Home > Banco de Questões > Biologia >

Genética II

Lista de 08 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Genética com questões do Enem.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Genética .



Citologia Genética

01. (Enem 2016) O Brasil possui um grande número de espécies distintas entre animais, vegetais e microrganismos envoltos em uma imensa complexidade e distribuídas em uma grande variedade de ecossistemas.

SANDES, A R. R. BLASI, G. Biodiversidade e diversidade química e genética. Disponível em: http://novastecnologias.com.br. Acesso em 22 set 2015 (adaptado).

O incremento da variabilidade ocorre em razão da permuta genética, a qual propicia a troca de segmentos entre cromátides não irmãs na meiose.

Essa troca de segmentos é determinante na

  1. produção de indivíduos mais férteis.
  2. transmissão de novas características adquiridas.
  3. recombinação genética na formação dos gametas.
  4. ocorrência de mutações somáticas nos descendentes.
  5. variação do número de cromossomos característico da espécie.

02. (Enem 2014) A talidomida é um sedativo leve e foi muito utilizado no tratamento de náuseas, comuns no inı́cio da gravidez. Quando foi lançada, era considerada segura para o uso de grávidas, sendo administrada como uma mistura racêmica composta pelos seus dois enantiômeros (R e S). Entretanto, não se sabia, na época, que o enantiômero S leva à malformação congênita, afetando principalmente o desenvolvimento normal dos braços e pernas do bebê.

COELHO, F. A. S. Fármacos e quiralidade. Cadernos Temáticos de Quı́mica Nova na Escola, São Paulo, n. 3, maio 2001 (adaptado).

Essa malformação congênita ocorre porque esses enantiômeros

  1. reagem entre si.
  2. não podem ser separados.
  3. não estão presentes em partes iguais.
  4. interagem de maneira distinta com o organismo.
  5. são estruturas com diferentes grupos funcionais.

03. (Emem 2014)
No heredograma, os sı́mbolos preenchidos representam pessoas portadoras de um tipo raro de doença genética. Os homens são representados pelos quadrados e as mulheres, pelos cı́rculos.

No heredograma, os sı́mbolos preenchidos representam pessoas portadoras de um tipo raro de doença genética. Os homens são representados pelos quadrados e as mulheres, pelos cı́rculos.

Qual é o padrão de herança observado para essa doença?

  1. Dominante autossômico, pois a doença aparece em ambos os sexos.
  2. Recessivo ligado ao sexo, pois não ocorre a transmissão do pai para os filhos.
  3. Recessivo ligado ao Y, pois a doença é transmitida dos pais heterozigotos para os filhos.
  4. Dominante ligado ao sexo, pois todas as filhas de homens afetados também apresentam a doença.
  5. Codominante autossômico, pois a doença é herdada pelos filhos de ambos os sexos, tanto do pai quanto da mãe.

04. (Emem 2014) Em um hospital havia cinco lotes de bolsas de sangue, rotulados com os códigos I, II, III, IV e V. Cada lote continua apenas um tipo sanguı́neo não identificado. Uma funcionária do hospital resolveu fazer a identificação utilizando dois tipos de soro, anti-A e anti-B. Os resultados obtidos estão descritos no quadro. Em um hospital havia cinco lotes de bolsas de sangue, rotulados com os códigos I, II, III, IV e V.

Quantos litros de sangue eram do grupo sanguı́neo do tipo A?

  1. 15
  2. 25
  3. 30
  4. 33
  5. 55

05. (Emem 2012) Os vegetais biossintetizam determinadas substâncias (por exemplo, alcaloides e flavonoides), cuja estrutura quı́mica e concentração variam num mesmo organismo em diferentes épocas do ano e estágios de desenvolvimento. Muitas dessas substâncias são produzidas para a adaptação do organismo às variações ambientais (radiação UV, temperatura, parasitas, herbı́voros, estı́mulo a polinizadores etc.) ou fisiológicas (crescimento, envelhecimento etc.).

As variações qualitativa e quantitativa na produção dessas substâncias durante um ano são possı́veis porque o material genético do indivı́duo

  1. sofre constantes recombinações para adaptar-se.
  2. muda ao longo do ano e em diferentes fases da vida.
  3. cria novos genes para biossı́ntese de substâncias especı́ficas.
  4. altera a sequência de bases nitrogenadas para criar novas substâncias.
  5. possui genes transcritos diferentemente de acordo com cada necessidade.

06. (Enem 2009) Uma vı́tima de acidente de carro foi encontrada carbonizada devido a uma explosão. Indı́cios, como certos adereços de metal usados pela vı́tima, sugerem que a mesma seja filha de um determinado casal. Uma equipe policial de perı́cia teve acesso ao material biológico carbonizado da vı́tima, reduzido, praticamente, a fragmentos de ossos. Sabe-se que é possı́vel obter DNA em condições para análise genética de parte do tecido interno de ossos. Os peritos necessitam escolher, entre cromossomos autossômicos, cromossomos sexuais (X e Y) ou DNAmt (DNA mitocondrial), a melhor opção para identificação do parentesco da vı́tima com o referido casal. Sabe-se que, entre outros aspectos, o número de cópias de um mesmo cromossomo por célula maximiza a chance de se obter moléculas não degradadas pelo calor da explosão.

Com base nessas informações e tendo em vista os diferentes padrões de herança de cada fonte de DNA citada, a melhor opção para a perı́cia seria a utilização

  1. do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula.
  2. do cromossomo X, pois a vı́tima herdou duas cópias desse cromossomo, estando assim em número superior aos demais.
  3. do cromossomo autossômico, pois esse cromossomo apresenta maior quantidade de material genético quando comparado aos nucleares, como, por exemplo, o DNAmt.
  4. do cromossomo Y, pois, em condições normais, este é transmitido integralmente do pai para toda a prole e está presente em duas cópias em células de indivı́duos do sexo feminino.
  5. de marcadores genéticos em cromossomos autossômicos, pois estes, além de serem transmitidos pelo pai e pela mãe, estão presentes em 44 cópias por célula, e os demais, em apenas uma.

07. (Enem 2009) A figura seguinte representa um modelo de transmissão da informação genética nos sistemas biológicos. No fim do processo, que inclui a replicação, a transcrição e a tradução, há três formas proteicas diferentes denominadas a, b e c.  figura seguinte representa um modelo de transmissão da informação genética nos sistemas biológicos. No fim do processo, que inclui a replicação, a transcrição e a tradução, há três formas proteicas diferentes denominadas a, b e c.

Depreende-se do modelo que

  1. a única molécula que participa da produção de proteı́nas é o DNA.
  2. o fluxo de informação genética, nos sistemas biológicos, é unidirecional.
  3. as fontes de informação ativas durante o processo de transcrição são as proteı́nas.
  4. é possı́vel obter diferentes variantes proteicas a partir de um mesmo produto de transcrição.
  5. a molécula de DNA possui forma circular e as demais moléculas possuem forma de fita simples linearizadas.

08. (Enem 2009) Em um experimento, preparou-se um conjunto de plantas por técnica de clonagem a partir de uma planta original que apresen- tava folhas verdes. Esse conjunto foi dividido em dois grupos, que foram tratados de maneira idêntica, com exceção das condições de iluminação, sendo um grupo exposto a ciclos de iluminação solar natural e outro mantido no escuro. Após alguns dias, observou-se que o grupo exposto à luz apresentava folhas verdes como a planta original e o grupo cultivado no escuro apresentava folhas amareladas.

Ao final do experimento, os dois grupos de plantas apresentaram

  1. os genótipos e os fenótipos idênticos.
  2. os genótipos idênticos e os fenótipos diferentes.
  3. diferenças nos genótipos e fenótipos.
  4. o mesmo fenótipo e apenas dois genótipos diferentes.
  5. o mesmo fenótipo e grande variedade de genótipos.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp