Home > Banco de Questões > História >

História da América

Lista de 06 exercícios de História com gabarito sobre o tema História Da América com questões do Enem.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: História da América.



1. (Enem PPL 2016) Nos Estados Unidos, durante o século XIX, tal como representada no mapa, a relação entre território e nação foi reconfigurada por uma política que:

Nos Estados Unidos, durante o século XIX, tal como representada no mapa, a relação entre território e nação foi reconfigurada por uma política que:

  1. transferiu as populações indígenas para territórios de fronteira anexados, protegendo a cultura protestante dos migrantes fundadores da nação norte-americana.
  2. respondeu às ameaças europeias pelo fim da escravidão, integrando a população de escravos ao projeto de expansão por meio da doação de terras.
  3. assinou acordos com países latino-americanos, ajudando na reestruturação da economia desses países após suas independências.
  4. projetou o avanço de populações excedentes para além da faixa atlântica, reformulando fronteiras para o estabelecimento de um país continental.
  5. instalou manufaturas nas áreas compradas e anexadas, visando utilizar a mão de obra barata das populações em trânsito.

2. (Enem 2013) O canto triste dos conquistados: os últimos dias de Tenochtitlán

Nos caminhos jazem dardos quebrados; os cabelos estão espalhados.

Destelhadas estão as casas,

Vermelhas estão as águas, os rios, como se alguém as tivesse tingido,

Nos escudos esteve nosso resguardo, mas os escudos não detêm a desolação...

PINSKY, J. et al. História da América através de textos. São Paulo: Contexto, 2007 (fragmento).

O texto é um registro asteca, cujo sentido está relacionado ao(à)

  1. tragédia causada pela destruição da cultura desse povo.
  2. tentativa frustrada de resistência a um poder considerado superior.
  3. extermı́nio das populações indı́genas pelo Exército espanhol.
  4. dissolução da memória sobre os feitos de seus antepassados.
  5. profetização das consequências da colonização da América.

Enem

3. (Enem 2013) Rua Preciados, seis da tarde. Ao longe, a massa humana que abarrota a Praça Puerta Del Sol, em Madri, se levanta. Um grupo de garotas, ao ver a cena, corre em direção à multidão. Milhares de pessoas fazem ressoar o slogan: “Que não, que não, que não nos representem”. Um garoto fala pelo megafone: “Demandamos submeter a referendo o resgate bancário”.

RODRÍGUEZ, O. Puerta Del Sol, o grande alto-falante. Brasil de Fato, São Paulo, 26 maio-1 jun. 2011(adaptado).

Em 2011, o acampamento dos Indignados espanhóis expressou todo o descontentamento polı́tico da juventude europeia. Que proposta sintetiza o conjunto de reivindicações polı́ticas destes jovens?

  1. Voto universal.
  2. Democracia direta.
  3. Pluralidade partidária.
  4. Autonomia legislativa.
  5. Imunidade parlamentar.

Enem

4. (Enem 2012) Nós nos recusamos a acreditar que o banco da justiça é falı́vel. Nós nos recusamos a acreditar que há capitais insuficientes de oportunidade nesta nação. Assim nós viemos trocar este cheque, um cheque que nos dará o direito de reclamar as riquezas de liberdade e a segurança da justiça.

KING Jr., M. L. Eu tenho um sonho, 28 ago. 1963. Disponı́vel em: www.palmares.gov.br. Acesso em: 30 nov. 2011 (adaptado).

O cenário vivenciado pela população negra, no sul dos Estados Unidos nos anos 1950, conduziu à mobilização social. Nessa época, surgiram reivindicações que tinham como expoente Martin Luther King e objetivavam

  1. a conquista de direitos civis para a população negra.
  2. o apoio aos atos violentos patrocinados pelos negros em espaço urbano.
  3. a supremacia das instituições religiosas em meio à comunidade negra sulista.
  4. a incorporação dos negros no mercado de trabalho.
  5. a aceitação da cultura negra como representante do modo de vida americano.

5. (Enem 2012) Mas uma coisa ouso afirmar, porque há muitos testemunhos, e é que vi nesta terra de Veragua [Panamá] maiores indı́cios de ouro nos dois primeiros dias do que na Hispaniola em quatro anos, e que as terras da região não podem ser mais bonitas nem mais bem lavradas. Ali, se quiserem podem mandar extrair à vontade.

Carta de Colombo aos reis da Espanha, julho de 1503. Apud AMADO, J.; FIGUEIREDO, L. C. Colombo e a América: quinhentos anos depois. São Paulo: Atual, 1991 (adaptado).

O documento permite identificar um interesse econômico espanhol na colonização da América a partir do século XV. A implicação desse interesse na ocupação do espaço americano está indicada na

  1. expulsão dos indı́genas para fortalecer o clero católico.
  2. promoção das guerras justas para conquistar o território.
  3. imposição da catequese para explorar o trabalho africano.
  4. opção pela policultura para garantir o povoamento ibérico.
  5. fundação de cidades para controlar a circulação de riquezas.

6. (Enem 2010) O Império Inca, que corresponde principalmente aos territórios da Bolı́via e do Peru, chegou a englobar enorme contingente populacional. Cuzco, a cidade sagrada, era o centro administrativo, com uma sociedade fortemente estratificada e composta por imperadores, nobres, sacerdotes, funcionários do governo, artesãos, camponeses, escravos e soldados. A religião contava com vários deuses, e a base da economia era a agricultura. principal mente o cultivo da batata e do milho.

A principal caracterı́stica da sociedade inca era a

  1. ditadura teocrática, que igualava a todos.
  2. existência da igualdade social e da coletivização da terra.
  3. estrutura social desigual compensada pela coletivização de todos os bens.
  4. existência de mobilidade social, o que levou à composição da elite pelo mérito.
  5. impossibilidade de se mudar de extrato social e a existência de uma aristocracia hereditária.

Enem

7. (Enem 2010) Substitui-se então uma história crı́tica, profunda, por uma crônica de detalhes onde o patriotismo e a bravura dos nossos soldados encobrem a vilania dos motivos que levaram a Inglaterra a armar brasileiros e argentinos para a destruição da mais gloriosa república que já se viu na América Latina, a do Paraguai.

CHIAVENATTO, J. J. Genocı́dio americano: A Guerra do Paraguai. São Paulo: Brasiliense, 1979 (adaptado).

O imperialismo inglês, “destruindo o Paraguai, mantém o status quo na América Meridional, impedindo a ascensão do seu único Estado economicamente livre”. Essa teoria conspiratória vai contra a realidade dos fatos e não tem provas documentais. Contudo essa teoria tem alguma repercussão.

(DORATIOTO. F. Maldita guerra: nova história da Guerra do Paraguai. São Paulo: Cia. das Letras, 2002 (adaptado).

Uma leitura dessas narrativas divergentes demonstra que ambas estão refletindo sobre

  1. a carência de fontes para a pesquisa sobre os reais motivos dessa Guerra.
  2. o caráter positivista das diferentes versões sobre essa Guerra.
  3. o resultado das intervenções britânicas nos cenários de batalha.
  4. a dificuldade de elaborar explicações convincentes sobre os motivos dessa Guerra.
  5. o nı́vel de crueldade das ações do exército brasileiro e argentino durante o conflito.

8. (Enem 2010) Os vestígios dos povos Tupi-guarani encontramse desde as Missões do Rio da Prata, ao Sul, até o Nordeste com algumas ocorrências ainda mal conhecidas no sul da Amazônia. A leste ocupavam toda a faixa litorânea, desde o Rio Grande do Sul até o Maranhão. A oeste aparecem (no rio da Prata) no Paraguai e nas terras baixas da Bolívia. Evitam as terras inundáveis do Pantanal e marcam sua presença discretamente nos cerrados do Brasil central. De fato, ocuparam de preferências as regiões de floresta tropical e subtropical.

(PROUS, A. O Brasil antes dos brasileiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005)

Os povos indígenas citados possuíam tradições culturais especificas que os distinguiam de outras sociedades indígenas e dos colonizadores europeus. Entre as tradições tupi-guarani destacavam-se:

  1. a organização em aldeias politicamente independentes, dirigidas por um chefe, eleito pelos indivíduos mais velhos da tribo.
  2. a ritualização da guerra entre as tribos e o caráter semissedentário de sua organização social.
  3. a conquista de terras mediante operações militares, o que permitiu seu domínio sobre vasto território.
  4. o caráter pastoril de sua economia, que prescindia da agricultura para investir na criação de animais.
  5. o desprezo pelos rituais antropofágicos praticados em outras sociedades indígenas.

9. (Enem 2009) No período 750-338 a. C., a Grécia antiga era composta por cidades-Estado, como por exemplo Atenas, Esparta, Tebas, que eram independentes umas das outras, mas partilhavam algumas características culturais, como a língua grega. No centro da Grécia, Delfos era um lugar de culto religioso frequentado por habitantes de todas as cidades-Estado.

No período 1200-1600 d. C., na parte da Amazônia brasileira onde hoje está o Parque Nacional do Xingu, há vestígios de quinze cidades que eram cercadas por muros de madeira e que tinham até dois mil e quinhentos habitantes cada uma. Essas cidades eram ligadas por estradas a centros cerimoniais com grandes praças. Em torno delas havia roças, pomares e tanques para a criação de tartarugas. Aparentemente, epidemias dizimaram grande parte da população que lá vivia.

(Folha de S. Paulo, ago. 2008 - adaptado)

Apesar das diferenças históricas e geográficas existentes entre as duas civilizações elas são semelhantes, pois:

  1. as ruínas das cidades mencionadas atestam que grandes epidemias dizimaram suas populações.
  2. as cidades do Xingu desenvolveram a democracia, tal como foi concebida em Tebas.
  3. as duas civilizações tinham cidades autônomas e independentes entre si.
  4. os povos do Xingu falavam uma mesma língua, tal como nas cidades-Estado da Grécia.
  5. as cidades do Xingu dedicavam-se à arte e à filosofia tal como na Grécia.

Oi, aqui é o criado do Projeto Agatha. Você pode responder a uma pesquisa rápida? Ela vai ajudar no meu Projeto de Iniciação Científica da faculdade (IFNMG). É só clicar nessa barrinha.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp



.