Home > Banco de Questões > Biologia > Origem da Vida e Evolução >

Teoria Sintética da Evolução

Lista de 10 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Teoria Sintética da Evolução com questões de Vestibulares.



01. (IFPR) Segundo a Teoria sintética da evolução, formalmente estabelecida em 1947, os principais fatores que atuam sobre o conjunto de genes de uma população são:

  1. transcrição, mutação e recombinação genética.
  2. mutação, recombinação genética, migração, seleção natural e deriva genética.
  3. mutação, seleção natural e metamorfose.
  4. transcrição, tradução, mutação e seleção natural.

02. (CESMAC) As ideias darwinistas deram origem à Teoria Sintética da Evolução, cujo alicerce pode ser reconhecido no princípio de que:

  1. as características fenotípicas surgidas no curso de vida de um organismo são transmitidas à descendência.
  2. as espécies são imutáveis, não originando novas espécies através das gerações, mas sendo criadas por uma entidade inteligente.
  3. as alterações genéticas, surgidas ao acaso, são a fonte primária das variações fenotípicas das espécies, estas influenciadas pelo ambiente.
  4. a extinção de espécies é derivada de cataclismos geológicos ou da ação de cometas que atingem a Terra.
  5. o ambiente determina o surgimento de novas características fenotípicas independentemente do genótipo da população.

03. (Mackenzie) O avanço da medicina é responsável pelo aumento da expectativa de vida de muitas pessoas portadoras de genes que causam doenças graves.

Assim, podemos dizer que a medicina

  1. vai contra a seleção natural, prejudicando a permanência da espécie humana.
  2. vai contra a seleção natural, favorecendo a permanência da espécie humana.
  3. vai contra o processo de mutação, prejudicando a permanência da espécie humana.
  4. tem sido favorável à seleção natural, sendo positiva para a permanência da espécie humana.
  5. tem sido favorável à ocorrência da mutação, favorecendo a permanência da espécie humana.

04. (PUC-Rio) Três processos fundamentam a teoria sintética da evolução:

1. processo que gera variabilidade,

2. processo que amplia a variabilidade e

3. processo que orienta a população para maior adaptação.

Esses processos são, respectivamente:

  1. recombinação gênica, seleção natural, mutação.
  2. recombinação gênica, mutação, seleção natural.
  3. mutação, recombinação gênica, seleção natural.
  4. mutação, seleção natural, recombinação gênica.
  5. seleção natural, mutação, recombinação gênica.

05. (ACAFE) A teoria sintética ou moderna para explicar a evolução das espécies apoia-se sobre os seguintes pontos:

- Mutações

- Acaso

- Luta pela vida

- Seleção natural

- Isolamento do tipo mutante

Nesse contexto, analise as afirmações a seguir.

I O fator “acaso” denota que as mutações surgem intencionalmente nos organismos com o propósito de se adaptarem ao meio.

II A “seleção natural” refere-se à seleção dos mais aptos, ou seja, aqueles mais adaptados ao meio.

III O conceito de “luta pela vida” não se refere à luta do indivíduo contra o indivíduo, mas o confronto entre o indivíduo e o meio ambiente.

IV A “mutação” é o fator de variação dentro da espécie.

Todas as afirmações corretas estão em:

  1. II - II
  2. III - IV
  3. I - III - IV
  4. II - III - IV

06. (UDESC) Ao publicar A Origem de Espécies por Meio da Seleção Natural (1859), Charles Darwin lançou as bases da Teoria da Evolução. Em 1883 August Weismann refutou a herança das características adquiridas, contidas na obra de Darwin. Em 1894, o naturalista inglês, George J. Romanes cunhou o termo Neodarwinismo para este novo tipo de darwinismo, sem a herança das características hereditárias. Atualmente, de maneira errônea, usa-se o termo Neodarwinismo como sinônimo de Teoria Sintética da Evolução, síntese do pensamento evolucionista.

Analise as proposições em relação à Teoria Sintética da Evolução e a seus pressupostos.

I. A evolução pode ser explicada por mutações e pela recombinação genética orientadas pela seleção natural.

II. As mudanças impostas pelo ambiente no indivíduo são agregadas ao seu genótipo e transmitidas aos seus descendentes.

III. O fenômeno evolutivo pode ser explicado de modo consistente por mecanismos genéticos conhecidos.

IV. O uso de determinadas partes do organismo faz com que estas tenham um desenvolvimento maior.

V. A recombinação gênica não aumenta a variabilidade dos genótipos, pois atua em nível de fenótipos.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.
  2. Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
  3. Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.
  4. Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.
  5. Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.

07. (UFGD) A Teoria Sintética da evolução, Síntese Moderna ou Síntese Evolutiva surgiu em meados do século XX das ideias de vários pesquisadores. Esta teoria faz a síntese entre as ideias de Darwin e os novos conhecimentos científicos, especialmente no campo da genética. Segundo essa teoria, os fatores evolutivos mais importantes são

  1. divisão e diferenciação celular, seleção natural e a lei do uso e desuso.
  2. variabilidade e recombinação gênica, mutação e seleção natural.
  3. respiração celular, divisão mitótica e recombinação gênica.
  4. seleção artificial, divisão mitótica e croossing-over.
  5. transmissão das características adquiridas, mutação gênica e divisão celular.

08. (UFG) Segundo a teoria sintética da evolução, ou neodarwinismo, a variabilidade genotípica existente entre os indivíduos de uma mesma espécie por causa da recombinação gênica é decorrente, diretamente,

  1. de alteração na sequência de bases do DNA de células somáticas provocadas por fatores ambientais.
  2. do cruzamento livre e ao acaso entre indivíduos pertencentes à mesma espécie.
  3. da seleção natural de indivíduos não adaptados às condições ambientais.
  4. do deslocamento de indivíduos, emigração ou imigração, entre populações diferentes.
  5. de mudanças na frequência gênica em populações pequenas provocadas por fatores ambientais.

09. (FAMECA) Segundo a teoria moderna da evolução, a adaptação de uma espécie às mudanças ambientais é favorecida

  1. pela permanência de características contrastantes na população ao longo das gerações.
  2. pelo constante esforço dos indivíduos em se modificarem para melhor responderem às mudanças.
  3. pela redução da taxa de recombinação gênica na formação de gametas nos indivíduos da população.
  4. pela velocidade com que a população se reproduz e aumenta o número de indivíduos.
  5. pelo uso contínuo da estrutura corporal, que possibilita a adaptação do indivíduo às mudanças.

10. (Fuvest) Os resultados de uma pesquisa realizada na USP revelam que a araucária, o pinheiro brasileiro, produz substâncias antioxidantes e fotoprotetoras. Uma das autoras do estudo considera que, possivelmente, essa característica esteja relacionada ao ambiente com intensa radiação UV em que a espécie surgiu há cerca de 200 milhões de anos. Com base na Teoria Sintética da Evolução, é correto afirmar que

  1. essas substâncias surgiram para evitar que as plantas sofressem a ação danosa da radiação UV.
  2. a radiação UV provocou mutações nas folhas da araucária, que passaram a produzir tais substâncias.
  3. a radiação UV atuou como fator de seleção, de maneira que plantas sem tais substâncias eram mais suscetíveis à morte.
  4. a exposição constante à radiação UV induziu os indivíduos de araucária a produzirem substâncias de defesa contra tal radiação.
  5. a araucária é um exemplo típico da finalidade da evolução, que é a produção de indivíduos mais fortes e adaptados a qualquer ambiente.
.