Home > Banco de Questões > História da Arte > Idade Moderna >Barroco Europeu

Barroco Europeu

Lista de 14 exercícios de História da Arte com gabarito sobre o tema Barroco Europeu com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Barroco Europeu.



01. (UEA) Das pinturas reproduzidas nas alternativas, aquela que remete ao ideário do Barroco é:

02. (UFPR) Sobre o Barroco, pode-se afirmar que

  1. foi uma forma de manifestação artística inspirada nos conceitos pagãos de Idade Média e a Antigüidade.
  2. fez uso da grandeza excessiva, do extravagante, do artificial, para expressar as concepções de mundo moderno.
  3. surgiu nos países anglo-saxões, no final do século XVII, e se espalhou por toda a Europa no século XVIII.
  4. impôs uma nítida diferenciação entre as formas artísticas, como a pintura, a escultura e a arquitetura.

03. (Unichristus)

Entre os artistas do Barroco italiano, Bernini (1598-1680), sem dúvida, é o mais importante e completo, pois foi arquiteto, urbanista, escultor, decorador e pintor.

A obra acima, de Bernini, revela características da escultura barroca como

  1. o rosto e os gestos das personagens, que evidenciam fortes emoções revelando dramaticidade.
  2. a ausência de movimento e um equilíbrio entre os aspectos intelectuais e emocionais.
  3. uma forte dramaticidade herdada do Renascimento e o equilíbrio entre os aspectos intelectuais e emocionais.
  4. um forte equilíbrio entre a razão e a fé e uma total ausência de sentimento e dramaticidade.
  5. a ausência de movimento e de efeitos decorativos revelando todo racionalismo do artista.

04. (UFF) Na cultura barroca do século XVII observam-se, entre outras, as características:

I) Crise da vontade humana e constatação da dúvida em torno do melhor caminho para se obter a salvação.

II) Presença de valores políticos que orientavam a subordinação da sociedade ao rei e efetivavam a monarquia constitucional.

III) Ambiente social envolvido pelas dúvidas acerca do futuro, transformando o homem barroco em melancólico, cético e místico.

A frase "Ser ou não ser, eis a questão" de William Shakespeare é mais bem interpretada pelas características:

  1. I e III, apenas
  2. I e II, apenas
  3. II e III, apenas
  4. I, apenas
  5. II, apenas

05. (UNICANTO) Quanto à arte do período Barroco, marque (V) para verdadeiro e (F) para falso:

( ) Na pintura utilizava de uma técnica conhecida como claro e escuro.

( ) A expressão dramática e os gestos amplos são marcas da escultura barroca.

( ) O dourado é banido da escultura como uma forma de entrega dos bens materiais.

( ) É na arquitetura barroca que surgem os arcos e cúpulas.

A sequência correta é:

  1. VVFF
  2. FFVV
  3. VFVF
  4. FVFV
  5. VVVF

06. (UFV)

A Leiteira (c.1658-1660), de Johannes Veermer, é uma das obras-primas da pintura holandesa do século XVII, que gradativamente define um estilo próprio, representando com austero realismo cenas familiares, paisagens urbanas, situações da vida cotidiana e retratos de pessoas comuns. A vida urbana e comercial é o cenário dessa nova forma de representação do mundo, que caracteriza a cristalização de uma cultura burguesa.

Das características a seguir, assinale aquela que NÃO se aplica à cultura burguesa urbana da era moderna.

  1. A estética barroca, caracterizada por uma representação do mundo saturada de excessos e movimento.
  2. A atribuição de valor moral ao trabalho honesto e disciplinado, com raízes na religião reformada.
  3. O profundo desprezo pelas classes populares, consideradas como dissolutas e avessas ao trabalho.
  4. A vida doméstica centrada na definição de uma esfera privada restrita à família nuclear.
  5. A aversão ao complexo jogo de etiqueta e honra da sociedade de corte e dos aristocratas em geral.

07. (UFG) O Barroco foi um estilo artístico predominante na Europa entre os séculos XVII e XVIII, alcançando a América Portuguesa. Esse estilo é representativo do trânsito cultural entre os continentes, pois

  1. incorporou à arquitetura religiosa os vitrais góticos, auxiliando a Igreja reformista na conversão das populações nativas ao protestantismo.
  2. implicou em uma adaptação das técnicas às condições da Colônia, utilizando como material a pedrasabão em lugar do mármore.
  3. consolidou a pintura como modalidade artística na Colônia, disseminando escolas para o ensino dessa técnica nas cidades.
  4. privilegiou a proporcionalidade, a racionalidade e o equilíbrio, associando-se às características da empresa colonial.
  5. ampliou o horizonte temático dos artistas coloniais, enfatizando cenas do cotidiano que substituíram as cenas bíblicas renascentistas.

08. (UNICANTO) Quanto a Pintura Barroca analise itens abaixo e em seguida marque a ÚNICA alternativa CORRETA.

  1. Na pintura, frequentemente uma luz incide diretamente sobre aquilo que o pintor quer valorizar na tela.
  2. As cores de tons azul e rosa são banidos da pintura.
  3. O artista Barroco está fortemente ligado ao misterioso e ao sobrenatural.
  4. Há uma tendência para a utilização da cor preta.

09. (UFPE) O estilo barroco - que nos séculos XVII e XVIII, se destacou com a arte, de Diogo Velázquez, Rubens, Caravaggio, entre outros - pode ser considerado como:

  1. expressão do respeito aos princípios da arte clássica greco-romana.
  2. imitação dos pintores renascentistas florentinos.
  3. reflexo das concepções estéticas do Antigo Oriente.
  4. consagração do racionalismo cartesianismo na arte.
  5. resultado de uma arte que desafiava os padrões clássicos.

10. (UNIFENAS) A arte barroca nasceu na Península Itálica no final do século XVI e difundiu-se por países católicos da Europa, como Portugal, Espanha e França, e posteriormente, pela América. Com o objetivo de educar pelo olhar, convencer e envolver emocionalmente o observador, o estilo barroco utilizou-se excessivamente do esplendor, da exuberância, da dramaticidade, da exaltação dos sentimentos e da religiosidade católica.

Considerando as informações contidas no texto, podemos afirmar que o surgimento da arte barroca pode ser relacionado

  1. ao fortalecimento da nobreza feudal europeia.
  2. ao apoio dos religiosos católicos ao antropocentrismo renascentista.
  3. ao movimento da contrarreforma católica.
  4. à crise da atividade comercial italiana.
  5. à decadência do absolutismo monárquico.

11. (UFSM)

A igreja de São Francisco (foto), construída em Ouro Preto no século XVIII, é um marco do barroco e da arquitetura brasileira. O contexto histórico que explica a realização dessa obra é criado pelo(a)

  1. crise do sistema colonial e eclosão das revoltas regenciais.
  2. deslocamento do centro administrativo da Colônia para a cidade de Ouro Preto.
  3. exploração econômica das minas de ouro e consolidação da agricultura canavieira.
  4. ciclo da mineração e decorrente diversificação do sistema produtivo.
  5. distanciamento em relação à autoridade colonial e consequente maior liberdade de expressão.

12. (CESUPA) O século XIX foi marcado pelo que se chama de “catolicismo barroco”, caracterizado por meio de procissões, de pomposos funerais e, sobretudo, pelas festas espetaculares, nas quais se misturavam pretos, pardos, brancos e índios. Contudo, as festas dos tempos coloniais são consideradas como um

  1. meio utilizado pelas autoridades portuguesas na normatização do comportamento de negros e mulatos que faziam das festas um espetáculo de danças, além do propósito de difundir a fé católica, principal sustentáculo da metrópole portuguesa.
  2. artifício usado pelos negros para promover as fugas em massa, visto que os senhores não permitiam as manifestações da etnia malê por considerá-las incivilizadas para os padrões de uma sociedade branca e civilizada.
  3. mecanismo em que se misturavam o sagrado e o profano usado para diminuir as tensões em decorrência da diversidade étnico-cultural e das distinções sociais, terminando por confrontar com regras e padrões de comportamento exigidos pelas autoridades.
  4. incentivo promovido pelas autoridades metropolitanas com o objetivo de impedir a teatralização da religião, além de promover o fortalecimento da aliança dos colonizadores com a população negra escravizada, contribuindo para o fim do tráfico negreiro.

13. (UFPR)

As imagens acima retratam a mesma passagem bíblica – a dúvida do apóstolo Tomé diante do Cristo ressurrecto. A primeira, acima, é uma ilustração medieval do saltério de Saint Albans, do século XII (“A dúvida de São Tomé”, artista desconhecido), e a segunda, abaixo, é a pintura de Caravaggio “A incredulidade de São Tomé”, de 1599.

A partir da análise dessas ilustrações e dos conhecimentos sobre o papel das imagens no período medieval e no período moderno, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):

( ) Enquanto as imagens produzidas no medievo tinham a função de evangelizar os fiéis dentro e fora dos templos, as pinturas produzidas no período de Caravaggio tinham a função de promover a fé católica por meio da arte barroca, em reação à Reforma Protestante.

( ) Enquanto as ilustrações produzidas na Idade Média serviam para combater heresias, as pinturas barrocas tinham o objetivo de questionar a contrarreforma, para se alinhar aos ideais humanistas do século XVII.

( ) Ambas as ilustrações indicam a intenção da Igreja Católica em renunciar ao seu poder político, motivo pelo qual esses exemplos enfatizam passagens de dúvida e de angústia.

( ) Enquanto as produções de ilustrações medievais eram anônimas, imprimindo uma interpretação simbólica para passagens e personagens religiosos, as pinturas de Caravaggio e de outros artistas barrocos conferiam maior dramaticidade e realismo aos personagens bíblicos, com dinamismo e jogos de claro-escuro.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

  1. V – F – F – V.
  2. F – V – F – V.
  3. V – V – F – V.
  4. V – F – V – F.
  5. F – V – V – F.

14. (UFG) Presente nos templos religiosos católicos, o barroco expressa a doutrina da Contrarreforma, ao mesmo tempo em que se opõe aos preceitos da Reforma Protestante. Nesse sentido, uma característica desse estilo encontra-se na

  1. recorrência ao uso de materiais rústicos, associando o princípio cristão da pobreza à condenação de uma estética elitista.
  2. presença de esculturas inspiradas em figuras mitológicas clássicas, agregando a cultura greco-romana ao universo cristão.
  3. isonomia entre o altar e os demais espaços da Igreja, expressando a partilha da autoridade religiosa entre todos os presentes, fiéis e sacerdote.
  4. produção de imagens sacras em vitrais, reforçando o dogma de que a verdade da Bíblia independia da interpretação dos clérigos.
  5. riqueza de ornamentos nas fachadas e no interior dos templos, recorrendo a uma analogia entre a arte sagrada e a beleza da criação divina.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.