Home > Banco de Questões > História da Arte > Idade Contemporânea >Romantismo

Romantismo

Lista de 11 exercícios de História da Arte com gabarito sobre o tema Romantismo com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Romantismo.



01. (UFSC)

O quadro acima é do pintor francês Eugène Delacroix (1798 – 1863) e é intitulado “A Liberdade guiando o povo”, datado de 1830. Este quadro tornou-se uma das representações mais famosas da Revolução Francesa, pois:

  1. nele podemos observar todas as características do simbolismo, bem como a representação de todas as classes que participaram da fase inicial do movimento, com destaque para a bandeira tricolor criada pelos revolucionários, levada pela figura que lembra a participação intensa e fundamental das mulheres no processo.
  2. utiliza uma linguagem de fácil entendimento, onde é possível depreender todas as fases da Revolução Francesa numa só imagem, situando a obra no contexto da arte impressionista.
  3. tornou-se também um ícone do estilo rococó, do qual Delacroix é um dos fundadores e permite observar o caráter violento da Revolução.
  4. sintetiza, com traços pertencentes ao romantismo francês, as ideias fundamentais da revolução, representadas pela bandeira revolucionária, levada pela mulher que constitui a personificação da liberdade, e pela presença de personagens que representam a burguesia e os sans-culottes, linha de frente do movimento antimonárquico.

02. (Fuvest) Em seu contexto de origem, o quadro acima corresponde a uma

Quadro de Victor Meirelles (Foto: Reprodução/Fuvest)

  1. denúncia política das guerras entre as populações indígenas brasileiras.
  2. denúncia política das guerras entre as populações indígenas brasileiras.
  3. crítica republicana à versão da história do Brasil difundida pela monarquia.
  4. defesa da evangelização dos índios realizada pelas ordens religiosas no Brasil.
  5. concepção de inferioridade civilizacional dos nativos brasileiros em relação aos indígenas da América Espanhola.

03. (UFSM) A tela de Doré, ao representar o desespero de Andrômeda (princesa da mitologia grega que enfurece Poseidon), expressa o arrebatamento sentimental que constitui a sensibilidade romântica do século XIX. Sobre isso, pode-se afirmar:

  1. o ideário romântico invade o campo político, predispondo os homens a reconhecer a liberdade dos povos como condutora dos Estados Nacionais.
  2. o romantismo não interfere nas ações políticas dos homens do século XIX, pois se restringe ao campo das artes.
  3. o ideário romântico não colabora na formação identitária dos Estados Nacionais nem nas lutas por liberdade e democracia.
  4. o exagero sentimental dos românticos produz um desinteresse em relação à Natureza, especialmente quanto às matas tropicais.
  5. o romantismo se constitui, ao longo do século XIX, na ideologia que justifica o desenvolvimento burguês na indústria e no comércio internacional.

04. (UNICAMP)

Observe a obra do pintor Delacroix, intitulada A Liberdade guiando o povo (1830), e assinale a alternativa correta.

  1. Os sujeitos envolvidos na ação política representada na tela são homens do campo com seus instrumentos de ofício nas mãos.
  2. O quadro evoca temas da Revolução Francesa, como a bandeira tricolor e a figura da Liberdade, mas retrata um ato político assentado na teoria bolchevique.
  3. O quadro mostra tanto o ideário da Revolução Francesa reavivado pelas lutas políticas de 1830 na França quanto a posição política do pintor.
  4. No quadro, vê-se uma barricada do front militar da guerra entre nobres e servos durante a Revolução Francesa, sendo que a Liberdade encarna os ideais aristocráticos.

05. (ESPM)

I-Juca Pirama

(Gonçalves Dias)

No meio das tabas de amenos verdores,

Cercado de troncos – coberto de flores,

Alteiam-se os tetos d’altiva nação;

São muitos seus filhos, e nos ânimos fortes,

Temíveis na guerra, que em densas coortes

Assombram das matas a imensa extensão.


São rudos, severos, sedentos de glória,

Já prélios incitam, já cantam vitória,

Já meigos atendem à voz do cantor:

São todos Timbiras, guerreiros valentes!

Seu nome lá voa na boca das gentes,

Condão de prodígios, de glória e terror!

Fundado pelo regente Araújo Lima, o Instituto Histórico e Geográfico contou com intenso apoio de D. Pedro II, que presidiu mais de 500 de suas sessões. Empenhado na construção da “identidade nacional”, o Instituto Histórico e Geográfico, sob a influência do Romantismo europeu, criou na poesia, na pintura, na literatura de ficção um mito a que se deu o nome de:

  1. Bandeirismo;
  2. Medievalismo;
  3. Ascetismo;
  4. Tropicalismo;
  5. Indianismo.

06. (UEA) Observe o quadro O viajante sobre o mar de névoa, de Caspar David Friedrich, elaborado em 1818, e atualmente exposto na cidade de Hamburgo, na Alemanha.

A pintura exprime a concepção estética do Sublime, considerando que o viajante

  1. contempla com serenidade uma paisagem infinda, pouco visível, oposta a sua dimensão corporal reduzida.
  2. examina a imensidão do universo com a apreensão e o temor da provável conflagração dos elementos da natureza.
  3. desvenda as leis do movimento da natureza, por meio de procedimentos empíricos disponibilizados pela ciência de sua época.
  4. observa uma paisagem apaziguada e disposta pelo Criador divino ao usufruto econômico e ao prazer do gênero humano.
  5. descobre na paisagem montanhosa, coberta por cores celestiais, o significado de sua existência aventureira e errante.

07. (UPE) O Brasil da segunda metade do século XIX viveu um desenvolvimento urbano e econômico, que gerou reflexos na sua produção cultural. Espaço de surgimento e atuação de vários artistas e intelectuais, as cidades do Brasil Imperial foram o palco de uma efervescência artístico-cultural ímpar.

Sobre essa realidade, assinale a alternativa CORRETA.

  1. Machado de Assis, principal escritor do Modernismo brasileiro, foi autor de várias obras que tiveram ampla aceitação popular, o que lhe proporcionou, inclusive, fama no exterior.
  2. As pinturas de Pedro Américo refletiam um tom romântico e nacionalista, retratando, inclusive, acontecimentos históricos pátrios.
  3. Aluísio de Azevedo, grande expoente do romantismo literário no Brasil, sofreu com a censura imperial, em relação a sua obra.
  4. Castro Alves, grande símbolo do chamado ‘mal do século’, foi autor de poesias que tiveram ampla repercussão nacional.
  5. A produção teatral de Artur de Azevedo era marcada por uma dramaturgia de conotações trágicas.

08. (UERJ)

O romance Iracema, de José de Alencar, publicado em 1865, influenciou artistas, como José Maria de Medeiros, que nele encontraram inspiração para representar imagens do Brasil e do povo brasileiro no período imperial (1822-1889).

Na construção da identidade nacional durante o Império do Brasil, identifica-se a valorização dos seguintes aspectos:

  1. clima ameno / índole guerreira dos ameríndios
  2. grandeza territorial / integração racial das etnias
  3. extensão litorânea / sincretismo religioso do povo
  4. natureza tropical / herança cultural dos grupos nativos

09. (UFPE) Alguns movimentos intelectuais, inovações técnicas e científicas bem como obras artísticas literárias e políticas são considerados representativos do século XIX. A este respeito, analise as proposições a seguir.

( ) O Romantismo foi um movimento literário e artístico desenvolvido pela aristocracia e outros conservadores, em oposição aos burgueses que passaram a dominar a nova sociedade.

( ) Gauss inventou o telégrafo elétrico; Braille criou um alfabeto para os deficientes visuais; e Daguerre desenvolveu trabalhos que possibilitaram o aparecimento da fotografia.

( ) Na literatura, alguns autores se colocaram contra as condições sub-humanas de trabalho, criando uma oposição ao Romantismo: Víctor Hugo ("Os Miseráveis"), Stendhal ("O Vermelho e o Negro") e Balzac ("A Comédia Humana").

( ) Na pintura, são nomes de expressão para o século XIX, Claude Monet e Renoir. Na escultura, Auguste Rodin e Camile Claudel.

( ) No Brasil, nomes como o de Joaquim Nabuco, abolicionista e monarquista, Machado de Assis, escritor, e Carlos Gomes, compositor, revelam para o mundo a expressão da cultura do Brasil.

  1. VVVFF
  2. VFVFV
  3. VVFVV
  4. FFVVV
  5. VVFFF

10. (Enem Libras)

Pertencente ao Romantismo, a obra de Victor Meirelles caracteriza-se como uma

  1. descrição dramática da guerra.
  2. inclinação ao retrato nacionalista.
  3. estilização das revoltas populares.
  4. construção da identidade brasileira.
  5. representação das obras francesas.

11. (UFU) No final do século XVIII e durante o século XIX, a cultura europeia sofreu importantes transformações, sobretudo no campo da pintura e da literatura. A respeito deste contexto, podemos afirmar que

I - O Romantismo, marcado pela emoção, pelo sentimento e pela individualidade, criticava as regras acadêmicas e propunha a liberdade de expressão e a espontaneidade, nele se destacando o poeta inglês Lord Byron e o romancista e poeta francês Victor Hugo.

II - O Realismo pretendia realizar uma volta ao classicismo e ao barroco, retratando a imponência das fábricas, a riqueza das cidades e o progresso da civilização, por meio do avanço tecnológico, nele se destacando os pintores Pablo Picasso e Eugene Delacroix.

III - Os seguidores do Impressionismo defendiam uma reprodução da realidade conforme as impressões recolhidas pelos sentidos, enfatizando o uso da luz e das cores, nele se destacando os pintores Monet e Renoir.

IV- O Naturalismo, cujos maiores representantes foram Charles Dickens e Dostoievski, promovia a identidade nacional e a valorização da cultura burguesa, em contraposição ao multiculturalismo pregado pelos realistas.

Assinale a alternativa correta.

  1. Apenas I e III são corretas.
  2. Apenas I e IV são corretas.
  3. Apenas III e IV são corretas.
  4. Apenas II e III são corretas.
.