Home > Banco de Questões > Biologia > Animais >

Poríferos e Cnidários

Lista de 19 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Poríferos e Cnidários com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Zoologia.





1. (FUVEST) Na história evolutiva dos metazoários, o processo digestivo

  1. é intracelular, com hidrólise enzimática de moléculas de grande tamanho, a partir dos equinodermas.
  2. é extracelular, já nos poríferos, passando a completamente intracelular, a partir dos artrópodes.
  3. é completamente extracelular nos vertebrados, o que os distingue dos demais grupos de animais.
  4. passa de completamente intracelular a completamente extracelular, a partir dos nematelmintos.
  5. passa de completamente extracelular a completamente intracelular, a partir dos anelídeos.

2. (UFPI) Assinale as características que tornam os organismos do filo Porifera bem diferentes daqueles de outros filos animais.

  1. Não podem se reproduzir.
  2. As formas adultas são sésseis.
  3. Não respondem a estímulos externos.
  4. Alimentam-se através de mecanismos de filtração.
  5. Suas células não são organizadas em tecidos.

3. (Fac. Santa Marcelina SP) As esponjas são animais pertencentes ao filo Porífera. Durante muitos séculos foram classificadas como plantas aquáticas e reconhecidas como animais apenas em 1765. São os seres mais primitivos do reino Animalia e possuem determinadas características exclusivas que os diferenciam de todos os outros animais.

Com relação às esponjas, é correto afirmar que

  1. não formam órgãos nem sistemas e apresentam células chamadas coanócitos, relacionadas com a nutrição.
  2. são triblásticas e acelomadas, com simetria bilateral e sistema digestório incompleto.
  3. se reproduzem unicamente de forma assexuada, principalmente por brotamento, ou, excepcionalmente, por gemulação.
  4. apresentam sistema digestório incompleto e possuem células urticantes, chamadas cnidoblastos, relacionadas à defesa e à captura de suas presas.
  5. possuem sistema ambulacral, responsável pelos movimentos de locomoção, transporte de substâncias e percepção do meio externo.

04. (UFRN) Os poríferos ou esponjas formam, desde o Cambriano, uma fauna relativamente significante; no entanto, sua estrutura e seu comportamento peculiares têm levado alguns estudiosos a considerar que os representantes desse filo demonstram inabilidade em evoluir os sistemas ou os órgãos, diferentemente do que acontece com outros grupos, porque:

  1. seu esqueleto constitui um suporte rígido que impede deslocamentos.
  2. a ausência de sistemas sensitivos que lhes assegurem defesa os torna vulneráveis à ação de predadores.
  3. a falta de sistema nervoso os impossibilita de se alimentarem de matéria em suspensão.
  4. sua fixação a substratos dificulta a captura de algas e, consequentemente, sua sobrevivência.

05. (UECE) As esponjas são animais macios e flexíveis, dotados de poros por todo o corpo e pertencentes ao filo Porífera. Com relação aos poríferos assinale a afirmação verdadeira.

  1. Por serem animais bastante primitivos, os poríferos não desenvolveram mecanismos sexuados de reprodução.
  2. Apresentam exoesqueleto formado por espículas de calcário ou de sílica.
  3. Absorvem alimentos por meio de filtração, mecanismo possível pela presença de células flageladas que direcionam o fluxo de alimentos para a cavidade interna, denominadas cnidócitos.
  4. São seres exclusivamente aquáticos, que não possuem tecidos bem definidos, não apresentam órgãos nem sistemas.

06. (PUC-MG) Quando fazemos um corte longitudinal em uma esponja asconoide, como na figura, encontraremos revestindo o átrio ou espongiocele:

  1. cnidócitos.
  2. celomócitos.
  3. coanócitos.
  4. células enzimático-glandulares.
  5. células mioepiteliais.

07. (UFPB) Os poríferos são considerados os representantes mais simples entre todos do reino Animalia.

Sobre os representantes desse grupo, é correto afirmar que possuem

  1. um estádio larval durante seu desenvolvimento
  2. sistema nervoso simples e difuso pelo corpo.
  3. representantes protostômios.
  4. representantes diploblásticos.
  5. digestão extracelular.

08. (UFJF-MG) Observe as seguintes afirmativas:

I – A grande capacidade regenerativa das esponjas revela a pequena interdependência e diferenciação de suas células.

II – A água que circula pelo corpo de uma esponja segue o trajeto: ósculo – átrio – óstios.

III – Nem todas as esponjas possuem espículas calcárias ou silicosas.

Assinale:

  1. se apenas I estiver correta.
  2. se apenas I e II estiverem corretas.
  3. se I, II e III estiverem corretas.
  4. se apenas II e III estiverem corretas.
  5. se apenas I e III estiverem corretas.

09. (UPE) Antes da descoberta do plástico, as esponjas de banho utilizadas na higiene pessoal eram obtidas a partir de animais marinhos pertencentes ao Filo Porífera.

Em relação aos animais desse Filo e suas características, pode-se afirmar que:

I. são invertebrados aquáticos filtradores, de corpo esponjoso e de estrutura simples, sem tecidos ou órgãos diferenciados nem sistema nervoso

II. apresentam numerosos poros laterais e, na região superior do corpo, uma única aberturapara a entrada do alimento e da água, denominada de ósculo

III. apresentam digestão extracelular na espongiocele, que ocorre por meio de enzimas produzidas pelos nematocistos

IV. apresentam digestão intracelular, que ocorre no interior dos coanócitos e dos amebócitos

V. apresentam circulação de água, facilitada por meio de células especiais flageladas, denominadas de coanócitos

Assinale a alternativa correta.

  1. I, II, V, apenas
  2. II, III, IV, apenas
  3. I, IV, V, apenas
  4. I, III, V, apenas
  5. III, IV, V, apenas

10. (UFV-MG) O principal papel dos coanócitos nos poríferos é:

  1. transportar substâncias para todo o animal.
  2. originar elementos reprodutivos.
  3. formar o esqueleto do animal.
  4. provocar a circulação da água no animal.
  5. dar origem a outros tipos de células.

11. (PUC RS) Um exame dos diferentes tipos celulares que formam o corpo de uma esponja nos revela que o revestimento externo destes animais está formado por células genericamente denominadas:

  1. coanócitos.
  2. amebócitos.
  3. pinacócitos.
  4. arqueócitos.
  5. fibrócitos.

12. (UPE) Antes da descoberta do plástico, as esponjas de banho utilizadas na higiene pessoal eram obtidas a partir de animais marinhos pertencentes ao filo Porifera. Em relação aos animais desse filo e suas características, pode-se afirmar que:

I – são invertebrados aquáticos filtradores, de corpo esponjoso e de estrutura simples, sem tecidos ou órgãos diferenciados nem sistema nervoso.

II – apresentam numerosos poros laterais e, na região superior do corpo, uma única abertura para a entrada do alimento e da água, denominada de ósculo.

III – apresentam digestão extracelular na espongiocele, que ocorre por meio de enzimas produzidas pelos nematocistos.

IV – apresentam digestão intracelular, que ocorre no interior dos coanócitos e dos amebócitos.

V – apresentam circulação de água, facilitada por meio de células especiais flageladas, denominadas de coanócitos.

Assinale a alternativa correta.

  1. I, II, V, apenas.
  2. II, III, IV, apenas.
  3. I, IV, V, apenas.
  4. I, III, V, apenas.
  5. III, IV, V, apenas.

13. (PUCCamp/SP) Se medusas marinhas forem colocadas em água destilada, suas células irão

  1. diminuir de volume.
  2. aumentar de volume.
  3. gastar energia para manter o turgor
  4. eliminar água pelos vacúolos pulsáteis.
  5. acumular sódio e potássio

14. (UEL-PR) A figura a seguir mostra o ciclo de vida da hidra.

A análise da figura leva às seguintes considerações:

I – A hidra reproduz-se tanto sexuada como assexuadamente.

II – As larvas ciliadas têm vida livre.

III – No ciclo de vida da hidra só existe a fase de pólipo.

Dessas considerações, apenas:

  1. I é correta.
  2. III é correta.
  3. I e II são corretas.
  4. I e III são corretas.
  5. II e III são corretas.

15. (Fuvest-SP) A Grande Barreira de Recifes se estende por mais de 2000 km ao longo da costa nordeste da Austrália e é considerada uma das maiores estruturas construídas por seres vivos. Quais são esses organismos e como eles formam esses recifes?

  1. esponjas - à custa de secreções calcárias.
  2. celenterados - à custa de espículas calcárias e silicosas do seu corpo.
  3. pólipos de cnidários - à custa de secreções calcárias.
  4. poríferos - à custa de material calcário do terreno.
  5. cnidários - à custa de material calcário do solo, como a gipsita.

16. (PUC-PR) Analise as proposições a seguir:

I – Primeiros animais da escala evolutiva a apresentarem uma cavidade digestiva.

II – Formação de dois tipos morfológicos de indivíduos.

III – Esqueleto formado por espículas ou por espongina.

IV – Presença de células urticantes para defesa e captura da presa.

V – Presença de células flageladas que realizam movimento de água no corpo do animal.

São características do filo Cnidaria:

  1. apenas I, III e V.
  2. apenas II, III e IV.
  3. apenas II, IV e V.
  4. I, II, III e V.
  5. apenas I, II e IV.

17. (Unifor-CE) A figura a seguir mostra o ciclo de vida de um cnidário.

A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é a representada em:

A figura a seguir mostra o ciclo de vida de um cnidário
  1. I.
  2. II.
  3. III.
  4. IV.
  5. V.

18. (Enem PPL 2010) Os corais que formam o banco dos Abrolhos, na Bahia, podem estar extintos até 2050 devido a uma epidemia. Por exemplo, os corais-cérebro já tiveram cerca de 10% de sua população afetada pela praga-branca, a mais prevalente da seis doenças identificadas em Abrolhos, causada provavelmente por uma bactéria. Os cientistas atribuem a proliferação das patologias ao aquecimento global e à poluição marinha. O aquecimento global reduziria a imunidade dos corais ou estimularia os patógenos causadores desses males, trazendo novos agentes infecciosos.

FURTADO, F. Peste branca no mar. Ciência hoje. Rio de Janeiro, v. 42, n. 251, ago. 2008 (adaptado).

A fim de combater a praga-branca, a medida mais apropriada, segura e de efeitos mais duradouros seria

  1. aplicar antibióticos nas águas litorâneas de Abrolhos.
  2. substituir os aterros sanitários por centros de reciclagem de lixo.
  3. introduzir nas águas de Abrolhos espécies que se alimentem da bactéria causadora da doença.
  4. aumentar, mundialmente, o uso de transportes coletivos e diminuir a queima de derivados de petróleo.
  5. criar uma lei que proteja os corais, impedindo que mergulhadores e turistas se aproximem deles e os contaminem.

19. (UFPI) Assinale as características que tornam os organismos do filo Porifera bem diferentes daqueles de outros filos animais.

  1. Não podem se reproduzir.
  2. As formas adultas são sésseis.
  3. Não respondem a estímulos externos.
  4. Alimentam-se através de mecanismos de filtração.
  5. Suas células não são organizadas em tecidos

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp



Voltar ao topo
.