Home > Banco de Questões > Matemática > Acafe>

Brasil República

Lista de 20 exercícios sobre História com gabarito sobre o tema Brasil República com questões da Acafe.



01. (Acafe 2021) Chamado de presidente “Bossa-Nova”, em uma alusão ao estilo musical que aparecia e se destacava na década de 50 (XX), Juscelino Kubitschek foi eleito presidente da república, prometendo um plano desenvolvimentista.

Acerca do governo do presidente Juscelino Kubitschek, todas as alternativas estão corretas, exceto a alternativa:

  1. Juscelino realizou a construção de uma nova capital para o Brasil: Brasília, no Planalto Central. Brasília tornou-se símbolo de modernidade e integração nacional. Foi inaugurada em abril de 1960.
  2. Em seu “plano de metas – crescer 50 anos em 05 anos”, Juscelino promoveu grandes investimentos nas indústrias de base e nas áreas de transporte e produção de energia.
  3. Foi criada a Petrobrás, possibilitando ao Brasil uma autossuficiência na produção de combustível. Isso foi determinante para e entrada, no Brasil, das fábricas de automóveis.
  4. O prometido crescimento econômico de Juscelino, teve um preço: a inflação cresceu e a dívida externa do Brasil cresceu. Esse crescimento não beneficiou todas as camadas sociais, e muitas desigualdades sociais permaneceram.

02. (Acafe 2021) No Brasil, o período conhecido como Estado Novo (1937-1945) refere-se ao governo de Getúlio Vargas, implantado de forma autoritária e que suspendeu as eleições presidenciais previstas para 1938.

Assinale a alternativa que NÃO corresponde ao período citado (Estado Novo).

  1. Foi criado o programa “Hora do Brasil”, diariamente e no mesmo horário, as emissoras de rádio do Brasil deviam transmitir o programa. Eram apresentadas as realizações do governo e pronunciamentos do presidente Getúlio Vargas.
  2. O D.I.P. (Departamento de Imprensa e Propaganda) constituiu-se em um grande instrumento de promoção oficial de Getúlio Vargas e das realizações do seu governo. O D.I.P. também fazia a censura de programas de rádio, jornais e publicações em geral.
  3. Foi decretada a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), promovendo a unificação da legislação trabalhista do país. A CLT estabeleceu, entre outros direitos, as férias remuneradas, a jornada de trabalho de oito horas diárias e a fixação de um salário mínimo nacional.
  4. Os paulistas desejavam a constitucionalização do país e pegaram em armas para combater o governo getulista, foi a Revolta Constitucionalista. Derrotados militarmente, os paulistas viram o governo getulista convocar eleições para a Assembleia Nacional Constituinte.

03. (Acafe 2021) Após a renúncia de Jânio Quadros à presidência da República, criou-se um impasse pela oposição em relação à posse do vice-presidente, João Goulart (Jango).

Dentro deste contexto todas as alternativas estão corretas, exceto a alternativa:

  1. Com o impasse criado para a posse de João Goulart, o governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola iniciou uma campanha pela posse do vice-presidente, foi a Campanha da legalidade.
  2. Para a posse de João Goulart, foi instaurado o parlamentarismo com o objetivo de enfraquecer sua atuação, já que seus poderes estariam limitados.
  3. Quando Jânio Quadros renunciou à presidência da República, João Goulart estava em visita oficial à China.
  4. Apesar da resistência da oposição, os militares asseguraram a imediata posse de João Goulart e garantiram apoio ao seu governo.

04. (Acafe 2021) Passaram-se 66 anos da morte de Getúlio Vargas, em 1954. Para muitos, um excelente presidente, para outros um ditador. Ainda hoje, a trajetória política de Getúlio Vargas suscita o interesse da historiografia brasileira, atestado pelas constantes obras e teses que analisam seu governo.

Acerca do seu governo de 1951 a 1954 é correto afirmar:

  1. Getúlio Vargas chegou a limitar a remessa para o exterior de lucros de empresas estrangeiras. Criou também o BNDE (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico), para incentivar a área industrial.
  2. O conhecido atentado da rua Toneleros, contra a vida de Getúlio Vargas, desencadeou uma grande onda de protestos por todo o Brasil. Neste atentado morreu o Major da Aeronáutica Rubens Vaz.
  3. O suicídio de Getúlio Vargas ocorreu logo após a sua destituição do cargo de presidente da república e a nomeação de um interventor federal pelos militares ligados ao Ministério da Aeronáutica.
  4. Ao nomear Carlos Lacerda da UDN (União Democrática Nacional), para o Ministério do Trabalho, Vargas obteve apoio da oposição para a implantação da CLT (Consolidação das Leis de Trabalho).

05. (Acafe 2021) Fernando Collor de Mello foi o primeiro presidente da república eleito democraticamente pelo voto popular após o regime militar (1964-1985).

Acerca do seu governo, todas as alternativas estão corretas, exceto:

  1. Denunciado por seu irmão Pedro Collor, o presidente e seus aliados viram-se acusados de um grande esquema de corrupção, que tinha como figura principal Paulo César Farias, tesoureiro de campanha e amigo pessoal do presidente.
  2. O plano econômico, lançado por Fernando Collor, congelou por determinado tempo os depósitos bancários, cadernetas de poupança e aplicações financeiras.
  3. A criação do Plano Real possibilitou uma retomada do crescimento econômico no início do seu governo, chamado pela mídia de República de Alagoas.
  4. Fernando Collor sofreu um processo de impeachment (impedimento). Em dezembro de 1992 o presidente renunciou e o Congresso Nacional cassou seus direitos políticos por oito anos.

06. (Acafe 2021) O PLANO COHEN denunciava uma suposta insurreição comunista no Brasil. Seu conteúdo descrevia que os comunistas iriam tomar o poder e promover a instalação de um governo socialista. Propriedades seriam confiscadas, empresas passariam para a tutela do Estado, adversários políticos seriam eliminados.

Em relação ao Plano Cohen, assinale a alternativa correta.

  1. Serviu para desencadear uma grande perseguição aos movimentos de esquerda que atuavam durante o governo militar de Ernesto Geisel.
  2. Foi o pretexto utilizado pelos militares para destituir João Goulart da presidência, e iniciar o período dos governos militares a partir de 1964.
  3. Serviu como justificativa para Getúlio Vargas suspender as eleições e instituir o Estado Novo, em 1937.
  4. Foi decisivo na vitória de Jânio Quadros nas eleições presidenciais pois Jânio afirmava que defenderia o país dos comunistas e iria defender a família brasileira e a propriedade privada.

07. (Acafe 2020) A revolta de 1932, ocorrida em São Paulo durante a vigência do governo provisório de Getúlio Vargas, tentava recuperar a hegemonia política que os cafeicultores paulistas perderam com a revolução de 1930.

No contexto da revolta constitucionalista, todas as alternativas abaixo estão corretas, exceto a alternativa:

  1. Derrotados militarmente, os paulistas conseguiram, no entanto, um objetivo político: foi convocada uma assembleia constituinte e uma nova constituição foi promulgada em 1934.
  2. A Aliança Nacional Libertadora (ANL), que tinha Júlio Prestes como líder, apoiou o movimento paulista que contava também com a adesão dos estados do Rio Grande do Sul e da Paraíba.
  3. A sigla M.M.D.C., usada pelos paulistas em sua propaganda de guerra, seriam as iniciais do nome de quatro estudantes mortos em um enfrentamento com a polícia.
  4. O governo paulista realizou a campanha “ouro para o bem de São Paulo”, convidando a população a realizar contribuições em favor do exército paulista.

08. (Acafe 2019) “No dia seguinte, centenas deles se entregaram, atendendo a um apelo do governo. Um grupo se dispôs, porém, a resistir. O forte voltou a ser bombardeado por mar e por aviões. Dezessete militares, com a adesão ocasional de um civil, decidiram sair pela praia de Copacabana, ao encontro das forças governamentais. Na troca de tiros, morreram dezesseis, ficando feridos os tenentes Siqueira Campos e Eduardo Gomes. Os Dezoito do Forte começavam a criar a legenda do tenentismo. ”

FAUSTO, Boris. História do Brasil. 5ª edição. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1997. Página 308.

O texto evidencia uma revolta do movimento tenentista brasileiro. Acerca desse movimento, assinale a alternativa correta.

  1. A Revolta do Forte de Copacabana foi uma tentativa de impedir a posse de Humberto Castelo Branco após a efetivação do regime militar no Brasil.
  2. Combateram principalmente o governo provisório de Getúlio Vargas e exigiam a criação de uma nova constituição.
  3. As principais revoltas tenentistas ocorreram após a implantação do Estado Novo por Getúlio Vargas, com o apoio de militares de alta patente.
  4. Ocorreu na chamada República Velha ou Oligárquica. Buscavam mudanças no cenário político, administrativo e eleitoral do Brasil.

09. (Acafe 2019) O período conhecido como Estado Novo (1937-1945) foi uma das fases em que Getúlio Vargas exerceu o poder executivo no Brasil. Acerca desse período e de suas principais características, assinale a alternativa correta.

  1. Censura aos meios de comunicação e atividades culturais, a cargo principalmente do DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda).
  2. Revolução Constitucionalista iniciada em São Paulo.
  3. Tentativa da Aliança Nacional Libertadora (ANL) de promover um levante armado, sendo desarticulada e derrotada pelas forças do governo. O episódio ficou conhecido como Intentona Comunista.
  4. Criação da Petrobrás e o atentado contra Carlos Lacerda.

10. (Acafe 2019) Em 2018 a nossa atual Constituição Republicana completou 30 anos. É famosa a foto de Ulysses Guimarães promulgando a constituição em 1988.

Nesse contexto, todas as alternativas estão corretas, exceto a:

  1. Voto facultativo para jovens com idade entre 16 e 18 anos.
  2. Fim da censura aos meios de comunicações.
  3. Criação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).
  4. O presidente da República na época da promulgação da constituição era José Sarney.

11. (Acafe 2018) Passaram-se 130 anos do fim da escravidão no Brasil. Mesmo libertos em maio de 1888, os ex-escravos não obtiveram garantias sociais mínimas. A população negra foi marginalizada e começou um longo período pela sua inclusão na sociedade brasileira.

Acerca das questões envolvendo a população negra no Império e no período republicano, todas as alternativas estão corretas, exceto a:

  1. Com a chegada dos imigrantes italianos para o trabalho nas lavouras de café, os escravos aprenderam técnicas de cultivo europeias e passaram a ter autonomia nas fazendas, obtendo na prática sua liberdade, e tornando-se assalariados.
  2. Em 1910 aconteceu no Rio de Janeiro a Revolta da Chibata. Marinheiros predominantemente negros exigiam melhores soldos e principalmente o fim dos castigos corporais, as chibatadas.
  3. Um dos primeiros impactos no sistema escravista foi à supressão do tráfico de escravos para o Brasil em 1850, com a Lei Eusébio de Queiroz.
  4. A Lei Saraiva-Cotegipe ou Lei dos Sexagenários emancipava os escravos maiores de 60 anos. Posteriormente, muitos escravos ainda não libertos organizavam fugas das fazendas.

12. (Acafe 2018) Após a saída de Getúlio Vargas do poder em 1945 o então Ministro da Guerra do Estado Novo, General Eurico Gaspar

Dutra, foi eleito presidente do Brasil. Entre as características do seu governo pode-se destacar, exceto:

  1. Alinhamento com o bloco capitalista liderado pelos Estados Unidos e rompimento de relações diplomáticas com a União Soviética.
  2. Criação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDE), fundação da Petrobrás e início da campanha nacional “O petróleo é nosso”.
  3. Uma nova constituição foi aprovada e o voto tornou-se obrigatório para todos os brasileiros alfabetizados, maiores de 18 anos e de ambos os sexos.
  4. Propôs o SALTE, um plano econômico desenvolvimentista que priorizava investimentos na Saúde, Alimentação, Transporte e Energia.

13. (Acafe 2018) “Em contrapartida, no interior do Estado, a prepotência policial e militar era exercida sem maiores limites: animais de tração, carroças e caminhões eram requisitados para o uso das autoridades sem qualquer tipo de indenização; vendas e outros pontos de encontro tornaram-se estreitamente vigiados para impedir o uso das línguas alemã e italiana, sendo que um deslize neste sentido poderia acarretar as mais variadas punições (como passar um tempo na prisão ou ingerir óleo de rícino ou óleo diesel diante de soldados armados)”

FALCÃO, Luiz Felipe. Entre ontem e amanhã: diferença cultural, tensões sociais e separatismo em Santa Catarina no século XX. Itajaí: Editora da UNIVALI, 2000. páginas 177,178).

Acerca do contexto acima descrito e sobre o período conhecido como Estado Novo, em Santa Catarina, é correto afirmar, exceto:

  1. Após a declaração de guerra do Brasil ao Eixo, em 1942, as comunidades de origem alemã e italiana passaram a ser alvos de todo tipo de intervenções por parte do governo estadual e federal.
  2. Nereu Ramos, um defensor da cultura ítalo-germânica, acabou sendo afastado do cargo de interventor em Santa Catarina pelo presidente Getúlio Vargas. Posteriormente, após o fim do Estado Novo, tornou-se embaixador do Brasil na Itália.
  3. Neste período, em Florianópolis, foi criado um Campo de Concentração conhecido como Presídio Político da Trindade, com o objetivo de deter os acusados de origem alemã ou italiana de participarem de atividades que atentassem contra a segurança nacional.
  4. Em diversas cidades de Santa Catarina, nome de ruas, colégios e instituições em geral que apresentassem origem alemã ou italiana foram substituídos por datas nacionais e personalidades, como: 07 de setembro, XV de novembro, Floriano Peixoto, Rio Branco, Deodoro da Fonseca, etc.
B

14. (Acafe 2018) O governo militar de Ernesto Geisel apresentou sinais de um processo de abertura política. O próprio Geisel argumentava que a abertura seria de maneira “lenta, gradual e segura”. Acerca do governo do Ernesto Geisel, todas as alternativas estão corretas, exceto a:

Nesse contexto é correto afirmar, exceto:

  1. Foi criado o Pró-Álcool, que tinha como objetivo não deixar o país vulnerável com as crises do petróleo, como ocorreu em 1973. Automóveis começaram a sair das fábricas com motores a álcool.
  2. A Lei Falcão permitia uma propaganda política mais ampla para que os candidatos divulgassem seus programas de governo. Era o início da abertura político-eleitoral.
  3. Episódio marcante da ditadura em seu governo foi o caso do jornalista Vladimir Herzog, encontrado morto numa cela do DOI-CODI (Destacamento de Operações e Informações do Centro de Operações de Defesa Interna), na cidade de São Paulo.
  4. Recentemente um antigo documento elaborado pelo então diretor da CIA (Central Intelligence Agency), William Colby e tornado público pelo governo estadunidense, indica que Geisel autorizou a execução de militantes em casos excepcionais.

15. (Acafe 2018) O governo de José Sarney (1985-1989) foi marcado por mudanças na economia, nas eleições e principalmente pela promulgação de uma nova Constituição para o país, em 1988.

Acerca deste governo, todas as alternativas estão corretas, exceto a:

  1. Foi instituído um plano econômico, o Plano Cruzado, destacando-se o congelamento dos preços.
  2. O Partido Comunista do Brasil continuou na ilegalidade e seu funcionamento ocorreu somente na presidência de Fernando Collor.
  3. Um fato de repercussão internacional em seu governo foi o assassinato do sindicalista e ativista ambiental Chico Mendes, evidenciando os conflitos de terra no Brasil.
  4. Apesar do congelamento dos preços, muitos produtos só podiam ser adquiridos com o pagamento de uma taxa adicional sobre o seu preço, foi o ágio, que aos poucos desestabilizou a economia do país.

16. (Acafe 2018) Os antecedentes da subida de Getúlio Vargas ao poder, em 1930, estão ligados à crise política que indicaria o candidato do governo federal para as eleições presidenciais de 1930. As desavenças entre o PRP - Partido Republicano Paulista e o PRM - Partido Republicano Mineiro, levaram o presidente Washington Luís a indicar Júlio Prestes para concorrer à presidência da república. Nesse contexto é correto afirmar, exceto:

  1. Os políticos de Minas Gerais, que apoiavam Washington Luís, seguiram o líder político Antônio Carlos e com a formação da Aliança Liberal passaram a compor o grupo de apoio a Getúlio Vargas.
  2. Líderes da Aliança Liberal não aceitavam o resultado das eleições. Alegavam fraude no sistema eleitoral.
  3. Na disputa com Júlio Prestes, Getúlio Vargas mostrou a força da Aliança Liberal e foi eleito presidente da república, sendo empossado ainda em 1930.
  4. O assassinato por motivos pessoais de João Pessoa - político da Paraíba e candidato a vice-presidente na chapa de Getúlio Vargas - também contribuiu para o clima de revolta que levou Getúlio Vargas ao poder.

17. (Acafe 2017) “Mas sua ênfase maior se encontrava na tomada de consciência do valor espiritual da nação, assentado em princípios unificadores: “Deus, Pátria e Família” era o lema do movimento. (...) negava a pluralidade dos partidos políticos e a representação dos cidadãos. Seus inimigos eram o socialismo, o liberalismo e o capitalismo financeiro internacional”.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. – 5º edição. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo - Fundação do Desenvolvimento da Educação, 1997. Página 353.

O texto do historiador Boris Fausto evidencia uma das organizações políticas que surgiram no período em que Getúlio Vargas estava no poder, que foi a (o):

  1. Aliança Nacional Libertadora (ANL).
  2. Ação Integralista Brasileira (AIB).
  3. Movimento Tenentista.
  4. União Democrática Nacional (UDN).

18. (Acafe 2017) Mesmo após a queda da monarquia em 1889, o Brasil estava longe de ter um governo democrático e com eleições gerais. Ao longo da história política da República, ocorreram permanências e mudanças no sistema eleitoral. Nesse contexto é correto afirmar, exceto:

  1. Durante a República Velha (1889- 1930), o voto censitário evidenciava o controle do coronelismo em muitos municípios do nordeste brasileiro.
  2. Na constituição de 1934 foi efetivado o voto feminino e a votação passou a ser secreta.
  3. Durante a vigência do Estado Novo (1937-1945) as eleições para os governos estaduais e para a presidência do Brasil ficaram suspensas.
  4. No governo de João Figueiredo, durante o governo militar, ocorreram eleições diretas para governadores dos estados e para prefeitos.

19. (Acafe 2017) Sobre os princípios estabelecidos pela Constituição do Brasil em 1988 é correto afirmar, exceto:

  1. A tortura e o racismo passaram a ser crimes inafiançáveis e imprescritíveis.
  2. Foi estendido o voto aos analfabetos e aos adolescentes entre 16 e 18 anos.
  3. Estabeleceu-se a jornada de trabalho de 44 horas semanais e o direito de greve.
  4. A Constituição permitia a reeleição para presidente da república e criava a Su-dene (Superintendência para o Desenvolvi-mento do Nordeste).

20. (Acafe 2017) Fernando Collor de Melo, eleito presidente da República por voto direito em 1989, foi o primeiro presidente republicano que sofreu um impeachment (impedimento) na história política do Brasil. Nesse contexto é correto afirmar, exceto:

  1. Fernando Collor foi acusado por crime de responsabilidade devido ao esquema de corrupção montado por Paulo César Farias, seu tesoureiro durante a campanha à presidência.
  2. Na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que foi instalada na Câmara dos Deputados pesavam sobre o presidente, entre outras acusações, tráfico de influências no governo e de movimentar milhões em dólares nos paraí- sos fiscais.
  3. Apesar do processo de impedimento que determinou o afastamento da presidência da república, Fernando Collor não teve seus direitos políticos cassados e nas eleições seguintes foi eleito senador pelo Estado de Alagoas.
  4. No julgamento que aconteceu no Senado, Collor também foi cassado, antes, porém, sem resultado, foram forjados documentos para sugerir que o dinheiro em questão vinha de um empréstimo para campanha feito no Uruguai.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avisa aí 😰| Email ou WhatsApp



.