Home > Banco de Questões > Biologia > Citologia >

Núcleo, cromossomos e clonagem

Lista de 12 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Núcleo, cromossomos e clonagem com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Citologia.





1. (Uff) Ao se pesquisar a função dos nucléolos realizaram-se experiências com uma linhagem mutante do anfíbio 'Xenopus'. Verificou-se que cruzamentos de indivíduos desta linhagem produziam prole com alta incidência de morte - os embriões se desenvolviam normalmente e, pouco depois da eclosão, os girinos morriam. Estudos citológicos mostraram que os núcleos dos embriões ou não apresentavam nucléolos, ou apresentavam nucléolos anormais.

Conclui-se que a primeira atividade celular afetada nestes embriões foi:

  1. o processamento do RNA mensageiro
  2. a produção de RNA mensageiro
  3. a produção de histonas
  4. a produção de ribossomos
  5. a produção de RNA polimerase

2. (Puc-MG) A cromatina sexual compreende:

  1. o citoplasma de células gaméticas masculinas que se apresentam mais coradas que as femininas.
  2. o citoplasma de células gaméticas femininas que se apresentam mais coradas que as masculinas.
  3. cromossomo Y condensado em núcleos de hemácias humanas.
  4. um dos cromossomos X da mulher, que permanece condensado no núcleo das células, facilmente visualizado na mucosa oral.
  5. cromossomos X e Y condensados durante o período da interfase.

3. (Mackenzie) Algumas células apresentam material nuclear bastante desespiralizado e metabolismo muito alto. Essas características podem indicar:

  1. pouca atividade do DNA e, como conseqüência, pouco desenvolvimento das organelas celulares.
  2. intensa tradução, exigindo a presença de grande desenvolvimento de retículo endoplasmático liso.
  3. intensa transcrição e tradução, exigindo a presença de retículo endoplasmático rugoso muito desenvolvido.
  4. intensa duplicação do material genético, demonstrando alta taxa de divisão celular e organelas pouco desenvolvidas.
  5. intensa transcrição, exigindo grande desenvolvimento do complexo de Golgi, responsável pela tradução.

04. (Fuvest-SP) Quando afirmamos que o metabolismo da célula é controlado pelo núcleo celular, isso significa que:

  1. todas as reações metabólicas são catalisadas por moléculas e componentes nucleares.
  2. o núcleo produz moléculas que, no citoplasma, promovem a síntese de enzimas catalisadoras das reações metabólicas.
  3. o núcleo produz e envia, para todas as partes da célula, moléculas que catalisam as reações metabólicas.
  4. dentro do núcleo, moléculas sintetizam enzimas catalisadoras das reações metabólicas.
  5. o conteúdo do núcleo passa para o citoplasma e atua diretamente nas funções celulares, catalisando as reações metabólicas.

05. (FCC-SP) Observe o esquema abaixo.

I e II indicam:

  1. cromátides-irmãs.
  2. cromátides homólogas.
  3. cromossomos homólogos.
  4. cromossomos não homólogos.
  5. cromossomos-filhos.

06. (Fuvest-SP) Em determinada espécie animal, o número diploide de cromossomos é 22. Nos espermatozoides, nos óvulos e nas células epidérmicas dessa espécie serão encontrados, respectivamente:

  1. 22, 22 e 44 cromossomos.
  2. 22, 22 e 22 cromossomos.
  3. 11, 11 e 22 cromossomos.
  4. 44, 44 e 22 cromossomos.
  5. 11, 22 e 22 cromossomos.

07. (Uerj) Em relação ao número de cromossomos, pode-se classificar as células em somáticas e reprodutoras.

Das alternativas abaixo, aquela que caracteriza corretamente um ou outro tipo de célula é:

  1. As somáticas são chamadas de diploides e possuem 23 cromossomos.
  2. As reprodutoras são chamadas de haploides e possuem 23 cromossomos.
  3. As somáticas são chamadas de diploides e possuem 46 pares de cromossomos.
  4. As reprodutoras são chamadas de haploides e possuem 23 pares de cromossomos.

08. (Unesp-SP) Em julho de 2002, a Unesp tornou-se a primeira instituição brasileira a produzir um clone animal a partir do núcleo de uma célula adulta. Pesquisadores da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, do campus de Jaboticabal, removeram o núcleo de uma célula obtida da cauda de uma vaca da raça Nelore (animal A) e injetaram-no no óvulo anucleado de uma vaca de abatedouro (animal B). Posteriormente, esse óvulo foi implantado no útero de uma vaca mestiça holandesa (animal C). Do desenvolvimento desse óvulo resultou a bezerra Penta. Nas células da bezerra Penta há:

  1. DNA nuclear do animal A e DNA mitocondrial do animal C.
  2. DNA nuclear do animal A e DNA mitocondrial do animal A.
  3. DNA nuclear do animal A e DNA mitocondrial do animal B.
  4. DNA nuclear do animal B e DNA mitocondrial do animal C.
  5. DNA nuclear do animal C e DNA mitocondrial do animal A.

09. (PUC-SP) Na aula de Biologia, o professor fez a seguinte afirmação:“A produção de ribossomos depende, indiretamente, da atividade dos cromossomos”. Em seguida, pediu a seus alunos que analisassem a afirmação e a explicassem. Foram obtidas cinco explicações diferentes, que se encontram a seguir citadas. Assinale a única afirmação correta:

  1. Os cromossomos são constituídos, essencialmente, por RNA ribossômico e proteínas, materiais utilizados na produção de ribossomos.
  2. Os cromossomos são constituídos, essencialmente, por RNA mensageiro e proteínas, materiais utilizados na produção de ribossomos.
  3. Os cromossomos contêm DNA; este controla a síntese de ribonucleoproteínas que formarão o nucléolo e que, posteriormente, farão parte dos ribossomos.
  4. Os cromossomos são constituídos, essencialmente, por RNA transportador e proteínas, materiais utilizados na produção de ribossomos.
  5. Os cromossomos, produzidos a partir do nucléolo, fornecem material para a organização dos ribossomos.

10. (Enem)

I. Retirou-se um óvulo da vaca Z. O núcleo foi desprezado, obtendo-se um óvulo anucleado.

II. Retirou-se uma célula da glândula mamária da vaca W. O núcleo foi isolado e conservado, desprezando-se o restante da célula.

III. O núcleo da célula da glândula mamária foi introduzido no óvulo anucleado. A célula reconstituída foi estimulada para entrar em divisão.

IV. Após algumas divisões, o embrião foi implantado no útero de uma terceira vaca, Y, mãe de aluguel. O embrião se desenvolveu e deu origem ao clone.

Considerando que os animais Z, W e Y não têm parentesco, pode-se afirmar que o animal resultante da clonagem tem as características genéticas da(s) vaca(s):

  1. Z, apenas.
  2. W, apenas.
  3. Y, apenas.
  4. Z e W, apenas.
  5. Z, W e Y.

11. (Fuvest-SP) A égua, o jumento e a zebra pertencem a espécies biológicas distintas que podem cruzar entre si e gerar híbridos estéreis. Destes, o mais conhecido é a mula, que resulta do cruzamento entre o jumento e a égua. Suponha que o seguinte experimento de clonagem foi realizado com sucesso: o núcleo de uma célula somática de um jumento foi transplantado para um óvulo anucleado da égua e o embrião foi implantado no útero de uma zebra, onde ocorreu a gestação. O animal (clone) produzido em tal experimento terá, essencialmente, características genéticas:

  1. de égua.
  2. de zebra.
  3. de mula.
  4. de jumento.
  5. das três espécies

12. (UFRGS-RS) Muitas vezes, durante a realização de eventos esportivos, é realizada a determinação do sexo genético. Este exame é feito pela observação dos cromossomos de células epiteliais. Pode-se afirmar que neste exame.

  1. mulheres normais deveriam apresentar uma estrutura chamada corpúsculo de Barr, que corresponde a um dos cromossomos X.
  2. homens normais deveriam apresentar uma estrutura chamada corpúsculo de Barr, que corresponde ao cromossomo Y.
  3. mulheres normais deveriam apresentar duas estruturas chamadas corpúsculos de Barr, que correspondem aos dois cromossomos X.
  4. homens normais deveriam apresentar uma estrutura chamada corpúsculo de Barr, correspondente ao cromossomo X.
  5. mulheres normais na fase adulta não deveriam apresentar corpúsculo de Barr.