Home > Banco de Questões > Biologia > Reprodução >

Desenvolvimento Embrionário de Animais

Lista de 19 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Desenvolvimento Embrionário de Animais com questões de Vestibulares.



1. (PUC) Considere os seguintes fenômenos:

I. Clivagem

II. Organogênese

III. Gastrulação

Qual a ordem correta em que ocorrem os fenômenos acima, após a fertilização?

  1. I – II – III
  2. I – III – II
  3. II – III – I
  4. III – II – I
  5. III – I – II

2. (UFRGS-RS) O celoma é a cavidade delimitada diretamente:

  1. apenas pela endoderme.
  2. pela ectoderme e mesoderme.
  3. apenas pela mesoderme.
  4. pela endoderme e mesoderme.
  5. apenas pela ectoderme.

3. (UFSE) Um embrião esférico, constituído por uma única camada de pequenas células que circunda uma cavidade preenchida por um líquido, está na fase de:

  1. zigoto.
  2. mórula.
  3. gástrula.
  4. nêurula.
  5. blástula.

04. (ENG. SANTOS) Assinale a sequência correta no processo de desenvolvimento do zigoto:

  1. blástula – mórula – gástrula
  2. gástrula – blástula – mórula
  3. mórula – blástula – gástrula
  4. gástrula – mórula – blástula
  5. mórula – gástrula – blástula

05. (FUND. Carlos Chagas) Durante o desenvolvimento embrionário, a formação do blastóporo ocorre na fase de:

  1. segmentação
  2. mórula
  3. blástula
  4. gástrula
  5. nêurula

06. (UDESC 2009) Órgãos que exercem as mesmas funções em espécies diferentes, mas que possuem origem embrionária distinta; e órgãos ou estruturas atrofiadas, sem função evidente, são chamados, respectivamente, de:

  1. órgãos análogos e órgãos homólogos.
  2. órgãos vestigiais e órgãos homólogos.
  3. órgãos homólogos e órgãos vestigiais.
  4. órgãos análogos e órgãos vestigiais.
  5. órgãos homólogos e órgãos análogos.

07. (Enem) Em certas localidades ao longo do rio Amazonas, são encontradas populações de determinada espécie de lagarto que se reproduzem por partenogênese. Essas populações são constituídas, exclusivamente, por fêmeas que procriam sem machos, gerando apenas fêmeas.

Isso se deve a mutações que ocorrem ao acaso nas populações bissexuais. Avalie as afirmações seguintes, relativas a esse processo de reprodução:

I. Na partenogênese, as fêmeas dão origem apenas a fêmeas, enquanto, nas populações bissexuadas, cerca de 50% dos filhotes são fêmeas.

II. Se uma população bissexuada se mistura com uma que se reproduz por partenogênese, esta última desaparece.

III. Na partenogênese, um número x de fêmeas é capaz de produzir o dobro do número de descendentes de uma população bissexuada de x indivíduos, uma vez que, nesta, só a fêmea põe ovos.

É correto o que se afirma:

  1. apenas em I.
  2. apenas em II.
  3. apenas em I e III.
  4. apenas em II e III.
  5. em I, II e III.

08.(Enem) A utilização de células-tronco do próprio indivíduo (autotransplante) tem apresentado sucesso como terapia medicinal para a regeneração de tecidos e órgãos cujas células perdidas não têm capacidade de reprodução, principalmente em substituição aos transplantes, que causam muitos problemas devido à rejeição pelos receptores.

O autotransplante pode causar menos problemas de rejeição quando comparado aos transplantes tradicionais, realizados entre diferentes indivíduos. Isso porque as

  1. células-tronco se mantém indiferenciadas após sua introdução no organismo do receptor.
  2. células provenientes de transplantes entre diferentes indivíduos envelhecem e morrem rapidamente.
  3. células-tronco, por serem doadas pelo próprio indivíduo receptor, apresentam material genético semelhante.
  4. células transplantadas entre diferentes indivíduos se diferenciam em tecidos tumorais no receptor.
  5. células provenientes de transplantes convencionais não se reproduzem dentro do corpo do receptor.

09. (Vunesp-SP) A formação de um tipo de gêmeos pode ser explicada pelo seguinte esquema:

Da análise desse esquema, podemos concluir que esses gêmeos:

  1. resultam da fecundação de um único óvulo por dois espermatozoides.
  2. negam a possibilidade de poliembrionia humana.
  3. serão siameses ou xifópagos, porque se originam de um único ovo.
  4. poderão apresentar sexos iguais ou diferentes.
  5. terão, obrigatoriamente, sexos iguais.

10. (UFV-MG) O desenvolvimento embrionário de um ser humano se assemelha em muitos aspectos ao de um jacaré. Porém, existem diferenças importantes. Assinale a afirmativa correta.

  1. No desenvolvimento embrionário do jacaré o córion foi substituído pela casca calcárea.
  2. A fecundação interna ocorre no ser humano, que é vivíparo, mas não no jacaré, que é ovíparo.
  3. No desenvolvimento embrionário do jacaré não há formação do âmnio, já que a ovoposição ocorre em locais úmidos.
  4. No desenvolvimento embrionário humano a vesícula ou saco vitelínico está ausente, pois a nutrição é placentária
  5. A alantoide tem funções respiratória e de acúmulo de excretas no embrião do jacaré, mas não no do ser humano.

11. (Unifor-CE) A figura abaixo mostra uma fase do desenvolvimento embrionário da galinha. As estruturas numeradas encerram cavidades com diferentes funções.

O armazenamento de excretas e a nutrição do embrião são funções desempenhadas, respectivamente, por:

  1. I e II.
  2. II e I.
  3. III e IV.
  4. IV e II.
  5. IV e III.

12. (Udesc) Assinale a alternativa incorreta quanto aos tecidos e aos órgãos derivados dos folhetos embrionários.

  1. A epiderme e seus anexos se originam no ectoderma.
  2. Os órgãos dos sistemas genital e urinário se originam do mesoderma.
  3. Fígado e pâncreas se originam do endoderma.
  4. Todas as estruturas do sistema nervoso se originam do ectoderma.
  5. O sistema respiratório (exceto as cavidades nasais) se origina do mesoderma.

13. (Ufla-MG) O esquema a seguir representa a diferenciação do tecido mesodérmico em animais triploblásticos.

Os animais representados pelos esquemas 1, 2 e 4 são classificados, respectivamente, como:

  1. pseudocelomados, acelomados e enterocelomados.
  2. acelomados, pseudocelomados, enterocelomados.
  3. pseudocelomados, enterocelomados e esquizocelomados.
  4. enterocelomados, acelomados e esquizocelomados.

14. (Unirio-RJ) Dentre as opções abaixo, assinale a que melhor define as funções principais da placenta:

  1. proteger o embrião contra choques e evitar sua desidratação.
  2. proteger o embrião e produzir vilosidades que penetram no endotérmico.
  3. acumular excretas, retirar oxigênio do ar e devolver gás carbônico.
  4. conter excretas e alimentos de reserva para o embrião (vitelo).
  5. nutrir, excretar e respirar, produzindo também hormônios importantes para a gravidez.

15. (UFRRJ) A seguir estão indicados os anexos embrionários que se formam durante a embriogênese da maioria dos mamíferos. O anexo embrionário exclusivo dos mamíferos e que possibilita um período mais longo de desenvolvimento do embrião no interior do organismo materno é:

  1. o saco vitelino.
  2. o âmnio.
  3. o córion.
  4. a placenta.
  5. a alantoide.

16. (Fuvest-SP) Durante a gestação, os filhotes de mamíferos placentários retiram alimento do corpo materno. Qual das alternativas indica o caminho percorrido por um aminoácido resultante da digestão de proteínas do alimento, desde o organismo materno até as células do feto?

  1. estômago materno → circulação sanguínea materna → placenta → líquido amniótico → circulação sanguínea fetal → células fetais.
  2. estômago materno → circulação sanguínea materna → placenta → cordão umbilical → estômago fetal → circulação sanguínea fetal → células fetais.
  3. intestino materno → circulação sanguínea materna → placenta → líquido amniótico → circulação sanguínea fetal → células fetais.
  4. intestino materno → circulação sanguínea materna → placenta → circulação sanguínea fetal → células fetais.
  5. intestino materno → estômago fetal → circulação sanguínea fetal → células fetais.

17. (Ifsul-RS) Durante o desenvolvimento embrionário de repteis, aves e anfíbios, formam-se estruturas associadas ao corpo do embrião denominadas anexos embrionários.

Desses anexos, o âmnio é a estrutura que desempenha a função de

  1. nutrição do embrião.
  2. armazenamento de excretas pelo embrião durante o seu desenvolvimento.
  3. promoção de trocas gasosas entre o sangue embrionário e o ar atmosférico.
  4. proteção do embrião contra dessecação e eventuais choques mecânicos.

18. (UEMG) Leia o trecho, a seguir.

“As mais versáteis são as células-tronco embrionárias (TE), isoladas pela primeira vez em camundongos há mais de 20 anos. As células TE vêm da região de um embrião muito jovem que, no desenvolvimento normal, forma as três camadas germinativas distintas de um embrião mais maduro e, em última análise, todos os diferentes tecidos do corpo.”

Scientific American Brasil, julho de 2004.

Com as informações contidas nesse texto, juntamente com outros conhecimentos que você possui sobre o assunto, só é possível afirmar CORRETAMENTE que

  1. as células-tronco embrionárias (TE), anteriores ao embrioblasto, são totipotentes, isto é, capazes de se diferenciarem em qualquer uma das células somáticas do indivíduo.
  2. a legislação brasileira proíbe qualquer tipo de pesquisa com células-tronco embrionárias, porque a constituição brasileira considera que o zigoto já é um novo indivíduo e tem que ser protegido.
  3. as três camadas germinativas distintas a que o texto se refere são os folhetos embrionários epiderme, derme e hipoderme.
  4. entre os tecidos do corpo, o tecido nervoso se origina a partir do folheto germinativo ectoderma, enquanto o tecido muscular se origina do endoderma.

19. (PUC-SP) Encontram-se a seguir um esquema do embrião humano com aproximadamente 5 dias e um trecho sobre clonagem:

“A clonagem terapêutica oferece a possibilidade de repor tecidos perdidos por acidente ou pelo passar dos anos e de tratar doenças neuromusculares, infartos, derrames cerebrais, Alzheimer e outras demências, cegueira, câncer e muitas outras.”

VARELLA, Drauzio. Clonagem humana.

Folha de S.Paulo, 1º de maio de 2004.

Na clonagem terapêutica são utilizadas células-tronco, indicadas no esquema pelo número:

  1. 1, capazes de se diferenciar em vários tipos de células.
  2. 2, capazes de se diferenciar em vários tipos de células.
  3. 1, com objetivo de gerar um novo ser.
  4. 2, com o objetivo de gerar um novo ser.
  5. 1, que têm capacidade limitada de diferenciação.
.