terrestre aumentou mais de 0,6 °C e, de acordo com estudos da ONU, o planeta poderá estar 2 °C mais quente até o ano de 2100.

Os cientistas não têm mais dúvidas de que, a longo prazo, a intensificação do efeito estufa transformará a vida no planeta e consideram como principal fator causador dessas mudanças climáticas

  1. a diminuição da taxa de oxigênio atmosférico.
  2. a diminuição da taxa do gás metano na atmosfera.
  3. o aumento da taxa de dióxido de carbono na atmosfera.
  4. o aumento da quantidade de petróleo derramado no mar.
  5. a diminuição da taxa de clorofluorcarbono (CFC) na atmosfera.

02. (UNICAMP) Em junho de 2017, o governo dos Estados Unidos da América (EUA) se retirou do “Acordo de Paris”, assinado em 2015 por 195 países. Sobre as medidas previstas no Acordo para a redução da emissão de gases do efeito estufa, e o motivo da saída dos Estados Unidos do referido acordo, é correto afirmar que

  1. são medidas deliberativas e os países signatários pagarão multas pelo descumprimento das metas; os EUA não aceitam o papel da ONU na função de agente fiscalizador.
  2. são medidas propositivas e os países signatários deverão definir metas para os próximos anos; os EUA não concordam com o controle externo sobre suas fontes poluidoras.
  3. são medidas restritivas e os países signatários sofrerão punições políticas e econômicas se não atingirem as metas; os EUA não aprovam a presença da Rússia no acordo.
  4. são medidas normativas e os países signatários deverão definir as estratégias a serem adotadas; os EUA não aceitam assumir as mesmas responsabilidades da Índia, o maior poluidor do planeta.

03. (FATEC) Leia os trechos de declarações de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos.

“A economia cresceu e isso está apenas começando. Vamos crescer e não vamos perder empregos. Pelo povo deste país, saímos do acordo. Estou disposto a renegociar outro favorável aos Estados Unidos, mas que seja justo para os trabalhadores, contribuintes e empresas. É hora de colocar Youngstown, Detroit e Pittsburgh à frente de Paris.” “Admito que a mudança climática esteja causando alguns problemas: ela nos faz gastar bilhões de dólares no desenvolvimento de tecnologias que não precisamos”.

<https: //tinyurl.com/yaeoj29p.> Acesso em: 08.11.2017. Adaptado.

Essas declarações de Donald Trump, para justificar a retirada dos Estados Unidos do acordo para reduzir emissões de gases de efeito estufa no contexto do desenvolvimento sustentável, revelam

  1. a preocupação com o crescimento da economia global e, ao mesmo tempo, um reconhecimento da importância de ações em defesa do meio ambiente.
  2. a sintonia do presidente da nação mais poderosa do mundo com os seus eleitores e com o que pensa a maioria dos europeus tanto sobre temas econômicos como ambientais.
  3. a posição isolacionista do atual governo estadunidense no mundo em que os interesses econômicos locais se sobrepõem às preocupações ambientais da comunidade internacional.
  4. a sincronia com o governo chinês, líder na emissão de gases estufa, que defende a tese de que o combate ao aquecimento global só será reduzido com crescimento econômico.
  5. a preocupação do principal ocupante da Casa Branca em manter os Estados Unidos alinhados aos interesses econômicos de grandes empresas de energias renováveis.

04. (FATEC) Com uma área de cerca de 250 mil km2, tem-se um bioma que se estende pela Bolívia, Paraguai e Brasil, sendo aproximadamente 62% no Brasil. Inserido na parte central da bacia hidrográfica do Alto Paraguai, é influenciado pelo rio Paraguai e por seus vários afluentes que alagam a região, formando extensas áreas alagadiças.

É caracterizado pela alternância entre períodos de muita chuva, que acontecem de outubro a março, e períodos de seca entre os meses de abril e setembro. Seu relevo é plano, levemente ondulado, com alguns raros morros isolados e com muitas depressões rasas. As altitudes não ultrapassam 200 metros acima do nível do mar e a declividade é quase nula.

https://tinyurl.com/y23jnyg9 Acesso em: 16.06.2019. Adaptado.

Essa descrição caracteriza corretamente o bioma

  1. Amazônia.
  2. Cerrado.
  3. Caatinga.
  4. Pampa.
  5. Pantanal.

05. (FATEC) (...) segundo maior bioma da América do Sul, ocupando uma área de 2 036 448 km², cerca de 22% do território nacional. A sua área contínua (...) resulta em um elevado potencial aquífero e favorece a sua biodiversidade.

Considerado como um dos *hotspots mundiais de biodiversidade (...) Além dos aspectos ambientais, esse bioma brasileiro tem grande importância social. Muitas populações sobrevivem de seus recursos naturais, incluindo etnias indígenas, quilombolas, geraizeiros, ribeirinhos, babaçueiros e vazanteiros (...) Contudo, inúmeras espécies de plantas e animais correm risco de extinção. Estimase que 20% das espécies nativas e endêmicas já não ocorram em áreas protegidas e que pelo menos 137 espécies de animais estão ameaçadas de extinção. Depois da Mata Atlântica, este é o bioma brasileiro que mais sofreu alterações com a ocupação humana. Nas três últimas décadas, esse bioma vem sendo degradado pela expansão da fronteira agrícola brasileira.

http://www.mma.gov.br/biomas Acesso em: 07.11.2017. Adaptado *hotspots são áreas de elevada riqueza natural em termos de biodiversidade e que carecem de uma urgente conservação

Assinale a alternativa que contenha o bioma ao qual o texto faz referência.

  1. Mata Atlântica.
  2. Caatinga.
  3. Floresta Amazônica.
  4. Pantanal.
  5. Cerrado.

06. (FATEC) O carvão mineral é a segunda fonte de energia mais usada no planeta, representando mais de 30% do consumo energético mundial.

Sobre essa fonte de energia, podemos afirmar corretamente que é

  1. conseguida a partir da destilação do petróleo e do gás liquefeito.
  2. considerada limpa, pois é transformada por meio de fissão nuclear.
  3. obtida pela queima de troncos e de galhos de árvores extraídas de áreas tropicais.
  4. de origem metamórfica, cuja formação se iniciou há milhões de anos a partir do soterramento de materiais inorgânicos.
  5. de origem sedimentar, pois é uma rocha resultante de um processo de milhões de anos, quando formações florestais foram soterradas.

07. (UNICAMP) Altas concentrações de metais pesados foram encontradas nas águas de inúmeras bacias hidrográficas brasileiras. Esses poluentes podem rapidamente se acumular em seres vivos. Por exemplo, peixes podem absorver metais pesados da água e pela ingestão de alimentos, retendo-os em seu tecido muscular.

(Adaptado de Daniel P. de Lima e outros, Contaminação por metais pesados em peixes e água da bacia do rio Cassiporé, Estado do Amapá, Brasil. Acta Amazonica, Manaus, 45, pp. 405-414, 2015.)

Assinale a alternativa correta.

  1. Metais pesados, como o urânio, são encontrados em maiores concentrações em herbívoros longevos ou do meio da teia alimentar, como tartarugas marinhas e peixes de fundo de rio.
  2. Metais pesados, como o mercúrio, são encontrados em maiores concentrações em carnívoros do meio da teia alimentar, como aves de rapina e peixes predatórios.
  3. Metais pesados, como o ferro, são encontrados em maiores concentrações em herbívoros e carnívoros do topo da teia alimentar, como aves de rapina e peixes predatórios.
  4. Metais pesados, como o chumbo, são encontrados em maiores concentrações em predadores longevos ou do topo da teia alimentar, como aves de rapina e peixes predatórios.

08. (FATEC) Com uma área de cerca de 250 mil km2, tem-se um bioma que se estende pela Bolívia, Paraguai e Brasil, sendo aproximadamente 62% no Brasil. Inserido na parte central da bacia hidrográfica do Alto Paraguai, é influenciado pelo rio Paraguai e por seus vários afluentes que alagam a região, formando extensas áreas alagadiças.

É caracterizado pela alternância entre períodos de muita chuva, que acontecem de outubro a março, e períodos de seca entre os meses de abril e setembro. Seu relevo é plano, levemente ondulado, com alguns raros morros isolados e com muitas depressões rasas. As altitudes não ultrapassam 200 metros acima do nível do mar e a declividade é quase nula.

https://tinyurl.com/y23jnyg9 Acesso em: 16.06.2019. Adaptado.

Essa descrição caracteriza corretamente o bioma

  1. Amazônia.
  2. Cerrado.
  3. Caatinga.
  4. Pampa.
  5. Pantanal.

09. (UNESP) Chancelado na cidade de mesmo nome no Canadá em 1987, o Protocolo de Montreal completa 30 anos em 2017. Esse tratado é considerado um dos mais bem sucedidos da história, prescrevendo obrigações os 197 países signatários em conformidade com o princípio das responsabilidades comuns, porém diferenciadas à luz das diversas circunstâncias nacionais.

(https://nacoesunidas.org. Adaptado.)

O protocolo evidenciado no excerto estabelece metas para

  1. eliminação das substâncias prejudiciais à camada de ozônio, a qual funciona como um filtro ao redor do planeta, que protege os seres vivos dos raios ultravioleta.
  2. contenção dos fatores que contribuem para o processo de desertificação, o qual é derivado do manejo inadequado dos recursos naturais nos espaços subtropicais úmidos.
  3. proteção no campo da transferência, da manipulação e do uso seguros dos organismos vivos modificados, resultantes da biotecnologia moderna.
  4. redução das emissões de gases de efeito estufa mediante o incentivo de atividades do 2o setor que promovam a degradação florestal
  5. erradicação do conhecimento das comunidades locais e populações indígenas sobre a utilização sustentável da diversidade biológica

10. (FATEC) O carvão mineral é a segunda fonte de energia mais usada no planeta, representando mais de 30% do consumo energético mundial.

Sobre essa fonte de energia, podemos afirmar corretamente que é

  1. conseguida a partir da destilação do petróleo e do gás liquefeito.
  2. considerada limpa, pois é transformada por meio de fissão nuclear.
  3. obtida pela queima de troncos e de galhos de árvores extraídas de áreas tropicais.
  4. de origem metamórfica, cuja formação se iniciou há milhões de anos a partir do soterramento de materiais inorgânicos.
  5. de origem sedimentar, pois é uma rocha resultante de um processo de milhões de anos, quando formações florestais foram soterradas.

11. (UNESP)

Texto 1

A água sai de Cabrobó

Parnamirim, Salgueiro

Até Jati

Deixe o rio desaguar doutor

Pra acabar

Com o sofrimento daqui

O São Francisco

Com sua transposição

No meu Nordeste

O progresso vai chegar

[...]

Na contramão

O meu sertão não vai ficar

(Aracílio Araújo. “Deixe o rio desaguar”. www.letras.mus.br.)

Texto 2

Os vazanteiros, que fazem horticultura no leito dos rios que perdem fluxo durante o ano, serão os primeiros a serem totalmente prejudicados. Mas os técnicos insensíveis dirão com enfado: “a cultura de vazante já era”, postergando a realocação dos heróis que abastecem as feiras dos sertões. A eles se deve conceder a prioridade em relação aos espaços irrigáveis a serem implantados com a transposição. De imediato, porém, serão os proprietários absenteístas1 da beira alta e colinas sertanejas que terão água disponível para o gado, o que agregará ainda mais valor às suas terras.

(Aziz N. Ab’Sáber. “A quem serve a transposição das águas do São Francisco?”. CartaCapital, 22.03.2011. Adaptado.)

1 absenteísmo: sistema de exploração da terra em que o proprietário

confia sua administração a intermediários, empreiteiros, rendeiros ou feitores.

As perspectivas expressas nos textos 1 e 2 podem ser associadas, respectivamente, aos seguintes impactos ambientais provenientes da transposição das águas do Rio São Francisco:

  1. dinamização da economia regional e especulação imobiliária em áreas agricultáveis.
  2. aumento da demanda por serviços de saúde e valorização de sítios arqueológicos.
  3. diminuição da recarga dos aquíferos e decréscimo da emigração da região.
  4. desmobilização da mão de obra e degradação de terras potencialmente férteis.
  5. redução da oferta hídrica e aumento do potencial energético na hidrelétrica de Xingó.

12. (UNESP)

O bioma esquematizado e a relevância das vegetações destacadas pelo número 1 correspondem

  1. ao Cerrado e à preservação dos fitoplânctons.
  2. ao Cerrado e à proteção ao assoreamento.
  3. ao Pampa e ao combate à arenização.
  4. ao Pantanal e à proteção às inundações.
  5. ao Pampa e ao combate à eutrofização.

13. (UNESP)

A figura ilustra a alteração na distribuição das_____________ como resultado de três décadas de desmatamento em certo setor da Floresta Amazônica. O“deslocamento” desse tipo de precipitação é um efeito das variações horizontais da rugosidade da superfície, que promovem a concentração da pluviosidade nas bordas das áreas desmatadas. Essa mudança na circulação atmosférica pode ter como consequência_____________ na região.

(Jaya Khanna et al. “Regional dry-season climate changes due to three decades of Amazonian deforestation”. Nature Climate Change, março de 2017. Adaptado.)

As lacunas do texto devem ser preenchidas por

  1. chuvas convectivas – a manutenção dos serviços ecológicos.
  2. chuvas frontais – a diminuição da evapotranspiração
  3. chuvas convectivas – a redução da produtividade agrícola.
  4. chuvas orográficas – o empobrecimento do solo.
  5. chuvas frontais – o aumento na frequência de incêndios.

14. (UNESP) Examine o mapa.

O mapa destaca a ocorrência de

  1. cinturões biotecnológicos, como a Bacia do Mediterrâneo na Europa.
  2. monoculturas, como a soja no Brasil.
  3. bacias hidrográficas, como a Bacia do Nilo na África.
  4. hotspots, como a Mata Atlântica no Brasil.
  5. enclaves sustentáveis, como os povos tradicionais na Europa.

15. (FUVEST) O conceito de erosão apresenta definiçõesmais amplas oumais restritas. A mais abrangente envolve os processos de denudação da superfície terrestre de forma geral, incluindo desde os processos de intemperismo de todos os tipos até os de transporte e deposição de material. Outro conceito, mais restrito, envolve apenas o deslocamento do material intemperizado, seja solo ou rocha, por agentes de transporte como a água corrente, o vento, o gelo ou a gravidade, produzindo formas erosivas acterísticas.

R. Fairbridge. The Encyclopedia of Geomorphology, 1968. Adaptado.

Exemplo de processo ao qual se aplica o conceito mais restrito de erosão é

  1. a formação de rochas.
  2. a oxidação de rochas.
  3. a formação de sulcos no solo.
  4. a formação de concreções no solo.
  5. o vulcanismo da crosta.

16. (FATEC) Centenas de pessoas morreram e milhares tiveram suas casas e propriedades destruídas depois da ocorrência de um terremoto que ocorreu na ilha indonésia de Sulawesi em 28 de setembro de 2018.

O fenômeno relatado ocorre com certa frequência na Indonésia, pois esse país se localiza

  1. em uma área formada por dobramentos modernos, originária de um processo colisional entre duas placas tectônicas, a Eurasiana e a Africana, no Oceano Pacífico.
  2. no Círculo de Fogo do Oceano Pacífico, área formada no fundo do oceano por uma grande série de arcos vulcânicos e fossas oceânicas.
  3. entre duas placas com bordas transformantes, responsáveis pelos constantes processos epirogenéticos existentes no Oceano Índico.
  4. na extensão de uma linha de falha tectônica localizada no oceano Índico, com formação de estruturas falhadas de Graben e Horst.
  5. sobre a Dorsal Meso-Oceânica, cadeia montanhosa formada por sucessivas erupções vulcânicas, no Oceano Atlântico.

17. (FUVEST) Às vésperas da Cúpula do G20, que teve início em 07 de julho de 2017, em Hamburgo, na Alemanha, a chanceler alemã, Angela Merkel, discursou no Parlamento e referiu-se a atores políticos importantes no cenário mundial, conforme os trechos transcritos a seguir.

Quem pensa que os problemas deste mundo podem ser resolvidos com o isolacionismo e o protecionismo está cometendo um enorme erro. Somente juntos podemos encontrar as respostas certas às questões centrais dos nossos tempos (...) Não podemos esperar até que a última pessoa na Terra esteja convencida da evidência científica das mudanças climáticas. Em outras palavras: o acordo climático (de Paris) é irreversível e não negociável.

www.jb.com.br/pais/notícias.

Analise as três afirmações seguintes, quanto aos objetivos e ao teor desses trechos do discurso.

I. Podem ser entendidos como uma crítica à saída dos EUA do acordo sobre as mudanças climáticas construído na COP21 de 2015, em Paris, à época assinado pelo ex-presidente Barack Obama. A saída foi justificada pelo atual presidente Donald Trump, afirmando que o acordo seria prejudicial à economia americana.

II. Trata-se de um elogio à recente postura de algumas autoridades do Reino Unido, o qual, em seu processo denominado Brexit, pretende proteger a economia britânica, mas sem afetar seus compromissos financeiros com o acordo de Paris de 2015 e os relacionados com as questões estratégicas coletivas da Comunidade Europeia.

III. Faz-se uma crítica direta à França, que, mesmo tendo sido a sede da COP21 de 2015, vem continuamente desobedecendo a esse acordo, pois contraria as metas firmadas de emissão de CO2 em suas atividades industriais.

Está correto o que se afirma em:

  1. I, apenas.
  2. II, apenas.
  3. I e III, apenas.
  4. II e III, apenas.
  5. I, II e III.

18. (FATEC) A fim de controlar os diversos problemas ambientais de cunho antrópico detectados na Terra a partir de meados do século XX, os governos dos países membros da ONU têm se reunido em grandes conferências em busca de soluções e metas comuns.

Assinale a alternativa correta a respeito dessas conferências.

  1. Durante a Eco–92 foram levantados recursos para a recuperação de pelo menos 92% da camada de ozônio nas regiões de clima temperado.
  2. Um produto da Eco–92 foi a Agenda–21, documento em que constam programas para um desenvolvimento mais sustentável durante o século XXI.
  3. Na Rio+20, mais vinte bacias hidrográficas (incluindo a do Uruguai) entraram para o regime especial de proteção de águas continentais da ONU.
  4. A Rio+20 determinou maior fiscalização em usinas nucleares, afim de evitar acidentes atômicos como os de Chernobyl, Goiânia e Fukushima.
  5. Após a Rio+20, Canadá, Rússia e China deixaram a ONU, alegando discordâncias com políticas que interfeririam na autonomia dos países desenvolvidos.

19. (UNESP) Leia a letra da canção “Chão”, de Lenine e Lula Queiroga,

Chão chega perto do céu,

Quando você levanta a cabeça e tira o chapéu.


Chão cabe na minha mão,

O pequeno latifúndio do seu coração.


Chão quando quer descer,

Faz uma ladeira.


Chão quando quer crescer,

Vira cordilheira.


Chão segue debaixo do mar,

O assoalho do planeta e do terceiro andar.


Chão onde a vista alcançar,

Todo e qualquer caminho pra percorrer e chegar.


Chão quando quer sumir,

Se esconde num buraco.


Chão se quer sacudir,

Vira um terremoto.


O chão quando foge dos pés,

Tudo perde a gravidade,

Então ficaremos só nós,

A um palmo do chão da cidade.

(www.lenine.com.br. Adaptado.)

A quarta estrofe da canção faz alusão ao processo tectônico denominado

  1. assoreamento
  2. orogênese.
  3. diagênese
  4. ablação.
  5. lixiviação.

20. (FATEC) Leia o texto para responder à questão.

Entre os diferentes sistemas pecuários, a produção de carne de frango tem um impacto ambiental relativamente baixo. Isso se deve, em parte, à seleção artificial nas últimas décadas, que teve como um objetivo aumentar a eficiência do uso de energia e acelerar as taxas de crescimento desses animais. Como resultado do aumento da taxa de crescimento e outros fatores, as aves passaram a atingir o peso de abate mais cedo. Isso reduziu o uso de recursos para a criação dessas aves principalmente porque, com períodos de crescimento mais curtos, menos energia é necessária para a manutenção das funções corporais. Essa eficiência energética melhorada reduziu consideravelmente o consumo de ração e, pelo menos em relação a esse aspecto, melhorou a sustentabilidade ambiental da produção de frangos de corte.

TALLENTIRE, C. W.; LEINOREN, I; KYRIAZAKIS, I. Artificial selection for improved energy eficiency is reaching its limits in broiler chickens. Scientific Reports, v. 8, n. 1168, p. 1, 2018. Adaptado.

Assinale a alternativa em que a relação entre a consequência ambiental e a técnica descritas no texto é feita corretamente.

  1. O melhoramento genético feito nas aves mais fracas permitiu a criação de indivíduos que passaram a ter envelhecimento acelerado, o que diminuiu os lucros dos pecuaristas.
  2. O desenvolvimento de aves transgênicas em laboratório foi importante para que elas se tornassem mais imunes a doenças, necessitando de menos comida e gerando mais lucro.
  3. A necessidade de obtenção de animais economicamente mais viáveis fez com que as aves crescessem mais rápido a cada geração, o que acabou aumentando a população aviária.
  4. A diminuição das populações de aves de corte devido ao consumo humano provocou uma pressão seletiva nas aves que, para não serem extintas, passaram a crescer mais rápido.
  5. O cruzamento entre as aves de maior eficiência metabólica efisiológica na população, ao longo de algumas gerações, resultou em indivíduos que podem ser criados com menor custo.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.