Home > Banco de Questões > Física >

Corrente Elétrica

Lista de 15 exercícios de Física com gabarito sobre o tema Corrente Elétrica com questões dos vestibulares

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Eletricidade.





01. (FMTM) Através de dois eletrodos de cobre, mergulhados em sulfato de cobre e ligados por um fio exterior, faz-se passar uma corrente de 4,0 A durante 30 minutos. Os íons de cobre, duplamente carregados da solução, Cu++, vão sendo neutralizados num dos eletrodos pelos elétrons que chegam, depositando-se cobre (Cu++ + 2e = Cu0). Neste intervalo de tempo, o número de elétrons transportados é igual a:

Dado: e = 1,6.10-19 C

  1. 1,6.1019
  2. 3,2.1019
  3. 4,5.1022
  4. 7,6.1022.
  5. 9,0.1022

02. (FMTM) Cerca de 106 íons de Na+ penetram numa célula excitada, num intervalo de tempo de 2.10-3 s, atravessando sua membrana. A área da membrana celular é de, aproximadamente, 6.10-10 m2. A intensidade da corrente elétrica através da membrana é, em ampères, igual a

Dado: carga elementar do elétron = 1,6.10-19 C

  1. 2,0.10-11.
  2. 3,2.10-11.
  3. 7,5.10-11.
  4. 8,0.10-11.
  5. 9,6.10-11.

03. (Anhembi-Morumbi) Considere os seguintes materiais:
1-borracha
2-porcelana
3-alumínio
4-náilon
5-vidro
6-ouro
7-mercúrio
8-madeira

Assinale a alternativa na qual os três materiais citados são bons condutores:

  1. 1,2 e 3
  2. 5,7 e 8
  3. 3,4 e 6
  4. 3,5 e 6
  5. 3,6 e 7

04. (Unifesp) Num livro de eletricidade você encontra três informações: a primeira afirma que isolantes são corpos que não permitem a passagem da corrente elétrica; a segunda afirma que o ar é isolante e a terceira afirma que, em média, um raio se constitui de uma descarga elétrica correspondente a uma corrente de 10000 ampères que atravessa o ar e desloca, da nuvem à Terra, cerca de 20 coulombs. Pode-se concluir que essas três informações são

  1. coerentes, e que o intervalo de tempo médio de uma descarga elétrica é de 0,002 s
  2. coerentes, e que o intervalo de tempo médio de uma descarga elétrica é de 2,0 s.
  3. conflitantes, e que o intervalo de tempo médio de uma descarga elétrica é de 0,002 s.
  4. conflitantes, e que o intervalo de tempo médio de uma descarga elétrica é de 2,0 s.
  5. conflitantes, e que não é possível avaliar o intervalo de tempo médio de uma descarga elétrica.

05. (Unifesp) Um condutor é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade i = 800 mA. Conhecida a carga elétrica elementar, e = 1,6 ×10-19 C, o número de elétrons que atravessa uma seção normal desse condutor, por segundo, é:

  1. 8,0 ×1019.
  2. 5,0 ×1020.
  3. 5,0 ×1018
  4. 1,6 ×1020.
  5. 1,6 ×1022.

06. (UNIFESP) Uma das especificações mais importantes de uma bateria de automóvel é o ampere-hora (Ah), uma unidade prática que permite ao consumidor fazer uma avaliação prévia da durabilidade da bateria. Em condições ideais, uma bateria de 50 Ah funciona durante 1 h quando percorrida por uma corrente elétrica de intensidade 50 A, ou durante 25 h, se a intensidade da corrente for 2 A. Na prática, o ampere-hora nominal de uma bateria só é válido para correntes de baixa intensidade – para correntes de alta intensidade, o valor efetivo do ampere-hora chega a ser um quarto do valor nominal. Tendo em vista essas considerações, pode-se afirmar que o amperehora mede a a

  1. potência útil fornecida pela bateria.
  2. potência total consumida pela bateria.
  3. força eletromotriz da bateria.
  4. energia potencial elétrica fornecida pela bateria.
  5. quantidade de carga elétrica fornecida pela bateria.

07. (UNIFESP) Uma das grandezas que representa o fluxo de elétrons que atravessa um condutor é a intensidade da corrente elétrica, representada pela letra i. Trata-se de uma grandeza

  1. vetorial, porque a ela sempre se associa um módulo, uma direção e um sentido.
  2. escalar, porque é definida pela razão entre grandezas escalares: carga elétrica e tempo.
  3. vetorial, porque a corrente elétrica se origina da ação dovetor campo elétrico que atua no interior do condutor.
  4. escalar, porque o eletromagnetismo só pode ser descrito por grandezas escalares.
  5. vetorial, porque as intensidades das correntes que convergem em um nó sempre se somam vetorialmente.

08. (UERJ) Pela seção de um condutor metálico submetido a uma tensão elétrica, atravessam 4,0 × 1018 elétrons em 20 segundos.

A intensidade média da corrente elétrica, em ampere, que se estabelece no condutor corresponde a:

  1. 1,0 × 10−2
  2. 3,2 × 10−2
  3. 2,4 × 10−3
  4. 4,1 × 10−3

09. (UEL-PR) Pela secção reta de um condutor de eletricidade passam 12,0 C a cada minuto. Nesse condutor, a intensidade da corrente elétrica, em ampères, é igual a:

  1. 0,08
  2. 0,20
  3. 5,00
  4. 7,20
  5. 120

10. (UEL-PR) Leia o texto a seguir.

Um raio é uma descarga elétrica na atmosfera. Geralmente, ele começa com pequenas descargas elétricas dentro da nuvem, que liberam os elétrons para iniciar o caminho de descida em direção ao solo. A primeira conexão com a terra é rápida e pouco luminosa para ser vista a olho nu. Quando essa descarga, conhecida como “líder escalonado”, encontra-se a algumas dezenas de metros do solo, parte em direção a ela outra descarga com cargas opostas, chamada de “descarga conectante”. Forma-se então o canal do raio, um caminho ionizado e altamente condutor. É neste momento que o raio acontece com a máxima potência, liberando grande quantidade de luz e som.

(Adaptado de: SABA, M. M. F. A Física das Tempestades e dos Raios. Física na Escola. v.2. n.1. 2001.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre eletrostática, atribua V (verdadeiro) ou F (falso) às afirmativas a seguir.

( ) A maioria das descargas elétricas atmosféricas ocorre quando o campo elétrico gerado pela diferença de cargas positivas e negativas é próximo de zero.

( ) A corrente elétrica gerada pelo raio produz um rápido aquecimento do ar, e sua inevitável expansão produz o som conhecido como trovão.

( ) A corrente elétrica gerada a partir de um raio pode ser armazenada e utilizada, posteriormente, para ligar o equivalente a 1000 lâmpadas de 100 watts.

( ) Para saber a distância aproximada em que um raio caiu, é preciso contar os segundos entre a observação do clarão e o som do trovão. Ao dividir o valor por 3, obtém-se a distância em quilômetros.

( ) A energia envolvida em um raio produz luz visível, som, raios X e ondas eletromagnéticas com frequência na faixa de AM.

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta.

  1. V, V, F, F, V.
  2. V, F, V, V, F.
  3. V, F, F, F, V.
  4. F, V, F, V, V.
  5. F, F, V, V, F
.

11. (UNITAU) Numa secção reta de um condutor de eletricidade, passam 12C a cada minuto. Nesse condutor, a intensidade da corrente elétrica, em àmperes, é igual a:

  1. 0,08
  2. 0,20
  3. 5,0
  4. 7,2
  5. 12

12. (UEMA) Uma corrente elétrica com intensidade de 8,0 A percorre um condutor metálico. A carga elementar é |e| = 1,6.10-19C. Determine o tipo e o número de partículas carregadas que atravessam uma secção transversal desse condutor, por segundo, e marque a opção correta:

  1. Elétrons; 4,0.1019 partículas
  2. Elétrons; 5,0.1019 partículas
  3. Prótons; 4,0.1019 partículas
  4. Prótons; 5,0.1019 partículas
  5. Prótons num sentido e elétrons no outro; 5,0.1019 partículas

13. (UNISA) A corrente elétrica nos condutores metálicos é constituída de:

  1. Elétrons livres no sentido convencional.
  2. Cargas positivas no sentido convencional.
  3. Elétrons livres no sentido oposto ao convencional.
  4. Cargas positivas no sentido oposto ao convencional.
  5. Íons positivos e negativos fluindo na estrutura cristalizada do metal.

14. (UNITAU) Numa secção transversal de um fio condutor passa uma carga de 10C a cada 2,0s. A intensidade da corrente elétrica neste fio será de:

  1. 5,0mA
  2. 10mA
  3. 0,50A
  4. 5,0A
  5. 10A

15. (AFA) Num fio de cobre passa uma corrente contínua de 20A. Isso quer dizer que, em 5,0s, passa por uma secção reta do fio um número de elétrons igual a: (e = 1,6 . 10-19 C).

  1. 1,25 . 1020
  2. 3,25 . 1020
  3. 4,25 . 1020
  4. 6,25 . 1020
  5. 7,00 . 1020

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.