Home > Banco de Questões > Biologia > Anatomia e fisiologia animal

Sangue, linfa e Sistema Imunitário

Lista de 18 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Sangue, linfa e Sistema Imunitário com questões de Vestibulares.



1. (Fuvest-SP) Qual das seguintes situações pode levar o organismo de uma criança a tornar-se imune a um determinado agente patogênico, por muitos anos, até mesmo pelo resto de sua vida?

  1. Passagem de anticorpos contra o agente, da mãe para o feto, durante a gestação.
  2. Passagem de anticorpos contra o agente, da mãe para a criança, durante a amamentação.
  3. Inoculação, no organismo da criança, de moléculas orgânicas constituintes do agente.
  4. Inoculação, no organismo da criança, de anticorpos específicos contra o agente.
  5. Inoculação, no organismo da criança, de soro sangüíneo obtido de um animal imunizado contra o agente.

2. (PUC-MG) Gripe e AIDS são doenças provocadas por vírus. Entretanto, a gripe tem uma evolução benigna, e a AIDS já não tem. Isso ocorre porque:

  1. o vírus da gripe é mais fraco que o vírus da AIDS.
  2. o vírus da AIDS destrói as células responsáveis pela defesa imunológica.
  3. nosso organismo já é naturalmente imune ao vírus da gripe.
  4. o vírus da AIDS não é reconhecido como antígeno pelo sistema imunológico.
  5. os mecanismos de infecção são diferentes.

03. (Unimep-SP) Com relação aos elementos figurados do sangue, qual é a principal função dos glóbulos brancos?

  1. Defesa do organismo.
  2. Coagulação sanguínea.
  3. Transporte de oxigênio.
  4. Eliminação da glicose.
  5. Transporte de nutrientes.

04. (Fuvest-SP) Têm (ou tem) função hematopoiética:

  1. as glândulas parótidas.
  2. as cavidades do coração.
  3. o fígado e o pâncreas.
  4. o cérebro e o cerebelo.
  5. a medula vermelha dos osso

05. (UFRN) A vacinação é muito eficaz na prevenção de doenças virais, como a poliomielite e o sarampo. No entanto, a eficácia das vacinas diminui quando são aplicadas em indivíduos que não se alimentam adequadamente. Uma explicação para esse fato é que, nesses indivíduos, ocorre:

  1. contato mais frequente com os agentes causadores das doenças.
  2. produção menor de anticorpos contra o componente da vacina.
  3. carência de vitaminas, como a C e a E, sujeitando-os a infecções.
  4. queda na multiplicação de hemácias e leucócitos na medula óssea.

06. (Fuvest-SP) Qual das seguintes situações pode levar o organismo de uma criança a tornar-se imune a um determinado agente patogênico por muitos anos, até mesmo pelo resto de sua vida?

  1. Passagem de anticorpos contra o agente da mãe para o feto durante a gestação.
  2. Passagem de anticorpos contra o agente da mãe para a criança durante a amamentação.
  3. Inoculação no organismo da criança de moléculas orgânicas constituintes do agente.
  4. Inoculação no organismo da criança de anticorpos específicos contra o agente.
  5. Inoculação no organismo da criança de soro sanguíneo obtido de um animal imunizado contra o agente.

07. (UFRGS-RS) Quando uma pessoa é picada por um animal peçonhento, deve procurar socorro através de:

  1. soro, que induzirá a formação de anticorpos.
  2. soro, porque é composto de antígenos específicos.
  3. soro, porque contém anticorpos prontos.
  4. vacina, porque fornecerá ao organismo elementos de defesa.
  5. vacina, para eliminar quimicamente o veneno

08. (Ufscar-SP) No esquema abaixo (construído segundo Junqueira e Carneiro, 1972), está representada uma área inflamada no corpo humano. Nele, 1, 2, 3 e 4 correspondem à seguinte sequência de eventos:

  1. fagocitose, diapedese, digestão e clasmocitose.
  2. diapedese, pinocitose, digestão e formação de pus.
  3. diapedese, clasmocitose, pinocitose e formação de pus.
  4. diapedese, fagocitose, digestão e formação de pus.
  5. fagocitose, pinocitose, diapedese e formação de pus.

09. (UFMG) A Campanha Nacional de Vacinação do Idoso, instituída pelo Ministério da Saúde do Brasil, vem se revelando uma das mais abrangentes dirigidas à população dessa faixa etária. Além da vacina contra a gripe, os postos de saúde estão aplicando, também, a vacina contra pneumonia pneumocócica. É correto afirmar que essas vacinas protegem porque:

  1. são constituídas de moléculas recombinantes.
  2. contêm anticorpos específicos.
  3. induzem resposta imunológica.
  4. impedem mutações dos patógenos.

10. (UFPI) Qual a sequência correta para a coagulação do sangue nos vertebrados?

  1. Plaquetas, fibrinogênio, protrombina, fibrina, trombina.
  2. Trombina, plaquetas, fibrinogênio, protrombina, fibrina.
  3. Plaquetas, protrombina, trombina, fibrinogênio, fibrina.
  4. Plaquetas, fibrina, fibrinogênio, trombina, protrombina.
  5. Fibrinogênio, plaquetas, protrombina, fibrina, trombina.

11. (UEPB) Uma pessoa foi transportada para uma região de grande altitude, onde a atmosfera é rarefeita. Observou-se que nessa pessoa ocorreu:

  1. um aumento do número de leucócitos.
  2. uma diminuição da frequência dos movimentos cardíacos.
  3. um aumento do número de hemácias.
  4. uma diminuição da pressão sanguínea.
  5. uma diminuição da frequência dos movimentos respiratórios.

12. (Fatec-SP) Ao ser picado por uma cobra peçonhenta, você deverá procurar recurso através de

  1. vacina, porque contém antígenos específicos.
  2. soro, porque estimula o organismo a produzir anticorpos.
  3. vacina, porque já contém anticorpos.
  4. soro, porque já contém anticorpos.
  5. vacina, porque estimula o organismo a produzir anticorpos.

13. (FTESM-RJ) O teste de paternidade por análise do ADN é geralmente feito a partir de amostras de sangue. O componente sanguíneo que fornece material para o exame é:

  1. hemácia.
  2. plaqueta.
  3. leucócito.
  4. plasma.
  5. soro

14. (UFMG) Este quadro se refere ao número de células sanguíneas, expresso em células/mm3 de sangue, encontradas nos exames de sangue de um indivíduo normal e de um indivíduo doente.

Entre as possíveis alterações apresentadas pelo indivíduo doente, não se inclui:

  1. alergia.
  2. anemia.
  3. distúrbio da coagulação.
  4. infecção.

15. (Vunesp-SP) Dados da Organização Mundial de Saúde indicam que crianças filhas de mães fumantes têm, ao nascer, peso médio inferior ao de crianças filhas de mães não fumantes.

Sobre esse fato, um estudante fez as seguintes afirmações:

I. O cigarro provoca maior concentração de monóxido de carbono (CO) no sangue e provoca constrição dos vasos sanguíneos da fumante.

II. O CO se associa à hemoglobina formando a carboxiemoglobina, um composto quimicamente estável que favorece a ligação da hemoglobina ao oxigênio.

III. O oxigênio, ligado à hemoglobina, fica indisponível para as células e desse modo o sangue materno chega à placenta com taxas reduzidas de oxigênio.

IV. A constrição dos vasos sanguíneos maternos diminui o aporte de sangue à placenta, e desse modo reduz-se a quantidade de oxigênio e nutrientes que chegam ao feto.

V. Com menos oxigênio e menos nutrientes, o desenvolvimento do feto é mais lento, e a criança chegará ao final da gestação com peso abaixo do normal.

Sabendo-se que a afirmação I está correta, então podemos afirmar que

  1. a afirmação II também está correta, mas esta não tem por consequência o contido na afirmação III.
  2. as afirmações II e III também estão corretas, e ambas têm por consequência o contido na afirmação V.
  3. a afirmação III também está correta, mas esta não tem por consequência o contido na afirmação V.
  4. a afirmação IV também está correta e tem por consequência o contido na afirmação V.
  5. as afirmações II, III e IV estão corretas, e têm por consequência o contido na afirmação V

16. (Cesgranrio-RJ) Os meios de comunicação têm noticiado que a Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) estabeleceu como uma das metas, a serem cumpridas até o ano 2000, a imunização de 90% das crianças, o que reduzirá a mortalidade infantil em pelo menos um terço

Para que esta meta seja atingida, é necessária a vacinação, que consiste em injetar no organismo

  1. vírus ou bactérias vivas para provocar a doença de forma branda. O corpo, imunizado, produzirá antígenos específicos.
  2. um medicamento eficaz no combate à doença já instalada e que produza no corpo uma reação para a fabricação de anticorpos específicos e resistentes.
  3. vírus ou bactérias mortos ou atenuados que, reconhecidos pelo corpo como antígenos, induzam a produção de anticorpos específicos.
  4. o plasma, retirado de pessoas que já tiveram a doença, para que o corpo produza antígenos e anticorpos específicos.
  5. o soro obtido através do sangue de animais, como os cavalos, criados em laboratório, onde recebem grande quantidade de antígenos.

17. (UFG-GO) Analise a tabela a seguir, na qual é apresentado o resultado de parte de um hemograma de um indivíduo adulto do sexo masculino, com peso e altura compatíveis.

O resultado apresentado indica que esse indivíduo tem uma predisposição a

  1. anemia.
  2. infecçăo.
  3. hemorragia.
  4. siclemia.
  5. talassemia.

18. (UFTM-MG) O gráfico mostra a variação, ao longo de 10 anos, da quantidade de vírus HIV, causador da Aids, e de linfócitos CD4 em um paciente que não foi submetido a nenhum tratamento com antivirais.

A partir da análise do gráfico, pode-se afirmar corretamente que

  1. a quantidade de linfócitos aumenta com o aumento da quantidade de vírus durante os cinco primeiros anos.
  2. os sintomas típicos da doença aparecem a partir do segundo ano porque o número de linfócitos está abaixo de 50 por mm3 de sangue.
  3. durante as fases aguda e crônica, uma pessoa não é capaz de transmitir o vírus para outra pessoa, isso ocorre somente na fase de Aids.
  4. muitas doenças oportunistas podem ser adquiridas por um paciente quando a quantidade de linfócitos atinge valores abaixo de 200 por mm3 de sangue.
  5. os vírus utilizam os linfócitos para se reproduzirem nos dois primeiros anos e, depois, qualquer célula humana pode servir como hospedeira.
.