Home > Banco de Questões > História > >

Brasil Império

Lista de 20 exercícios sobre História com gabarito sobre o tema Brasil Império com questões da UFRGS.



01. (UFRGS 2020) Com relação às dimensões políticas, econômicas e sociais da escravidão, na formação do Estado brasileiro no século XIX, considere as seguintes afirmações.

I - A proibição do tráfico de africanos, colocada em prática em 1850, ocasionou um aumento do fluxo interno de escravizados, oriundos da região norte, para atender a demanda de mão de obra nas lavouras cafeeiras do sudeste.

II - As ameaças internacionais de grupos e entidades abolicionistas motivaram esforços de defesa do regime escravista, articulando interesses comuns de setores da elite brasileira com comerciantes da América hispânica e dos Estados Unidos.

III - A dinâmica do mercado externo e o desenvolvimento do capitalismo industrial tornaram consensual, na elite política imperial, o apoio ao fim da escravidão, aproximando Luzias e Saquaremas, durante a chamada “grande conciliação”, ocorrida no Segundo Reinado.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas I e II.
  5. I, II e III.

02. (UFRGS 2019) A Revolução Praieira foi um movimento que arregimentou oligarcas e setores empobrecidos da população pernambucana contra o Império do Brasil. Ao divulgarem o “Manifesto ao Mundo”, os rebeldes exigiam, entre outras demandas, o voto livre e universal, a independência dos poderes constituídos, o fim do Poder Moderador e o monopólio de brasileiros no comércio varejista.

Em relação aos seus ideais, é correto afirmar que os rebeldes

  1. foram inspirados pela Revolução Francesa, eram favoráveis à centralização política no poder executivo e partidários da presença portuguesa na economia.
  2. foram influenciados pela “Primavera dos Povos” de 1848, eram liberais e possuíam um componente antilusitano.
  3. eram adeptos das teorias socialistas, incentivando a luta de classes e a administração centrada no poder do imperador.
  4. lutavam contra o predomínio das oligarquias regionais, preconizavam a “revolução dos pobres” e a independência da região Nordeste.
  5. defendiam o fim do Império, o retorno à condição colonial e o incentivo ao comércio interno.

03. (UFRGS 2019) Observe a tabela abaixo, que apresenta o número de africanos escravizados que desembarcaram no Brasil, após a independência, e considere o texto do historiador Sidney Chalhoub.

Não obstante a proibição legal, e após decrescimento temporário nas entradas de africanos durante a primeira metade da década de 1830, o comércio negreiro, então clandestino, assumiu proporções aterradoras nos anos seguintes, impulsionado pela demanda por trabalhadores para as fazendas de café, useiro e vezeiro no logro aos cruzeiros britânicos, auxiliado pela conivência e corrupção de autoridades públicas e com o apoio de setores diversos da população. [...] Não custa meditar por um momento no que se acaba de anunciar: a riqueza e o poder dos cafeicultores, que se tornaria símbolo maior da prosperidade imperial ao longo do Segundo Reinado, viabilizaram-se ao arrepio da lei, pela aquisição de cativos provenientes de contrabando.

CHALHOUB, Sidney. A força da escravidão: ilegalidade e costume no Brasil oitocentista. Rio de Janeiro: Cia. das Letras, 2012. p. 36-37.

Considere as seguintes afirmações sobre os dados e o texto acima.

I - O tráfico transatlântico, durante a maior parte do Império Brasileiro, foi uma prática ilegal, sustentada, entre outras coisas, pelo conluio de elites econômicas com setores da administração monárquica.

II - A flutuação do número de africanos escravizados que desembarcaram no Brasil explica-se apenas pela dinâmica de oferta e procura, sem o impacto de leis e tratados nacionais e internacionais.

III- O número de africanos escravizados teve um imediato decréscimo nos cinco anos seguintes à aprovação da Bill Aberdeen pelo parlamento britânico, que autorizava o aprisionamento de navios negreiros pela Marinha inglesa.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas I e III.
  5. I, II e III.

04. (UFRGS 2019) Leia as seguintes afirmações a respeito da Guerra do Paraguai.

I - A presença de mulheres brasileiras no conflito, atuando no abastecimento, no tratamento aos feridos e, inclusive, nas frentes de batalha, foi significativa.

II - Um decreto imperial foi promulgado, garantindo liberdade aos escravizados que se alistassem e indenização aos seus proprietários.

III- O governo monárquico cumpriu integralmente o acordo de concessão de terras, empregos e pensões a todos os “Voluntários da Pátria” que retornaram do conflito.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas III.
  3. Apenas I e II.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

05. (UFRGS 2019) A respeito das disputas e tratados fronteiriços celebrados ao longo da história brasileira, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as seguintes afirmações.

( ) O Tratado de Madri (1750) reformulou as fronteiras ao sul da América Portuguesa, ao reconhecer a Colônia do Sacramento como território espanhol e os Sete Povos das Missões como território português.

( ) O desfecho da Guerra Cisplatina, em 1828, não acarretou nenhuma modificação territorial no Império Brasileiro.

( ) O Brasil, no início do século XX, disputou extensões territoriais com a França, na fronteira com a Guiana Francesa, e com a Inglaterra, na divisa com a Guiana, e foi vitorioso em ambas as intermediações diplomáticas.

( ) O Tratado de Petrópolis, assinado em 1903, incorporou o território do atual estado do Acre ao Brasil, em troca do pagamento de indenizações à Bolívia e ao Peru.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. V – F – F – V.
  2. V – F – F – F.
  3. V – F – V – F.
  4. F – V – F – V.
  5. F – V – V – V

06. (UFRGS 2018) Sobre a sociedade brasileira no século XIX e a construção do Estado imperial, considere as seguintes afirmações.

I - O liberalismo, marcado pela defesa da propriedade privada e livre comércio, foi uma das correntes de pensamento adotadas pelas elites escravocratas brasileiras.

II - A unidade nacional, a integridade territorial e a escravidão estão entre os principais pilares da monarquia.

III- A nobreza imperial, definida como uma classe social distinta, era um segmento restrito reservado àqueles que possuíam vínculos de consanguinidade com a aristocracia europeia.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas I e II.
  5. I, II e III.

07. (UFRGS 2017) O processo de formação do Estado nacional brasileiro, no século XIX, envolveu uma série de fatores políticos, sociais e culturais. Considere as afirmações abaixo, sobre esse processo.

I - A vinda da família real portuguesa para o Brasil, em 1808, ocasionou o completo desmantelamento das elites coloniais, que foram retiradas da administração política.

II - A lei de 07 de novembro de 1831, conhecida como Lei Feijó, declarou livres os escravos importados para o Brasil, impondo penas aos mercadores responsáveis pela entrada desses escravos no território brasileiro.

III- O período entre a abdicação de Pedro I e a regência efetiva de Pedro II foi caracterizado pela consolidação do processo emancipatório, pelo desenvolvimento econômico com a produção do café e pela estabilidade política marcada pela ausência de conflitos armados.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

08. (UFRGS 2015) No bloco superior abaixo, são citadas cinco rebeliões ocorridas no Brasil durante o período regencial; no inferior, as razões de ocorrências dessas rebeliões.

Associe adequadamente o bloco inferior ao superior.

1 - Abrilada

2 - Cabanagem

3 - Levante Malê

4 - Sabinada

5 - Balaiada

( ) Movimento popular ocorrido na Bahia em 1835, com o objetivo de tomar o poder em Salvador e de estendê-lo para a região do Recôncavo.

( ) Movimento popular ocorrido no Pará que levou ao desligamento do Império e à proclamação da República.

( ) Movimento surgido da disputa entre conservadores e liberais no Maranhão, com a participação também de índios, negros e mestiços.

A sequência correta de prenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. 1 – 3 – 5.
  2. 2 – 4 – 3.
  3. 3 – 4 – 1.
  4. 5 – 3 – 4.
  5. 3 – 2 – 5.

09. (UFRGS 2015) A organização do Império brasileiro, no século XIX, foi marcada por uma série de tensões sociais, políticas e militares. Um dos episódios mais relevantes desse período foi a chamada Guerra dos Farrapos (1835-1845).

Sobre o conflito, considere as seguintes afirmações.

I - A promulgação da Lei Feijó (1831), que tinha por objetivo fomentar o tráfico de africanos para o Brasil, contrariando assim os interesses republicanos das elites políticas da Província de São Pedro, foi um dos fatos desencadeadores da Guerra.

II - A Guerra dos Farrapos também pode ser inserida dentro de uma conjuntura platina na qual têm importância as relações mantidas entre lideranças sul-rio-grandenses e elites político-econômicas uruguaias.

III - O Corpo de Cavalaria dos Lanceiros Negros, formado por parte da população escrava habitante da Província, foi dizimado pelas tropas imperiais, na chamada “surpresa de Porongos”.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e II.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

10. (UFRGS 2015) Leia o segmento abaixo, escrito entre os dias 18 e 19 de maio de 1888.

O momento político e social é grave, gravíssimo. Os problemas que nos assediam, a despeito de havermos arredado o trambolho da questão servil, são ainda muito sérios, são da índole daqueles que decidem o futuro de um povo.

ROMERO, Sílvio. Prólogo da 1ª. edição. In: História da literatura brasileira. Tomo I. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio, 1953.

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. O trecho faz referência ao contexto de ........, agravada, entre outros fatores, pela

consolidação dos ideais ........, pela extinção formal do ........, pelo descontentamento dos ........ em relação ao governo central, culminando com o fim da monarquia no Brasil em 1889.

  1. crise do segundo reinado – republicanos – trabalho escravo – militares
  2. crise do primeiro reinado – parlamentaristas – trabalho escravo – militares
  3. crise do segundo reinado – positivistas – trabalho de imigrantes – liberais
  4. crise do primeiro reinado – republicanos – trabalho escravo – conservadores
  5. crise do segundo reinado – escravistas – parlamentarismo – republicanos

11. (UFRGS 2014) Durante a regência de Araújo Lima (1837- 1840), foram criadas algumas instituições político-culturais, com o objetivo de produzir uma história da nação, que conferisse aos brasileiros um sentimento de pertencimento e de nacionalidade, e assim de auxiliar na centralização e fortalecimento do Estado.

Uma dessas instituições foi

  1. a Guarda Nacional.
  2. o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.
  3. a Academia Imperial de Belas Artes.
  4. a Sociedade Auxiliadora da Indústria Nacional.
  5. a Academia Brasileira de Letras.

12. (UFRGS 2014) Considere as seguintes afirmações sobre a Lei de Terras de 1850.

I - Legislou, pela primeira vez, a propriedade privada no país, essencial para a modernização capitalista da nação.

II - Possibilitou a compra de terras por imigrantes, independente do tempo de permanência no país.

III - Proibiu a doação de terras públicas.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas III.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

13. (UFRGS 2013) Em 1824, é outorgada a Constituição do Império do Brasil. Entre suas características, podemos afirmar que

  1. dividia os poderes do Estado exclusivamente em Executivo, Legislativo e Magistratura.
  2. separava a Igreja Católica do Estado Laico.
  3. previa a eleição direta do Primeiro Ministro.
  4. estabelecia o voto universal e secreto para a população masculina.
  5. dividia os poderes do Estado em Executivo, Legislativo, Judiciário e Moderador.

14. (UFRGS 2013) Leia o enunciado abaixo.

A escravidão levou consigo ofícios e aparelhos, como terá sucedido a outras instituições sociais. (...) Um deles era o ferro ao pescoço, outro o ferro ao pé; havia também a máscara de folha de flandres.(...) Era grotesca tal máscara, mas a ordem social e humana nem sempre se alcança sem o grotesco, e alguma vez o cruel. Os funileiros as tinham penduradas, à venda, na porta das lojas.

ASSIS, Machado de. Pai contra mãe. Disponível em: . Acesso em: 14 nov. 2012.

Com base no texto de Machado de Assis, considere as seguintes afirmações.

I - Sem ser participante de movimentos abolicionistas, abordou o tema da escravidão, criticando-a em algumas de suas obras.

II - Por viver durante a vigência do sistema escravocrata, condenou o engajamento na causa abolicionista.

III - Por ser negro, explorou o sistema escravista como tema recorrente de suas obras, no período final do Império brasileiro.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

15. (UFRGS 2012) A respeito da Revolta dos Malês, ocorrida na cidade de Salvador em 1835, é correto afirmar que ela foi um movimento liderado por

  1. escravos oriundos da África Oriental, inspirados na independência do Haiti.
  2. escravos e libertos de origem africana, que professavam a religião muçulmana.
  3. escravos nascidos no Brasil e grupos excluídos do processo político-partidário.
  4. escravos e índios aldeados no Recôncavo, que protestavam contra a exploração.
  5. populares que se inspiraram na Revolta dos Alfaiates.

16. (UFRGS 2012) Observe a charge abaixo, publicada na imprensa ilustrada do Rio de Janeiro do século XIX, época em que ocorreu a Guerra do Paraguai.

Essa charge faz alusão

I - aos efeitos danosos do conflito armado sobre os soldados enviados ao front.

II - ao alistamento voluntário de civis no combate às tropas paraguaias que haviam invadido a fronteira oeste do Brasil.

III - à prática do recrutamento forçado, habitual na arregimentação de tropas no Brasil Imperial.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

17. (UFRGS 2012) A Lei nº 581 do Império do Brasil também denominada de Eusébio de Queiróz, foi promulgada em 4 de setembro de 1850. Essa lei

  1. provocou o confisco dos escravos ilegais, reprimindo e condenando duramente os senhores de escravos.
  2. determinou que os traficantes fossem submetidos à jurisdição de um tribunal especial.
  3. suspendeu por alguns anos o tráfico transatlântico de escravos, que foi retomado nas décadas seguintes.
  4. obrigou os donos de escravos a indenizarem os africanos que ingressaram no Brasil a partir de 1808.
  5. regulamentou o tráfico de escravos, permitindo que apenas africanos do sul do continente pudessem ser trazidos da África.

18. (UFRGS 2011) Considere o enunciado abaixo e as quatro propostas para completá-lo.

Durante o século XIX, as relações entre Brasil e Inglaterra foram marcadas por diversos momentos de tensão. A denominada Questão Christie levaria ao rompimento diplomático entre os dois países em 1863.

Entre as causas que motivaram o desgaste e a ruptura diplomática, é correto citar

1 - a negativa de renovação dos tratados comerciais que beneficiavam a Inglaterra.

2 - a manutenção das relações econômicas com os Estados Unidos.

3 - a participação brasileira na intervenção contra o governo colorado no Uruguai.

4 - o naufrágio do navio inglês Prince of Wales no litoral do Rio Grande do Sul.

Quais propostas estão corretas?

  1. Apenas 1.
  2. Apenas 2.
  3. Apenas 1 e 3.
  4. Apenas 1 e 4.
  5. Apenas 2, 3 e 4.

19. (UFRGS 2011) Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, referentes aos propósitos e consequências da Lei Saraiva (1881), que estabeleceu a eleição direta no Brasil Imperial.

( ) A lei objetivava reduzir a participação política da população de baixa renda.

( ) A lei determinou a proibição do voto dos analfabetos, excluindo-os do processo eleitoral.

( ) A lei mantinha a exigência censitária, pois os eleitores tinham que ter uma renda mínima.

( ) A lei possibilitou a ampliação da cidadania política.

sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. V – F – V – F.
  2. V – F – F – V.
  3. F – V – V – F.
  4. F – V – F – V.
  5. V – V – V – F.

20. (UFRGS 2011) O cargo de juiz de paz teve suas funções regulamentadas pelo Código de Processo Criminal de 1832. Esses juízes representavam o liberalismo brasileiro durante o período regencial.

Esses magistrados eram

  1. nomeados diretamente pelo Imperador, exercendo as funções de chefe de polícia.
  2. designados diretamente pelo ministro da Justiça, exercendo as funções de promotor público.
  3. eleitos pelos cidadãos para exercer funções conciliatórias e de qualificação eleitoral.
  4. eleitos pelos deputados gerais para administrar os bens dos órfãos e de pessoas ausentes.
  5. indicados pelo presidente provincial para pacificar os conflitos pela terra.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.