Home > Banco de Questões > Física >

Carga Elétrica

Lista de 20 exercícios de Física com gabarito sobre o tema Carga Elétrica com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Eletricidade.





1. (UFV-MG) Três bolinhas de isopor estão próximas de um bastão carregado. Uma está carregada positivamente, outro negativamente e a última está eletricamente neutra. Quantas bolinhas o bastão atrairá?

  1. Apenas duas bolinhas.
  2. Duas bolinhas.
  3. Três bolinhas.
  4. Depende da carga do bastão.
  5. Nenhuma bolinha.

2. (Acafe) A afirmação de que a carga elétrica é quantizada significa que ela

  1. pode existir em qualquer quantidade.
  2. só pode existir como um valor múltiplo de uma quantidade mínima.
  3. só pode ser positiva ou negativa.
  4. pode ser dividida em pequenas frações.
  5. pode ser transferida de um elétron para outro.

3. (UFV) Se um corpo encontra-se eletrizado positivamente, pode-se afirmar que ele apresenta

  1. falta de prótons.
  2. excesso de elétrons.
  3. falta de elétrons.
  4. excesso de nêutrons.
  5. falta de nêutrons.

04. (FAG) Duas partículas de cargas elétricas q1 = 4,0 × 10-16 C e q2 = 6,0 × 10-15 C estão separadas no vácuo por uma distância de 3,0 × 10-9m. Sendo k = 9,0 × 109 N.m²/C², a intensidade da força de interação entre elas, em newtons, é de:

  1. 1,2 × 10-5.
  2. 1,8 × 10-4.
  3. 2,0 × 10-4.
  4. 2,4 × 10-4.
  5. 3,0 × 10-3.

05. (FGV) Deseja-se eletrizar um objeto metálico, inicialmente neutro, pelos processos de eletrização conhecidos, e obter uma quantidade de carga negativa de 3,2 μC. Sabendo-se que a carga elementar vale 1,6 . 10–19 C, para se conseguir a eletrização desejada, será preciso

  1. retirar do objeto 20 trilhões de prótons.
  2. retirar do objeto 20 trilhões de elétrons.
  3. acrescentar ao objeto 20 trilhões de elétrons.
  4. acrescentar ao objeto cerca de 51 trilhões de elétrons.
  5. retirar do objeto cerca de 51 trilhões de prótons.

06. (Fuvest) Um objeto metálico, X, eletricamente isolado, tem carga negativa 5,0 x 10 -12 C. Um segundo objeto metálico, Y, neutro, mantido em contato com a Terra, é aproximado do primeiro e ocorre uma faísca entre ambos, sem que eles se toquem. A duração da faísca é 0,5 s e sua intensidade é 10-11 A. No final desse processo, as cargas elétricas totais dos objetos X e Y são, respectivamente,

  1. zero e zero.
  2. zero e – 5,0 x 10-12 C.
  3. – 2,5 x 10-12 C e – 2,5 x 10-12 C.
  4. – 2,5 x 10-12 C e + 2,5 x 10-12 C.
  5. + 5,0 x 10-12 C e zero

07. (FMJ-SP) O cobalto é um elemento químico muito utilizado na medicina, principalmente em radioterapia. Seu número atômico é 27 e cada elétron tem carga elétrica de –1,6 . 10–19. C. A carga elétrica total dos elétrons de um átomo de cobalto é, em valor absoluto e em C, igual a

  1. 1,68 . 10–18.
  2. 4,32 . 10–19.
  3. 4,32 . 10–20.
  4. 4,32 . 10–18.
  5. 1,68 . 10–19.

08. (Fuvest) Em uma aula de laboratório de Física, para estudar propriedades de cargas elétricas, foi realizado um experimento em que pequenas esferas eletrizadas são injetadas na parte superior de uma câmara, em vácuo, onde há um campo elétrico uniforme na mesma direção e sentido da aceleração local da gravidade. Observou-se que, com campo elétrico de módulo igual a 2 x 103 V/m, uma das esferas, de massa 3,2 x 10-15 kg, permanecia com velocidade constante no interior da câmara. Essa esfera tem

Note e adote: carga do elétron = - 1,6 x 10-19 C ; carga do próton = + 1,6 x 10+19 C; aceleração local da gravidade = 10 m/s2

  1. o mesmo número de elétrons e de prótons.
  2. 100 elétrons a mais que prótons.
  3. 100 elétrons a menos que prótons.
  4. 2000 elétrons a mais que prótons.
  5. 2000 elétrons a menos que prótons

09. (PUC-RIO) Duas partículas de carga elétrica Q e massa M são colocadas sobre um eixo e distam de 1m. Podemos dizer que:

  1. a força de interação entre as partículas é nula.
  2. as partículas serão atraídas pela força Coulombiana e repelidas pela força Gravitacional
  3. as partículas serão repelidas pela força Coulombiana e repelidas pela força Gravitacional.
  4. as partículas serão atraídas pela força Coulombiana e atraídas pela força Gravitacional
  5. as partículas serão repelidas pela força Coulombiana e atraídas pela força Gravitacional

10. (FUVEST) Medidas elétricas indicam que a superfície terrestre tem carga elétrica total negativa de, aproximadamente, 600.000 coulombs. Em tempestades, raios de cargas positivas, embora raros, podem atingir a superfície terrestre. A corrente elétrica desses raios pode atingir valores de até 300.000 A. Que fração da carga elétrica total da Terra poderia ser compensada por um raio de 300.000 A e com duração de 0,5 s?

  1. 1/2
  2. 1/3
  3. 1/4
  4. 1/10
  5. 1/20

11. (FCM-PB) Um corpo eletricamente neutro perde 2 x 105 elétrons e torna-se carregado. Qual a carga deste corpo após perder esses elétrons? Dado: Carga elementar igual a +/_ 1,6 x 10-19 C.

  1. 3,2 x 10-14 C
  2. 6 x 10-24 C
  3. 6 x 10-23 C
  4. 5 x 10-15 C
  5. 6 x 10-14 C

12. (UnP) O módulo do vetor campo elétrico produzido por uma carga elétrica puntiforme em um ponto P é igual a E. Dobrando-se a distância entre a carga e o ponto P, por meio do afastamento da carga, neste caso, o módulo do vetor campo elétrico nesse ponto fica:

  1. E / 2
  2. E / 4
  3. 2 E
  4. 4 E

13. (UNIFOR) A figura mostra o momento exato em que um raio cai sobre um monólito, em Quixadá, a 158 Km de Fortaleza. Isso foi registrado em um vídeo na quinta-feira, 23 de março, e tem repercutido em grupos de WhatsApp. A descarga elétrica atingiu a estrutura geológica, que fica localizada ao lado da Galinha Choca, um dos principais pontos turísticos de Quixadá.

“Raio em Quixadá impressiona população” Disponível em: http://www.opovo.com.br/noticias/ceara/quixada/2017/03/raioem-quixada-impressiona-populacao-veja-video.html. Acesso em 10 de abril de

Este fenômeno ocorre devido

  1. à diminuição de cargas elétricas na nuvem, diminuindo a diferença de potencial entre a nuvem e o monólito, superando a rigidez dielétrica do ar e criado a enorme descarga elétrica.
  2. à igualdade dos sinais algébricos das cargas elétricas na nuvem e no monólito, mantendo constante a diferença de potencial elétrico entre a nuvem e o monólito, superando a rigidez dielétrica do ar e criado a enorme descarga elétrica.
  3. à diminuição de cargas elétricas na nuvem, que anula a diferença de potencial entre a nuvem e o monólito, superando a rigidez dielétrica do ar e criando a enorme descarga elétrica.
  4. ao acúmulo de cargas elétricas na nuvem, aumentando o potencial elétrico da nuvem e o potencial elétrico do monólito, não superando a rigidez dielétrica do ar e criado a enorme descarga elétrica.
  5. ao acúmulo de cargas elétricas na nuvem, aumentando a diferença de potencial elétrico entre a nuvem e o monólito, superando a rigidez dielétrica do ar e criado a enorme descarga elétrica.

14. (UNICID) Durante uma aula experimental sobre eletrostática, um aluno atritou um bastão de vidro com um pano de lã, inicialmente neutros, eletrizando a ambos. Considerando que as cargas elétricas tenham sido trocadas apenas entre o bastão e a lã, se o bastão adquiriu uma carga elétrica de valor + Q, então o pano de lã adquiriu uma carga elétrica

  1. positiva, de valor maior do que + Q.
  2. negativa, de valor igual a – Q.
  3. positiva, de valor igual a + Q.
  4. negativa, de valor menor do que – Q.
  5. positiva, de valor menor do que + Q.

15.(UFMG) Em um dia muito seco, é normal sentirmos um pequeno choque elétrico ao colocarmos a mão na carroceria metálica de um carro que acabou de estacionar, após se deslocar por algum tempo. Isso ocorre porque o carro, durante o seu movimento, adquire um excesso de carga elétrica. O contato da mão faz com que parte do excesso de carga seja transferida entre o carro e o corpo da pessoa.

As cargas que se movimentam na carroceria metálica do carro, são constituídas por

  1. elétrons de carga negativa.
  2. prótons de carga positiva.
  3. íons de carga positiva.
  4. íons de carga negativa.

16. (URCA) Uma partícula eletrizado com carga elétrica Q, fixa em um ponto do vácuo, cria a 50 cm dela um campo elétrico tal que, quando colocamos uma carga de prova de 2 μC nesse ponto, ela fica sujeita a uma força elétrica de repulsão de intensidade 576 x 10-3 N. O valor de Q é: (Dado: K = 9 x109 Nm²/C²)

  1. 4 mC
  2. 6 mC
  3. 8 μC
  4. 10 mC
  5. 12 mC

17. (FGV-SP) Deseja-se eletrizar um objeto metálico, inicialmente neutro, pelos processos de eletrização conhecidos, e obter uma quantidade de carga negativa de 3,2 µC.

Sabendo-se que a carga elementar vale 1,6 · 10–19 C, para se conseguir a eletrização desejada será preciso

  1. retirar do objeto 20 trilhões de prótons.
  2. retirar do objeto 20 trilhões de elétrons.
  3. acrescentar ao objeto 20 trilhões de elétrons.
  4. acrescentar ao objeto cerca de 51 trilhões de elétrons.
  5. retirar do objeto cerca de 51 trilhões de prótons.

18. (UFAL) Um estudante dispõe de um kit com quatro placas metálicas carregadas eletricamente. Ele observa que, quando aproximadas sem entrar em contato, as placas A e C se atraem, as placas A e B se repelem, e as placas C e D se repelem.

Se a placa D possui carga elétrica negativa, ele conclui que as placas A e B são, respectivamente,

  1. positiva e positiva.
  2. positiva e negativa.
  3. negativa e positiva.
  4. negativa e negativa.
  5. neutra e neutra.

19. (IFRR) Duas esferas idênticas metálica são postas em contatos. Uma delas está eletrizada com uma carga 20Q, enquanto a outra esta neutra.

Determine a carga elétrica de cada uma após o contato.

  1. 25 Q
  2. 15 Q
  3. 10 Q
  4. 30 Q
  5. 20 Q

20. (UEA) Em um experimento são utilizadas quatro pequenas esferas condutoras e idênticas P, Q, R e S.

A esfera P é carregada eletricamente com carga igual a + 20 C, a esfera S é carregada com carga elétrica igual a – 3 C, enquanto as outras duas permanecem com carga elétrica nula.

Então as esferas são submetidas a uma sequência de contatos:

1 – Toca-se P em Q, separando-as em seguida;

2 – Toca-se Q em R, separando-as em seguida;

3 – Toca-se R em S, separando-as em seguida.

Ao final desse processo, a esfera S apresentará carga elétrica igual a

  1. 0 C.
  2. 1 C.
  3. 2 C.
  4. 4 C.
  5. 5 C.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.