Home > Banco de Questões > Biologia > Evolução >Teste de DNA e Paternidade ou Fingerprinting

Teste de DNA e Paternidade ou Fingerprinting

Lista de 10 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Teste de DNA e Paternidade ou Fingerprinting com questões de Vestibulares.


Você pode conferir as videoaulas, conteúdo de teoria, e mais questões sobre o tema Teste de DNA e Paternidade ou Fingerprinting.



01. (UNEMAT) Teste de paternidade é feito por análise do DNA dos pais e do(a) filho(a). Além deste, existe uma forma de excluir a paternidade, que se baseia nos tipos sanguinios do sistema ABO.

A única alternativa que indica exclusão da paternidade é:

  1. o filho é do tipo A, a mãe do tipo B e o suposto pai do tipo A.
  2. o filho é do tipo B, a mãe do tipo O e o suposto pai do tipo B.
  3. o filho é do tipo AB, a mãe do tipo A e o suposto pai do tipo A.
  4. o filho é do tipo AB, a mãe do tipo A e o suposto pai do tipo B.
  5. o filho é do tipo A, a mãe do tipo A e o suposto pai do tipo B.

02. (Universidade de Vassouras) O diagnóstico por DNA é usualmente utilizado para determinar a paternidade, uma vez que aproximadamente metade do material genético dos filhos é proveniente de cada genitor. Para a realização do teste de paternidade, é preciso recolher amostras de células da mãe, do filho e do pai. O DNA dessas amostras é extraído e fragmentos da molécula são separados por uma corrente elétrica, de acordo com seu tamanho, por meio de um processo chamado eletroforese. O resultado é analisado a partir da comparação dos fragmentos dos filhos em relação aos dos pais.

A figura abaixo representa o resultado do exame de DNA de um casal e de 4 crianças.

A criança que descende geneticamente do casal é a de número:

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4

03. (Fuvest) Teste de DNA confirma paternidade de bebê perdido no tsunami.

Um casal do Sri Lanka que alegava ser os pais de um bebê encontrado após o tsunami que atingiu a Ásia, em dezembro, obteve a confirmação do fato através de um exame de DNA. O menino, que ficou conhecido como "Bebê 81" por ser o 81º sobrevivente a dar entrada no hospital de Kalmunai, era reivindicado por nove casais diferentes.

Folhaonline, 14/02/2005 (adaptado).

Algumas regiões do DNA são seqüências curtas de bases nitrogenadas que se repetem no genoma, e o número de repetições dessas regiões varia entre as pessoas. Existem procedimentos que permitem visualizar essa variabilidade, revelando padrões de fragmentos de DNA que são “uma impressão digital molecular”. Não existem duas pessoas com o mesmo padrão de fragmentos com exceção dos gêmeos monozigóticos. Metade dos fragmentos de DNA de uma pessoa é herdada de sua mãe e metade, de seu pai.

Com base nos padrões de fragmentos de DNA representados abaixo, qual dos casais pode ser considerado como pais biológicos do Bebê 81?

04. (UFPR) Assim como ocorre em animais, o teste de DNA pode ser utilizado para a identificação da paternidade de árvores. Quando os pais de uma árvore juvenil são identificados em uma floresta, é possível calcular a distância entre pais e filhos. As distâncias percorridas pelo pólen e pela semente que deram origem ao juvenil correspondem, respectivamente, à distância entre:

  1. a mãe e o juvenil e entre o pai e o juvenil.
  2. a mãe e o juvenil e entre o pai e a mãe.
  3. o pai e o juvenil e entre a mãe e o juvenil.
  4. o pai e a mãe e entre o pai e o juvenil.
  5. o pai e a mãe e entre a mãe e o juvenil.

05. (UPF) O teste de paternidade, também chamado de teste de DNA, é feito com base em certos trechos do DNA, cujas sequências especiais de nucleotídeos são exclusivas para cada pessoa e transmitidas de pais para filhos, de acordo com a herança mendeliana. Este teste permite confirmar a paternidade com 99,9% de certeza, comparando-se o DNA da criança, da mãe e dos prováveis pais.

Analise os resultados abaixo referentes ao teste realizado em uma determinada situação de confirmação de paternidade.

Com base neste resultado, assinale a alternativa correta:

  1. Tanto o suspeito 1 quanto o 2 poderiam ser o pai desta criança.
  2. O pai da criança é o suspeito 1.
  3. Nenhum dos suspeitos poderia ser pai desta criança.
  4. O pai da criança é o suspeito 2.
  5. Esta criança não pode ser filha desta mãe.

06. (UFRR) A “impressão digital do DNA” ou DNA fingerprinting, tem sido muito usada na medicina forense para aidentificação de vítimas, criminosos e na confirmação depaternidades. Esse exame baseia-se na identificação detrechos do DNA cujas sequências repetidas denucleotídeos são exclusivas para cada pessoa etransmitidas de pais para filhos de acordo com herançamendeliana. O resultado do teste, representado a seguir,contém padrões dessas marcas para uma determinadafamília.

Com base nesse resultado assinale a alternativa, incorreta:

  1. III é irmão biológico de I.
  2. III não pode ser filho biológico deste casal.
  3. II não é filho deste pai.
  4. I é filho biológico do casal.
  5. I, II e III possuem a mesma mãe.

07. (UFOP) Sobre os modernos testes de paternidade, assinale o que for correto.

  1. A probabilidade de erro nos testes de paternidade pelo exame do DNA, segundo alguns cientistas afirmam, é de cerca de 1 caso em 5 bilhões. Na prática, portanto, o exame pode ser considerado 100% seguro.
  2. O mais moderno e preciso teste para determinar a paternidade é feito a partir do RNA do indivíduo.
  3. Os únicos materiais utilizados para um teste de paternidade são o sangue e o esperma.
  4. A comprovação da paternidade pelo exame do DNA é feita comparando-se as “impressões genéticas” dos pais e do filho. Caso as faixas de DNA do filho que equivalem às faixas da mãe forem idênticas às do suposto pai, comprova-se a paternidade.

08. (UFF) Em um acidente, embora os corpos das vítimas fatais terem ficado queimados e irreconhecíveis, foi possível preparar, a partir de fragmentos de tecidos, amostras de DNA nuclear e mitocondrial de todos os mortos. Faleceram no acidente dois filhos de uma senhora, cada um de um casamento diferente.

Uma das formas possíveis de identificar os despojos dos filhos dessa senhora consiste em verificar se existe homologia do

  1. DNA mitocondrial da senhora com o DNA mitocondrial das vítimas.
  2. DNA mitocondrial da senhora com o DNA nuclear das vítimas.
  3. DNA nuclear do marido e do ex-marido da senhora com o DNA mitocondrial das vítimas.
  4. DNA mitocondrial do marido e do ex-marido da senhora com o DNA mitocondrial das vítimas.
  5. DNA nuclear da senhora com o DNA mitocondrial das vítimas.

09. (Universidade de Vassouras) Em um caso de investigação de paternidade, amostras de sangue da mãe, do filho e de quatro indivíduos, os supostos pais, foram analisadas em relação aos sistemas ABO, Rh e MN. Veja os resultados na tabela.

Considerando apenas os resultados dessa análise, a paternidade pode ser atribuída ao indivíduo de número:

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4

10. (Faculdade Baiana de Direito) Há uma tendência mundial de crescimento nos incidentes de fraudes de alimentos. No Brasil, estudos publicados demonstram que há, por exemplo, em torno de 24% de troca de espécies em pescados. Apesar da existência de leis de proteção ao direito do consumidor, que exigem que a rotulagem dos alimentos deva estar de acordo com o item comercializado, não há leis que exijam o uso de ferramentas como os testes de DNA.

GUTIERRES, N. Autenticidade garantida. Revista Supervarejo, out. 2016, p.82-85. Adaptado.

Com base nos conhecimentos sobre o DNA e a expressão genética, pode-se afirmar:

  1. O DNA é traduzido em uma molécula de RNA que pode ser transcrito em um lipídio, glicídio ou proteína.
  2. A sequência de etapas da expressão gênica é transcrição, transdução e replicação.
  3. Uma molécula de DNA que possui 60% de A + C apresentará 40% de G + T.
  4. Os genes são sequências peptídicas com funções específicas expressas pelo DNA.
  5. Durante a tradução, a sequência de aminoácidos é determinada pelo pareamento do anticódon do RNAt com o códon do RNAm.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp