Home > Banco de Questões > Física > Termologia

Dilatação dos Líquidos

Lista de 10 exercícios de Física com gabarito sobre o tema Dilatação dos Líquidos com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Termologia.





1. (EEAR) Um cidadão parou às 22h em um posto de combustível para encher o tanque de seu caminhão com óleo diesel. Neste horário, as condições climáticas eram tais que um termômetro, bem calibrado fixado em uma das paredes do posto, marcava uma temperatura de 10º C. Assim que acabou de encher o tanque de seu veículo, percebeu o marcador de combustível no nível máximo. Descansou no mesmo posto até às 10h do dia seguinte, quando o termômetro do posto registrava a temperatura de 30º C. Observou, no momento da saída, que o marcador de combustível já não estava marcando nível máximo. Qual afirmação justifica melhor, do ponto de vista da física, o que aconteceu? Desconsidere a possibilidade de vazamento do combustível.

  1. O calor faz com que o diesel sofra contração.
  2. O aumento da temperatura afeta apenas o tanque de combustível.
  3. O tanque de combustível tem coeficiente de dilatação maior que o próprio combustível.
  4. O tanque metálico de combustível é um isolante térmico, não permitindo o aquecimento e dilatação do diesel.

2. (UECE) Dois líquidos LI e LII são submetidos a variações de temperatura, de modo que LI seja aquecido de 2°C e LII sofra uma redução de 2°C na sua temperatura. Verifica-se que o aumento de volume de LI é igual, em módulo, à variação de volume de LII. Assim, pode-se afirmar corretamente que

  1. se os dois volumes de líquido forem iguais antes das variações de temperatura, os coeficientes de dilatação são os mesmos para ambos os líquidos.
  2. se, antes das variações de temperatura, o volume do líquido I for maior que o do II, o coeficiente de dilatação do I é maior do que o do II.
  3. se, antes das variações de temperatura, o volume do líquido I for menor que o do II, o coeficiente de dilatação do I é menor que o do II.
  4. se os dois volumes de líquido forem iguais antes das variações de temperatura, os coeficientes de dilatação são diferentes para ambos os líquidos.

3. (AFA) Um recipiente tem capacidade de 3.000 cm3 a 20 °C e está completamente cheio de um determinado líquido. Ao aquecer o conjunto até 120 °C, transbordam 27 cm3.

O coeficiente de dilatação aparente desse líquido, em relação ao material de que é feito o recipiente é, em °C–1, igual a

  1. 3,0 · 10-5
  2. 9,0 · 10-5
  3. 2,7 · 10-4
  4. 8,1 · 10-4

04. (UECE) Potes, moringas ou filtros de cerâmica, ainda usados em algumas regiões remotas do Brasil, esfriam em relação à temperatura ambiente e mantêm fresca a água potável das habitações mais humildes. O resfriamento da água ocorre por conta da

  1. porosidade da cerâmica e da vaporização da água.
  2. composição química do material e da sublimação da água.
  3. permeabilidade da cerâmica e da condensação da água.
  4. força das ligações de hidrogênio da água.

05. (UFMS) Durante uma demonstração sobre os efeitos das dilatações, foram colocados em reservatórios iguais, de dimensões 0,8 m 0,2 m e 0,3 m, dois tipos de líquidos inflamáveis, que preencheram completamente os reservatórios e que, quando foram acondicionados, estavam a uma temperatura de 15°C. Os reservatórios foram transportados para um laboratório onde ficaram expostos a uma temperatura de 45°C.

Conhecendo os coeficientes de dilatação volumétrica dos líquidos, sendo A = 1,4.10-3 °C-1 e B = 1,3.10-3 °C-1, e desconsiderando a dilatação do reservatório, é correto afirmar que o ocorrido nas dilatações sofridas pelos líquidos A e B foi:

  1. do reservatório A, vazaram menos de 1.500 ml e do reservatório B, mais de 2.000 ml.
  2. do reservatório A, vazaram pelo menos 2,0 litros e do reservatório B, vazaram entre 1,8 e 1,9 litros.
  3. do reservatório A, vazaram entre 1,2 e 1,8 litros e do reservatório B, mais de 2,0 litros.
  4. do reservatório B, vazaram entre 0,5 e 1,5 litros e do reservatório A, menos de 2.000 ml.
  5. do reservatório B, vazaram no máximo 1,5 litros e do reservatório A, vazaram entre 1,8 e 2,0 litros.

06. (UNICENTRO) Um recipiente de cobre tem capacidade de 1,0 litro a 0°C.

Considere:

densidade do mercúrio a 0°C = 13,60 g/cm3;

coeficiente de dilatação real do mercúrio = 180.10–6°C–1;

coeficiente de dilatação linear do cobre = 17.10–6°C–1.

Nas alternativas abaixo são dados valores de temperatura, assinale aquele para o qual o recipiente não mais comporta 13,50 kg de mercúrio.

  1. 11,76 °C.
  2. 27,12 °C.
  3. 33,7 °C.
  4. 48,5 °C.
  5. 57,6 °C.

07. (UEA) Considere um copo de metal completamente cheio de água. Sendo o coeficiente de dilatação do metal maior do que o da água, ao se elevar a temperatura de ambos, sem atingir o ponto de ebulição da água, é correto afirmar que

  1. não haverá transbordamento e o copo não ficará completamente cheio de água.
  2. não haverá transbordamento, mas o copo continuará completamente cheio de água.
  3. haverá transbordamento e o copo continuará completamente cheio de água.
  4. haverá transbordamento, mas o copo não ficará completamente cheio de água.
  5. é necessário conhecer a forma geométrica do copo para se chegar a uma conclusão.

08. (Unimep-SP) Quando um frasco completamente cheio de líquido é aquecido, verifica-se um certo volume de líquido transbordado. Esse volume mede:

  1. a dilatação absoluta do líquido menos a do frasco
  2. a dilatação do frasco
  3. a dilatação absoluta do líquido
  4. a dilatação aparente do frasco
  5. a dilatação do frasco mais a do líquido

09. (UEA) Em um experimento, foram colocados em um béquer de vidro graduado 100 cm3 de um líquido à temperatura de 293 K. Aquecendo-se o sistema até 393 K, obteve-se um novo volume do líquido igual a 101,13 cm3 . Sendo o coeficiente de dilatação linear do vidro α = 9 × 10–6°C –1, o coeficiente de dilatação térmica real do líquido tem valor, em °C–1, igual a

  1. 9,0 × 10–4–4.
  2. 7,2 × 10–4–4.
  3. 5,6 × 10–4–4.
  4. 2,8 × 10–4–4.
  5. 1,4 × 10–4–4.

10. (UESB) Um tanque cheio de gasolina de um automóvel, quando exposto ao sol por algum tempo, derrama uma certa quantidade de combustível. Desse fato, conclui-se que:

  1. só a gasolina se dilatou.
  2. a quantidade de gasolina derramada representa sua dilatação real.
  3. a quantidade de gasolina derramada representa sua dilatação aparente.
  4. o tanque se dilatou mais que a gasolina.
  5. a dilatação aparente da gasolina é igual à dilatação do tanque.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.