Home > Banco de Questões > Física > Mecânica >

Segunda Lei de Newton

Lista de 10 exercícios de Física com gabarito sobre o tema Segunda Lei de Newton com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Leis de Newton e as suas aplicações.





1. (URCA) De acordo com a segunda lei de Newton, uma partícula sob ação de uma única força “F” possui, em relação à um referencial inercial, uma aceleração “a” de tal forma que “F=m.a” onde “m” é a massa da partícula. Se a massa da partícula for dada em quilograma (kg) e a força em newtons (N) então a aceleração da partícula será dada em:

  1. N/kg.
  2. N.kg.
  3. N² .
  4. kg².
  5. kg/N.

2. (UECE) Sobre a segunda lei de Newton, é correto afirmar que

  1. a força entre duas massas puntiformes é proporcional à distância entre elas.
  2. a força resultante em uma massa puntiforme é proporcional a sua aceleração.
  3. a força resultante em uma massa puntiforme é inversamente proporcional a sua aceleração.
  4. a força entre duas massas puntiformes é proporcional ao quadrado da distância entre elas.

3. (CESUPA) De acordo com a segunda Lei de Newton da mecânica a aceleração imposta a um objeto de massa m por uma força F é diretamente proporcional ao módulo da força: quanto maior o valor da força, maior será a aceleração do objeto. Entretanto, é conhecido pelo menos desde a época de Galileu, no século 17, que, se retirarmos a influência da atmosfera sobre o movimento, os objetos em queda pela ação da gravidade no mesmo local têm a mesma aceleração. Esta não depende do peso do objeto, ou seja, da força com que o objeto é puxado para baixo.

Qual das afirmativas abaixo explica corretamente esta aparente contradição?

  1. As diferenças de pressão da atmosfera sobre o objeto influenciam na queda, aumentando a força que puxa o objeto para baixo. Por isso, os objetos mais pesados caem com mais aceleração na Terra, mas não em um vácuo.
  2. A força da gravidade é a mesma para todos os corpos no mesmo local da Terra. Esta é a lei da gravidade de Galileu. Ela não contradiz de fato a Lei de Newton por que esta só é válida fora da atmosfera, ou seja, no espaço. Por isso, a Lei de Newton é válida para explicar os movimentos dos planetas no sistema solar, mas a de Galileu é válida para explicar os movimentos na superfície da Terra.
  3. Segundo a Lei de Newton, a aceleração do objeto é igual à razão entre o valor da força resultante sobre ele e sua massa. Como a força peso é diretamente proporcional à massa do objeto, a razão é sempre a mesma, ou seja, a aceleração é sempre a mesma, seja qual for o objeto no vácuo. Neste caso, o efeito da atmosfera é simplesmente o de retardar o movimento dos corpos de maneira diferente, dependendo da massa e do tamanho de cada um.
  4. A segunda Lei de Newton foi formulada depois da época de Galileu. Por isso, ela é a mais correta das duas, como podemos observar ao deixar cair um objeto bem pesado e um bem leve ao mesmo tempo. É óbvio que o mais pesado chega primeiro ao chão. A aceleração só será igual se os objetos estiverem em planos inclinados, como Galileu os observou.

04. (FUVEST) Um veículo de 5,0kg descreve uma trajetória retilínea que obedece à seguinte equação horária: s = 3t² + 2t + 1, onde s é medido em metros e t em segundos. O módulo da força resultante sobre o veículo vale:

  1. 30N
  2. 5N
  3. 10N
  4. 15N
  5. 20N

05. (UFMT) A ordem de grandeza de uma força de 1000N é comparável ao peso de:

  1. A ordem de grandeza de uma força de 1000N é comparável ao peso de:
  2. um lutador de boxe peso pesado.
  3. um tanque de guerra.
  4. um navio quebra-gelo
  5. uma bola de futebol
  6. uma bolinha de pingue-pongue

06. (UFGO) Um automóvel em trajetória reta, tem massa 1.512kg e uma velocidade inicial de 60km/h. Quando os freios são acionados, para produzir uma desaceleração constante, o carro pára em 1,2 min. A força aplicada ao carro é igual, em newtons, a:

  1. 350
  2. 1.260
  3. 21.000
  4. 25.200
  5. 75.600

07. (UFMG) Um corpo de massa m está sujeito à ação de uma força F que o desloca segundo um eixo vertical em sentido contrário ao da gravidade. Se esse corpo se move com velocidade constante, é porque:

  1. a força F é maior do que a da gravidade.
  2. a força resultante sobre o corpo é nula.
  3. a força F é menor do que a gravidade.
  4. a diferença entre os módulos das duas forças é diferente de zero.
  5. a afirmação da questão está errada, pois qualquer que seja F o corpo estará acelerado porque sempre existe a aceleração da gravidade.

08. (FATEC-SP) A equação horária da velocidade de uma partícula em movimento retilíneo e de 3kg de massa é v = 4 + 2t, com unidades do Sistema Internacional. A força resultante sobre a partícula tem módulo de:

  1. 6N
  2. 2N
  3. 30N
  4. 3N
  5. 1,5N

09. (UEL-PR) Um corpo de massa m é submetido a uma força resultante de módulo F, adquirindo aceleração a. A força resultante que se deve aplicar a um corpo de massa m/2 para que ele adquira aceleração 4a deve ter módulo:

  1. F/2
  2. F
  3. 2F
  4. 4F
  5. 8F

10. (AFA-SP) Durante um intervalo de tempo de 4s atua uma força constante sobre um corpo de massa 8,0kg que está inicialmente em movimento retilíneo com velocidade escalar de 9m/s. Sabendo-se que no fim desse intervalo de tempo a velocidade do corpo tem módulo de 6m/s, na direção e sentido do movimento original, a força que atuou sobre ele tem intensidade de:

  1. 3,0 N no sentido do movimento original.
  2. 6,0 N em sentido contrário ao movimento original.
  3. 12,0 N no sentido do movimento original.
  4. 24,0 N em sentido contrário ao movimento original.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.