Home > Banco de Questões > Biologia > Ecologia >

Cadeias e teias alimentares

Lista de 15 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Cadeias e teias alimentares com questões de Vestibulares.



1. (Udesc) Analise as proposições abaixo, a respeito da energia nos ecossistemas.

I. Organismos fotossintetizantes (como algas e plantas) são capazes de capturar a energia luminosa do Sol e convertê-la em energia química, que fica armazenada nas moléculas das substâncias orgânicas. Este processo é chamado de fotossíntese.

II. Em uma cadeia alimentar, a quantidade de energia de um nível trófico é sempre maior que a energia que pode ser transferida ao nível seguinte, uma vez que todos os seres vivos consomem parte da energia do alimento para a manutenção de sua própria vida.

III. A transferência de energia na cadeia alimentar é unidirecional; tem início nos organismos produtores, passa para os consumidores e finaliza com os organismos decompositores.

IV. Os consumidores primários obtêm a energia necessária à sua sobrevivência alimentando-se diretamente dos organismos fotossintetizantes.

V. Os organismos decompositores obtêm a energia necessária à sua sobrevivência através da decomposição da matéria orgânica morta.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.
  2. Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras.
  3. Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
  4. Somente as afirmativas I, II e V são verdadeiras.
  5. Todas as afirmativas são verdadeiras.

2.(PUC-SP) "No Pantanal, plantas aquáticas servem de alimento para lambaris, pacus e capivaras. Nesse ambiente, piranhas alimentam-se de lambaris e pacus. Já as ariranhas sobrevivem, alimentando-se de pacus e piranhas."

Na teia alimentar descrita no trecho acima, os organismos que ocupam dois níveis tróficos são:

  1. lambaris.
  2. pacus.
  3. capivaras.
  4. piranhas.
  5. ariranhas.

3. (UFRGS) Considere as seguintes afirmações sobre níveis tróficos.

I – Os herbívoros alimentam-se de organismos que se encontram em vários níveis tróficos.

II – Os detritívoros, por se alimentarem de restos de outros organismos, não fazem parte das cadeias alimentares.

III – A principal fonte de energia dos organismos produtores é a energia solar.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas III.
  3. Apenas I e lI.
  4. Apenas II e m.
  5. I, II e m.

04. (Uems) No Pantanal existe um grande número de ecossistemas aquáticos, formados por rios, lagoas e áreas inundáveis. Dá-se o nome de fitoplâncton à comunidade de algas microscópicas que crescem abundantemente nesses ambientes. Esses organismos exercem em seus ecossistemas a função de:

  1. Consumidores primários.
  2. Consumidores secundários.
  3. Consumidores terciários.
  4. Produtores primários.
  5. Decompositores.

05. (Enem 2016) Ao percorrer o trajeto de uma cadeia alimentar, o carbono, elemento essencial e majoritário da matéria orgânica que compõe os indivíduos, ora se encontra em sua forma inorgânica, ora se encontra em sua forma orgânica. Em uma cadeia alimentar composta por fitoplâncton, zooplâncton, moluscos, crustáceos e peixes ocorre a transição desse elemento da forma inorgânica para a orgânica.

Em qual grupo de organismos ocorre essa transição?

  1. Fitoplâncton.
  2. Zooplâncton.
  3. Moluscos.
  4. Crustáceos.
  5. Peixes.

06.(Cesgranrio-RJ) Uma preá que vivia na beira de um charco, alimentando-se de capim, foi capturada por uma cobra que, mais tarde, foi apanhada por um gavião. Mas a história poderia ser outra, e o gavião poderia ter caçado um rato ou outra ave. Por sua vez, a cobra poderia ter capturado um passarinho que havia comido um inseto.

Com referência à teia alimentar, marque a alternativa correta:

  1. A energia contida no produtor diminui gradualmente, ao passar de consumidor a consumidor.
  2. A energia do produtor aumenta gradualmente nos diferentes elementos da cadeia alimentar.
  3. O potencial energético do produtor não sofre nenhuma alteração nos diferentes segmentos da cadeia alimentar.
  4. Na teia alimentar, como os animais são de tamanhos diferentes, a quantidade energética do produtor sofre oscilações.
  5. A complexidade da teia alimentar não interfere na quantidade de energia transferida, que permanece inalterada.

07. (UFPR) Algumas populações de humanos têm sua dieta baseada em carne de peixe. Para as populações que vivem à beira de rios poluídos por mercúrio, por exemplo, é mais prejudicial comer peixes carnívoros do que peixes herbívoros porque:

  1. os peixes carnívoros se alimentam de qualquer tipo de organismo, aumentando a chance de contaminação por substâncias tóxicas além do mercúrio.
  2. os peixes herbívoros não ficam expostos ao mercúrio por muito tempo, diminuindo as chances de contaminar os humanos.
  3. os peixes carnívoros ficam expostos também ao mercúrio presente no ar.
  4. os peixes carnívoros acumulam o mercúrio em seu organismo quando se alimentam de outros organismos, inclusive os peixes herbívoros.
  5. os peixes herbívoros não acumulam mercúrio em seus tecidos.

08. (VUNESP) Considere o esquema que mostra diversos níveis tróficos ligados entre si formando uma teia alimentar na qual ocorre transferência de matéria e energia entre os organismos representados.

(Hickman, Roberts e Larson, Princípios integrados de zoologia. Adaptado)

Ao destacar uma cadeia alimentar com cinco níveis tróficos, dentre as várias relações, pode-se considerar que, nessa cadeia,

  1. a quantidade de energia disponível no nível trófico do gafanhoto é maior que no nível trófico do musaranho.
  2. a quantidade de energia disponível nos níveis tróficos dos camundongos e ratos é equivalente.
  3. a quantidade de energia ao longo dessa cadeia sofre pequena variação devido à participação de organismos provenientes de diferentes ecossistemas.
  4. a maior quantidade de energia disponível ocorre no nível trófico dos moluscos marinhos em relação ao nível trófico das aves costeiras.
  5. a quantidade de energia pode aumentar ou diminuir, pois um mesmo animal pode participar de várias cadeias alimentares simultaneamente como o tico tico.

09. (UFRR) Os índios da etnia Yanomami fazem uso de mais de 20 espécies de cogumelos, que crescem sobre troncos caídos no chão da floresta, cujas hifas nutrem-se das moléculas orgânicas componentes da madeira morta. Ao ingerirem os corpos de frutificação dos basidiomicetos, estes índios estão se comportando como:

  1. Consumidores secundários.
  2. Consumidores primários.
  3. Consumidores terciários.
  4. Produtores.
  5. Decompositores.

10. (Cesgranrio-RJ) Uma preá que vivia na beira de um charco, alimentando-se de capim, foi capturada por uma cobra que, mais tarde, foi apanhada por um gavião. Mas a história poderia ser outra, e o gavião poderia ter caçado um rato ou outra ave. Por sua vez, a cobra poderia ter capturado um passarinho que havia comido um inseto.

Com referência à teia alimentar, marque a alternativa correta:

  1. A energia contida no produtor diminui gradualmente, ao passar de consumidor a consumidor.
  2. A energia do produtor aumenta gradualmente nos diferentes elementos da cadeia alimentar.
  3. O potencial energético do produtor não sofre nenhuma alteração nos diferentes segmentos da cadeia alimentar.
  4. Na teia alimentar, como os animais são de tamanhos diferentes, a quantidade energética do produtor sofre oscilações.
  5. A complexidade da teia alimentar não interfere na quantidade de energia transferida, que permanece inalterada.

11. (CN) No dia 05 de Novembro de 2015, ocorreu o rompimento de duas barragens em um distrito de Mariana (MG), causando a morte do Rio Doce. Desde o dia do rompimento da barragem, órgãos ambientais estaduais e federais monitoram a qualidade do Rio Doce. A tragédia é considerada como o maior desastre ambiental do país. A água e a lama contaminadas afetaram a dinâmica da cadeia alimentar e especialistas acreditam que serão necessárias décadas para a recuperação desse ambiente devastado.

Com relação à cadeia alimentar, marque a opção correta.

  1. Os consumidores finais são considerados os predadores do topo das cadeias alimentares.
  2. As algas são consideradas como os únicos produtores de uma cadeia trófica.
  3. Dentro de uma cadeia alimentar, os carnívoros geralmente são considerados como consumidores primários.
  4. Os decompositores formam o segundo nível trófico da cadeia alimentar.
  5. Os consumidores primários são pequenos predadores carnívoros.

12. (FUVEST) Nas margens de um rio, verificava‐se a seguinte cadeia trófica: o capim ali presente servia de alimento para gafanhotos, que, por sua vez, eram predados por passarinhos, cuja espécie só ocorria naquele ambiente e tinha exclusivamente os gafanhotos como alimento; tais passarinhos eram predados por gaviões da região.

A lama tóxica que vazou de uma empresa mineradora matou quase totalmente o capim ali existente. É correto afirmar que, em seguida, o consumidor secundário

  1. teve sua população reduzida como consequência direta do aumento da biomassa no primeiro nível trófico da cadeia.
  2. teve sua população reduzida como consequência indireta da diminuição da biomassa no primeiro nível trófico da cadeia.
  3. não teve sua população afetada, pois o efeito da lama tóxica se deu sobre o primeiro nível trófico da cadeia e não sobre o segundo.
  4. não teve sua população afetada, pois a lama tóxica não teve efeito direto sobre ele, mas sim sobre um nível trófico inferior.
  5. teve sua população aumentada como consequência direta do aumento da biomassa no segundo nível trófico da cadeia.

13. (UDESC)

A Figura 2 mostra, de maneira simplificada, a cadeia alimentar de um determinado ecossistema. Sobre esta cadeia, analise as proposições.

I. Os roedores indicados na cadeia possuem mais quantidade de energia química disponível do que os grandes carnívoros.

II. Os herbívoros são classificados como consumidores secundários.

III. Com exceção das plantas, todos os outros integrantes da cadeia alimentar são autótrofos.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente a afirmativa I é verdadeira.
  2. Somente a afirmativa III é verdadeira.
  3. Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
  4. Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.
  5. Todas as afirmativas são verdadeiras.

14. (UNESC) Energia solar é um termo que se refere à energia proveniente da luz e do calor do Sol. Pode ser utilizada pelo homem por meio de diferentes tecnologias como forma de aquecimento, porém é naturalmente utilizada nas cadeias alimentares sendo...

  1. Mantida nas cadeias alimentares, mas não mantém a pirâmide de massa.
  2. Introduzida pela fotossíntese e transferida ao longo das cadeias alimentares.
  3. Mantida na cadeia trófica e transferida de forma bidirecional.
  4. Introduzida ao longo dos níveis tróficos mantendo-se invariável.
  5. Transferida de um nível trófico para outro aumentando entre os níveis.

15. (FATEC) Toda cadeia alimentar depende da presença, em sua base, de populações de organismos que consigam utilizar alguma fonte externa de energia e de matéria inorgânica para produzir sua própria matéria orgânica. Esses organismos são denominados produtores.

As populações de produtores são a fonte de alimento das populações de consumidores primários, as quais são consumidas pelas de consumidores secundários, e assim por diante, dando sequência à cadeia alimentar.

Ao longo dessa sequência de populações que compõe uma mesma cadeia alimentar, a quantidade total de energia tende a

  1. aumentar, pois a energia disponível em uma população se acumula na população que compõe o nível trófico seguinte.
  2. aumentar, pois os organismos que formam as diferentes populações aumentam de tamanho ao longo da cadeia.
  3. diminuir, pois ao menos parte da energia obtida por uma população de um determinado nível trófico é sempre utilizada nos processos metabólicos dos organismos.
  4. diminuir, pois os organismos que compõem os últimos níveis tróficos sempre apresentam, individualmente, metabolismo com menor taxa de consumo energético.
  5. se manter constante, pois não há desperdício nem acúmulo de energia ao longo da cadeia.
.