Home > Banco de Questões > Química > Ambiental >Desenvolvimento Sustentável/Sustentabilidade

Desenvolvimento Sustentável/Sustentabilidade

Lista de 10 exercícios de Química com gabarito sobre o tema Desenvolvimento Sustentável/Sustentabilidade com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Desenvolvimento Sustentável/Sustentabilidade.


01. (ETEC) Um caminho para a sustentabilidade é intensificar a reciclagem de materiais como o plástico. Os plásticos, sejam sobras de processos industriais ou mesmo recuperados do lixo, passam por uma triagem, que separa os diferentes tipos para, em seguida, serem lavados e transformados em pequenos grãos. Esses grãos podem, então, ser usados na confecção de novos materiais.

Em sua fase final de reciclagem, os grãos sofrem muita agitação e podem ser eletrizados com carga positiva.

Nessas condições, é correto afirmar que eles passaram por um processo de

  1. adição de prótons.
  2. adição de nêutrons.
  3. remoção de prótons.
  4. remoção de elétrons
  5. remoção de nêutrons.

02. (UESB) É imperioso superar igualmente todo o antropocentrismo. Não se trata egoisticamente de garantir a vida humana, descurando a corrente e a comunidade de vida, da qual nós somos um elo e uma parte, a parte consciente, responsável, ética e espiritual. A sustentabilidade permanecerá apenas discurso, quando a realidade nos urge à efetivação rápida e eficiente da sustentabilidade, a preço de perdermos nosso lugar pequeno e belo planeta, a única casa comum que temos pra morar.

(BOFF, 2012, p. 65).

A respeito da importância do estabelecimento de um desenvolvimento sustentável na manutenção de uma habitabilidade do planeta Terra como uma casa comum aos organismos que aqui coexistem, é correto afirmar:

  1. A presença de uma consciência humana em relação a sua existência nos faz menos responsáveis pelo destino do planeta em relação aos seus outros ocupantes.
  2. O antropocentrismo recoloca o homem como espécie central na enorme teia da vida existente no planeta, favorecendo ações que visam diminuir o impacto da humanidade sobre a natureza.
  3. A sustentabilidade permanecerá como um conceito teórico enquanto as ações humanas produzirem efeitos prejudiciais ao planeta, reduzindo as oportunidades de vida das populações no futuro.
  4. A manutenção da vida existente no planeta depende de uma nova postura humana no caminho da sustentabilidade através de uma visão antropocêntrica em relação aos outros habitantes da casa comum planetária.
  5. A sustentabilidade se baseia na preservação total e irrestrita dos recursos da natureza para que as outras espécies possam desfrutá-los sem prejuízo para as gerações futuras.

03. (UECE) O uso irresponsável dos recursos naturais do planeta pode afetar de forma drástica as gerações presentes e futuras dos seres humanos. Em função da ecoeficiência, há a alternativa da sustentabilidade para que tenhamos disponíveis, no presente e no futuro, os recursos naturais não renováveis. O uso de recursos renováveis como energias alternativas é umas das ações que podem melhorar nossa qualidade de vida. Ao se falar em sustentabilidade, o seguinte tripé sustenta seu conceito:

  1. economia, energia e sociedade.
  2. meio ambiente, saúde e economia.
  3. saúde, sociedade e energia.
  4. meio ambiente, sociedade e economia.

04. (UECE) Quanto às questões de crise ecológica e sustentabilidade que afetam o mundo e, principalmente, as relações internacionais, é correto afirmar-se que

  1. a poluição, tanto das águas quanto da atmosfera, a crescente poluição dos oceanos durante as lavagens de navios, a poluição decorrente das atividades industriais pelos resíduos tóxicos e, também, a poluição decorrente dos rejeitos sanitários carregados pelas águas doces, igualmente tornaram emergente o estudo e a normatização do Direito Internacional do Meio Ambiente.
  2. a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano também conhecida como Revolução Verde, iniciada em cinco de junho de 1972, marcou uma etapa muito importante na ecopolítica mundial.
  3. os problemas ambientais, além de outros fatores, como a revolução da informação e a globalização econômica não foram suficientemente fortes para contribuir na alteração das prioridades nas relações internacionais.
  4. o crescimento econômico acelerado, gerador de uma profunda transformação das sociedades e de seus modos de vida, especialmente pelo êxodo rural, não tem relação com a crise ecológica mundial.

05. (UEFS) O aumento constante do impacto dos seres humanos sobre as demais espécies, sobre a atmosfera, os mares e a superfície da Terra, requer novos padrões de adaptação e novos tipos de percepção, pois o rumo natural de uma espécie que destrói seu ambiente é a extinção. Precisamos olhar mais à frente no futuro, usar mais ciência de boa qualidade e aprender a pensar com mais clareza sobre nossa interdependência com outras formas de vida. Ao fazer isso, estaremos seguindo a nossa natureza de espécie que sobrevive pelo aprendizado.

(BATESON, 1997, p. 29).

A respeito da importância do estabelecimento de uma sustentabilidade ecológica para a preservação da vida que habita o planeta, é correto afirmar:

  1. A sustentabilidade ecológica consiste no aumento das áreas de preservação ecológica livres de qualquer tipo de ação humana.
  2. O primeiro passo na construção de comunidades sustentáveis deve ser a compreensão dos princípios de organização que os ecossistemas naturais desenvolveram ao longo do tempo para manter a vida.
  3. O uso adequado da tecnologia é o principal fator responsável por uma mudança de comportamento visando anular os impactos negativos da ação humana.
  4. O estudo da ecologia no nível ecológico de populações é o fator fundamental para o entendimento da biosfera como sistema vivo integrado.
  5. O aprendizado ecológico visa formar as futuras gerações para que tomem a iniciativa de implementar medidas conservacionistas para salvar a natureza.

06. (UEMA) O impacto da atividade humana sobre o ambiente vem sendo amplamente discutido e, hoje, já é consenso a dependência dos recursos naturais para nossa sobrevivência. Neste contexto, a problemática do lixo é urgente pela demanda crescente de volume de resíduo destinado de forma inadequada em lixões e aterros sanitários e as consequências geradas à saúde. Soluções mais efetivas para esse problema devem proporcionar uma mudança de hábitos que implica em diminuir a produção de resíduos, utilizar o máximo possível um mesmo objeto assim como reaproveitar os materiais.

Fonte: SANTOS, F.S.; AGUILAR, J.B.V.; OLIVEIRA, M.M.A. Biologia - Ser Protagonista. v. 3. São Paulo: Edições SM, 2010. (adaptado).

O modelo de desenvolvimento sustentável preconiza o manejo dos recursos naturais, de modo a promover o desenvolvimento econômico, e, ao mesmo tempo, a conservação do meio ambiente. Acerca do lixo, a recomendação é a aplicação do conceito dos três R\'s que determina, respectivamente,

  1. Reduzir, Restaurar e Refazer.
  2. Reduzir, Reutilizar e Reciclar.
  3. Reutilizar, Reduzir e Reciclar.
  4. Refazer, Reduzir e Refazer.
  5. Reciclar, Reduzir e Refazer.

07. (UESB) O mundo precisa resolver simultaneamente três problemas de produção de alimentos: acabar com a fome, duplicar a produção até 2050 e reduzir os danos provocados pela agricultura ao ambiente. Cinco soluções, se articuladas entre si, permitirão atingir essas metas: impedir que a agricultura continue avançando sobre terras tropicais, melhorar a produtividade das fazendas, aumentar a eficiência global no uso da água e de fertilizantes, diminuir o consumo per capita de carne e reduzir o desperdício na produção e distribuição de alimentos, ou seja, tornar a produção de alimentos um processo mais sustentável.

Considerando-se as informações do texto, é correto afirmar:

  1. A água é importante para a dissolução e o transporte de nutrientes para os vegetais, porém a irrigação deve ser feita de maneira adequada para não acarretar prejuízos aos mananciais, como rios e córregos.
  2. A crescente aplicação de defensivos agrícolas e a reutilização de seus recipientes são uma prática adequada para diminuir as pragas e a quantidade de lixo produzido em uma propriedade rural.
  3. O aumento na produção de carne bovina requer tecnologias avançadas, como a de pequena área para o confinamento de animais, que é um processo sustentável para a oferta de alimentos.
  4. A plantação de monoculturas, como a da soja em áreas desmatadas, contribui para a recuperação de ecossistemas.
  5. O uso de fertilizantes constituídos por nitrogênio e fósforo aumenta a produtividade rural sem causar impactos ambientais.

08. (ACAFE) Desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem às suas próprias necessidades. Este ano ocorre a Rio+20, no Brasil, discutindo a economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza. Nesta discussão, um tema de relevância é o uso da energia. A energia armazenada no petróleo, gás natural, carvão e lenha, que são utilizados como combustíveis, provém da:

  1. decomposição.
  2. fermentação.
  3. respiração.
  4. fotossíntese.

09. (UEMA) Em Bacabeira (MA) deverá ser implantada a maior refinaria de petróleo do país, gerando milhares de empregos durante a fase de construção e instalação. A perfuração dos primeiros poços de petróleo no litoral maranhense e as características do Porto de Itaqui apontam o Maranhão como um grande polo receptor e distribuidor de petróleo e derivados, para importantes mercados como Europa e Estados Unidos. No entanto, deve-se considerar que o desenvolvimento precisa ser integrado e assegurar uma exploração sustentável dos recursos naturais. Nesse contexto, os principais efeitos ambientais que podem advir de uma refinaria são:

  1. desencadeamento do processo de eutrofização ecomprometimento ecológico das APAs do litoral maranhense.
  2. poluição radioativa por meio de explosões atômicas da água utilizada para o resfriamento dos reatores e lançada nos corpos d’água.
  3. emissão de metais pesados nas águas interiores do Estado, ocasionando a intoxicação de organismos aquáticos e comprometendo a integridade dos sistemas naturais.
  4. emissões atmosféricas de poluentes e elevadas cargas orgânicas nos efluentes líquidos.
  5. envenenamento dos elos da cadeia alimentar aquática pela emissão de DDT.

10. (Mackenzie) Leia os textos, a seguir, que abordam as metas da UNESCO quanto ao “Desenvolvimento Sustentável”.

Entre os dias 25 e 27 de setembro de 2015, mais de 150 líderes mundiais estiveram na sede da ONU, em Nova York, para adotar formalmente uma nova agenda de desenvolvimento sustentável. Esta agenda é formada pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados por todos os países do mundo durante os próximos 15 anos, até 2030. [...]

Disponível em: https://nacoesunidas.org/conheca-os-novos-17-objetivos-dedesenvolvimento-sustentavel-da-onu/ (Acesso em 22 set. 2018)

ODS nº 14: Vida na água

O avanço do uso sustentável e conservação dos oceanos continua exigindo estratégias e gestões eficazes para combater a sobrepesca e o aumento de plantas aquáticas nas costas. A expansão de áreas protegidas para a biodiversidade marinha, a intensificação da capacidade de pesquisa e o aumento do financiamento para a ciência oceânica continuam sendo criticamente importantes para que possamos preservar os recursos marinhos.

O percentual global de unidades populacionais de peixes marinhos que se encontram em níveis biologicamente sustentáveis diminuiu de 90% (1974) para 69% em 2013. Além disso, as tendências globais apontam para a contínua deterioração das águas costeiras devido à poluição e à eutrofização [...] Sem esforços conjuntos, espera-se que a eutrofização costeira aumente em 20% até 2050.

Disponível em: http://inovasocial.com.br/inova/evolucao-ods-relatorio-2018-parte-3/ (Acesso em: 22 set. 2018)

Os textos alertam sobre a necessidade da utilização sustentável dos recursos naturais, sobretudo, dos recursos aquáticos, pois as águas costeiras estão ameaçadas pelo aumento

  1. da população de algas devido aos lançamentos de minerais ricos em fosfatos e nitratos. Esse crescimento exagerado de algas torna a água esverdeada, dificultando a penetração da luz no ambiente aquático, ocasionando a morte das algas submersas e diminuindo a taxa de fotossíntese.
  2. da concentração de nutrientes minerais, o que ocasiona o aumento nas populações de algas e a elevação na taxa de fotossíntese. Tal fenômeno leva ao aumento intenso na concentração de oxigênio na água, o que se torna tóxico aos seres vivos aquáticos.
  3. da população de bactérias anaeróbicas, resultando no aumento da taxa de oxigênio na água.
  4. da concentração de matéria orgânica, oriunda do lançamento de esgoto doméstico. Esse fenômeno promove a multiplicação das algas e o aumento na concentração de oxigênio na água.
  5. da concentração de minerais e compostos orgânicos na água, promovendo a morte imediata de peixes e outros seres aeróbicos devido ao aumento das bactérias decompositoras anaeróbicas.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp