Home > Banco de Questões > História > Brasil República

Revolução Federalista

Lista de 07 exercícios de História do Brasil com gabarito sobre o tema Revolução Federalista com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Brasil República.





01. (UFRGS) No contexto da chamada Primeira República, dois conflitos armados foram registrados no Rio Grande do Sul: a “Revolução Federalista” (1893-1895) e a “Revolução de 1923”.

Associe os fatos históricos apresentados na primeira coluna aos conflitos indicados na segunda coluna.

1 - Revolução Federalista

2 - Revolução de 1923

( ) Movimento iniciado por partidários de Gaspar Silveira Martins, conhecidos como “maragatos”, defendia a deposição do presidente do Estado, Júlio de Castilhos, e a realização de um plebiscito para escolha da forma de governo.

( ) Movimento iniciado por partidários de Assis Brasil, que formavam oposição ao governo do Estado, contestava a eleição de Borges de Medeiros e defendia a intervenção do governo federal no Rio Grande do Sul.

( ) Conflito finalizado com mudanças no sistema eleitoral gaúcho, após várias tentativas de acordo, mediadas pela presidência da República.

( ) Conflito cuja extensão chegou a Santa Catarina e ao Paraná, onde as forças revoltosas foram contidas no episódio conhecido como “Cerco da Lapa”.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. 1 – 2 – 2 – 1.
  2. 2 – 1 – 1 – 2.
  3. 1 – 2 – 1 – 2.
  4. 2 – 1 – 2 – 1.
  5. 1 – 2 – 2 – 2.

02. (UFRGS) Leia o segmento abaixo.

Com a proclamação da República em 1889, subiu ao poder no Rio Grande do Sul um novo partido, o Partido Republicano Rio-grandense (PRR), cuja base social era formada por indivíduos oriundos do latifúndio pecuarista, associados com os setores médios urbanos. O PRR adotou como ideologia o Positivismo, mas de maneira não ortodoxa.

KÜHN, Fabio. Breve História do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Século XXI, 2002. p. 111. Considere as afirmações abaixo, sobre o governo do PRR no Rio Grande do Sul.

I - Enfrentou duas revoltas armadas, a Revolução Federalista de 1893 e a Revolução de 1923, organizadas pelos setores da oposição maragata.

II - Adotou uma forma de governo democrática, com independência entre os três poderes e limitações amplas à atuação do Poder Executivo.

III - Almejou um desenvolvimento global da economia do estado, a partir de um projeto econômico de modernização capitalista do Rio Grande do Sul.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas I e II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

03. (UDESC) Sobre a Revolução Federalista e suas implicações no Estado de Santa Catarina, assinale a alternativa incorreta.

  1. A Revolução Federalista foi um movimento monarquista iniciado em 1893, em Santa Catarina, que se contrapunha à República, defendendo o retorno de Dom Pedro II ao poder.
  2. A Revolução Federalista foi um movimento político iniciado em 1893, em oposição ao autoritarismo do Presidente Floriano Peixoto. A Revolução inicia no Rio Grande do Sul, mas logo atinge aos demais Estados do Sul.
  3. A Revolução Federalista, em Santa Catarina, foi marcada por uma série de conflitos entre os republicanos que apoiavam Floriano Peixoto e os federalistas.
  4. Os conflitos entre federalistas e florianistas cessam no Estado quando as tropas de Moreira Cesar ocupam a cidade de Desterro e passam à repressão e punição dos federalistas.
  5. A vitória dos republicanos sobre os federalistas é marcada pela mudança do nome da capital, Desterro, para Florianópolis, em homenagem a Floriano Peixoto.

04. (UEM) O estado do Paraná foi diretamente afetado pela Revolução Federalista, deflagrada logo no início do regime republicano (1893-1895). Assinale a alternativa incorreta sobre esse acontecimento e sobre seu desenrolar no estado do Paraná

  1. A Revolução Federalista, iniciada como um conflito entre facções políticas do Rio Grande do Sul pelo controle do governo estadual, acabou-se transformando em um conflito nacional quando o Presidente da República, Floriano Peixoto, apoiou uma das facções em luta.
  2. Um dos fatores que também contribuiu para dar caráter nacional ao conflito foi a tentativa dos líderes federalistas gaúchos de se juntarem à nova Revolta da Armada, iniciada em 1893, no Rio de Janeiro, pelos Almirantes Custódio de Mello e Saldanha da Gama.
  3. O conflito foi um dos mais sangrentos da história republicana, sendo marcado, inclusive, no território paranaense, por combates de grande ferocidade e por atos de atrocidade cometidos por ambas as partes em conflito.
  4. As tropas federalistas, que pretendiam alcançar São Paulo e Rio de Janeiro, enfrentaram grande resistência das tropas legalistas na cidade da Lapa, no Paraná. Esse episódio militar da Revolução Federalista ficou conhecido como o “Cerco da Lapa”.
  5. Curitiba, a capital do estado do Paraná, não chegou a ser afetada pelo conflito

05. (UPF) A Revolução Federalista (1893-1895) foi um dos mais importantes episódios ocorridos no Rio Grande do Sul e que contribuiu para consolidar a República brasileira. Sobre este movimento, é possível afirmar:

  1. Os federalistas tinham como principal objetivo restaurar a Monarquia no Brasil, pois a forma republicana de governo estava levando o país à bancarrota.
  2. Iniciou como um conflito entre facções políticas do Rio Grande do Sul pelo controle do governo estadual e acabou se transformando em um conflito nacional quando o presidente da República, Floriano Peixoto, apoiou uma das facções em luta.
  3. Um fator que também contribuiu para dar caráter nacional ao conflito foi a tentativa dos rio-grandenses de vinculá-lo à Revolta de Canudos para somar esforços na luta contra a República.
  4. Foi um movimento que ficou mais no plano ideológico; ao defender os valores humanistas, pensavam os federalistas em obter o apoio da população brasileira dos outros estados.
  5. Um dos motivos da derrota dos federalistas é que eles restringiram o movimento armado ao Rio Grande do Sul

06. (PUC-PR) A República foi proclamada em 15 de novembro de 1889. Contudo, sua consolidação se fez pela violência de duas revoluções.

Sobre o tema, assinale a alternativa correta:

  1. No plano ideológico, defendiam os federalistas a necessidade de um poder central forte e limitada autonomia aos Estados.
  2. Floriano Peixoto assumira o cargo de Presidente da República, na condição de vice-presidente eleito indiretamente pelo Congresso Nacional e se posicionou favoravelmente aos federalistas.
  3. Desde o início, os rebeldes federalistas lutaram ao lado da Revolta da Armada, que se desenvolvia na Baía da Guanabara.
  4. Esquadras estrangeiras penetraram na Baía da Guanabara, buscando tardiamente apoiar a marinha de guerra do Brasil.
  5. Embora Floriano Peixoto tenha sido alcunhado de “Consolidador da República”, os choques armados continuaram na Presidência de Prudente de Morais e somente terminaram no Governo de Campos Sales.

07. (UEM) "A Proclamação da República não trouxe ao país um período de paz. Havia muita agitação e discordância dentro do próprio Partido Republicano. O motivo do grande descontentamento era o próprio Marechal Deodoro, que governava de modo muito semelhante ao de um Imperador. Depois de dois anos de governo, Deodoro da Fonseca acabou renunciando, isto é, abandonando a presidência; em seu lugar, assumiu o vice-presidente, Marechal Floriano Peixoto. O governo de Floriano Peixoto também foi um período agitado." (EITEL, L. S. Conhecendo o Paraná. São Paulo: Ática, 1992).

Foi durante o Governo de Floriano Peixoto que ocorreu a Revolução Federalista. Sobre esse assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) Os federalistas invocavam o espírito da Federação e exigiam mais energia por parte do Governo central e, consequentemente, que ele tirasse a autonomia dos Estados.

02) A Revolução Federalista objetivava a realização de uma revolução socialista que suprimisse a propriedade privada dos meios de produção.

04) Os federalistas queriam que o presidente Floriano Peixoto governasse de uma forma menos centralizadora, dando mais autonomia aos Estados.

08) A Revolução Federalista teve, também, como palco as cidades paranaenses de Lapa e Curitiba. 16) Os líderes da Revolução Federalista almejavam depor o governo de Floriano Peixoto e reimplantar a monarquia constitucional no Brasil.

A somatória das proposições corretas dá:

  1. 03
  2. 17
  3. 20
  4. 16
  5. 12

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.