Home > Banco de Questões > História > >

Idade Média

Lista de 19 exercícios sobre História com gabarito sobre o tema Idade Média com questões da UECE.



01. (UECE 2019) As principais características do Feudalismo são as relações de dependência e fidelidade.

A doação do feudo se concretizava com um juramento por meio do qual o nobre se comprometia a

  1. proteger e auxiliar militarmente o outro.
  2. respeitar e amar o seu vassalo.
  3. pagar o direito de usufruto.
  4. proporcionar isenção no pagamento de tributos.

02. (UECE 2018) Escreva V ou F conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma a seguir sobre a epidemia que ficou conhecida como “peste negra” que, em sua fase crítica entre 1348 e 1350, causou a morte de pelo menos um terço da população do continente europeu.

( ) Foram proibidos os encontros públicos; as pessoas acometidas pela doença deviam permanecer em suas casas e, em alguns casos, eram expulsas da cidade.

( ) Os funerais públicos foram proibidos; os corpos dos mortos deixaram de ser sepultados nos arredores ou dentro das igrejas e passaram a ser enterrados fora dos muros da cidade.

( ) Vinagre, água de rosas e cravo-da-índia, dentre outros recursos com substâncias aromáticas, eram utilizados como remédios para conter a peste negra.

( ) Médicos, padres e tabeliões, cujo dever profissional deveria ser zelar pelos aspectos sanitários, espirituais e jurídicos, foram proibidos de visitar ou assistir os moribundos.

Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:

  1. F, V, F, V.
  2. V, F, V, F.
  3. V, V, V, F.
  4. F, F, F, V.

03. (UECE 2018) A historiografia recente não aceita mais uma ideia negativa sobre a Idade Média, porque considera essa ideia um juízo de valor do humanismo renascentista que pretendia ligar-se diretamente ao pensamento clássico da antiguidade greco-romana.

Atente ao que se diz a seguir em relação à Idade Média, e assinale com V o que for verdadeiro e com F o que for falso.

( ) Nesse período foram extintas algumas línguas e literaturas.

( ) Ocorreu aumento demográfico causado por maior produtividade.

( ) Houve dinamismo social impulsionado pelos comerciantes e artesãos.

( ) Foram criadas as primeira universidades.

Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:

  1. F, V, V, V.
  2. V, F, V, F.
  3. V, V, F, F.
  4. F, F, F, V.

04. (UECE 2018) Leia atentamente o seguinte excerto: “Escrita no ambiente da Congregação Romana do Santo Oficio, a Instructio fazia eco às recentes polêmicas de origem tanto católica quanto protestante, bem como à atitude mais do que moderada adotada, nos casos de feitiçaria, pela Inquisição espanhola”.

GINZBURG, C. Os andarilhos do bem: feitiçaria e cultos agrários nos séculos XVI e XVII. Trad. Jônatas Batista Neto. São Paulo: Companhia das Letras, 2010, p.173.

Atente às seguintes afirmações sobre a Inquisição espanhola:

I. Foi criada por Fernando II de Aragão e Isabel de Castela em 1478 para manter a ortodoxia católica.

II. A Inquisição espanhola não teve precedentes similares na Europa desde o século XII d.C.

III. A abolição da Inquisição espanhola foi aprovada em 1812, mas passou a vigorar definitivamente a partir de 1834, no reinado de Isabel II.

É correto o que se afirma em

  1. I, II e III.
  2. I e II apenas.
  3. II e III apenas.
  4. I e III apenas.

05. (UECE 2018) Durante o período medieval, a Igreja Católica, herdeira das tradições romanas, sobressaiu-se como a mais poderosa instituição e grande baluarte da cultura europeia. À medida que avançava e convertia novos povos ao cristianismo, ampliava mais ainda seu poderio espiritual e material, e fundia a cultura romana com a dos povos convertidos. No que se refere ao papel da Igreja Católica na cultura europeia medieval, é correto afirmar que

  1. a educação formal espalhou-se pela Europa através da Igreja Católica, à qual estavam ligadas as escolas e as universidades medievais.
  2. a literatura medieval era dominada pelo tema religioso imposto pela Igreja Católica; nesse período não se escreveu sobre nada que nãoestivesse no Livro Sagrado.
  3. a filosofia escolástica nascida nas universidades católicas opunha-se à fusão da fé cristã com o pensamento racional humanista.
  4. apesar de controlar a literatura, as artes plásticas ficaram livres de qualquer tipo de cerceamento religioso por parte da Igreja Católica.

06. (UECE 2015) No ano de 2006, os líderes religiosos, o Papa Católico Bento XVI e o Patriarca Ecumênico Ortodoxo Bartolomeu I, encontraram-se em Istambul, na Turquia. O encontro marcou a reaproximação entre Católicos e Ortodoxos, e renovou os compromissos em continuar o caminho da unidade dos cristãos e o diálogo entre ambas as religiões. A ruptura entre Católicos e Ortodoxos

  1. ocorreu em 330 com a transferência da capital do Império Romano para Constantinopla.
  2. foi conduzida pelo Imperador bizantino Justiniano, que governou entre 527 e 565.
  3. deu-se devido às desavenças entre católicos e o poder imperial, pela cobrança de indulgências.
  4. aconteceu em 1054 e ficou conhecida como Cisma do Oriente.

07. (UECE 2015) O calendário é um sistema muito antigo utilizado para registrar e medir o tempo e regulamentar os ritmos da vida humana. Nele temos a combinação de três elementos astronômicos: o dia, o mês e o ano. No decorrer da história ocidental houve dificuldades de combinar esses três elementos de modo satisfatório, resultando na elaboração de vários calendários. Atualmente está em vigor o calendário

  1. Juliano.
  2. Gregoriano.
  3. Hebraico.
  4. Metônico.

08. (UECE 2015) Em 1909, em Portugal, vigorava o regime monárquico. A proclamação da República aconteceu no ano seguinte em 1910, quando rebeldes derrubaram o rei Manuel II. No decorrer de mais de uma década predominou a instabilidade, quando em 1926 instaurou-se a longa ditadura militar. Em 1932, assumiu o cargo de primeiro ministro e governou com punhos fortes e inspiração fascista

  1. Mario Alberto Nobre Lopes Soares cujo governo ficou conhecido como nobreza.
  2. Francisco Manuel L. de Sá Carneiro cujo governo ficou conhecido como cravismo.
  3. Pedro Manuel M. Passos Coelho cujo governo ficou conhecido como manuelismo.
  4. Antônio de Oliveira Salazar cujo governo ficou conhecido como salazarismo.

09. (UECE 2015) Robin Hood, o herói mítico inglês, era conhecido também como “príncipe dos ladrões”, porque praticava crimes como roubar da nobreza para dar aos pobres no tempo do rei Ricardo Coração de Leão. Segundo a história, ele era um aventureiro muito ágil no uso do arco e flecha, que deixou sua cidade para viver na floresta de Sherwood em companhia de vários amigos. Ali era possível usufruir de liberdade, companheirismo, manter-se distante da opressão dos senhores e das hierarquias do poder monárquico e feudal. Esse personagem representa bem o imaginário medieval em relação à floresta, a contraparte do mundo humano que tem um horizonte inquietante e ambíguo. A importância da floresta no período medieval indica o quanto aquela sociedade dependia economicamente dos recursos disponíveis nesse local. A economia na fase medieval era movimentada pela utilização de

  1. sementes para o plantio nos campos.
  2. raízes e frutos para a alimentação.
  3. madeira para a construção de casas.
  4. animais de caça para alimentação.

10. (UECE 2014) A peste, a fome e a guerra constituíram os elementos mais visíveis daquela que ficou conhecida como a crise do século XIV, na Europa. Como consequência dessa crise ocorrida na Baixa Idade Média,

  1. o movimento de renascimento urbano foi iniciado e depois interrompido por mais de três séculos, reaparecendo somente na Revolução Industrial do século XVIII.
  2. os camponeses, que estavam em via de conquistar a liberdade, voltaram a apoiar o sistema feudal por mais alguns séculos, como forma de superar a crise.
  3. o processo de centralização e concentração do poder político nas mãos dos reis, com o apoio da burguesia, intensificou-se até se tornar absoluto no início da modernidade.
  4. entre as classes sociais, a nobreza foi a menos prejudicada pela crise, ao contrário do que ocorreu com a burguesia.

11. (UECE 2014) Era costume submeter o acusado de cometer um crime a um perigo, para ver se era ou não culpado. Por exemplo, colocar sua mão em água fervendo, ou fazê-lo segurar um ferro em brasa dentre outras atrocidades. Acreditava-se que, se inocente, Deus produziria um milagre, não deixando que algum mal acontecesse ao presumível culpado. A Igreja Católica lutou contra e procurou extinguir esse costume que era

  1. herança do Direito Romano, no qual os acusados não tinham direito a uma defesa baseada em fatos fundamentados.
  2. uma prática originária dos primeiros cristãos que, apoiados pela Igreja Católica, acreditavam na intervenção divina como única forma de justiça.
  3. proveniente da tradição bárbara dos povos germânicos, que tinham uma cultura monoteísta desde antes da chegada do cristianismo na Europa.
  4. uma tradição que, mesmo rejeitada pela Igreja Católica, perdurou na Europa e em outras regiões do mundo até mesmo depois da Idade Média.

12. (UECE 2013) A partir do século XII, em muitas cidades europeias, foram criadas associações que faziam parte de um sistema particular para organizar a produção e as profissões, bem como regulamentar e tutelar as atividades de pessoas pertencentes a uma mesma categoria profissional. Esse sistema recebeu o nome de

  1. Unidades de Produção Artesanal.
  2. Corporações de Ofícios.
  3. Mestres, Oficiais e Aprendizes.
  4. União de Construtores e Artesãos.

13. (UECE 2012) Leia com bastante atenção a “Fórmula de Tours”, relativa ao séc. VIII d.C., que expressa um juramento pelo qual um homem livre se encomendava a um senhor.

“Ao magnífico Senhor [...], eu [...]. Sendo bem sabido por todos quão pouco tenho para me alimentar e vestir, apelei por esta razão para a vossa piedade, tendo vós decidido permitir-me que eu me entregue e encomende ao vosso mundoburdus; o que fiz nas seguintes condições: devereis ajudar-me e sustentar-me tanto em víveres como em vestuário, enquanto vos puder servir e merecer; e eu, enquanto for vivo, deverei prestar-vos serviço e obediência como um homem livre, sem que me seja permitido em toda a minha vida, subtrair-me ao vosso poder e mundoburdus, mas antes deverei permanecer, para todos os dias da minha vida, sob o vosso poder e defesa. Logo, fica combinado que, se um de nós quiser deixar esta convenção, pagará [...] soldos à outra parte e o acordo permanecerá firme. Parece-nos pois conveniente que as duas partes interessadas façam entre si e confirmem dois documentos do mesmo teor, o que assim fizeram.”

Espinosa, F. Antologia de textos históricos medievais. Lisboa: Sá da Costa Editora, 1972.

Esse juramento era proferido em um ritual que fundamentava o sistema feudal. Após proferi-lo, um homem passava a ser

  1. senhor feudal.
  2. vassalo de um senhor.
  3. domínio de um senhorio.
  4. suserano de um feudo.

14. (UECE 2012) Os árabes tentaram várias vezes conquistar o império bizantino que resistiu, graças ao seu sistema defensivo bastante eficiente. Incursões à cidade de Constantinopla, capital imperial, não tiveram êxito, fato importante, porque, caso a conquistassem, eles

  1. teriam acesso à Europa em sua totalidade.
  2. legitimariam o ensino do cristianismo.
  3. adotariam a política expansionista bizantina.
  4. fragmentariam o mundo islâmico.

15. (UECE 2011) O Corpus Iuris Civilis (Corpo do Direito Civil) é a reunião e atualização de inúmeras leis imperiais romanas compiladas por ordem do imperador romano do Oriente, Justiniano. Obra extensa publicada em 533 d.C. contém noções fundamentais de direito civil. Sobre o Corpus Iuris Civilis, assinale o correto.

  1. Não obstante o imenso volume da obra, representou a manutenção do ordenamento jurídico do direito romano sem repercussões maiores para o Direito Civil do Ocidente.
  2. Base da jurisprudência latina, seus princípios jurídicos influenciaram legislações européias, sendo a base de vários códigos civis, inclusive no Brasil.
  3. Coleção monumental cuja repercussão esteve estritamente ligada ao direito canônico e eclesiástico; uma coleção que constituiu a base estrutural da legislação cristã antiga.
  4. Este documento reuniu fragmentos de obras de juristas clássicos, entretanto, Justiniano manteve sua posição de teocrata e de representar-se como um porta-voz de Deus.

16. (UECE 2011) O fim do Império Romano do Ocidente culminou com a conquista da cidade de Roma pelos germânicos, no final do século V d.C. Das terras conquistadas, vários reinos foram criados. Sobre esses reinos é correto afirmar-se que

  1. apesar de terem sido múltiplos, contaram com centralização política e administrativa conduzida por Meroveu.
  2. um pacto de auxílio político e militar reuniu os reinos dos visigodos e dos vândalos, criando assim o chamado reino dos ostrogodos.
  3. foram independentes entre si, tendo como destaque os anglo-saxões, visigodos, suevos, vândalos, ostrogodos e francos.
  4. a dependência do reino dos francos em relação ao reino dos anglo-saxões culminou na criação de várias cidades.

17. (UECE 2011) A sociedade feudal foi descrita por meio de poesia épica. Sem muito refinamento e sofisticação, utilizou-se amplamente da virilidade como tema, por meio de personagens masculinos que possuíam qualidades essenciais de um cavaleiro: a bravura, a habilidade com as armas, em especial a espada, a lealdade do cavaleiro em relação ao seu suserano etc. Sobre os poemas épicos medievais é correto afirmar-se que

  1. são considerados precursores do humanismo porque restituíram ao homem medieval a confiança em si e a liberdade em relação à religião.
  2. os mais importantes são a Canção de Rolando (francês), o Poema de Cid (espanhol) e a Demanda do Santo Graal (britânico).
  3. São Tomás de Aquino foi o autor mais importante da épica medieval, compôs inúmeras obras trovadorescas.
  4. a estética dominante recorre ao grotesco e pressupõe um ideal literário fundamentado em conceitos intelectuais.

18. (UECE 2010) O capitalismo tem sua origem em meados dos séculos XV e XVI. Desde então, suas formas e mecanismos têm se adaptado às condições políticas, históricas e sociais. Nas opções a seguir, marque a que contém informações FALSAS sobre o capitalismo e seus arranjos.

  1. No momento histórico atual predomina o capitalismo comercial solidário, modelo que gera riqueza e estimula o comércio entre os países pobres industrializados.
  2. O capitalismo industrial foi marcado pela primeira e segunda revoluções industriais, tornando a produção industrial uma das maiores fontes de lucro.
  3. O monopólio capitalista pode ser entendido como a concentração do capital por poucos grupos ou empresas.
  4. Entre os fundamentos do neoliberalismo econômico está a não-intervenção do Estado na economia, exceto em momentos de crise.

19. (UECE 2010) Os árabes deixaram traços permanentes na cultura europeia, seja nas artes, seja no campo linguístico. Há inúmeras palavras, em vários idiomas indo-europeus, que são de origem árabe. Por exemplo: álgebra, alquimia, álcool, cifra, zero etc. Sobre a presença dos povos árabes na Europa, assinale o correto.

  1. Os árabes não conseguiram consolidar seu poder político, criando apenas um relacionamento comercial e de trocas com alguns lugares da Europa.
  2. Os árabes fundaram um imenso império islâmico, foram tolerantes em relação às populações submetidas e contribuíram para o florescimento das artes.
  3. As trocas linguísticas entre árabes e europeus foram muito superficiais, dado o curto tempo de contato entre estes povos.
  4. Em nenhum momento da história humana houve o predomínio dos povos árabes em solo ocidental.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.