Home > Banco de Questões > História > >

Idade Contemporânea

Lista de 20 exercícios sobre História com gabarito sobre o tema Idade Contemporânea com questões da Mackenzie.



01. (Mackenzie 2019) “Os eleitores alemães jamais deram aos nazistas uma maioria no voto popular, como algumas vezes ainda é afirmado (...) Os nazistas de fato chegaram a ser o maior partido do Reichstag alemão nas eleições parlamentares de 31 de julho de 1932, com 37,2% dos votos. Mais tarde, caíram para 33,1%, nas eleições parlamentares de 6 de novembro de 1932. Nas eleições de 6 de março de 1933, com Hitler já como chanceler e o Partido Nazista no comando da totalidade dos recursos do Estado alemão, seus resultados foram significativos, mas ainda insuficientes 43,9%. Mais que um em cada dois alemães votaram contra os candidatos nazistas, naquela eleição, desafiando a intimidação das Brigadas de Assalto. O Partido Fascista italiano conseguiu 35 cadeiras num total de 535, na única eleição parlamentar livre da qual chegou a participar, em 15 de maio de 1921. ”

(Paxton, Robert. A Anatomia do Fascismo.São Paulo: Paz e Terra, 2007; p. 164-165)

Sobre a ascensão dos fascistas e nazistas ao poder na Itália e Alemanha, podemos afirmar que

  1. tanto Mussolini como Hitler foram convidados a assumir o cargo de chefe de governo por um chefe de Estado no exercício de suas funções oficiais. Nos dois casos, fica evidente o interesse das alas conservadoras em fortalecer a extrema direita para impedir o avanço das esquerdas.
  2. a ascensão de Mussolini ao poder foi diferente da ascensão de Hitler. O primeiro, a partir da Marcha sobre Roma, aplica um golpe violento derrubando o rei Victor Emanuel III. O segundo é convidado pelo presidente Hindenburg a assumir o cargo de chanceler alemão.
  3. Mussolini assume o poder convidado pelo rei Victor EmanueI III após a manifestação fascista conhecida como Marcha sobre Roma. Hitler torna-se chanceler após um bem-sucedido Golpe de Estado, derrubando o presidente Hindenburg e toda a cúpula política alemã.
  4. tanto Mussolini como Hitler ascende ao poder pela via golpista. Mussolini após uma demonstração de poder com milhares de fascistas em Roma. Hitler após uma grande marcha que tem início em Munique (Putsch da Cervejaria) e é finalizada com a ocupação do Reichstag e sua nomeação como chanceler alemão.
  5. o rei italiano Victor Emanuel III e o presidente alemão Hindenburg convidaram, respectivamente, Mussolini e Hitler para assumirem os cargos de chefe de governo. A motivação principal era alçar ao poder as lideranças da esquerda para que fosse possível combater com mais eficácia o avança da extrema direita italiana e alemã.

02. (Mackenzie 2019) Entre o final de 1870 e o início de 1871, uma guerra entre nações – França e Prússia – transformou-se em um conflito civil entre franceses, que desencadeou o surgimento de um governo eleito parisiense, em março de 1871, denominado de Comuna de Paris.

A respeito do contexto histórico da época, podemos afirmar que

  1. a Comuna de Paris foi o primeiro levante operário da história moderna a manifestar o apoio popular perante o imperador francês, motivado pelo espírito nacionalista, após a invasão do país por tropas prussianas.
  2. a maioria dos deputados monarquistas, na Assembleia Nacional Francesa, durante a Guerra Franco-Prussiana, era favorável à capitulação ante a Prússia. Porém, o operariado francês em todo o país insuflou-se lutando contra a invasão.
  3. com a captura do imperador francês Luís Bonaparte, instituiu-se um Governo Provisório que, com o apoio da população, aceitou a capitulação da França perante a Prússia, entregando suas armas e desarmando o exército diante dos oponentes prussianos.
  4. a instauração de um primeiro governo socialista organizado por operários deveu-se à dominação política e econômica da burguesia parisiense sobre a classe operária e a derrota da Prússia pela França.
  5. a derrota sofrida na Guerra Franco-Prussiana e as péssimas condições de vida do operariado francês cooperaram para que, em 1871, em Paris, o levante dos trabalhadores tenha sido, apesar de breve, a primeira experiência de um governo socialista.

03. (Mackenzie 2018)

Pierre A. Renoir, artista francês, ao realizar seu trabalho, Baile no Moulin de la Galete, em 1876, registrou a alegria, otimismo e a intensa movimentação em Paris, no final do século XIX: a Belle Époque. Esse período, marcado por um intenso progresso científico e tecnológico que, de forma acelerada, apontava para um período de prosperidade e paz.

Todavia, sob a aparente tranquilidade e segurança desse cenário, desenrolavam-se inúmeros fatores de insatisfação, que acabaram por levar à Grande Guerra de 1914. A respeito dos precedentes que levaram ao conf lito mundial, é incorreto afirmar que

  1. a Alemanha, para combater a concorrência comercial, adotou uma política de expansão pelo uso da força militar, fechando-se perante qualquer solução diplomática, provocando inúmeros atritos com os demais países, que só foram solucionados por meio da guerra.
  2. apesar de persistirem antigas rugas, entre Inglaterra e França, os mesmos se aliaram, junto com a Rússia, em 1907, formando a Tríplice Entente, com o objetivo de combater os interesses imperialistas alemães, sobre os mercados chineses e africanos.
  3. mesmo apresentando um cenário tranquilo, várias nações europeias se dedicaram em fortalecer o exército, marinha, e adotar o serviço militar obrigatório. Esse período, de corrida armamentista e ausência de guerras, ficou conhecido como Paz Armada (1870-1914).
  4. os países europeus tinham necessidade de expandirem seus mercados consumidores e, na disputa pelos mesmos, fizeram surgir diversas zonas de tensão, além de despertarem o sentimento cívico e patriótico, nas regiões sob o domínio estrangeiro.
  5. o atentado de Sarajevo acabou se tornando o estopim para o início da guerra, não tanto pela gravidade do fato em si, mas, sobretudo, devido à série de acordos e alianças, que foram estabelecidos entre vários países, que se comprometiam a se auxiliarem mutuamente.

04. (Mackenzie 2018)

https://www.google.com.br/search?q=imagens+da+revolta+em+Charlottesville-+EUA

“O novo racismo é também racismo de reação: dos brancos deserdados e não ricos contra os negros ainda mais deserdados e paupérrimos. Pobres contra pobres, mas em nome da raça, nunca da classe.”

Nadia Urbinati, em artigo publicado no jornal La Repubblica, 14-08-2017.

A fotografia acima, tirada em 12/08/2017, publicada em vários jornais no mundo todo, retrata a marcha de extrema direita, que ocorreu na cidade de Charlottesville, EUA, contra negros, imigrantes, gays e judeus. A respeito desse conflito, que aponta para os problemas sociais contemporâneos, enfrentados pelos EUA, está correto afirmar.

I. Os ressentimentos raciais atuais possuem raízes que datam desde o fim da Guerra de Secessão. Derrotados e arrasados economicamente, os sulistas recusavam-se a aceitar a liberdade dos negros, assim como sua integração na sociedade. Surgem, nessa época, associações de terrorismo racista, como a Ku Klux Klan.

II. Para a reconstrução dos EUA, após a guerra civil, e para acelerar seu desenvolvimento industrial, a libertação dos escravos era fundamental. Entretanto o movimento trabalhista norte-americano sempre foi marcado pelo racismo, dando chances de trabalho, primeiramente, ao americano branco; depois, ao imigrante europeu e, por último, ao negro norte-americano.

III. Apesar da extrema direita ter apoiado sua candidatura e, políticos, pertencentes ao all-righ, ocuparem altos cargos governamentais, o presidente Donald Trump fez severas críticas ao episódio e, publicamente, se posicionou radicalmente contra esses extremistas. Assinale a assertiva correta.

  1. I está correta, apenas.
  2. II está correta, apenas.
  3. III está correta, apenas.
  4. I e II estão corretas, apenas.
  5. II e III estão corretas, apenas.

05. (Mackenzie 2018)

A charge acima ironiza a política externa norte-americana, durante o governo de Theodore Roosevelt (1901-1909), a diplomacia do Big Stick (“grande porrete”). Mesmo após o fim do seu mandato, essa política continuou a ser praticada pelos presidentes que o sucederam, como atesta o período histórico, conhecido como Guerra das Bananas (1898-1934).

Dentre as assertivas abaixo, que apontam e analisam fatos históricos relacionados à essa política diplomática, assinale a INCORRETA.

  1. Durante o governo de Roosevelt, entrou em vigor a Emenda Platt, um dispositivo legal adicionado à constituição de Cuba, após sua independência, permitindo aos Estados Unidos intervirem no país, caso seus interesses fossem ameaçados.
  2. A ideologia do Big Stick levou à expansão da marinha de guerra norte-americana, presente na maior parte desses conflitos, a fim de garantir, por meio da intervenção militar e ocupação de países, a defesa dos interesses estadunidenses.
  3. Os Estados Unidos, inconformados com a independência do Panamá, perante a Colômbia, invadem e ocupam o país, a fim de garantir que as obras para a construção do Canal, ligando o Atlântico ao Pacífico, fossem concluídas, permanecendo no país, até 1999.
  4. Diversos países foram afetados por essa política, tais como: Cuba, Panamá, Haiti, Nicarágua, México, Honduras, República Dominicana - além do território de Porto Rico - anexado durante a Guerra Hispano Americana, de 1898.
  5. As intervenções militares estavam conectadas à preservação dos interesses comerciais estadunidenses na região, principalmente, da United Fruit Company, que tinha investimentos significativos em diversos países da região, em plantações de produtos tropicais.

06. (Mackenzie 2017) “(...) Em termos de produtividade econômica, a transformação social foi um êxito imenso; em termos de sofrimento humano, uma tragédia, aumentada pela depressão agrícola depois de 1815 que reduziu o pobre rural à miséria mais desmoralizadora (...). Porém, do ponto de vista da industrialização havia consequências benéficas, pois uma economia industrial necessita de trabalhadores, e onde se podia obtê-los senão no antigo setor não industrial?

(Hobsbauwn,Eric. A Revolução Industrial. in As Revoluções Burguesas)

No trecho acima, o autor analisa consequências da Revolução industrial na Inglaterra. Sobre o texto e o contexto, é correto afirmar que

  1. a Revolução Industrial na Inglaterra marcou a passagem da sociedade rural para a industrial, apontando que, mesmo antes da introdução das máquinas, as manufaturas domésticas sediadas no campo tendiam a desaparecer pela falta de competitividade de seus produtos.
  2. a tendência à estabilização das populações campesinas e de pequenos burgueses, no interior rural inglês, foi um empecilho que acabou por gerar medidas governamentais, sancionadas pelo Parlamento a fim de solucionar tal problema social.
  3. com os cercamentos dos campos, no século XVIII, e pela consequente expropriação dos trabalhadores de seus meios de trabalho, o país contava com um enorme contingente de mão-de-obra desempregada nas cidades, disponível para o trabalho industrial.
  4. a grave crise agrícola de 1815, acompanhada pela epidemia de peste bubônica que atacou, principalmente, o interior agrícola do país, acabou por gerar um grande êxodo rural e um enorme fluxo populacional, disposto a trabalhar nas cidades, mesmo com baixo índice salarial.
  5. a ganância dos grandes proprietários de terra ingleses, interessados em exportar seus produtos para os novos centros industriais do país, acabou por ocasionar a situação de penúria, relatada no texto, em que se encontrava a população rural na época.

07. (Mackenzie 2017) CHEGADA DE REFUGIADOS À ALEMANHA CAI PARA 280 MIL EM 2016

A Alemanha registrou uma brusca queda na entrada de migrantes em busca de asilo em 2016, segundo dados apresentados pelo governo nesta semana. Foram 280 mil pessoas, contra as quase 900 mil do ano anterior.

FOLHA DE SÃO PAULO – www.folha1.uol.com.br – 12.01.2017. Acessado em 12.03.2017.

Com relação à realidade exposta na reportagem, considere as seguintes afirmações:

I. Concomitantemente à queda do número de entradas, houve aumento da rejeição aos refugiados.

II. Um dos fatores responsáveis pela redução apontada na reportagem é o acordo estabelecido entre a União Europeia e a Turquia para controlar o fluxo rumo ao território do bloco econômico.

III. Síria e Afeganistão estão entre os principais países de origem dos refugiados que se dirigiram à Alemanha.

IV. A “política de portas abertas” promovida pela chanceler Angela Merkel aumentou significativamente sua popularidade, tanto na Alemanha, quanto no restante do território europeu.

É correto o que se afirma em

  1. I, apenas.
  2. I e II, apenas.
  3. II e III, apenas.
  4. I, II e III, apenas.
  5. I, II, III e IV.

08. (Mackenzie 2017)

“O festival é a base de um processo sociocultural que se desenrola por anos nessa sociedade de maneira conflituosa e se materializa ou tem seu desfecho metaforicamente na presença de um público ávido por mudanças estruturais(...) O rock’n roll adquire um grau de legitimidade que acaba por catalisar os ideais da contracultura, por meio de uma mensagem musical engajada e contestatória”.

Emiliano Rivello

A foto da performance de Jimi Hendrick, diante do público jovem presente no Festival de Woodstock, em agosto de 1969, se tornou em ícone, para retratar a cultura da época. Sobre o contexto histórico e político dos Estados Unidos que deflagrou esse movimento de contracultura é pertinente afirmar que

  1. Por meio do som e das letras do rock, dos trajes coloridos e andróginos dos hippies, os jovens contestavam os valores tradicionais da sociedade e política norte americana, passando a adotar uma postura favorável às ideias socialistas.
  2. O foco desse festival era celebrar e reafirmar a cultura hippie, celebrar a paz e o amor, por meio da música, e protestar contra a convocação de jovens para lutar na Guerra da Coreia.
  3. Nesse momento, a sociedade norte-americana se defrontava com a luta contra a segregação social e racial. Nos palcos de Woodstock os líderes do Movimento Black Power tiveram a chance de discursarem publicamente contra o racismo.
  4. Líderes do movimento feminista norte-americano subiram ao palco, durante a apresentação da cantora Janis Joplin, para protestar contra os valores tradicionais da sociedade e o preconceito, ainda existente, contra a mulher.
  5. O festival aconteceu no auge da ambiência da Guerra Fria, em plena Guerra do Vietnã, sendo esse conflito um dos principais alvos de contestação do movimento de contracultura, em que o rock”n roll, assumiu a forma de protesto.

09. (Mackenzie 2016) Atraídos pela possibilidade de acesso às terras e pressionados pelos graves problemas econômicos e sociais que assolavam a Europa, em meados do século XIX, milhares de imigrantes vieram para o continente americano. O governo brasileiro e o norte-americano passaram a se posicionar com relação à posse de terras, promulgando leis, a saber: A Lei de Terras (1850), no Brasil e o HomesteadAct (1862), nos Estados Unidos. O paralelo que podemos identificar entre eles é que

I. o governo norte-americano, para atrair imigrantes, decretou o HomesteadAct, que definia a posse de uma propriedade com 160 acres a quem a cultivasse por cinco anos. Já a lei nacional passou a proibir a aquisição de terras públicas a não ser por compra, dificultando a formação de pequenas propriedades.

II. a Lei de Terras esteve estreitamente ligada à Lei Eusébio de Queirós, que proibiu o tráfico de escravos para o Brasil, pois a aquisição de terras só era possível por meio da compra, o que mantinha os trabalhadores livres sob o domínio dos grandes proprietários. Nos EUA, o presidente Lincoln, apesar da oposição dos proprietários do Sul do país, aprovou a lei relacionada à posse de terras a fim de desenvolver e ocupar a região Oeste do país.

III. essas legislações relativas ao direito à terra tinham, nos dois casos, a finalidade de atrair os imigrantes europeus, tendo em vista a preocupação de aprimorar a questão racial nas Américas, com a vinda de mais homens brancos, além dos mesmos estarem preparados para o trabalho especializado nas indústrias. Assinale

  1. se apenas I estiver correta.
  2. se apenas II estiver correta.
  3. se apenas III estiver correta.
  4. se apenas I e II estiverem corretas.
  5. se apenas II e III estiverem corretas.

10. (Mackenzie 2016) “O Egito (...) faz limite não apenas com um mar, mas com dois, o Mediterrâneo e o Vermelho. A distância entre eles é de cerca de 160 quilômetros. Por isso, desde tempos imemoráveis, o país tem sido um elo entre a Europa e o Oriente”.

H. L. Wesseling. Dividir para Dominar: A partilha da África (18801914). Rio de Janeiro: Editora UFRJ/ Editora Revan, 1998, p.46.

No contexto imperialista britânico, no século XIX, o domínio sobre o Egito representava, dentre outros,

  1. a conquista de um vasto território, com terras na África e na Ásia, criando a possibilidade de interligar o Mediterrâneo ao mar Vermelho e, assim, às fontes de recursos do Oriente Médio.
  2. o controle sobre as fontes de ouro e de diamante, tornando-se, em pouco tempo, a principal colônia britânica e a maior economia dentre as regiões sob controle europeu.
  3. a utilização da mão de obra da população rural para o trabalho na agricultura, em função da existência do rio Nilo, o que tornaria o trigo cultivado ali em principal fonte de renda do império britânico.
  4. o domínio sobre o deserto do Saara, importante elo de conexão entre o Norte e o Sul do continente, com as importantes rotas comerciais que ligavam o Nilo ou interior do continente africano.
  5. a exploração tanto da agricultura quanto dos recursos industriais daquela região, desenvolvidas ao longo do século XIX e que faziam do Egito a maior economia da África subsaariana.

11. (Mackenzie 2016)

“Assim, Nelson Rockefeller convenceu Walt Disney (...) a filmar na América Latina, do que resultaram os desenhos Alô, Amigos (1943) e Você já foi à Bahia? (1945) e o personagem do papagaio Zé Carioca. E foi também Rockefeller quem literalmente intimou Orson Welles (...) a largar o que estava fazendo (...) e ir ao Rio para rodar um filme sobre o Carnaval, chamado It’s all true”.

Ruy Castro. Carmen Miranda: Uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2005, p.333

O texto e a imagem demonstram a adesão da RKO – estúdio de cinema pertencente à família Rockefeller que distribuía os filmes de Disney e Welles – à Política da Boa Vizinhança. A respeito de tal Política, fazem-se as seguintes afirmações:

I. Surgida na década de 1930, consistiu em uma nova estratégia de relacionamento dos Estados Unidos com a América Latina, abandonando a prática intervencionista predominante desde o final do século XIX.

II. A negociação diplomática e a colaboração econômica e militar aos países latino-americanos tornaram-se seus marcos de ações, dificultando a presença econômica da Alemanha nazista na região.

III. A adesão de estúdios de Hollywood à Boa Vizinhança possibilitaria compensar a perda de mercado cinematográfico dos Estados Unidos nos países dominados pelo Eixo.

Assinale

  1. se apenas a afirmativa I está correta.
  2. se apenas as afirmativas I e II estão corretas.
  3. se todas as afirmativas estão corretas.
  4. se apenas as afirmativas II e III estão corretas.
  5. se apenas as afirmativas I e III estão corretas.

12. (Mackenzie 2016) O século XVI foi palco de uma profunda crise religiosa, responsável pela ruptura da unidade mantida pela Igreja Católica, no seio da cristandade ocidental – A Reforma Protestante. Em suas origens, essa Reforma esteve associada à

  1. insatisfação reinante entre o clero europeu, mais preocupado com as questões ligadas à salvação e à liturgia em vigor do que com os acordos políticos realizados entre os nobres e monarcas absolutistas.
  2. rivalidade entre os Países Baixos contra a tentativa de dominação da coroa espanhola e a supressão dos direitos comerciais e marítimos flamengos, a fim de favorecer os interesses mercantis espanhóis.
  3. necessidade, sobretudo por parte da burguesia, de uma nova ética econômica, mais adequada às novas práticas mercantis e financeiras, fruto das mudanças nas relações de produção capitalista, verificadas na época.
  4. crítica dos textos bíblicos, realizada por Calvino, o que aumentou ainda mais os conflitos entre os novos Estados europeus e a disputa realizada por eles, a fim de se opor à autoridade do imperador Carlos V.
  5. formação de Estados nacionais, monárquicos e absolutistas que defendiam, essencialmente, os interesses da nobreza feudal europeia, em detrimento aos direitos conquistados pela classe burguesa durante o fim do século XV.

13. (Mackenzie 2016) A Grande Depressão iniciada nos Estados Unidos, em 1929 , teve consequências de caráter mundial e modificou economias, adaptando-as às novas condições de exceção. Seus reflexos, no Brasil, foram diversos, englobando as esferas econômicas, sociais e políticas e, manifestou-se, entre outros aspectos

  1. pela tranquilidade com que a oligarquia cafeeira nacional enfrentou a Quebra da Bolsa de Nova York, pois controlavam o governo da República e tinham mecanismos suficientes para defender o café perante a crise internacional.
  2. pelo rompimento do acordo “café-com leite”, entre o PRP e o PRM, pois Minas Gerais enxergava a possibilidade de, perante a crise econômica, superar São Paulo, na liderança das exportações nacionais.
  3. pela queda na exportação de café para os Estados Unidos, nosso maior consumidor, o que acarretou prejuízos exclusivamente para os grandes cafeicultores nacionais.
  4. pelo enfraquecimento econômico da oligarquia cafeeira, o que contribuiu para desestruturar as bases políticas que sustentavam a Primeira República, permitindo a vitória do movimento de 1930.
  5. pela vitória do movimento tenentista, que agregando todas as aspirações da sociedade brasileira, apresentou-se como o único setor social, capaz de superar a crise econômica e reerguer o país.

14. (Mackenzie 2015) A foto acima, onde flores aparecem saindo dos orifícios das armas, flagrou o movimento de soldados portugueses durante a Revolução dos Cravos, ocorrida em Portugal, em 25 de abril de 1974. Esse momento revolucionário marcou

A foto acima, onde flores aparecem saindo dos orifícios das armas, flagrou o movimento de soldados portugueses durante a Revolução dos Cravos, ocorrida em Portugal, em 25 de abril de 1974. Esse momento revolucionário marcou

  1. o fim do domínio colonial português sobre suas possessões na África: Moçambique, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, poder exercido desde o período das Grandes Navegações.
  2. a revolta do Exército contra o fim da ditadura militar, que perdurou até 1974, pois desejavam reivindicar a volta dos militares ao poder, assim como lutavam pelo prestígio das Forças Armadas.
  3. a luta armada, por parte das tropas portuguesas, a favor da permanência do domínio “ultramar” ibérico sobre suas colônias africanas, apesar das lutas por emancipação travadas no continente africano.
  4. o fim do regime ditatorial inaugurado por António Salazar (1932-1968), prolongado pelo governo de Marcelo Caetano, e o início do processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático em Portugal.
  5. o último momento de luta armada dentro do país, pois o processo de descolonização das colônias africanas sob o domínio português transcorreu de forma pacífica, apesar da resistência do Exército.

15. (Mackenzie 2015)

Analise os dados da tabela acima e assinale a alternativa que melhor explica o fenômeno observado.

  1. O crescimento verificado no período deveu-se, sobretudo, à participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial, pois permitiu acúmulo de divisas usadas na industrialização promovida pela Era Vargas.
  2. O final do Império no Brasil e início da República foi marcado pelo grande crescimento do número de fábricas e operários, marca alcançada em virtude da abertura do país ao capital externo.
  3. Na transição da Colônia para a República, a implantação de fábricas tornouse política pública, pois assegurava o papel predominante da economia brasileira perante as demais nações latino-americanas.
  4. Impulsionado pela crise da economia cafeeira, pela Grande Guerra e pela Grande Depressão, o crescimento do número de fábricas e operários no Brasil coincidiu com as primeiras décadas da República.
  5. As práticas intervencionistas do New Deal, implantadas no Brasil a partir da década de 1920, contribuiu para o crescimento vertiginoso do número de fábricas e de operários, no período considerado.

16. (Mackenzie 2015)

As imagens acima são de cartazes chineses, que circularam por todo o país durante a Grande Revolução Cultural Proletária (1966-76). Considere as assertivas abaixo a respeito desse movimento revolucionário.

I. O movimento impulsionado por Mao Tse-tung, teve grande influência nas artes chinesas, principalmente no teatro e na ópera, que adquiriram um aspecto mais realista e influenciado pela cultura soviética.

II. A Revolução Cultural tinha uma proposta de radicalizar, ainda mais, tópicos como igualitarismo, antiburocratismo e autogestão do comunismo chinês.

III. No plano econômico, esse movimento atrasou o avanço tecnológico do país, devido às perseguições a inúmeros intelectuais, cientistas e educadores.

Assinale

  1. se somente a assertativa I está correta.
  2. se somente a assertativa II está correta.
  3. se somente a assertativa III está correta.
  4. se somente as assertativas I e II estão corretas.
  5. se somente as assertativas II e III estão corretas.

17. (Mackenzie 2015) De fato, a partir de 1789, a Europa, ainda aristocrática, começa a ouvir a palavra nação de uma nova maneira. Uma nova forma de organização política se desenvolve, trazendo junto com ela a promissora expressão de liberdade. (...). Finalmente, o Estado, que se constitui como a representação de todos os cidadãos da nação, apareceu como a forma de organização política que acompanha a República nascente. (...) Assim fica claro que nação, Estado e cidadania foram um conjunto indissociável de ideias e práticas sociais que surgem de um processo revolucionário da história universal.

Guillermo Raúl Ruben. O que é nacionalidade. São Paulo: Brasiliense, 1984, p.25

A Revolução Francesa contribuiu, dentre diversos aspectos, para a emergência de um novo sentido à nação e ao nacionalismo. A respeito do assunto, considere as afirmativas.

I. A partir daquele momento, os indivíduos passam a se considerar cidadãos abstratamente iguais, membros de uma organização política e representados pelo Estado.

II. A cidadania que emerge a partir do processo revolucionário francês difere do sentimento de pertencimento a um certo senhor, típico da sociedade aristocrática.

III. Surge, a partir daquele momento, a concepção de Estado-nação presente nos dias de hoje: aquele que envolve o conjunto de leis próprias, a autonomia e a soberania, a cultura de um povo que vive em um determinado território.

Assinale

  1. se somente a afirmativa I está correta.
  2. se somente as afirmativas II e III estão corretas.
  3. se somente as afirmativas I e III estão corretas.
  4. se somente a afirmativa III está correta.
  5. se todas as afirmativas estão corretas.

18. (Mackenzie 2015) Durante o século XV, a Europa experimentou o início de uma expansão marítima, que é um marco no início da europeização do mundo. Entre os motivos que levaram os portugueses a buscarem a Expansão Marítima, podemos apontar

  1. a queda de Constantinopla para o império turco otomano, em 1453, levando os países católicos a buscarem um novo caminho que os conduzissem à Terra Santa.
  2. o crescimento da circulação monetária e a consequente estabilização dos preços, na época, permitindo o acúmulo de que passou a ser investido nas empreitadas marítimas.
  3. o fortalecimento do poder dos monarcas europeus, que passaram a governar em caráter absolutista e centralizaram todas as decisões do Estado em suas mãos.
  4. a consolidação do sistema de manufaturas controladas pelas grandes corporações de ofício, que passaram a financiar a Expansão Marítima em busca de novos mercados consumidores.
  5. a necessidade da expansão comercial, que aumentaria os poderes do rei, manteria os privilégios da nobreza e elevaria os lucros da burguesia, pois o controle comercial do Mediterrâneo pertencia aos italianos.

19. (Mackenzie 2015) Ao analisar os acontecimentos e consequências de 1848, na França, Karl Marx denominou de “18 brumário de Luís Bonaparte” o golpe de Estado realizado por esse último. A denominação é historicamente possível, pois

  1. estendeu a ação de seu Império da França até o norte da África, incluindo regiões na Itália e Alemanha, territórios anteriormente também conquistados por seu tio.
  2. organizou um Império de caráter despótico absolutista, impôs a censura aos meios de comunicação e proclamou-se cônsul vitalício, atitudes já realizadas por Napoleão.
  3. assim como Napoleão, Luís Bonaparte legitimou seu golpe por meio de um plebiscito, extinguindo a República até então vigente para proclamar-se imperador.
  4. Luís Napoleão, assim como Napoleão, a princípio realizou reformas absolutistas para depois, já no Império, introduzir princípios iluministas de administração pública.
  5. assim como seu tio, Luís Bonaparte se auto coroou imperador, reduziu a interferência do alto clero no governo e limitou o direito ao voto a critérios censitários.

20. (Mackenzie 2015) Os reflexos da Primeira Guerra Mundial para economia brasileira, durante o governo de Wenceslau Brás (1914–1918), ocasionaram

  1. o aumento do déficit orçamentário, pois para corrigir os problemas financeiros do governo anterior, Wenceslau Brás teve de recorrer a um novo Funding Loan.
  2. a ampliação da produção industrial brasileira e a criação de novas fábricas para suprir o mercado nacional, devido à queda das importações de produtos industrializados estrangeiros.
  3. a sensível diminuição na produção industrial brasileira, devido à enorme evasão de mão de obra das indústrias, pois grande contingente de operários foi enviado, como soldados, para lutar no conflito.
  4. o aumento de empréstimos e investimentos em diversos setores da nossa economia, por parte de banqueiros e industriais estrangeiros que, temerosos dos rumos do conflito mundial, passaram a investir no país.
  5. a drástica redução dos investimentos no setor industrial e a queda de sua produção, uma vez que o governo brasileiro incentivou os produtores agrícolas a aumentarem suas safras a fim de abastecer o mercado externo.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.