Home > Banco de Questões > História > >

Brasil Colônia

Lista de 16 exercícios sobre História com gabarito sobre o tema Brasil Colônia com questões da UFRGS.



01. (UFRGS 2019) Sobre as atividades econômicas e a mão de obra na América Portuguesa, entre os séculos XVI e XVII, é correto afirmar que a produção

  1. era voltada exclusivamente para o mercado externo, restrita ao cultivo em plantations, e a mão de obra era exclusivamente de indígenas e africanos escravizados.
  2. era voltada para além do mercado externo, com diversas culturas ligadas ao mercado interno, e a mão de obra era majoritariamente de escravizados, mas com a presença de trabalhadores livres.
  3. era voltada exclusivamente para o mercado interno, através do cultivo de itens de subsistência, e a mão de obra era exclusivamente de indígenas e africanos escravizados.
  4. não se resumia ao mercado externo, com diversas culturas voltadas ao mercado interno, e a mão de obra era exclusivamente de indígenas e africanos escravizados.
  5. era voltada exclusivamente para o mercado externo, restrita ao cultivo em plantations, e a mão de obra era majoritariamente de escravizados, mas com a presença de trabalhadores livres.

02. (UFRGS 2019) A respeito das disputas e tratados fronteiriços celebrados ao longo da história brasileira, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as seguintes afirmações.

( ) O Tratado de Madri (1750) reformulou as fronteiras ao sul da América Portuguesa, ao reconhecer a Colônia do Sacramento como território espanhol e os Sete Povos das Missões como território português.

( ) O desfecho da Guerra Cisplatina, em 1828, não acarretou nenhuma modificação territorial no Império Brasileiro.

( ) O Brasil, no início do século XX, disputou extensões territoriais com a França, na fronteira com a Guiana Francesa, e com a Inglaterra, na divisa com a Guiana, e foi vitorioso em ambas as intermediações diplomáticas.

( ) O Tratado de Petrópolis, assinado em 1903, incorporou o território do atual estado do Acre ao Brasil, em troca do pagamento de indenizações à Bolívia e ao Peru.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. V – F – F – V.
  2. V – F – F – F
  3. V – F – V – F.
  4. F – V – F – V.
  5. F – V – V – V

03. (UFRGS 2018) Leia o segmento abaixo.

Nas primeiras décadas do século XIX, a região Centro-Sul consolidou-se como eixo político-econômico do Brasil.

Considerando esse processo histórico, assinale a alternativa correta.

  1. O desenvolvimento da produção açucareira em Cuba, desde fins do século XVIII, foi fator decisivo para a chamada “crise do açúcar” no Brasil e para o direcionamento da economia ao mercado internacional do café.
  2. O deslocamento do centro histórico-geográfico do Nordeste para a região Centro-Sul do Brasil teve como principal consequência uma crise econômica, marcada pela diminuição drástica das exportações de café na primeira metade do século XIX.
  3. A vinda da família real para o Brasil, em 1808, integrava o projeto de consolidação do Império português na América e foi motivada, sobretudo, pela ameaça de invasão francesa na Bahia.
  4. A definição do Rio de Janeiro como centro político do Brasil e a imposição de medidas proibitivas do tráfico transatlântico de escravos tiveram como consequência a redução significativa de desembarques de africanos escravizados na região sudeste do Império.
  5. A expansão napoleônica em Portugal teve profundas repercussões no Brasil, caracterizando um processo de distanciamento do império brasileiro em relação à cultura francesa, durante a primeira metade do século XIX.

04. (UFRGS 2016) Considere as seguintes afirmações sobre a história indígena no Brasil.

I - O letramento de índios guaranis, nas reduções jesuíticas do sul do Brasil, foi fundamental na defesa dos interesses territoriais indígenas, por ocasião das disputas entre as monarquias ibéricas, durante o século XVIII.

II - A Bula do Papa Paulo III, de 1537, ao reconhecer a possibilidade de conversão dos índios americanos à fé católica e ao interditar sua escravização, colocou fim à exploração da mão de obra indígena na América.

III- A independência do Brasil acarretou discussões a respeito da política indigenista, o que consolidou medidas legislativas que reconheciam o direito dos índios à terra, presente na Constituição de 1824.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

05. (UFRGS 2016) Leia o segmento abaixo.

Nossa história colonial não se confunde com a continuidade do nosso território colonial.

ALENCASTRO, L.F. O trato dos viventes; formação do Brasil no Atlântico sul. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. p. 9.

Considerando a história brasileira, assinale a alternativa CORRETA.

  1. A realidade territorial do Brasil foi definida exclusivamente em tratados diplomáticos, estabelecidos durante os conflitos entre Portugal e Espanha.
  2. A compreensão da história brasileira exige o entendimento das relações sociais e econômicas, mantidas pelos colonos com a África e com a Europa.
  3. A história da formação do Brasil é independente da relação comercial entre as diversas regiões do território brasileiro.
  4. A ocupação da zona litorânea e a do interior do Brasil foram simultâneas.
  5. O território do Brasil colonial é desimportante para o estudo da história brasileira.

06. (UFRGS 2016) Assinale a alternativa CORRETA sobre a história do Império colonial português na América, durante o século XVIII.

  1. A decadência do comércio de açúcar das Antilhas, desde o século XVII, possibilitou o crescimento extraordinário da produção canavieira no Brasil.
  2. A Carreira da Índia foi uma rota comercial que permitiu o fluxo de produtos, como tabaco, aguardente, tecidos e especiarias, entre o Oriente e a América.
  3. A descoberta do ouro na América portuguesa ocorreu somente no século XVIII, na capitania de São Vicente.
  4. A Conjuração Mineira foi o último episódio de sedição ocorrido no Brasil, no século XVIII.
  5. As medidas tomadas pela administração portuguesa, durante o Reformismo Pombalino, promoveram ideais iluministas, com o incentivo à educação jesuítica na formação da elite colonial.

07. (UFRGS 2015) Observe as figuras abaixo.

Considere as seguintes afirmações sobre o processo escravista no Brasil.

I - As relações sociais entre senhores e escravos, no Brasil, eram definidas pelo equilíbrio de poder estabelecido pela miscigenação, conferindo à experiência histórica brasileira o caráter de “democracia racial”.

II - Os africanos deportados da África para a América desenvolveram mecanismos de sociabilidade, constituindo famílias e formas de identidades sociais.

III - A Lei Áurea, além da emancipação dos escravos, decretava uma série de benefícios sociais e políticos para os libertos.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas I e II.
  5. I, II e III.

08. (UFRGS 2013) Leia o enunciado abaixo.

A sede insaciável do ouro estimulou a tantos a deixarem suas terras e a meterem-se por caminhos tão ásperos como são os das minas, que dificultosamente se poderá dar conta do número de pessoas que atualmente lá estão (...). Cada ano, vêm nas frotas quantidades de portugueses e de estrangeiros para passarem às minas. Das cidades, vilas e recôncavos e sertões do Brasil, vão brancos, pardos e pretos, e muitos índios, de que os paulistas se servem.

ANTONIL, André João. Cultura e opulência do Brasil. São Paulo: Melhoramentos; Brasília: INL, 1976. p. 167. [1ª edição: 1711].

A descrição acima refere-se à sociedade formada na região das Minas Gerais, no século XVIII.

A respeito dessa sociedade, considere as seguintes afirmações.

I - A possibilidade de ascensão social era mais facilitada do que na atividade açucareira empreendida no Nordeste.

II - A riqueza gerada promoveu o desenvolvimento de uma agricultura em grande escala, voltada para a exportação.

III - O desenvolvimento acarretou uma sociedade urbana, heterogênea, composta por comerciantes, funcionários reais, profissionais liberais e escravos.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e II.
  4. Apenas I e III.
  5. Apenas II e III.

09. (UFRGS 2013) Sobre o trabalho escravo no Rio Grande do Sul do século XIX, considere as seguintes afirmações.

I - Deixou de ser utilizado nas estâncias de criação de gado, pois a atividade pecuária tornou-se exclusiva dos trabalhadores livres.

II - Promoveu o desenvolvimento da produção de charque e incrementou o tráfico de escravos para o Rio Grande do Sul.

III - Esteve presente também nos espaços urbanos, para execução de serviços domésticos.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e II.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

10. (UFRGS 2013) Leia o enunciado abaixo.

A escravidão levou consigo ofícios e aparelhos, como terá sucedido a outras instituições sociais. (...) Um deles era o ferro ao pescoço, outro o ferro ao pé; havia também a máscara de folha de flandres.(...) Era grotesca tal máscara, mas a ordem social e humana nem sempre se alcança sem o grotesco, e alguma vez o cruel. Os funileiros as tinham penduradas, à venda, na porta das lojas.

ASSIS, Machado de. Pai contra mãe. Disponível em: . Acesso em: 14 nov. 2012.

Com base no texto de Machado de Assis, considere as seguintes afirmações.

I - Sem ser participante de movimentos abolicionistas, abordou o tema da escravidão, criticando-a em algumas de suas obras.

II - Por viver durante a vigência do sistema escravocrata, condenou o engajamento na causa abolicionista.

III - Por ser negro, explorou o sistema escravista como tema recorrente de suas obras, no período final do Império brasileiro.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

11. (UFRGS 2013) Observe o mapa abaixo.

Clique para ampliar

A anexação de sete reduções guaranis aos domínios lusitanos na América, em 1801, significou a concretização de uma expansão idealizada, pelo menos, desde meados do século XVIII.

A respeito dessa anexação, considere as seguintes afirmações.

I - Foi uma campanha militar coordenada desde Lisboa, que contou com a presença de oficiais de alta patente, dada a importância estratégica do território.

II - Representou um significativo impacto demográfico no Rio Grande de São Pedro, diante

do acréscimo de milhares de índios à população da capitania.

III - Houve, por parte das lideranças indígenas missioneiras, uma participação destacada na conquista, pois sem a sua colaboração tal fato não seria possível.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e II.
  4. Apenas I e III.
  5. Apenas II e III.

12. (UFRGS 2012) O decréscimo populacional dos povos indígenas instalados no litoral da América portuguesa durante o século XVI resultou, entre outros fatores, de surtos epidêmicos.

Considere as afirmações abaixo, relativas a essa catástrofe demográfica.

I - A dizimação da população indígena gerou uma crise demográfica e ocasionou o desaparecimento de grupos ameríndios.

II - Houve inúmeros movimentos migratórios indígenas, forçados ou voluntários, para o interior do Brasil; para fugirem das epidemias e da escravização.

III - O despovoamento do litoral brasileiro durante o primeiro século de ocupação conferiu uma dimensão trágica à colonização.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

13. (UFRGS 2012) No bloco superior, abaixo, são citados quatro razões que justificaram a articulação de três movimentos sociais no período de 1708 a 1789, na região das Minas Gerais; no inferior, são listadas as revoltas.

Associe o bloco superior ao inferior.

1 - A mobilização partiu dos setores subalternos da sociedade colonial, particularmente de escravos e libertos, que reivindicavam melhores condições de vida.

2 - A supremacia paulista na região mineradora, foi ameaçada pela chegada de forasteiros.

3 - A criação das Casas de Fundição para a devida cobrança dos quintos e a proibição da circulação de ouro em pó, levaram à insurreição da população local.

4 - A decadência da produção aurífera e a ameaça da “derrama” sobre os habitantes da capitania acentuavam a crise do sistema colonial.

( ) Guerra dos Emboabas

( ) Revolta de Vila Rica

( ) Inconfidência Mineira

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  1. 2 – 3 – 4.
  2. 4 – 1 – 2.
  3. 3 – 1 – 4.
  4. 4 – 3 – 1.
  5. 2 – 3 – 1.

14. (UFRGS 2012) Em relação à invasão espanhola da Vila de Rio Grande, ocorrida em 1763, é correto afirmar que

  1. o Rio Grande foi reocupado pelos lusos-brasileiros somente após a conquista das Missões, em 1801.
  2. os portugueses foram retirados do sul do Brasil pelos espanhois, a fim de que fossem evitadas novas invasões.
  3. o povoamento de outras localidades do Continente de São Pedro foi intensificado a partir da ocupação de Rio Grande.
  4. o governo foi transferido para Porto Alegre, tendo em vista a instabilidade da fronteira sul.
  5. os litígios de fronteira somente foram solucionados com a assinatura do tratado dos Campos Neutrais.

15. (UFRGS 2011) Observe, no mapa abaixo, a região platina.

Sobre as intervenções luso-brasileiras ocorridas na Banda Oriental durante o período joanino, são feitas as seguintes afirmações.

I - O vice-rei Francisco Elio, sitiado em Montevidéu pelas tropas artiguistas, declarou guerra à Corte portuguesa em 1811, provocando a invasão das forças militares lusitanas.

II - A intervenção em 1816 justificava-se pela necessidade de se defender o Rio Grande do Sul e de se reestabelecer a tranquilidade dos proprietários rurais, ameaçada pelas reformas sociais de Artigas.

III - Na primeira intervenção, as forças militares estacionaram em Maldonado; na segunda, alcançaram a capital oriental, recebendo apoio do Cabildo local.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

16. (UFRGS 2011) Observe, no mapa abaixo, as principais rotas do tráfico negreiro para o Brasil.

A esse respeito, considere as seguintes afirmações.

I - A rota da Alta Guiné trazia escravos das regiões dos atuais Senegal, Guiné-Bissau e Serra Leoa para o denominado Estado do Grão-Pará e do Maranhão.

II - A rota da Costa da Mina trazia escravos das regiões dos atuais Gana, Benin e Nigéria, para as capitanias setentrionais e meridionais da América portuguesa.

III - A rota de Angola trazia escravos para a capitania fluminense com ramificações que levavam ao estuário platino.

Quais estão corretas?

  1. Apenas I.
  2. Apenas II.
  3. Apenas I e III.
  4. Apenas II e III.
  5. I, II e III.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.